Jump to content
Forum Cinema em Cena

Insidious (Sobrenatural, 2010)


Mr. Scofield
 Share

Recommended Posts

 

 

 

Insidious-Movie1.jpg

 

ATENÇÃO: A MAIORIA DOS POSTS DESSE TÓPICO CONTÊM SPOILERS

 

Minha nota: 7.5/10

 

Do diretor James Wan, de Saw, e com participação na equipe de Oren Peli (Paranormal Activity) Insidious é um filme que envolve experiências paranormais, viagens astrais e tensão. A estória é boa (embora pouco original) e subverte alguns clichês, inclusive utilizando-os em seu próprio benefício. Por ser um filme interpretativo vem gerando várias discussões na internet sobre suas verdadeiras intenções e possibilidades (algumas até bem interessantes). Belíssima surpresa e finalmente um filme de horror decente no ano. E aí, o que acharam? Pretendem ver?

Mr. Scofield2011-04-26 22:16:52

Link to comment
Share on other sites

Eu também gostei do filme. O ritmo é envolvente e não apela para o gore. Dei 8/10 na empolgação. Porém, estou na tendência de abaixar um pouco a nota, após refletir um pouco sobre o filme.

 

Agora ficaram algumas indagações: spoilers

 

1) O que vc entendeu do final? A senhora pegou o cara na tentativa de salvar o filho ou, desde quando criança, aquela senhora já tinha incorporado o cara ? Tive a impressão de que na hora em que o cara encarou a senhora, ele estava olhando para um espelho. Além disso, até ser desmascarado pela "exorcista", ele não pareceu ter o seu comportamento/personalidade alterado. Ademais, a mãe já tinha dito que ele sempre evitava fotografias desde criança.

 

2) Que diabos aconteceu com o irmão menor no terceiro ato? Oficialmente, ele foi passar um tempo na casa da avó. Entretanto, essa desculpa pareceu esfarrapada. Dá a impressão que o ator mirim não teve coragem de encarar o ato final. Como ele via o irmão andando pela casa? Ele via "a alma" do irmão? Ele também fazia projeção astral?

 

3) O que aconteceu no sotão? Por que o filho gritou? Ele não gritou quando caiu e sim quando se deparou com algo estranho. O que foi?

 

4) O vilão é mesmo um clone do Darth Maul?

 

 

Link to comment
Share on other sites

 

 

 

O post a seguir contém SPOILERS:

 

 

1) O que vc entendeu do final? A senhora pegou o cara na tentativa de salvar o filho ou' date=' desde quando criança, aquela senhora já tinha incorporado o cara ? Tive a impressão de que na hora em que o cara encarou a senhora, ele estava olhando para um espelho. Além disso, até ser desmascarado pela "exorcista", ele não pareceu ter o seu comportamento/personalidade alterado. Ademais, a mãe já tinha dito que ele sempre evitava fotografias desde criança.

 

2) Que diabos aconteceu com o irmão menor no terceiro ato? Oficialmente, ele foi passar um tempo na casa da avó. Entretanto, essa desculpa pareceu esfarrapada. Dá a impressão que o ator mirim não teve coragem de encarar o ato final. Como ele via o irmão andando pela casa? Ele via "a alma" do irmão? Ele também fazia projeção astral?

 

3) O que aconteceu no sotão? Por que o filho gritou? Ele não gritou quando caiu e sim quando se deparou com algo estranho. O que foi?

 

4) O vilão é mesmo um clone do Darth Maul?

 

[/quote']

1) Esta é uma das maiores dúvidas do filme. E a resposta para mim é: não sei. Além do que você falou, quando ele adentra The Further ele vê o GAROTO que ele foi, guiando para encontrar o filho (porque diabos ele se veria no além e como criança a não ser que ele já estivesse perdido lá?). Isto parece corroborar a ideia de que a velha o possuía desde criança.

 

Também parece ser chave a cena onde ele olha o espelho antes e vê um cabelo branco, arrancando (claramente uma referência à velha senhora)  - mas considero muito ambígua, pois pode representar a aproximação da velha do corpo dele (lembremos que a possessão demora muito tempo para ocorrer) ou que o corpo estava se aproximando a passos rápidos para a morte (o que faria a velha - se o possuísse - desencarnar e voltar ao local de origem - o The Further)

 

No entanto, várias coisas, ao meu ver, perdem o sentido se analisarmos dessa forma... não teria porque o pai da criança sofrer ao ver os desenhos do menino evidenciando que estava perdido e querer buscar a criança (a não ser que soubesse que a esposa estava o fitando, o que não parece ser evidente). Porque ele veria a velha no The Further se ela já o possuía? Porque o filme não mostraria estranhos comportamentos mais relativos a ambiguidade como se o fato dela sempre o possuir fosse um twist possível (tipo, ele poderia ter alguns comportamentos anormais SUTIS que fossem peculiares à velha, pois queira ou não são personalidades completamente diferentes - só o CORPO é o mesmo). Porque ele permitiria as sessões se teve oportunidade de negá-las claramente em determinado ponto do filme - e inclusive chegou a mandar a equipe embora? Porque se arriscar? Porque a mudança comportamental radical só no final do filme após a senhora descobrir quem ele era (ele poderia facilmente criar um cenário onde a matasse antes, até mesmo persegui-la durante sua longa vida no corpo do personagem de Patrick Wilson).

 

Para mim de qualquer forma que você analise, verá "furos inexplicáveis" - jamais a velha E o garoto poderiam estar no além ou haverá furos por todas as partes. É por isso que não dei uma nota maior. O que acha dessas informações/interpretações? Fazem algum sentido para você?

 

2) Aí é que está. Não sei qual é a dinâmica da "possessão" e do Further, mas fica claro no filme que TODO MUNDO consegue ver as almas quando elas querem ser vistas - e o curioso é que elas frequentemente querem (olha outro clichê indo por água abaixo). Seja a mulher, o personagem de Patrick Wilson, as crianças (lembra do bebê chorando?) e os personagens que adentram a casa. Esta estranha concepção é legal, porque subverte um clichê muito comum da não credibilidade aos que conseguem ver.

Quanto ao irmão mais novo, parece fazer parte da estruturação de Insidious elementos que não apresentam funções claras na estória além de conferir coesão narrativa para se atingir resultados. Assim, tanto os closes no relógio (muito questionados), a estória da família morta ou os atos do menino mais novo só servem para assustar o espectador e mostrar como as coisas por lá funcionam. Uma vez cumpridos seus objetivos, eles simplesmente desaparecem como que por encanto, sem aprofundar. Enfim, o menino foi viver com os avós e isso é o que você precisa saber (ou seja, o que aconteceu com ele é insignificante).

 

3) Impossível saber. Provavelmente mais um dos elementos sem função que citei acima (ou cuja função não interessa - apenas para mostrar que algo estranho viria a acontecer). Mas meu palpite é que seja o demônio ou alguma alma que trafegue pelo Further, já que elas aparecem quando querem. O filme, como eu disse, não perde tempo com detalhes. Em Insidious a reação de quem vê é mais importante que as explicações.

 

4) Não sei, mas creio que sim. Há várias referências a outros filmes na estória. Há uma foto de Saw em uma das cenas. Na cena em que Josh está lecionando aparece o nome de James Wan, as irmãs gêmeas são similares às de The Shining, bem como o corredor também lembra um pouco o do filme. Muitas pessoas falam de similaridades com Poltergeist (que eu não me lembro). Muito embora Star Wars não seja um filme de horror, não me parece absurdo terem pensado nisso. Curiosidade: o demônio tem a face coberta por batom (não é sangue também o que vemos no lençol de Dalton). A cena em que ele cobre o rosto foi deletada, dando a impressão de sangue. Ele é, entretanto, creditado como "The Lipstick Face Demon" (cheque o imdb).

 

Quais são suas impressões?

 

 

 

 

Mr. Scofield2011-04-26 09:12:31

Link to comment
Share on other sites

Eu assisti, e dou nota 7. Achei interessante o retorno à vanguarda do terror setentista e oitentista, bem como a direção coesa em seus aspectos de gerar tensão e ansiedade. Confesso também que a trama em si me deixou intrigado, e compartilho com vocês a minha análise sobre o assunto:

 

1) Fiquei em dúvidas acerca da possessão e, honestamente, não acho que haja uma resposta definida para ela. Estou tendencioso a achar que o personagem do Patrick Wilson já havia sido possuído na infância, pois, (i)a cena do cabelo branco é um forte indício de aversão à velhice, ou seja, do medo de retornar àquela condição idosa original;(ii) a cena ao final do filme, foi, na minha opinião, a expulsão do supracitado medo de retorno à condição idosa original;(iii) o personagem jovem aparecer no "Further", indicando o indício de que ali se encontra perdido há tempos;(iv)o fato do personagem se importar com os filhos é natural, pois são, de fato, seus filhos, uma vez que foram gerados já com o corpo físico em domínio da idosa;(v)a mãe do personagem de Patrick Wilson diz a esposa dele que ninguém pode julgá-la pelo que ela está fazendo para suportar a ausência do filho.Seria uma maneira de dizer que aceitou no passado seu "filho"de volta, mesmo sabendo que havia algo estranho?(fui longe pakas).

 

Alguns ponto se mostram em contraposição ao raciocínio acima:

1)O fato de existir uma foto do personagem com sua família, e tal foto não conter qualquer indício que denuncie a possessão.

2)A médium não desconfiar logo de cara que havia uma presença estranha no corpo físico do personagem.

3)O personagem, ao matar a médium, repete alguns xingamentos que foram ditos no momento que a citada médium buscava o filho do casal no further, por entes presente ali.Ou seja, a velha em tal momento se encontrava no Further.

 

Bom, por enquanto é o que eu me lembro.

 

Vamos falar mais, estou curioso para chegar mais próximo a uma definição do que realmente houve.

 

Abraços.
Link to comment
Share on other sites

 

 

 

 

 

 

 

1) Fiquei em dúvidas acerca da possessão e' date=' honestamente, não acho que haja uma resposta definida para ela. Estou tendencioso a achar que o personagem do Patrick Wilson já havia sido possuído na infância, pois, (i)a cena do cabelo branco é um forte indício de aversão à velhice, ou seja, do medo de retornar àquela condição idosa original;(ii) a cena ao final do filme, foi, na minha opinião, a expulsão do supracitado medo de retorno à condição idosa original;(iii) o personagem jovem aparecer no "Further", indicando o indício de que ali se encontra perdido há tempos;(iv)o fato do personagem se importar com os filhos é natural, pois são, de fato, seus filhos, uma vez que foram gerados já com o corpo físico em domínio da idosa;(v)a mãe do personagem de Patrick Wilson diz a esposa dele que ninguém pode julgá-la pelo que ela está fazendo para suportar a ausência do filho.Seria uma maneira de dizer que aceitou no passado seu "filho"de volta, mesmo sabendo que havia algo estranho?(fui longe pakas).[/quote']

 

Bem vindo à discussão, Rafaforum. 01

 

Olha, eu considero o item i meio ambíguo. A aversão à velhice tanto pode ter esse significado quanto ser uma alusão simbólica à grande proximidade da velha da possessão do corpo de Josh (uma vez que já decorrera muito tempo que ela vinha tentando possuí-lo). Nessa visão, o indicativo é que faltava muito pouco, uma pequena oportunidade para ela adentrar o corpo e tomar conta dele.

 

ii) Não entendi. Explica melhor?

 

iii) Concordo. Se pensar pelo outro lado (o de que a possessão ocorreu no final) este é um dos mais difíceis obstáculos a serem esclarecidos).

 

iv) Isto eu discordo. Não acho que haja justificativa para que a velha se importasse com a prole do "vessel". Ela só o utiliza como corpo mesmo (é uma parasita), não há relação emocional positiva entre eles.

 

v) Não sei, não me lembro bem dessa cena, infelizmente. E pode ir longe pacas mesmo, contamos com isso, quanto mais detalhes melhor. 06

 

Alguns ponto se mostram em contraposição ao raciocínio acima:

1)O fato de existir uma foto do personagem com sua família' date=' e tal foto não conter qualquer indício que denuncie a possessão.

2)A médium não desconfiar logo de cara que havia uma presença estranha no corpo físico do personagem.

3)O personagem, ao matar a médium, repete alguns xingamentos que foram ditos no momento que a citada médium buscava o filho do casal no further, por entes presente ali.Ou seja, a velha em tal momento se encontrava no Further.[/quote']

 

1) Concordo

2) Pois é, por isso falei de que, se fosse a intenção dar a dupla interpretação por parte do diretor, ele teria colocado algum movimento sutil em Josh para que para as pessoas que prestam mais atenção corroborarem o pensamento de que havia algo errado e ele podia já estar possuído, mesmo que a médium não percebesse. E não há. A  não ser que consideremos a cena do fio de cabelo que você mencionou com sua interpretação.

3) Pois é. Mas o garoto também. É aí que está toda a contradição. Se ambos estavam no Further, este não pode ser um fator de eliminação das teorias.

 
Ah, tem mais uma coisa que acho que o filme quis reverter em termo de clichê. Quando eles se mudam, o filme, ao invés de alimentar a ideia da casa mal assombrada, demonstra que o problema era Dalton - o que já seria incomum por si - mas o mais legal é que eles pioram a situação. O corpo "astral" de Dalton permanece na casa antiga, dificultando o menino a encontrar o corpo físico. Eles, portanto, afastam o menino ainda mais da recuperação. Note que o personagem de Patrick Wilson tem que voltar à casa antiga para recuperar o garoto (e por outro lado, afastar-se do seu e permitir a entrada da velha pela segunda teoria).

 

Acho, a princípio que, apesar de achar muito mais interessante a hipótese da possessão desde o início do filme, que há menos enigmas se considerarmos que ele ficou possuído só no final. Insidious fica mais "bem amarrado".

 

Os dois itens que mencionei no primeiro post em conjunto com o que o Rafaforum falou, para mim, são muito fortes mesmo havendo coisas que parecem contraditórias em outros pontos. Vejam abaixo:

 

a) Não teria porque o pai da criança sofrer ao ver os desenhos do menino

evidenciando que estava perdido e querer buscar a criança (a não ser que

soubesse que a esposa estava o fitando, o que não parece ser evidente).

 

 

B)Porque

ele permitiria as sessões se teve oportunidade de negá-las claramente

em determinado ponto do filme - e inclusive chegou a mandar a equipe

embora?

 

c) O fato de existir uma foto do personagem com sua família, e tal foto não conter qualquer indício que denuncie a possessão.Mr. Scofield2011-04-26 22:34:28

Link to comment
Share on other sites

1) Não estou me recordando da cena do cabelo branco. Em que momento foi?

 

2) A mãe e a exorcista disseram que o Patrick passou por uma espécie de lavagem cerebral para se ver livre das assombrações. Ele teve de se esquecer sobre os acontecimentos sobrenaturais que presenciou e sobre a sua capacidade de projeção astral. Grande parte da sua infância até tal época teria sido apagada. Logo, haveria a possibilidade da "amnésia forçada" ter acontecido após a possessão. Deste modo, a velha teria perdido a memória após possuir o garoto. Daí, a velha achava ser o Patrick. Só bem no subconsciente, ela sabia não ser o Patrick. Talvez, essa seria a explicação para o fato de o Patrick não querer enfrentar a condição "sobrenatural" do filho e passar o tempo corrigindo provas. Pois, o ocorrido com o filho, trazia as memórias perdidas.

 

3) Não acho que o Patrick viu a velha no Further e sim ele se olhou num espelho, naquela cena em que discute com a velha.

 

4) A velha pode ter habitado o corpo do Patrick por tanto tempo que este não apresentava mais sinais de "possessão" detectáveis pela exorcista. Só a fotografia conseguia detectar as imagens.

 

5) De todo jeito, acho que vou abaixar alguns centésimos da minha nota.

 

 

Link to comment
Share on other sites

 

 

Minhas opiniões 01

 

1) Não estou me recordando da cena do cabelo branco. Em que momento foi?

Uma em que ele se olha no espelho do banheiro. É quase uma daquelas cenas "Agatha Christie" que ninguém dá valor quando ocorre, haha.

 

2) A mãe e a exorcista disseram que o Patrick passou por uma espécie de lavagem cerebral para se ver livre das assombrações. Ele teve de se esquecer sobre os acontecimentos sobrenaturais que presenciou e sobre a sua capacidade de projeção astral. Grande parte da sua infância até tal época teria sido apagada. Logo, haveria a possibilidade da "amnésia forçada" ter acontecido após a possessão. Deste modo, a velha teria perdido a memória após possuir o garoto. Daí, a velha achava ser o Patrick. Só bem no subconsciente, ela sabia não ser o Patrick. Talvez, essa seria a explicação para o fato de o Patrick não querer enfrentar a condição "sobrenatural" do filho e passar o tempo corrigindo provas. Pois, o ocorrido com o filho, trazia as memórias perdidas.

 

Hmmm...teoria interessante. Mas discordo, muitos eventos teriam que se encaixar para que isso acontecesse e o filme não dá tantos indícios disso. O esquecimento da velha, a família não perceber nada, a velha não manter nenhuma de suas características, enfim...é possível, mas não vejo no filme nada que alimente tanto essa teoria.

 

3) Não acho que o Patrick viu a velha no Further e sim ele se olhou num espelho' date=' naquela cena em que discute com a velha. [/quote']

 

Aí me pegou. Não me lembro direito se ele chegou a ver a velha antes da cena do espelho, mas acho que sim.

 

4) A velha pode ter habitado o corpo do Patrick por tanto tempo que este não apresentava mais sinais de "possessão" detectáveis pela exorcista. Só a fotografia conseguia detectar as imagens.

Não creio. Teríamos que aceitar uma hipótese que o filme não expõe, parece ultrapassar o que ele mostra. Fora que a médium é paranormal, o tempo não muda suas características.

Mr. Scofield2011-04-26 22:54:23

Link to comment
Share on other sites

Alguns fatos que me deixaram intrigado:

1 - A todo o tempo o demônio (cara vermelha) quer possuir o corpo do menino em viagem astral. Bom o pai salva ele no final e me deu a impressão que ele acabou possuindo um dos auxiliares. No final um deles ainda fala que tinha fotos que valeriam ouro.

 

2 - Quando ele está conversando com a velha, não é um espelho e sim a janela da casa, mas a camera muda de perspectiva e dá pra ver do lado de fora que não há a parasita, e sim um reflexo da velha no vidro.

 

3- O que me deixa intrigado que ele foi lá, buscou seu filho e no momento de deixá-lo seguro, ele deixa o menino só com o demonio atras dele ainda, não mostra claramente ele se reencontrando com seu corpo da viagem astral, ainda mais que a vó dele estava no quarto com um auxiliar com a porta trnacada, pra onde ele foi?

 

 

 

 

 
Link to comment
Share on other sites

 

 

Entendi que a velha dominou o Josh. Mas nao entendi onde foi parar o demonio.

Mas está na galera que acha que a possessão ocorreu desde o início ou só no final do filme?

O menino é um mistério, boa questão. Não sabemos efetivamente o que aconteceu com ele e o demônio.

 

A propósito, alguém notou na cena em que a mulher estava levando o lixo que antes de aparecer o garoto dançando próximo à vitrola ele aparece na cena anterior quando ela passa em direção ao quintal quase ao lado dela (e ninguém parece notar)? Cara, isso me deixou superassustado. 06

Mr. Scofield2011-04-27 17:28:15

Link to comment
Share on other sites

Acho que ocorreu a possessão só em Josh, pois na cena que a avó entra na casa com o casal dormindo e vai até o quarto do menino para ver como ele esta e a criatura esta do canto esquerdo do quarto, qdo ela pergunta o que vc quer, e a criatura aponta para a criança. Nesse momento não tinha possessão.

 

Na cena da mulher pegando o saco de lixo é sinistra, o garto estava de frente para a parede agaixado, também assustei. 
Link to comment
Share on other sites

(ii)ao final, o personagem do patrick fica gritando para a imagem da velha, coisas como, nao tenho medo de vc...va embora..etc...eu acho que a a propria velha expulsando o medo que ela tem de voltar a ser ela mesma.

 

(iv)pensando melhor e lembrando um pouco mais do filme, podemos perceber que o personagem do patrick e extremamente frio com o problema do filho o tempo todo, parecendo nao se importar...isso justificaria ser ele, na verdade, o parasita...e o fato de ir buscar o filho seria somente para dar manutencao na vida que criou para ela(velha) ao longo dos anos...faz sentido...outra...o "pai" deixa o filho a merce do demonio ao final da volta pra casa...muita irresponsabilidade para qualquer pai...por pior que ele seja...

 

o personagem pode ter aceitado a hipnose somente pq necessitava manter a vida criada para si mesmo...acho isso possivel...

 

bom...acho que pode-se considerar a possessao como fato do passado...bem como pode-se considera-la como ocorrida ao final do filme...a pergunta que fica e se existe realmente uma solucao...ou se a dubiedade do final e proposital...

 

abracos!
Link to comment
Share on other sites

 

 

(ii)ao final' date=' o personagem do patrick fica gritando para a imagem da velha, coisas como, nao tenho medo de vc...va embora..etc...eu acho que a a propria velha expulsando o medo que ela tem de voltar a ser ela mesma[/quote']

Entendi. Pode ser. Mas acho mais simples pensar que a cena seja o que parece mesmo, Patrick gritando para a velha para tentar demonstrar força contra o ser, uma vez que sabia que os vivos são mais poderosos que os mortos.

 

(iv)pensando melhor e lembrando um pouco mais do filme' date=' podemos perceber que o personagem do patrick e extremamente frio com o problema do filho o tempo todo, parecendo nao se importar...isso justificaria ser ele, na verdade, o parasita...e o fato de ir buscar o filho seria somente para dar manutencao na vida que criou para ela(velha) ao longo dos anos...faz sentido...outra...o "pai" deixa o filho a merce do demonio ao final da volta pra casa...muita irresponsabilidade para qualquer pai...por pior que ele seja...[/quote']

 

Ah, eu discordo. A cena dele chorando vendo os desenhos do filho é uma fortíssima contradição a essa hipótese. Fora que ele demonstra amor ao filho sim, aliás, a todos eles. Não há sinais de indiferença e ele não deixa o filho à mercê do demônio (não faria sentido ele ir até lá se tencionasse isto) e caso houvesse a tentativa de dar uma dupla interpretação, as cenas seriam mais explícitas, a sutileza aí é imperceptível.

 

o personagem pode ter aceitado a hipnose somente pq necessitava manter a vida criada para si mesmo...acho isso possivel...

 

Há uma forte contradição aí. Ele chega a NEGAR a presença na casa da equipe. Não haveria absolutamente nada de errado em ele manter a posição e impedir que voltassem. Só que após ele ver os desenhos do menino e confrontar com o que a médium havia dito ele chora e permite a moça voltar. Não teria o menor sentido ele mudar de opinião, ele estaria agindo de forma completamente incoerente. Esta cena corrobora: o amor dele ao menino e a sinceridade nas tentativas de trazê-lo de volta (o que seria um sentimento próprio do pai - não há o MENOR sinal de fingimento na cena - e jamais da velha).

 

bom...acho que pode-se considerar a possessao como fato do passado...bem como pode-se considera-la como ocorrida ao final do filme...a pergunta que fica e se existe realmente uma solucao...ou se a dubiedade do final e proposital...

 

abracos!

Acho que em todas as hipóteses há furos inexplicáveis, mas o que mais faz sentido é o mais simples mesmo. Ele ficou possesso só no final do filme.

Mr. Scofield2011-04-27 23:44:12

Link to comment
Share on other sites

 

 

Acho que ocorreu a possessão só em Josh' date=' pois na cena que a avó entra na casa com o casal dormindo e vai até o quarto do menino para ver como ele esta e a criatura esta do canto esquerdo do quarto, qdo ela pergunta o que vc quer, e a criatura aponta para a criança. Nesse momento não tinha possessão.[/quote']

 

Sim, sim. Mas me refiro às duas hipóteses do filme:

 

1) Josh estava possuído desde sua infância? - o que justificaria a presença dele quando garoto no Further

 

2) Josh só fica possuído no final? - o que justifica quase todas as suas outras atitudes, principalmente a cena em que ele chora vendo os desenhos do menino E a cena que o Richard falou sobre a velha senhora não aparecer na foto de casamento.

 

Na cena da mulher pegando o saco de lixo é sinistra' date=' o garto estava de frente para a parede agaixado, também assustei. 
[/quote']

 

Isso mesmo!!! Cena mais punk do filme. De longe. Lele, ele aparece muito perto da tela e eu nem tinha visto.

Mr. Scofield2011-04-28 00:15:07

Link to comment
Share on other sites

Revi o filme e localizei o garoto.

 

É difícil para o espectador ver porque ele está no lado esquerdo do quadro. As pessoas têm a tendência de focalizar o que se passa do lado direito. Por isso os cineastas quando querem destacar algo o colocam do lado direito e quando querem esconder, do lado esquerdo.

 

A Rose não viu porque estava olhando pro cesto e depois pro chão.

 

 

Link to comment
Share on other sites

 

Revi o filme e localizei o garoto.

 

É difícil para o espectador ver porque ele está no lado esquerdo do quadro. As pessoas têm a tendência de focalizar o que se passa do lado direito. Por isso os cineastas quando querem destacar algo o colocam do lado direito e quando querem esconder' date=' do lado esquerdo.

 

A Rose não viu porque estava olhando pro cesto e depois pro chão.

 

[/quote']

Interessante, já tinha ouvido falar sobre essa estratégia (embora seja completamente leigo em matéria técnica). Porque será que tendemos a olhar para o lado direito? 17

 

Link to comment
Share on other sites

Spoilers...

 

Curioso... saí do cinema sem me ocorrer essa dúvida, se a velha já estaria encarnada no cara desde o início ou não.

 

...Já que se fosse a velha desde o início, o personagem não buscaria o filho no além com tanto afinco. Mas o lance dele encontrando a própria versão criança no além realmente é intrigante.

 

...Mas na minha opinião, a grande sacada do filme é que no final a gente fica pensando: "que final previsível, o demônio encarnou no garoto"... e de repente somos pegos de surpresa com a revelação da velha.  ;)
Link to comment
Share on other sites

 

 

 

...Já que se fosse a velha desde o início' date=' o personagem não buscaria o filho no além com tanto afinco. Mas o lance dele encontrando a própria versão criança no além realmente é intrigante.

 

...Mas na minha opinião, a grande sacada do filme é que no final a gente fica pensando: "que final previsível, o demônio encarnou no garoto"... e de repente somos pegos de surpresa com a revelação da velha.  ;)
[/quote']

Pois é, esse suposto "furo" de roteiro (ou não) instiga a dúvida e faz com que a gente avalie a coisa toda de outra perspectiva. Será que ele não estava fingindo? Eu acho que não a princípio, mas os rapazes argumentam que sim.

Eu gostei do final, da velha, mas acho que também gostaria se fosse o demônio no garoto. Eu não ligo se é ou não previsível quando o filme é bom. E eu, pessoalmente, gosto em filmes de horror quando tudo termina o pior possível. 06

E, para ser completamente sincero, não fiquei completamente convencido de que o menino não estava possuído. Seria tão legal ambos..0806

 

Mr. Scofield2011-05-01 00:30:27

Link to comment
Share on other sites

Pensei um pouco mais sobre o lance da velha ter possuído o cara desde a infância dele... se isso for verdade... devemos perceber que toda a vida que ele viveu, desde a infância, foi com a alma da velha.. então não seria incoerente crer que a velha amasse o garoto como um filho, já que na verdade o era (na hipótese dela ter encarnado no cara, ainda garoto).

Mesmo assim, se formos nos aprofundar nessa vertente.. ela enfraquece... tipo, um homem com o espírito de uma velha... Ela (a velha) se apaixonaria por outra mulher? E porque a vidente não sacou desde o início?

 

Por essas e por outras que eu acho que a velha só se apossou do corpo no final. O que tira o meu sono é a alma do cara ainda muleque presa no além. =p
Link to comment
Share on other sites

 

Pensei um pouco mais sobre o lance da velha ter possuído o cara desde a infância dele... se isso for verdade... devemos perceber que toda a vida que ele viveu' date=' desde a infância, foi com a alma da velha.. então não seria incoerente crer que a velha amasse o garoto como um filho, já que na verdade o era (na hipótese dela ter encarnado no cara, ainda garoto).

Mesmo assim, se formos nos aprofundar nessa vertente.. ela enfraquece... tipo, um homem com o espírito de uma velha... Ela (a velha) se apaixonaria por outra mulher? E porque a vidente não sacou desde o início?

 

Por essas e por outras que eu acho que a velha só se apossou do corpo no final. O que tira o meu sono é a alma do cara ainda muleque presa no além. =p
[/quote']

Eu concordo com você (mesmo que ela não quisesse ser descoberta bastava "sumir" ao invés de casar, ter filhos, etc) e tem um fato ainda mais poderoso: a foto. Existe uma foto do casamento deles que Josh aparece sem manifestação da velha.

 

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

Announcements

×
×
  • Create New...