Jump to content
Forum Cinema em Cena

The Dark Knight Rises (#2)


Big One
 Share

O Bane vai quebrar a coluna do Batman?  

45 members have voted

  1. 1. O Bane vai quebrar a coluna do Batman?

    • Sim
      20
    • Não
      25


Recommended Posts

Antes de escrever com mais calma, o momento mais forte e tenso foi a primeira lita do Bane com Batman, quando o morcego leva uma surra animal, eh uma pancadaria visceral, brutal.

 

O filme ficaria perfeito se fosse o Coringa fazendo os julgamentos no lugar do Espantalho, que mandou bem, mas o Coringa eh o'Coringa.

 

A historia eh tao bem amarrada que ate as gags funcionaram neste, ao contrario de Begins que soavam bobas, aqui eram inseridas no contexto e ainda engracadas. Como quando a selina some enquanto Batman estava falando com ela.

Link to comment
Share on other sites

Parece que o filme vai dividir mesmo. Dois chegando aqui não achando essa Coca toda, e dois chegando deslumbrados.

 

Diferente de Homem Aranha que uns idolatram e outros detestam, esse vai ser meio Vingadores mesmo, é bom, mas o quanto é bom que vai ser a discussão.

 

Por isso que eu gosto dos filmes do Nolan. Ou você ama, ou odeia.

Link to comment
Share on other sites

Vamos lá comentar sobre o filme agora. como o bell fez vou listas os pontos negativos e positivos na minha opinião:

 

Negativo:

  • A dublagem do Bane q ficou ridicula
  • dialogos fracos como já citei
  • uma total falta de ritmo em vários pontos, tem momentos q se gasta mto explicando coisas inúteis q não valem nada na trama, e coisas importantes passada rapidamente, deixando o filme em vários momentos arrastados...
  • Alguns personagens mal desenvolvidos ou aproveitados, como os casos da Talia e Lucio Fox...
  • Apesar da boa atuação da Hathaway, não conseguiu me convencer q era a Mulher Gato...
  • Teve uma cena q foi extremamente difícil de engolir, carro stealth apagando os farois e engenharia reversa na bala é fichinha perto dessa cena (falarei nos spoilers)
  • a tentativa desesperada do Nolan no primeiro ato do filme falando q aquele é o final, evidenciado pelos dialogos do Alfred em dois momentos, na verdade ele só toca nessa tecla em 80% das vezes q aparece...
  • E a primeira luta do batman com o bane em alguns momento me soou falsa, da para perceber claramente q o braço passou a milas de distancia do rosto dos personagens, o q para mim tirou um pouco da tensão inicial da luta

Positivos:

  • Uma ótima história...
  • a tensão dele é mto boa...
  • o desenvolvimento do Blake foi ótimo...
  • apesar de meio deslocado da forma de como foi posta no filme, a prisão no meio do deserto foi ótima (tirando a bendita cena)...
  • A aparição do Lian Neason foi magistral
  • o final em si tb foi um ponto forte do filme...

Agora vamos aos pontos negativos e positivos com spoiler

 

 

 

Negtivos:

  • PQP meu, a cura para uma vértebra deslocada agora virou um soquinho na coluna e no dia seguinte já tá de pé? ah vá... quer forçar mto a amizade, né Goyer e Nolan?
  • trama totalmente desnecessária a dos órfãos, a parte final com o Blake na ponte tentando furar o bloqueio achei de uma inutilidade sem tamanho...
  • O espantalho como juiz do povo de gothan ficou meio estranho...
  • como o Bell falou, a prisão do outro lado do mundo ficou deslocada no filme...
  • todo o terceiro ato... porra... osbandidos com rifles de assalto e os policiais correndo na direção deles e eu contei apenas 5 policias alvejados... o foque no batman/bane tirou o impacto q teria a cena e a forma q o Bane é "morto" pela hathaway
  • foi meio forçado o romance do Bruce com a Selina... o cara tava total na onda da Talia, mas por falta de opção, termina com a selina.. hehe

Positivos

  • O Robin.. dããã... ponta solta para uma continuação dele encontrando a caverna...
  • o Bat voando entre os prédios e escapando dos mísseis
  • a participação foda do Lian Neason falando q é imortal
  • o bruce quebrando a coluna e se recuperando em 5 meses... apesar de meio forçado
  • Wayne indo a falência e recomeçando sua vida com a selina

Em nenhum momento eu cogitei a possibilidade do Alfred estar fantasiando o Bruce com a Selina ali em Florença. Me espantei ao me deparar com essa teoria no vídeo do Omelete e na crítica do Pablo Villaça. E essa teoria vai por água abaixo diante do conserto do Bat-sinal, do GPS deixado pro Blake (não dava para fazer tudo isso correndo contra o relógio) e do fato que o Bruce consertou o Piloto Automático do The Bat. (Só não entendi se o The Bat que aparece no final é o mesmo que "explodiu" ou se seria um sobressalente (o que seria mais coerente)). Além disso, como o Omelete apontou, Alfred não sabia da ligação entre Bruce e Selina, então não teria porque fantasiar os dois juntos.

Mas acho que foi uma atitude covarde deixar o Batman vivo, porém remete ao final da Graphic Novel O Cavaleiro das Trevas, de Frank Miller, então, de certa forma, não ficou ruim. rs!

Aí eu já concordo com vc.. o Nolan quis fazer um final feliz, com o Bruce e a Selina felizes para sempre, foi covarde? sim, bastante... seria perfeito se o Bruce realmente tivesse morrido, assim não daria chance de retorno, apesar da máxima, sem corpo, sem morte... Sobre a parada do Bat, não é o mesmo não, aquele explodiu, mas ficou claro q foi apenas uma atualização no sistema operacional da nave, ou seja, ele atualizou todas as versões do bat existente com um novo piloto automático...

 

E outra sacanagem... toda gothan sabia q o Bruce era o Batman, o Bane falou isso aos 7 ventes durante a luta, é óbvio q os thugs falariam um para o outro... aí vem o Gordon no final e diz, quem é vc... porra Gordon, vc é o corno da história... sempre o último a saber das coisas... hehehe

 

 

Link to comment
Share on other sites

Para mim, Batman - O Cavaleiro das Trevas Ressurge, de forma geral é superior ao segundo filme. Pode não trazer uma interpretação tão icônica quanto a de Ledger no segundo filme, mas de forma geral, considero esse terceiro melhor que o segundo filme, fechando a trilogia de uma maneira perfeita!

 

Perfeito seu texto. É bem por aí que eu pensei também. Estou maravilhado com o filme! Vou assisistir hoje novamente!

Link to comment
Share on other sites

Perfeito seu texto. É bem por aí que eu pensei também. Estou maravilhado com o filme! Vou assisistir hoje novamente!

 

Devo assistir novamente daqui há umas duas ou três semanas... Vou deixar o filme esfriar na minha cabeça e as salas ficarem mais vazias para ver uma segunda vez...

Link to comment
Share on other sites

Pode escrever spoiler... DESDE QUE use a ferramenta apropriada pra isso... O problema é que não são todos que se lembram disso.

 

E Xaka eu nem entro aqui, comecei a fazê-lo nos últimos dois ou três dias e sempre passando os posts com rapidez sem conseguir lê-los justamente para evitar os spoilers. O que aconteceu no Facebook foi completamente diferente. Eu não estava em um local onde o filme era discutido, estava lendo o mural que mostra apenas TODAS as atualizações de meus amigos, como você, portanto fui pego desprevenido. Aliás, não só eu. Querer minimizar a cagada comparando o Facebook com este tópico é ficar tentando se justificar, obviamente sem sucesso. Melhor mesmo é assumir que fez besteira e seguir com o enterro.

 

Sim, fiz. Tanto que apaguei segundos depois. Simplesmente achei que esse spoiler já fosse público e notório, até eu que ando totalmente por fora, e que não me ligo muito no Bátima, sabia dessa possibilidade, enfim...

 

Como anda a cotação do filme? Vi o Sith comentando no facebook que fica no mesmo nível do Begins. O problema é essa comparação, acho difícil superar o impacto do TDK, já que não há o Coringa nesse, que foi o grande e único motivo para aquele filme tornar-se tão notável.

 

Vou esperar e ver no conforto do meu lar..

Link to comment
Share on other sites

O filme vem pegando fogo no Mexico...

 

 

Incêndio em cinema do México interrompe sessão de Batman

Cerca de 800 pessoas, entre espectadores e funcionários, foram retiradas do local para prevenir casos de intoxicação por fumaça

Algo de estranho parece estar ocorrendo com Gotham City. Poucos dias após um atirador invadir uma sala de cinema da cidade norte-americana de Aurora e matar arbitrariamente 12 pessoas que assistiam à estreia do filme Batman - O Cavaleiro das Trevas Ressurge, moradores da cidade mexicana de Zapopan que acompanhavam ao mesmo filme tiveram que deixar às pressas as salas de um cinema nesta sexta-feira (27/07) depois que um contêiner de lixo pegou fogo.

De acordo com o porta-voz do Departamento de Defesa Civil da cidade, Julio Quinones, o equivalente a 800 pessoas, entre espectadores e funcionários, foram retiradas do local para prevenir casos de intoxicação por fumaça. Não há registros de feridos e também não há indícios de que alguém tenha iniciado o fogo.

TheDarkKnightRises.jpgCarlos Martinez, uma das pessoas que estavam presentes na sessão quando teve início o incêndia, disse ao jornal mexicano El Universal que as pessoas "não sabiam o que estava acontecendo antes das luzes se acenderem e a brigada de incêndio pedir para que deixassem o local”.

Diante do caso de Colorado, A produtora de Batman - O Cavaleiro das Trevas Ressurge, Warner Bros., prometeu auxiliar financeiramente as famílias das vítimas. Atores do filme compareceram à cidade do estado do Colorado para prestar condolências pela tragédia. O presidente Barack Obama também se solidarizou com as vítimas e visitou o local do massacre.

Desde o incidente, diversos incidentes em salas de cinema dos EUA deixaram o público em pânico. Em Nova Jersey, uma sessão teve de ser cancelada simplesmente porque um espectador abriu a porta de emergência do local e, logo em seguida, retornou a sua cadeira.

No último domingo (22/07), policiais do estado do Maine detiveram um homem fortemente armado que trazia consigo recortes de notícias do massacre de Aurora. De acordo com autoridades, ele alegou ter assistido ao novo filme do Batman e pretendia matar o ex-chefe.

Parte do elenco de Batman planejava participar da estreia do filme no México nesta segunda-feira (23/07), mas cancelaram a viagem em decorrência do massacre de Aurora.

Link to comment
Share on other sites

Concordei com quase tudo o que o Pablo Villaça disse e com as 4 estrelas que ele deu para o filme.

 

http://www.cinemaemcena.com.br/plus/modulos/filme/ver.php?cdfilme=7616

 

spoiler abaixo...

 

 

...

 

 

Mas achei birra dele, achar que o The Bat mostrado no final do filme é o mesmo que explodiu, assim como querer acreditar que o Alfred estava fantasiando no final do filme.

Link to comment
Share on other sites

Estou cimentando aos picados, enfim, outra coisa que eu achei foda, foi o The Bat, ficou fodao em Imax com som no talo.

 

Nao concordo com a teria do Pablo tambem e sigo o pq abaixo.

 

 

O Alfred nao tinha como sonhar com Bruce e Selina pq ele nunca viu os dois como um casal no filme. Alem disso ela usava o colar da mae do Bruce que sumiu no fim do filme.

 

Link to comment
Share on other sites

Acabo de assitir novamente. Só confirmou que pra mim, o melhor dos três.

 

É o filme carregado de sentimento. O mais carregado dos três filmes. Trilogia perfeita. Deu para ententer bem o porquê do Nolan dizer que assumiu riscos. Um verdadeira homenagem aos fãs dos quadrinhos e ainda assim, tão carregado de conteúdo quanto os filmes anteriores.

 

"A hero can be anyone, even a man doing something as simple and reassuring as putting a coat around a young boy's shoulders to let him know the world hasn't ended."

OBRIGADO NOLAN. Você também é o meu herói.

 

Semana que vem verei mais uma vez!

Link to comment
Share on other sites

bom, assisti, acho que ainda tá cedo pra poeira baixar, quero ver de novo, pelo menos mais uma vez (acho que isso já diz alguma coisa)

 

pra começar, evitar comparações com the dark knight é um primeiro caminho, todo mundo tá careca de ouvir como heath ledger é incomparável, insuperável, blábláblá, chega a dar raiva do pobre coitado.....

 

eu gostei do filme, não amei, e tranquilamente logo na minha primeira assistida reparei numa série de coisas que não me agradaram, até me senti meio como o Sith, indo ao cinema pra encontrar os erros, mas hei, é um direito certo?

 

uma enumeradinha básica em alguns erros e alguns acertos conforme vou me lembrando:

 

 

  1. a maldita trilha sonora, eu quero que hans zimmer VÁ PRO INFERNO, aproveitaram até a do begins que já era terrível......
  2. adorei a primeira luta, batman tava finalmente merecendo no cinema um combate físico digno da habilidade dele que sempre tanto foi alardeada nas hq´s, (apesar que na primeira luta ele se fode hahaha, mas isso já era esperado) algo impossível de acontecer contra um pinguim ou um coringa por exemplo
  3. pra quem leu a saga em que bane foi apresentado há uns 15 anos atrás, a queda do morcego, interessante notar como apesar de terem dito que no filme bane teria uma origem diferente, muita coisa acabou ficando bastante parecida
  4. chuparam o lance da bomba jogada no mar do seriado dos anos 60?
  5. foi estranho ver no final batman e mulher-gato juntos e felizes, tipo não por eu ter gostado do final, mas porque foge completamente do que a mulher-gato representa, mas, enfim....
  6. a voz do tom hardy ficou IRRITANTE, se na segunda visitada meu conceito não melhorar, vou encarar essa joça dublado, hahaha
  7. é impressão minha ou tem muito falatório?
  8. bonita a cena do hino
  9. aquele coro "heiheiseiláoque" toca tanto ao longo do filme que me deu nos nervos, uma merda aquilo, cagada de quem? HANS FILHO DA P...... ZIMMER!!!!!!
  10. a nave é maneira mas nada assim de super maneiríssimo
  11. bruce todo fodido e tendo que voltar a labuta achei legal
  12. gostei muito das cenas que o batman reaparece, achei foda quando ele fica cercado pela polícia, não gostei muito do lance da prisão a não ser pela "reaparição do chefão" rsrs
  13. a revelação do robin é interessante, e aproveitaram de forma legal o personagem no sentido de ser o parceiro do batman sem ser o parceiro do batman, mas o personagem não é nem de longe uma das melhores coisas do filme
  14. alguns momentos de tensão muito fodas, como por exemplo com bane na bolsa de valores
  15. falando no bane, a forma como eliminam ele no filme foi uma piada de mau gosto, tanto preparo, tanto falatório, tanto fuzuê em cima do cara, pra daí aparecer a miss lycra soltar um tiro de canhão em cima do homem de forma completamente anti-climática e pronto, não se fala mais no personagem....ridículo, BIG FAIL
  16. sobre a miranda, personagem fraco, mal desenvolvido, boa atriz mal aproveitada (só o parcialista e puxa saco de amigo do rubens ewald filho pra babar ovo por ela até quando não faz nada) e a surpresa final de forma alguma fez crescer a personagem dela, apesar que todo o lance de família ali que voltou desde a história de begins até que não achei ruim
  17. legais as cenas do alfred com o bruce
  18. foi ÓTIMO rever o espantalho, mesmo que tão brevemente, é sem dúvida um dos melhores atores já chamados pra trabalhar em toda a trilogia, uma pena que não foi melhor aproveitado
  19. tem cenas que de fato incomodam, ficou a sensação de que dava pra ter ido além, forçado mais, falado menos, mas aí acho que já seria exigir demais
  20. o final é bonito, talvez pudesse ter sido melhor, não necessariamente mostrando o bruce com a selina, mas apenas implicando uma dúvida na nossa cabeça sobre o que de fato alfred teria visto em florença, cortando a cena no momento em que alfred percebe ter visto algo, mais ou menos como o pablo villaça descreveu
  21. agora minha bronca final, como evento grandioso que TDKR se preza, os grandes momentos do filme teriam sofrido um grande salto de qualidade com uma trilha sonora melhor, (que funciona em alguns momentos, MAS FALHA EM OUTROS IMPORTANTES) e todo mundo aqui sabe como esse tipo de coisa pode influenciar um filme.
  22. agora é impressão minha ou christian bale tá copiando os maneirismos da kristen stewart? pô em vez de tentar, sei lá, fazer uma expressão fodona como batman deveria ser, o cara passa boa parte das cenas em que tá como batman engolindo mosquito!!!! essa roupa nem deve ser apertada (ui!)

 

 

 

 

 

OFF-TOPIC

 

antes do filme iniciar, rolou o trailer do mercenários 2 (SERÁ QUE ERA DUBLADO), cara esse filme nem estreou e já tem cara de BIG FAIL, eles tinham que gastar quase metade do trailer só pra exibir os nomes do elenco quilométrico, muito tosco, hahaha

Link to comment
Share on other sites

Batman - O Cavaleiro das Trevas Ressurge

 

(sem spoilers, com apenas a estrutura do filme sugerida no texto; leia por sua conta e risco; eu não leria sem antes ver o filme)

 

É díficil entender como é possível gostar muito de um filme e ainda assim reconhecer seus inúmeros problemas. Pelo jeito, Nolan aprendeu somente sobre câmeras e lentes na faculdade cinema, o que pode ser evidenciado nos making offs de seu segundo Batman. Ou melhor, aprendeu mais outra coisa que é extremamente importante: dê-lhes um final excelente que o público esquecerá de todo o resto. E, surpreendentemente, é o que ocorre aqui, e com resultados mais do que satisfatórios.

 

Antes de começar a tecer comentários mais desenvolvidos sobre o filme, preciso fazer um adendo. O público (em especial casais de namoradinhos adolescentes discutindo a "relação" no meio do filme) geralmente me irrita, e muito, durante a exibição de um filme nos cinemas, falando o tempo inteiro. É o motivo maior que tem me levado a ir cada vez menos ao cinema. Recentemente, entretanto, tenho, de certa forma, compreendido as razões que levam as pessoas a conversarem durante os filmes. Ridley Scott (mais uma vez ele) disse que presta atenção à reação do público durante as sessões teste de seus filmes. Cita uma tal de "movimentação de traseiros" nas poltronas, que sugere que o público está pouco interessado ou entediado com o filme. Creio que a teoria valha também para pessoas (imbecis) conversando na sala de cinema.

 

O novo Batman começa muita bem com uma tensa e elaborada sequência que nos apresenta Bane num avião. Vemos também que Bruce Wayne se transformou numa espécie de Howard Hughes depois dos eventos do último filme. É uma reintrodução dura e melancólica para um personagem que aprendemos a admirar anteriormente. Retirado do exílio auto imposto por uma furto da Mulher-Gato, Wayne retorna à ativa como Batman, com aparatos tecnologicamente mais desenvolvidos e ainda contando com o efeito psicológico causado por sua fantasia, mas extremamente enferrujado devido aos oito anos sem prática no combate corporal.

 

É aí que Nolan trai o público com a interessante premissa que havia introduzido para focar em uma subtrama besta e confusa envolvendo o roubo das digitais de Wayne, um rival bilionário corrupto (que poderia ser Wayne, numa temática abordada com mais eficiência por Burton com Christopher Walken em Batman - O Retorno), um vilão que nunca diz a que veio (Bane; e realmente é difícil se interessar pelo vilão durante sua estadia em Gotham, pelo menos até seu confronto com Batman), uma personagem mal-desenvolvida chamada Miranda Tate (que atrasa de forma injustificável o esperado confronto de Batman e Bane, investindo num romancezinho babaca que poderia ter sido cortado do corte final) e o desaparecimento inacreditável (e imperdoável) de Alfred pelo restante da projeção. Essa parte do filme entre a boa introdução a a luta com Bane são os momentos em que o público mais conversou e se mexeu em suas poltronas, e a parte em que quase dormi, acreditando estar assistindo ao pior filme do Batman (o período daquela bicha carnavalesca não conta).

 

É difícil ainda engolir os furos do roteiro, que abusam do bom senso so espectador com cérebro. Batman e Wayne sumiram há exatos oito anos? E ambos retornam à vida pública ao mesmo tempo? Lembrando ainda que em Batman Begins houve um hiato de 7 anos entre o desaparecimento de Bruce em Gotham e seu reaparecimento na cidade, coincidentemente ao mesmo tempo em que surge um herói mascarado com um aparato tecnológico fornecido pelas indústrias Wayne. A decisão de Nolan está no mesmo nível dos filmes de Superman, em que o herói não usa máscara mas ninguém o reconhece como Clark Kent, com a diferença de que o tom dos filmes era leve e descontraído, o que permitia esse tipo de artifício.

 

A falta de interesse de Nolan no desenvolvimento da primeira metade do filme é assustadora. Parece uma versão melhorada de Homem-Aranha 3, mas ainda abaixo do padrão do diretor. Talvez seja uma abordagem tão radical que eu mesmo não estava preparado. Uma revisão futura pode melhorar minha opinião sobre essa parte, mas não no momento, talvez alguns anos depois do lançamento em BD. No momento, acho uma pasmaceira danada. Não é ruim, apenas não cativa tanto como deveria.

 

Não vou comentar em detalhes a segunda metade, mas a qualidade melhora bastante (o filme tem 3 atos mais ou menos distintos, com o segundo ato mantendo a besteira inicial, mas melhorando logo, salvando um filme que parecia perdido). A motivação de Bruce e sua jornada para salvar a cidade, apesar de carecer de mais tempo de desenvolvimento, em comparação com a ação parelela que toma conta de Gotham, é cativante e eficiente. Lembra os melhores momentos dos dois filmes anteriores, em especial do primeiro.

 

Chegamos enfim a um terceiro ato estupendo, em que Nolan abandona de vez a tentativa de criar uma realidade enfadonha (o problema do segundo filme), e cria situações surreais, mas que são abordadas de forma verossímil pelo cineasta. Afinal, um cara vestido de morcego é impossível de se adaptar de forma satisfatória para um mundo extremamente real. O tribunal composto de forma expressionista (e presidido por um Dr. Caligari) e suas penas impostas são talvez os melhores momentos do filme. O twist final é previsível ao extremo, o que prejudica um pouco a construção do personagem envolvido, e acaba também prejudicando de forma indireta o próprio Bane, mas não é tão grave quanto eu inicialmente achava que seria. Talvez seja mais um ponto que melhore no meu conceito com uma revisão.

 

Não vou citar os pontos positivos do filme, que seriam spoilers gigantescos. Deixo isso para um comentário futuro. Para finalizar, digo apenas que a última cena do filme é uma pequena traição por parte de Nolan, mas que não prejudica de forma mais grave o que vimos antes. Mas não deixam de ser alguns segundos decepcionantes (a última cena mesmo, antes dos créditos). Talvez porquê este seja o final da série e Nolan já esteja planejando um reboot como produtor. Uma pena. Realmente triste que ele abra uma porta tão importante que nunca será desenvolvida neste mundo que criou. Melhor: chega a ser revoltante.

Link to comment
Share on other sites

O filme vem pegando fogo no Mexico...

 

 

Incêndio em cinema do México interrompe sessão de Batman

 

Cerca de 800 pessoas, entre espectadores e funcionários, foram retiradas do local para prevenir casos de intoxicação por fumaça

 

Algo de estranho parece estar ocorrendo com Gotham City. Poucos dias após um atirador invadir uma sala de cinema da cidade norte-americana de Aurora e matar arbitrariamente 12 pessoas que assistiam à estreia do filme Batman - O Cavaleiro das Trevas Ressurge, moradores da cidade mexicana de Zapopan que acompanhavam ao mesmo filme tiveram que deixar às pressas as salas de um cinema nesta sexta-feira (27/07) depois que um contêiner de lixo pegou fogo.

De acordo com o porta-voz do Departamento de Defesa Civil da cidade, Julio Quinones, o equivalente a 800 pessoas, entre espectadores e funcionários, foram retiradas do local para prevenir casos de intoxicação por fumaça. Não há registros de feridos e também não há indícios de que alguém tenha iniciado o fogo.

 

TheDarkKnightRises.jpgCarlos Martinez, uma das pessoas que estavam presentes na sessão quando teve início o incêndia, disse ao jornal mexicano El Universal que as pessoas "não sabiam o que estava acontecendo antes das luzes se acenderem e a brigada de incêndio pedir para que deixassem o local”.

Diante do caso de Colorado, A produtora de Batman - O Cavaleiro das Trevas Ressurge, Warner Bros., prometeu auxiliar financeiramente as famílias das vítimas. Atores do filme compareceram à cidade do estado do Colorado para prestar condolências pela tragédia. O presidente Barack Obama também se solidarizou com as vítimas e visitou o local do massacre.

Desde o incidente, diversos incidentes em salas de cinema dos EUA deixaram o público em pânico. Em Nova Jersey, uma sessão teve de ser cancelada simplesmente porque um espectador abriu a porta de emergência do local e, logo em seguida, retornou a sua cadeira.

No último domingo (22/07), policiais do estado do Maine detiveram um homem fortemente armado que trazia consigo recortes de notícias do massacre de Aurora. De acordo com autoridades, ele alegou ter assistido ao novo filme do Batman e pretendia matar o ex-chefe.

Parte do elenco de Batman planejava participar da estreia do filme no México nesta segunda-feira (23/07), mas cancelaram a viagem em decorrência do massacre de Aurora.

 

"The fire rises" literalmente :o

Link to comment
Share on other sites

Até que enfim a espera acabou! Assisti ontem no IMAX do Bourbon. Meu primeiro filme em IMAX :) . A tela é realmente grande, mas não é gigaaante como eu pensei que fosse. Eu tinha visto um videozinho sobre as projeções IMAX e a tela parecia maior. O som de uma sala THX parece ser melhor (apesar da edição de som de TDKR e de toda a trilogia ser muito boa mesmo num cinema mais meia boca). Acho que os IMAX daqui não são como os de lá de fora. Achei estranho que na minha sessão, o filme começou antes do horário previsto. Nem passou os trailers, nem nada. As luzes se apagaram e já foi entrando o logo da Warner. Teve gente que perdeu o prólogo. Ainda bem que eu cheguei com certa antecedência, senão tinha perdido o começo.

 

Concordo com a maioria do que já foi postado aqui. Não é a última bolacha do pacote, mas é um filme acima da média para o gênero. Tem pontos positivos e negativos. Vibrei muito, mas tbém torci o nariz em alguns momentos.

Num primeiro instante acho que TDK foi melhor, pois era mais tenso, mais viceral, surpreendeu mais e se quisessem poderiam ter parado por ali mesmo que já estava de bom tamanho. Contudo, eu penso na trilogia do Nolan como uma coisa só, uma única história que teve o seu começo, meio e fim. Então fica meio complicado apontar um capítulo melhor ou pior...Bom, vamos a lista dos "likes" e "dislikes":

 

Pontos positivos:

 

- Nolan finalmente abraçou a idéia de fazer um filme baseado em um personagem de HQ. De todos, este é o que mais se assemelha com uma trama de HQ. Me fez lembrar aquelas bat-mega-sagas que começaram a surgir nos anos 90.

- O filme parece ser um presente para os fãs, dada as inúmeras referências que são feitas à diversas passagens/personagens das HQs e até mesmo da série camp dos anos 60 e do desenho animado dos anos 90(vou postar depois as que eu percebi).

- Consegue reunir o foco na figura do herói (como em BB) e uma trama mais elaborada (como em TDK). Batman/ Bruce Wayne volta a ser o personagem principal do seu próprio fime.

- Bale está mais a vontade, mais "solto" e mais convincente do que nunca. Ele entrega um excelente trabalho tanto como Bruce, tanto como Batman. [nerd mode on] A parte em que ele sofre de dor causou arrepios em mim e meus olhos ficaram úmidos qdo ele finalmente consegue "ressurgir" do poço e depois qdo ele reaparece em Gotham.[nerd mode off]

- O Bane enquanto estrategista e desafio físico p/ o Batman tá beleza, mas as motivações dele são meio sem propósitos (irei discutir mais nos pontos negativos). O Hardy tinha a tarefa ingrata de substituir o icônico vilão anterior e fazer tudo isso com a maior parte do rosto coberto. Ele faz uma interpretação bacana e as falhas que ele apresenta são por conta do roteiro, não por causa do trabalho dele. Ele não eclipsa o personagem principal e eu acho isso bom. Em TDK, o roteiro priorizou o Coringa e o Harvey Dent. Eles agiam e o Batman reagia.

- A Anne Hathaway tá ok. Ela não rouba o filme como muitos críticos bradaram aos quatro ventos, mas faz uma interpretação competente e cativante. Falta-lhe uma faceta mais sedutora, mas eu creio que para os propósitos que o Nolan tinha sobre como ele iria abordar Selina Kyle tá tudo bem. O personagem é essencial para a trama sim, não é descartável como o Pablo Villaça destacou na crítica dele.

- Não preciso rasgar seda p/ o trio que interpreta Gordon/ Fox/ Alfred. Eles aparecem pouco, mas estão excelentes, em especial o Alfred de Michael Caine. As cenas com ele são as mais emotivas da história.

- As cenas de luta melhoraram muito. Parece que Nolan ouviu as reclamações dos fãs. Não tem mais a edição tremida de BB, nem a coreografia claramente montada de TDK. Eles brigam com raiva, não tem aquela frescura de luta elegante. É uma coisa crua, bruta. Destaque para o primeiro confronto com o Bane. O que que foi aquilo, meu Deus? Sequência sensacional, sem trilha sonora, só o som da porradaria e o barulho da água. Adorei os rugidos de raiva que o Batman faz. Parece uma coisa bestial. Aqui eu faço um adendo: faço parte daquele grupo de fãs do Batman que são meio sádicos e gostam de ver o coitado apanhar ... kkkk... :P

- John Blake é um brinde para os fãs. O mocinho geek de "500 dias com ela" tá bacaninha e também é essencial para o desenrolar dos acontecimentos.

- Eu gostei do final. Eu sempre torci p/ que Bruce Wayne finalmente encontrasse a paz. Seja vivendo ou morrendo. Continuando como Batman ou se aposentando. Terminando sozinho ou ao lado de uma das garotas. Não importava, desde que ele finalmente sentisse que cumpriu sua missão e parasse de sentir culpa. Pq ele merecia isto. Em nenhum momento achei que a cena final era um sonho ou delírio do Alfred.

- Finalmente Bruce Wayne deixou de agir como um eunuco...kkkk... :lol:

 

 

Pontos negativos:

 

- O argumento geral é interessante, mas aquilo que era p/ supreender, não conseguiu. Ao menos p/ mim. Não sei se é pq houve tanta especulação pré-filme (e muita coisa aconteceu e outras tantas não; o engraçado é que algumas idéias que vagaram pela net são mais interessantes do que o que realmente aconteceu) ou pq a trama é previsível mesmo.

- O roteiro tem pequenos mas imperdoáveis furos. (p.ex. Como Bruce consegue chegar em Gotham sem lenço, sem documento e, principalmente, sem dinheiro a tempo de salvar a cidade? Como ele consegue entrar numa cidade isolada do resto do mundo? Qto tempo dura o mandato de um prefeito em Gotham? No final, os técnicos da WE analisam o "trilobita voador" que explodiu ou uma réplica? E que mandinga é aquela p/ consertar uma vértebra deslocada?)

- O plano rocambolesco do vilão que no final das contas era um pau mandado do verdadeiro líder da Liga das Sombras. Por mais que eu goste de ver a Talia como uma mulher badass, isso fez perder a força da presença do Bane.

- As morte toscas do Bane e da Talia. A dele pq bastava passar fogo nele desde o início que estava tudo resolvido. A dela pq teve aquele discurso clichê constrangedor antes de perder a consciência. Totalmente "Paola Bracho".

- Aliás, a minha maior decepção foi a personagem da Marion Cotillard :( . Eu acho ela uma gde atriz e ela até que entregou um trabalho consistente, mas o roteiro ferrou com ela. Particularmente, sou super fã do clã dos Al Ghul e desde que anunciaram a Marion como Miranda, criei gdes expectativas em torno da personagem pq finalmente Talia apareceria (algo que aguardo desde BB). A reviravolta Miranda/ Talia foi o segredo mais mal guardado de Hollywood desde o personagem do Shia LaBeouf no último Indiana Jones. Só quem passou o último ano em Marte ou não conhece o mínimo da bat-mitologia achava que Miranda era só Miranda. Pois bem, a principal característica da Talia é o conflito que ela sente entre o respeito e a lealdade por seu pai e o amor e a admiração que ela sente pelo Batman. Mas isto não parece ter sido levado em consideração em nenhum momento. Tá certo que, uma vez que Batman foi diretamente responsável pela morte do pai dela, no way que eles teriam um happy end, e eu nem esperava por isso. Mas podaram uma parte essencial da dinâmica do relacionamente entre eles.

- Falta de verdadeira conexão emocional entre Bruce e Miranda e entre Bruce e Selina. No primeiro caso, se houvesse, o momento em que ela revelasse a verdadeira identidade ganharia um tom mais intenso, mais doído. Até mesmo no momento que ele diz que vai salvar ela, parece que ele faz mais por um senso de obrigação e não por que gosta dela. Já no caso da Selina, eles mais parecem colegas de trabalho. Ele não pareceu ressentido com a "traição" dela e tanto o beijo que eles trocaram, qto a cena no café ficaram um pouco deslocados na história.

- Falta de uma verdadeira conexão emocional entre Bruce e seus supostos interesses românticos parece ser um problema recorrente na trilogia do Nolan. Já era assim com a Rachel (que parecia mais uma melhor amiga/paixonite de infância do que de fato uma namorada). Eu tinha a esperança que neste filme isso fosse consertado, pq afinal de contas teríamos os dois interesses romãnticos mais importantes do cânone do Homem-Morcego. Infelizmente não aconteceu.

 

 

Talvez vá assistir de novo durante a semana aqui em Botocúndia mesmo para analisar melhor. Por ora:

Nota 8,75 (Foi um espetáculo sensacional, mas longe de ser perfeito.)

Link to comment
Share on other sites

visto:

 

(com spoilers)

 

- A primeira hora é sem dúvida o pior momento da trilogia. Arrastada, recheada se situações desinteressantes, cenas sem força nenhuma, com o unico motivo de fazer a estória seguir. Até aí tava pensando que seria disparado o pior.

 

- Daí acontece a primeira luta contra o Bane e o filme passa a ter suas melhores hora e quarenta da trilogia. A primeira luta é fantástica. O tom épico/apocaliptico que o Nolan alcançou, com civis transormando aquela Gotham em uma selva, com a cidade desolada, se deteriorando, implorando pela volta de seu herói (pela primeira vez a cidade realmente necessitava dele). Enquanto que em outro lugar, Bruce Wayne vai assistindo dolorosamente aquela cidade se desmantelar. Mas quando ele finalmente volta, e a reação das pessoas ao retorno do seu ícone, com policias espartanos avançando epicamente por aquelas ruas... é empolgante demais.

 

- E daí vamos para o final, onde tudo volta a ser uma porcaria. O Bane era foda demais. A revelação final diminui o personagem dele. Faz ele parecer um filhotinho revoltado encoleirado. Mas se quem realmente está no comando tivesse força pra adotar esse novo posto, não teria problema, o que não é o caso. A decisão é feita unicamente para surpreender. E fora que depois da luta final (o que realmente todos esperavamos), senti um tom meio de Uma Nova Esperança, onde somos obrigados a acompanhar uma longa perseguição boring sendo que o climax ficou lá pra trás.

 

E fora algumas decisões cagalhonas. De quebrar a coluna mas não extremizar isso. Matar mas não morrer. Ele cria uma situação impactante e a suaviza cinco minutos depois. Ah, e aqui é onde abusa do didatismo tão caracteristico.

 

É bom, sem duvidas. Mas é o mais oscilante da saga. É o unico que tem momentos realmente ruins, que me incomodaram muito (e não são poucos), mas também é o unico que possui momentos quealmente muito fodas, daqueles que superam apenas o muito bom que tanto reclamo da filmografia dele e que poderiam transformar o filme numa OP se tivesse sido mais regular. Infelizmente não foi.

 

No geral ainda não sei onde colocar no top da trilogia, tenho que pensar. Mas é mais ou menos do mesmo nível dos dois.

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

×
×
  • Create New...