Jump to content
Forum Cinema em Cena

The Dark Knight Rises (#2)


Big One
 Share

O Bane vai quebrar a coluna do Batman?  

45 members have voted

  1. 1. O Bane vai quebrar a coluna do Batman?

    • Sim
      20
    • Não
      25


Recommended Posts

Claro que pode-se comparar, mas superficialmente. E tal comparação acaba ficando bastante subjetiva.

 

E injusta pra algum dos envolvidos tb.. o q nao significa necessariamente q ele seja ruim, q é o q esta sendo insinuado. Seria o mesmo q comparar Lethal Wheapon com Miami Vice (Michael Mann).. ambos otimas producoes de duplas policiais, porem beeem diferentes de tom e estilo... cada uma eficaz em sua proposta.

Link to comment
Share on other sites

Filme Sério é King Kong!

Haha....mal dook! Não resisti!

 

 

Na boa, a discussão está sem sentido já. O pessoal está se atendo e tentando justificar detalhes que não tem como ser justificado. O esquema da coluna é um chute, como tem chutes em qualquer filme. Não tem como justificar a personalidade do herói, ou a qualidade do médico prisioneiro na cena.

 

Chute é chute.

 

A única coisa que eu, pelo menos tento colocar é que o Nolan é muito comum e passível de erros e clichês praticamente como todo o diretor de hollywood.

 

A diferença é que o cara tem uma noção muito absurda de quadros amplos e impactantes, e a trilha sonora dos filmes dele são ridículas de tão f.odas.

Link to comment
Share on other sites

isso q dá em comparar estilos e tons diferentes... como ver quem é melhor: Die Hard ou Heat ? Dureza..

Eh ora responder? Heat com milhas de distancia, ele faz Die Hard parecer bobo e infantil...hahahah..brincadeiras a parte..Heat com certeza.

 

Mas Vingadores eh bobo perto do TDKR, mas nao no mal sentido e infantil por motivos obvios, o filme se assume assim, eu levaria meu sobrinho pra ve-lo. No fim sao dois grandes blockbuster, ai vai do estilo que agrada mais cada um.

Link to comment
Share on other sites

É mais ou menos como comparar um solo de violino (existe esse termo no violino?) com um solo de guitarra. Não se pode comparar diretamente. Mas eu posso dizer "aquele cara toca violino melhor do que aquele toca guitarra" ou vicce versa. Mas é simplesmente impossivel fazer uma comparação mais objetiva.

 

Eu só acho bem equivocado quando ouço criticas do tipo "Ah, o Batman do Nolan é metido demais. Ele não devia se levar tão a sério". Ora, que regra diz que o filme de super heroi não pode ter uma trama mais densa?

 

Acho igualmente equivocado quando ouço criticas do tipo "Ah, Vingadores não tem nenhuma ambição. Ele não aborda nenhuma questão seria com profundidade.". Ora, que regra diz que um filme pra ser bom (tão bom quanto sua contraparte diga-se de passage) deve se aprofundar na psique de seus personagens ou ter tramas complexas pra ser um excelente filme?

 

Enfim...

Link to comment
Share on other sites

Pra mim é ficar em cima do muro dizer coisas do tipo: "não dá pra comparar estilos diferentes". WTF???!!!!

 

Quer dizer que você não sabe se prefere sorvete de chocolate ou pastel de carne? Sorvete só se compara com sorvete e pastel só com pastel??? Tolice!!!

 

Adoro pastel, mas se tiver dinheiro só pra uma coisa, com certeza compraria um sorvete de chocolate.

 

Agora se perguntem... Se o mundo fosse acabar nas próximas 3h, você estivesse sozinho, trancado num quarto só com uma TV, um dvd player e esses dois filmes: TDKR e Vingadores, qual vocês colocariam pra assistir??? (claro, depois de uma rápida homenagem mental à Charlize Theron na banheira com a Liv Tyler :rolleyes:)

 

Pronto... assim fica fácil dizer qual é o melhor filme (NA SUA OPINIÃO - que é o que realmente importa). Como o Questão disse, "o melhor", nesse caso, é totalmente SUBJETIVO.

Link to comment
Share on other sites

Preferir um a outro eu acho beleza. Pra mim Vingadores está há anos luz de TDKR, a diferença é gritante a favor do super grupo. Mas cada um com suas preferências. O ridículo (pra mim) é as criticas se aterem ao tom e estilo de um filme. Dessa forma nunca poderíamos achar um Indiana Jones melhor que uma Lista de Schindler, ou um De Volta Para o Futuro melhor que um Chinatown (citei apenas filmes que gosto muito). É bobagem. Quando falam que Vingadores é ruim ou mais ou menos por ser um filme fraco, sem cenas marcantes, com momentos tolos e bláblá... Eu vou discordar na boa, até pq eu acho que Vingadores possui os melhores diálogos já visto em um filme de HQ, possui momentos empolgantes que me deixaram vibrando na cadeira, uma sinergia entre os personagens incrível, que eu faço força pra lembrar onde havia visto igual e apenas grandes filmes se comparam, e rarissímos. Mas tem quem não veja nada disso e eu respeito. Tosco é apenas a comparação por tons. Como se por um ser sombrio fosse sinônimo de ser cinematograficamente melhor a outro que opta por ser mais aventureiro. Tosco ao EXTREMO.

Link to comment
Share on other sites

Olha, TDKR pode ter muitos defeitos - ainda não parei pra pensar sobre eles, prefiro curtir o filme mesmo - mas que ele faz Os Vingadores parecer bobo e infantil, isso com certeza. Aliás, conseguir tal feito não é muito difícil.

 

Eu discordo. Eu acho ele menos bobo e infantil que TDKR, pois ele é assumidamente bobo e infantil... ja TDKR, com essa pretensão toda ter tantas falhas bobas e infantis... o torna mais bobo e infantil que o outro.

Link to comment
Share on other sites

isso q dá em comparar estilos e tons diferentes... como ver quem é melhor: Die Hard ou Heat ? Dureza..

 

Quando eu comparo não é diretamente, mas sim no que cada um se propôs a oferecer. Vingadores foi quase 100% no que se propôs, que é o divertimento sem compromisso, pipocão bacana... já esse TDKR quis tudo, e foi bem abaixo do que se esperava...

Link to comment
Share on other sites

Eu discordo. Eu acho ele menos bobo e infantil que TDKR, pois ele é assumidamente bobo e infantil... ja TDKR, com essa pretensão toda ter tantas falhas bobas e infantis... o torna mais bobo e infantil que o outro.

 

Isso é weird... Ele é "menos bobo e infantil pq se assume bobo e infantil"? Hehehehehe

 

Enfim, Os Vingadores, com todos os seus pretensos predicados, não me diz nada... Aliás, quando poderia fazê-lo, o fez para iniciados e não iniciantes. Vale pelas 2 horas e pouco de duração e quando sobem os créditos, vc nem lembra mais do que já viu. Já TDKR tem pelo menos meia dúzia de cenas que dizem algo. O olhar do Alfred na penúltima cena e o que ele vê, analisado no conjunto da trilogia (e tb naquilo que o filme quer passar) diz um sem número de coisas bem legais e a cena, no contexto do filme, é extremamente emocionante... Vai fazer uma semana que vi o filme e esta cena em especial não sai da minha cabeça.

Link to comment
Share on other sites

Ja faz semanas q vi Os Vingadores e uma unica cena ja vale o filme q nao me sai da cabeca, e q ja foi ate comentada pelo Tensor... aquela panoramica em volta de td grupo reunido chamando pro pau os alienigenas! Uma cena alem de mto bem feita tecnicamente, pode ser emblematica e bastante representativa em termos de blockbuster e cinema-pipoca...pois ai ta o do primeiro filme q, mediante anos de orquestracao, reuniu franquias tao dispares numa unica producao. E isso nao sera facilmente esquecido, nem pelos engravatados nem por quem curte um bom divertimento. Mas claro q essa avaliancao minha sempre sera altamente subjetiva, calcada nas minhas preferencias. E portanto, gostos.

 

 

 

Os-Vingadores-26Abr2012.jpg

Link to comment
Share on other sites

Exato SOTO. Não se pode fazer uma comparação profunda entre esses dois filmes, pois eles possuem estilos e tons diferentes.

 

Claro que pode-se comparar, mas superficialmente. E tal comparação acaba ficando bastante subjetiva. Pessoalmente, me envolvi bem mais com VINGADORES do que com TDKR. Cada um dentro de sua proposta, acho que o filme do Whedon funcionou melhor.

 

acho que quem tem tendencia a preferir ação do que drama, desenvolvimento, acho tenderá a preferir o do Whedon (não sei se foi o seu caso Questão, estou falando em média, tendencia).

 

Eu particularmente preferi o TDKR, me senti muito mais envolvido e emocionado no TDKR nas duas vezes que assisti, e até hoje me vejo pensando no filme. Um dia desses fiz um paralelo do filme com um estado de um governo totalitário (Bane) para assegurar igualdade e poder (limitado) distribuído pelo povo, assegurando que ninguém desponte como força economica ou força de influências x governo democrático para assegurar a liberdade do povo controlar a política permitindo que grupos se destaquem sobre outros.

 

Já os Vingadores eu fiquei mais empolgado é verdade, mas não fiquei tão emocionado, tão envolvido, e o efeito foi enquanto assistia o filme.

 

 

Filme Sério é King Kong!

Haha....mal dook! Não resisti!

 

 

Na boa, a discussão está sem sentido já. O pessoal está se atendo e tentando justificar detalhes que não tem como ser justificado. O esquema da coluna é um chute, como tem chutes em qualquer filme. Não tem como justificar a personalidade do herói, ou a qualidade do médico prisioneiro na cena.

 

Chute é chute.

 

 

tá la no filme, o cara que cuida do Bruce "ajeitando" a custela do Bruce, não tem nada de chute.

 

Agora dizer que foi isso que curou o Bruce ou qualquer outra coisa, isso sim é chute.

 

O fato é que o Bruce se curou de um trauma nos ossos do tórax através da ajuda lá do carcereiro e conseguiu se recuperar. Não vejo nada de furo aqui!

 

 

Eu só acho bem equivocado quando ouço criticas do tipo "Ah, o Batman do Nolan é metido demais. Ele não devia se levar tão a sério". Ora, que regra diz que o filme de super heroi não pode ter uma trama mais densa?

 

Acho igualmente equivocado quando ouço criticas do tipo "Ah, Vingadores não tem nenhuma ambição. Ele não aborda nenhuma questão seria com profundidade.". Ora, que regra diz que um filme pra ser bom (tão bom quanto sua contraparte diga-se de passage) deve se aprofundar na psique de seus personagens ou ter tramas complexas pra ser um excelente filme?

 

Enfim...

 

As pessoas gostam de criar muros.

 

 

 

"Aaah, filme de herói que põe coisas densas demais é metido"

 

"Aaah, filme tem deve ser algo mais do que uma experiência entusiasmante"

 

 

Eu discordo. Eu acho ele menos bobo e infantil que TDKR, pois ele é assumidamente bobo e infantil... ja TDKR, com essa pretensão toda ter tantas falhas bobas e infantis... o torna mais bobo e infantil que o outro.

 

hã?

 

Quer dizer que o filme não pode ter pretensão?

 

O TDKR tem pretensões sim, e NÃO FALHA com elas. Ele pretende explorar os personagens, o que envolve heroísmo, o medo, a superação, as raízes do crime, a desigualdade, a justiça, o mal, se é ou não necessário... E em nenhum momento os argumentos ali se mostram falhos, ou furados, superficiais.

 

O TDKR peca em aspectos técnicos de roteiro, de direção...

 

É claro que nenhum desses elementos acima citados é trabalhado com a profundidade e complexidade que possuí por natureza, mas aspectos fundamentais desses elementos são muito bem apresentados e desenvolvidos, de forma muito criativa.

 

Muitos falam das viradas que o Nolan gosta de dar em seus filmes, mas a MELHOR virada que o Nolan fez nessa trilogia foi uma CONCEITUAL, em que o medo era até então tratado como algo a ser superado para ser manipulado contra os inimigos. Mas em TDKR o Bruce na prisão descobre que o medo não tem que ser superado, e sim aceito como uma força que o impulsiona.

 

Isso é weird... Ele é "menos bobo e infantil pq se assume bobo e infantil"? Hehehehehe

 

Enfim, Os Vingadores, com todos os seus pretensos predicados, não me diz nada... Aliás, quando poderia fazê-lo, o fez para iniciados e não iniciantes. Vale pelas 2 horas e pouco de duração e quando sobem os créditos, vc nem lembra mais do que já viu. Já TDKR tem pelo menos meia dúzia de cenas que dizem algo. O olhar do Alfred na penúltima cena e o que ele vê, analisado no conjunto da trilogia (e tb naquilo que o filme quer passar) diz um sem número de coisas bem legais e a cena, no contexto do filme, é extremamente emocionante... Vai fazer uma semana que vi o filme e esta cena em especial não sai da minha cabeça.

 

Perfeito.

 

 

A 1ª luta entre Bane e Batman em si foi uma das melhores que eu vi no cinema, também porque o diálogo foi SENSACIONAL.

 

A parte da 1ª luta do Bane que tem o diálogo do Bane com Batman falando que o Bruce usa as sombras enquanto ele, Bane nasceu nela, e quando já adulto viu a luz, o que a luz fez foi cega-lo. Essa parte diz muito, o Bruce viveu um pouquinho no submundo do crime, passou a aprender a usar as técnicas do crime e tudo o mais, mas perante Bane, isso não quis dizer nada.

 

Para mim o Nolan tem excelentes ideias, mas peca um pouco no seu desenvolvimento, e teme não ser compreendido, o que acaba fazendo filmes muito explicadinhos.

 

Ja faz semanas q vi Os Vingadores e uma unica cena ja vale o filme q nao me sai da cabeca, e q ja foi ate comentada pelo Tensor... aquela panoramica em volta de td grupo reunido chamando pro pau os alienigenas! Uma cena alem de mto bem feita tecnicamente, pode ser emblematica e bastante representativa em termos de blockbuster e cinema-pipoca...pois ai ta o do primeiro filme q, mediante anos de orquestracao, reuniu franquias tao dispares numa unica producao. E isso nao sera facilmente esquecido, nem pelos engravatados nem por quem curte um bom divertimento. Mas claro q essa avaliancao minha sempre sera altamente subjetiva, calcada nas minhas preferencias. E portanto, gostos.

 

 

 

Os-Vingadores-26Abr2012.jpg

 

Em mim essa cena ficou boa, mas pareceu-me um pouco: "Power Rangers agrupar"!

 

Mas reconheço que esse sentimento surgiu porque tenho uma certa implicância com tomadas que "juntam as mais chamativas figuras tentando criar efeito".

Link to comment
Share on other sites

acho que quem tem tendencia a preferir ação do que drama, desenvolvimento, acho tenderá a preferir o do Whedon (não sei se foi o seu caso Questão, estou falando em média, tendencia).

 

 

Eu posso falar por mim. Não tenho preferência, apenas espero ver um filme que cumpra sua proposta, não importando se é ação, drama, comédia, terror, etc..

Este Batman quer ser profundo, mas a profundidade é a de um pires.

Tem que se parar com esse negócio de achar melhor um filme que tem a pretensão de ser sério, que quer ser drama, e achar sempre mais fraco um que se assume pipocão.

Se você se divertiu mais com o pipocão, esse foi melhor pra você ora bolas.

Link to comment
Share on other sites

Eu posso falar por mim. Não tenho preferência, apenas espero ver um filme que cumpra sua proposta, não importando se é ação, drama, comédia, terror, etc..

Este Batman quer ser profundo, mas a profundidade é a de um pires.

Tem que se parar com esse negócio de achar melhor um filme que tem a pretensão de ser sério, que quer ser drama, e achar sempre mais fraco um que se assume pipocão.

Se você se divertiu mais com o pipocão, esse foi melhor pra você ora bolas.

Eu posso falar por mim. Não tenho preferência, apenas espero ver um filme que cumpra sua proposta, não importando se é ação, drama, comédia, terror, etc..

Este Batman quer ser profundo, mas a profundidade é a de um pires.

Tem que se parar com esse negócio de achar melhor um filme que tem a pretensão de ser sério, que quer ser drama, e achar sempre mais fraco um que se assume pipocão.

Se você se divertiu mais com o pipocão, esse foi melhor pra você ora bolas.

 

com certeza, mas eu me diverti mais com o TDKR. E filmes que se assumem como pipocão realmente não são fracos, mas também há um limite. Ao meu ver, não tem como um pipocão alcançar um patamar como Laranja Mecânica, O poderoso Chefão, Um Estranho no Ninho, ... (Não, nenhum filme do Nolan está nesse patamar, na verdade passam longe desses, mesmo porque considero os filmes do Nolan mais como pipocão que usa de temas complexos do que filme "de arte").

 

E sinceramente, o filme não foi nada raso, o filme abordou conceitos interessantes de medo, abordou um aspecto do mal interessante, apresentou uma visão interessante dos conflitos entre as castas sociais. Superficial seria se ele abordasse apenas a caricatura do medo, ou a caricatura do mal, ou conflitos sociais por mera questão de mal e bem, ou mocinho e bandido.

 

O medo ele utilizou um elemento interessante para explorar o efeito do medo no personagem, que foi a força extra que as pessoas (eu diria os animais) ganham quanto sentem medo, e isso foi explorado para explorar a superação. O medo como uma arma forte na superação de si mesmo.

 

Os conflitos sociais, o poder do povo ou para o povo, ele pôs uma abordagem de uma forma interessante que nem sempre a aposta a um governo mais pro povo gera poder real ao povo, em contra partida, esse poder do governo pro povo como fundamental para manter a igualdade mediante a caça dos que se destacam...

 

O filme não se aprofunda nas questões, mas utiliza-se de conceitos para o desenvolvimento de sua história. O que é bastante louvável. Em contra partida, o filme peca em certas partes técnicas do roteiro, da junção e priorização.

Link to comment
Share on other sites

Eu posso falar por mim. Não tenho preferência, apenas espero ver um filme que cumpra sua proposta, não importando se é ação, drama, comédia, terror, etc..

Este Batman quer ser profundo, mas a profundidade é a de um pires.

Tem que se parar com esse negócio de achar melhor um filme que tem a pretensão de ser sério, que quer ser drama, e achar sempre mais fraco um que se assume pipocão.

Se você se divertiu mais com o pipocão, esse foi melhor pra você ora bolas.

 

Mas o Batman para mim é um pipocão por definição. A densidade ou tentativa de ser isto não é pelo menos para mim o fundamental do filme e sim a aventura, a ação e por se tratar de filme de "super herói". Simplesmente isto. Agora se com isto ele consegue passar algo melhor ainda. ;)

 

Obs.: Para mim o Batman é super herói mesmo sem poderes. Afinal tem super brinquedos tecnológicos que “ninguém” mais tem. Igual o Homem de Ferro e tantos outros que não têm super poderes e se auxiliam de outras coisas para fazer algo grandioso. Hehehe! :D

 

Obs 2.: Você é o Marcelo Serrano? Hehehe!

Link to comment
Share on other sites

Ja faz semanas q vi Os Vingadores e uma unica cena ja vale o filme q nao me sai da cabeca, e q ja foi ate comentada pelo Tensor... aquela panoramica em volta de td grupo reunido chamando pro pau os alienigenas! Uma cena alem de mto bem feita tecnicamente, pode ser emblematica e bastante representativa em termos de blockbuster e cinema-pipoca...pois ai ta o do primeiro filme q, mediante anos de orquestracao, reuniu franquias tao dispares numa unica producao. E isso nao sera facilmente esquecido, nem pelos engravatados nem por quem curte um bom divertimento. Mas claro q essa avaliancao minha sempre sera altamente subjetiva, calcada nas minhas preferencias. E portanto, gostos.

 

 

 

Os-Vingadores-26Abr2012.jpg

 

Idem. Até hoje esse é um dos (vários) momentos que não saem da minha cabeça. Junta a ela com o doc banner chegando naquela motinho e virando o Hulk epicamente... Uma das minhas cenas preferidas do cinema.

Link to comment
Share on other sites

 

Não tinha muito o que fazer nesse domingão (ôh lôco, meu!), então fui conferir o filme pela terceira vez, agora dublado (só pra variar e conferir o trabalho do Guilherme Briggs dublando o Bane).

 

0briggs.jpg

 

Gosto muito do trabalho desse dublador e geralmente ele empata ou até mesmo melhora a performance do ator com a sua dublagem. Mas infelizmente não foi esse o caso com o Bane. O trabalho do Tom Hardy se mostra superior em cada inflexão de voz. E para piorar, ouvir o Briggs com a voz "darthvaderizada" remete diretamente ao Optimus Prime (também dublado por ele). E isso me distraiu muito durante o filme.

 

Acho que o dublador perfeito para o Bane seria o Júlio César, que dubla o Harrison Ford em Indiana Jones. Enfim, nada melhor do que a voz original dos atores, mas eu não abomino a dublagem nacional (quando põe em campo seu time de elite), como o Pablo Villaça abomina.

 

Agora dói ouvir algumas coisas do tipo: "The fire rises" = "Tá pegando fogo". :huh:

 

Ah.... e o defeito da vez foi perceber que depois de 5 meses nos esgotos, os policiais estavam de barba feita. :wacko:

 

Mesmo assim, depois dessas 3 conferidas, o filme não caiu no meu conceito e ainda saio do cinema com os olhos marejados. :rolleyes:

 

0batbane.jpg

 

“Eu sabia”. Hehehehe!

 

Eu gosto e muito da dublagem do Guilherme Briggs, mas prefiro nas animações. Cosmo (Padrinhos Mágicos), Superman e por ai vai.

Link to comment
Share on other sites

 

A 1ª luta entre Bane e Batman em si foi uma das melhores que eu vi no cinema, também porque o diálogo foi SENSACIONAL.

 

A parte da 1ª luta do Bane que tem o diálogo do Bane com Batman falando que o Bruce usa as sombras enquanto ele, Bane nasceu nela, e quando já adulto viu a luz, o que a luz fez foi cega-lo. Essa parte diz muito, o Bruce viveu um pouquinho no submundo do crime, passou a aprender a usar as técnicas do crime e tudo o mais, mas perante Bane, isso não quis dizer nada.

 

 

Me toquei num detalhe: Essa fala dele não tá um pouco errada? Er... Não foi a Talia que "nasceu nas sombras"? Ela foi a única criança que nasceu naquele prisão. A história do Bane seria que ele foi um dos prisioneiros lá, nada mais foi dito sobre o passado dele além disso... Não?

Link to comment
Share on other sites

Me toquei num detalhe: Essa fala dele não tá um pouco errada? Er... Não foi a Talia que "nasceu nas sombras"? Ela foi a única criança que nasceu naquele prisão. A história do Bane seria que ele foi um dos prisioneiros lá, nada mais foi dito sobre o passado dele além disso... Não?

 

Winning!

Link to comment
Share on other sites

Ai eh que esta a diferenca, enquanto Os Vingadores deixam algumas cena na cabeca, TDKR deixa questoes, substancia, vcs podem vcs podem ver o Gust apontou questoes enquanto Tensor as cenas. Agora se Vingadores eh assumidamente pipoca, posso dizer na mesma linha que TDKR eh assumidamente serio. Alem disso TDKR deixa cenas, como a da luta, da escalada, do fogo no predio, e o que falar entao da cena entre Bruce e Alfred e a cena do Alfred sob o tumulo dizendo que falhou. fala serio, chamar de pretenso um filme com essas cenas isso sim eh forcar a amizade.

Link to comment
Share on other sites

Isso é weird... Ele é "menos bobo e infantil pq se assume bobo e infantil"? Hehehehehe

 

 

 

Cena: o vilão conta todo seu plano pro herói antes de ser pego... essa cena fica mais boba e infantil num filme sério e adulto ou no filme bobo e infantil? :)

Link to comment
Share on other sites

Me toquei num detalhe: Essa fala dele não tá um pouco errada? Er... Não foi a Talia que "nasceu nas sombras"? Ela foi a única criança que nasceu naquele prisão. A história do Bane seria que ele foi um dos prisioneiros lá, nada mais foi dito sobre o passado dele além disso... Não?

 

Também tinha percebido isso. E nem sei se dá pra considerar a questão do "nasceu nas sombras" como uma metáfora, pois quando ele afirma que só viu a luz enquanto adulto isso remete ao fato de quando ele realmente saiu da prisão. Mas acho que isso foi mais pra contextualizar tudo e criar essa lenda de vilão. Pois o Batman mesmo só descobre isso já no final quando ele fala algo do tipo : "e quem disse que eu escapei" - do poço. Daí a Talia se revela.

 

Ps.: Acho que a Talia, quando apunhala o Batman, revela que o Bane tinha sido enviado pro poço por matar a esposa, ou algo assim. Não lembro direito.

 

De qualquer forma, eu adorei o Bane. Achei um vilão bem fodástico!

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

×
×
  • Create New...