Jump to content
Forum Cinema em Cena

Planeta dos Macacos: A Origem


Recommended Posts

Dentre as referências aos filmes originais, a mais importante pra mim foi colocar o acontecimento narrado por Cornelius no terceiro filme da série, O símio escravizado iniciou a civilização após um acontecimento que é considerado por eles sagrado e mencionado nas escrituras. Foi o dia em que o símio aprendeu a dizer NÃO.

Link to comment
Share on other sites

Discordo em parte da crítica...principalmente com a suposta tolice da premissa do filme...ue...todos os filmes de ficção/fantasia partem de uma premissa "absurda" e nem por isso vi esse termo ser adotado em outros filmes..principalmente de super herois...mas tudo bem..

 

Eu gostei do filme e, de fato, tem alguns exageiros de interpretação dos humanos aqui e acolá, mas, no todo, é um filme muito bom, que fez jus ao antigos filmes...espero que continuem com a nova franquia por que tem futuro!! recomendo a todos.. **** estrelas

 

 

 

Link to comment
Share on other sites

 

 

Ainda nao vi o filme, mas ja tenho uma duvida tremenda:Em uma das sequencias do filme original, a origem de tudo eh explicada como uma epidemia q matou todos os animais de estimaçao dos seres humanos (cachorro, gato etc) e a partir dae os humanos começaram a crias chimpanzes como sendo de extimaçao e por consequencia começaram a ser escravizados, e dae vem a explicaçao de Cornelius q tudo começou qdo os macacos aprenderam a falar NAO!!

 
Link to comment
Share on other sites

 

 

Uma surpresa fantástica.Não punha muita fé em mais essa prequela(palavra

esquisita mas que existe mesmo)de um filme famoso.Se pensarmos bem,a franquia de

"O Planeta Dos Macacos" foi o "Harry Potter" dos anos 60 e 70.Fez um sucesso

estrondoso.Agora,resolveram realizar uma indefectível narrativa prévia que tenta

explicar os porquês da famosa saga.Esperava pouco disso tudo e fui surpreendido

por um dos mais eletrizantes e bem feitos filmes dos últimos tempos.Graças a um

roteiro excelente e muito bem escrito,o filme tem uma base sólida e não tem como

não dar certo.A direção é segura e ajuda com uma forma excelente de narrar a

estória,mas o grande acerto está no personagem central,o chimpanzé Caesar,que

tem uma profundidade psicológica que muitos protagonistas humanos não apresentam

na maioria dos filmes.Ele é a alma de tudo.A evolução dessa figura é incrível e

transcende o significado de "evoluir".Começa como um simples bicho de estimação

até se tornar um líder rebelde como grandes revolucionários da História.Tudo é

tão bem amarrado,que a certa altura você se pega torcendo pelos macacos e não

pelos humanos,que seria o natural de acontecer.É,sem dúvida um grande

filme.Impossível de não se gostar.E graças a seu final em aberto,podemos

aguardar mais novidades por aí.O difícil,no entanto,será ficar do lado dos

humanos daqui por diante...

Link to comment
Share on other sites

  • 2 months later...
  • 1 month later...
  • 3 weeks later...

É um filme leve , carismático e extremamente emocionante

porém contra-indicado a médicos , odontologista , biologistas  e

profissionais da área médica de todos os tipos . Riscos : Ataque-de-frescurite

e infarto . Qualquer sintoma : tampar o ouvido nas cenas iniciais onde Cesar

aparece pela primeira vez . Curtir o filme , admitir que ele faz jus aos seus

antigos antecessores faz bem ao espírito  e alma .

 

 

Link to comment
Share on other sites

  • 1 month later...

Maravilhoso filme!

 

 

 

As três melhores cenas (na minha opinião):

 

 

 

1- Quando César desenha na parede de sua cela a janela da sua antiga casa, aquela janela por onde costumava espreitar de longe as crianças brincando na rua - pois ele mesmo era só uma criança que vivia presa em casa e a quem se negava o companheirismo e os folguedos da infância.

 

 

 

2- A cena em que os guardas da prisão vêem os macacos reunidos em assembléia, e César ao centro, discursando aos demais. Aí, mais uma vez, o filme nos espanta ao fazer-nos sentir naqueles macacos - em César, especialmente - um toque amedrontadoramente humano.

 

 

 

3- A melhor cena do filme e uma das melhores de todos os tempos: Eis que César, um símio, um macaco, transforma definitivamente suas expressões faciais em expressões manifestadamente humanas. E eis que César, um símio, um macaco, enche de ar os pulmões, abre a boca - a consciência - ... e fala. Figurará, para mim, entre as raras cenas que, ao longo da história do cinema, conseguiram ser de fato tão arrebatadoras, surpreendentes e inesquecíveis.

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

Announcements

×
×
  • Create New...