Jump to content
Forum Cinema em Cena

Recommended Posts

Com a estréia do terceiro e último capítulo da trilogia dirigida por Christopher Nolan, claro que as discussões estão voltadas para o encerramento da saga.

 

Mas depois que a poeira baixar... o assunto se esgotar... fatalmente se discutirá sobre o novo filme do Cavaleiro das Trevas, pois é óbvio que a Warner não vai abrir mão da sua "galinha dos ovos de ouro".

 

Então faço as seguintes indagações:

 

- Fazer um reboot ou dar sequência aos filmes do Nolan?

 

- No caso do reboot, manter o estilo do Nolan ou ser mais fiel às HQs?

 

- Quem seria o diretor mais indicado?

 

- Quem seria o novo Bruce Wayne?

 

- Qual o dream cast para os demais personagens do bat-universo?

 

- Quais vilões explorar?

 

- E no caso de se dar sequência aos filmes do Nolan.... e só veja o spoiler se você já assisitu a TDK Rises....

 

 

Seria interessante ver o John Blake com o uniforme do Batman? Ou ficaria melhor assumindo a identidade do Asa Noturna, deixando aberta a possibilidade do Chris Bale retornar como Batman?

 

 

Fficaria melhor assumindo a identidade do Asa Noturna, deixando aberta a possibilidade do Chris Bale retornar como Batman.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu gosto do Joseph Gordon Levit e bom ator e ta realmente em ascensão mais que merecido ele ter um blockbuster como protagonista e acredito que vai ter, mas sinceramente não neste aqui e até porque vamos analisar a situação friamente o cara e um policial, honesto e tem um incrível poder dedução como um detetive. Mas não e um especialista em arte marciais ou outro tipo de luta como Batman ou até a Mulher-Gato e com todo aquele aparato tecnológico sem a orientação do Lucius Fox deu a Wayne mais um ponto negativo. e muitas de suas ações no filme foram inspiradas nas atitudes de Gordon e Batman ou seja o cara e bom com um parceiro. Com certeza ele vai tomar uma função mais heroica e altruísta no filme e vai assumir um uniforme ainda não sei se como o Robin ou Asa Noturna(o mais apropriado) mais Batman eu acho demais. No filme ele pode até tentar mas conseguir ser o cavaleiro das trevas sem o treinamento do Bruce Wayne que foram quase 8 anos e impossível.

batman-cavaleiro-das-trevas-ressurge-07.jpg

 

Considerando que não morreu ninguém vital da franquia, porque a warner não foi louca de matar sua galinha de ovos de ouro o Nolan bem que tentou(eu aposto) espancou,esfaqueou e quase explodiu o nosso herói. Mas não o vimos morrer e ainda mais depois daquele final end happy. Bruce Wayne e o Batman e pronto já tentaram nas hqs botar outro no lugar e não funcionou o mesmo digo no cinema. Wayne sem o Batman não existe e sua verdadeira face, vocação e determinação e foi isto que Ressurge ressaltou bem o cara ficou auto exilado e debilitado porque não podia mais combater o crime. e este romance dele com a Mulher-Gato foi ótimo pois não vai durar a Selina e uma ladra e despreza a sociedade dos milionários não vai mudar a sua essência assim como o Wayne. Então e questão de tempo Cristian Bale merece e tem que voltar pois ele agora ele tem uma legião de fãs (ver o 02:45 hs o cara sofrendo) tá bombando nas bilheterias

 

batman-cavaleiro-das-trevas-ressurge-05.jpg

 

E meus amigos do fórum sou do Batman e fã do Christopher Nolan(desde de Amnesia) mas ele dizer que Gotham ficou limpa e sem crime organizado 8 anos foi um pouco over da parte dele. Não ter um chefe com a força do Falcone(Batman Begins) e Sal Maroni (TDK) eu entendo ok. Mas Gotham e sempre foi e será uma ferida humana repleta de violência,corrupção e impunidade era esta terrivel realidade que sempre moveu o Batman, mas no Ressurge isto infelizmente foi expurgado com o senso de urgência do Nolan em dar fim a sua trilogia não sei porque. Mas ficou 1.000 detentos livres e aprontando atrocidades pela cidade ou seja Gotham vai ser a cidade que nos conhecemos e amamos ou seja podre e problemática.

 

images.jpegcharada.jpg

 

Vilões tenho 2 em mentes Pinguim que pode muito bem aparecer como chefão do crime cruel e inteligente controlando todos os demais e com sua manias por aves (e só) nada da versão freak do Tim Burton. E o Charada o vilão que Nolan tanto desprezou e o estúdio tanto queria já que não podia utilizar o Coringa devido a morte do Ledger, e o proprio Bob Kane disse que o Charada era misto do Coringa (insanidade) e o Batman (inteligencia) pois pratica crimes brilhantes e deixa pistas no local. E uma pena que Nolan não o utilizou na sua versão realista na linha do John Doe de Seven do David Fincher seria espetacular ver Batman correndo pra descobrir a pista e salvar vidas. Mas como o diretor quis cair fora e encerrar tudo que ele mesmo criou tão bem Begins e TDK deixou o cargo para outro diretor que só esperto e só continuar este universo.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu já acho que a Warner vai trazer o Batman de volto não em um filme solo, mas capitaneando um possívelfilme da Liga da Justiça. Vai aproveitar a fama do morcego pra alavancar o projeto, que por si só já é imenso,potencial pra desbancar os Vingadores.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Um filme da Liga da Justiça onde o Robin (ou Asa Noturna) veste o manto do Batman? Suuucessooo...

 

E focado em ação? Não viaja. E primeiro, tu jogou, terminou ambos? Quando digo focado em Arkham City e Arkham Asylum, não to dizendo no gameplay (óbvio, game é game e filme é filme), mas sim principalmente na composição visual e personalidade dos personagens, naquela narrativa que consegue ser sombria, onde tu sente uma forte sensação de psicopatia perversa pra qualquer direção que olhe, em qualquer personagem que se aproxime, mas mesmo assim não renegando suas origens, indo em direção ao cinematográfico sem se envergonhar de suas raízes cartunescas, etc. E conseguindo ser sombrio assim, pesado... Se será um filme focado em porrada ou sei lá o que, isso fica pro roteirista ou diretor decidir. Mas a minha sugestão não impossibilita de se criar um filme dessa ou de outra forma.

 

É complicado comparar duas mídias tão diferentes, mas na minha tão modesta opinião, os Arkham detonam a trilogia Nolan. O critério é que considero os games sensacionais, OP de suas mídias, e a trilogia do Nolan apenas boa. Mas isso sou eu, um não fã da trilogia (sim, eles existem).

 

 

 

 

Não discordo que poderia dar um filme bacana, apenas acho dificil eles voltarem a esse universo se muito provavelmente ele não seria utilizado em filmes da Liga e ainda correndo o risco de deixar uma mancha na trilogia. Mas sei lá, de estúdios tu pode esperar de tudo.

 

Isso funciona no jogo, o Game é obra prima da sua mídia. Implementar isso em um filme é assumir ser superficial.

 

O jogo todo se resume a psicopatia, como bem disse uma vez Alan Moore (sobre o Batman de Frank Miller).

 

E pior, nem ao menos decorre a respeito da psicopatia, apenas as pessoas são psicopatas e por isso saem que nem zumbis inteligentes querendo fogo, sangue e zoação. O plano do Coringa é sensacional, mas em um game. Em um filme, ficaria ralé. O fato do Batman também ficar doente poderia ser um elemento em que muitas coisas poderiam ser trabalhadas, como o limite do altruísmo, tendo o Batman buscando salvar sua pele ao invés de lutar por um ideal, pelo justo. Ou/e o Batman flertando com a psicopata busca pela cura, invertendo os papeis, explorando assim a relativização do ideal que alguém busca. Qual é o mais importante sua vida, Bruce, ou o ideal Batman?

 

Coisas que o jogo não aborda, não aprofunda, não explora, pois É UM JOGO, uma outra mídia, com outros fins.

 

 

Não fale besteira, jogue o jogo pra depois sim poder falar algo sobre.

 

Já joguei, e o jogo é sensacional, o melhor que eu joguei!

 

Mas não funciona como filme.

 

Qual é a profundidade de um Pinguim?

 

Ou mesmo da mulher gato?

 

ou mesmo do coringa?

 

Todos são loucos, ôôôôôôôôô!

 

Até os capangas são loucos.

 

Aqui eu repito o que disse o alan Moore sobre o Batman. Que para a obra, todo o mal se resume a psicopatia, as pessoas são más por natureza, loucas, descontroladas, e precisam de uma focinheira.

 

AAAh se o problema fosse só esse, seria muito simples.

 

O jogo funciona como JOGO. Filme é outra coisa.

 

O que vocês não entendem é que em um jogo, figuras se movendo e agindo funcionam como personagens, porque essas figuras interagem com você. Em um filme isso não acontece, figuras andando em um ambiente são só figuras andando em um ambiente, não há uma personalidade, um indivíduo, uma história, um motivo, uma razão....

Share this post


Link to post
Share on other sites

Gustavo, eu não falo que eu quero uma transcrição literal do jogo para o cinema, eu entendo muito bem o que são mídias distintas.

O que eu queria era algo mais ou menos como o Tensor e o Sith disseram.

 

Mas eu sonho mesmo é com isto virando filme...

 

http://omelete.uol.com.br/batman/dvd-blu-ray/batman-o-cavaleiro-das-trevas-animacao-ganha-trailer/

Share this post


Link to post
Share on other sites

Finalmente assisti ao filme, adorei e minha opinião é...

 

SPOILER

 

 

 

 

 

 

 

Continuação, com Blake/Robin como o novo Batman (ou Asa Noturna) e direção de Aronofsky ou Fincher, como disseram.

 

Vilões para explorar tem vários, como os famosíssimos Pinguin e Charada.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Curioso... eu criei o tópico e joguei lenha na fogueira para ver a opinião de todos, mas eu ainda não formei a minha.

 

Não sei se o Gordon-Levitt tem moral (nesse momento) para carregar um filme do Batman nas costas como protagonista. E concordo que não ficaria legal ele sendo "o novo Batman", pois como já comentaram, está longe de ter a experiência e o treinamento que o Bruce teve.

 

Então ele funcionaria melhor como o Asa Noturna (Robin sem Batman não é Robin), mas para ter algum crédito, toooodo o elenco da trilogia teria que estar de volta dando suporte e credibilidade ao projeto. Caso contrário, acho que Asa Noturna funcionaria melhor como um modesto "spin off" do que uma sequência magistral de TDKR.

 

Mas toda essa conversa parece ser em vão diante do anúncio da Warner em fazer o filme da Liga da Justiça. E assim como no projeto que foi engavetado há alguns anos (graças a Deus, pois ter Armie Hammer como Batman, ninguém merece), com certeza essa Liga não terá nenhuma ligação com os filmes do Nolan, então não vejo o filme do "Asa Noturna" sendo um precursor do filme da Liga da Justiça.

Share this post


Link to post
Share on other sites

E concordo com o colega que disse que gostaria de ver um filme do Batman com os principais vilões já estabelecidos em Gotham. Chega de mostrar a origem do Batman, chega de mostrar a origem de todos os vilões (muitas vezes desnecessárias, como o Nolan já provou com o Coringa e a Mulher-Gato). Ou seja, os freaks de Gotham não seriam uma consequência da "escalada" pregada por Gordon em Begins, mas sim um problema crônico da própria Gotham City, o que levaria ao surgimento do Batman. Enfim, seria o caminho inverso de Begins: Ao invés do Batman inspirar os vilões freaks, estes é que teriam inspirado o surgimento do Batman.

 

Imaginem uma Gotham City tomada pelo crime, onde o Pinguim é visto como um poderoso e respeitado empresário, dono da maior casa noturna de Gotham, que serve de fachada para lavagem de dinheiro e tráfico de armas e drogas. Jornais noticiam os constantes roubos a joalherias por uma ladra com aparência felina. Tabloides relatam histórias sobre um "crocodilo gigante nos esgotos". Envelopes verdes com sinais de interrogação são espalhados pela cidade, com enigmas que ninguém ao certo sabe a finalidade, mas cuja solução do quebra-cabeça levará ao conhecimento de um grande crime e a possibilidade de se evitar outros. Pessoas assassinadas com um largo sorriso no rosto. E na caçada desses criminosos, um promotor atormentado por seus demônios interiores, jurado de morte pela máfia.

 

Ou seja, a história já estabeleceria todo um cenário vilanesco em Gotham, sem a necessidade de explorar todos eles ao mesmo tempo, no mesmo filme. A cada filme, um ou dois vilões teriam destaque, enquanto os demais vilões também estariam no filme, mas com uma importância menor, sendo trabalhados/desenvolvidos para os filmes seguintes. E se tivermos um roteirista e diretor competentes, daria até para encerrar a saga com um duelo entre uma "Legião do mal", composta pelos principais vilões de Gotham, contra os "Vigilantes de Gotham", que seriam liderados por Batman e composto por personagens como o Asa Noturna (ou Robin), Batgirl, Azrael e Caçadora.

 

Ao final do confronto/trilogia, temos alguns vilões mortos e outros detidos no Arkham, além de centenas de criminosos "comuns" encarcerados em Blackgate. O filme terminaria com o Gordon fazendo um comentário pro Batman do tipo: "Imagine se algum dia todos esses criminosos escapassem ao mesmo tempo, será que você daria conta do recado?" E o Batman diria: "Espero não ter que descobrir". Então ele vai para o alto de um prédio, na clássica pose em cima do Gárgula, observando Gotham à luz da lua cheia, com o Bat-sinal no céu.... e ao longe, um navio chegando à Baía de Gotham (trilha sonora crescente...) Então vemos, no convés do navio, um homem extremamente alto e musculoso de costas, que é abordado por um tripulante que diz: "Bem vindo a Gotham City, sr. Bane." o gigantesco homem (de pele roxa e queixo quadrado, rs!) olha sobre o ombro e dá um discreto sorriso. (trilha sonora ensurdecedora!!!). :lol:

 

Enfim... apenas o sonho utópico de um batmaníaco xiita. ;)

Share this post


Link to post
Share on other sites

E concordo com o colega que disse que gostaria de ver um filme do Batman com os principais vilões já estabelecidos em Gotham. Chega de mostrar a origem do Batman, chega de mostrar a origem de todos os vilões (muitas vezes desnecessárias, como o Nolan já provou com o Coringa e a Mulher-Gato). Ou seja, os freaks de Gotham não seriam uma consequência da "escalada" pregada por Gordon em Begins, mas sim um problema crônico da própria Gotham City, o que levaria ao surgimento do Batman. Enfim, seria o caminho inverso de Begins: Ao invés do Batman inspirar os vilões freaks, estes é que teriam inspirado o surgimento do Batman.

 

Imaginem uma Gotham City tomada pelo crime, onde o Pinguim é visto como um poderoso e respeitado empresário, dono da maior casa noturna de Gotham, que serve de fachada para lavagem de dinheiro e tráfico de armas e drogas. Jornais noticiam os constantes roubos a joalherias por uma ladra com aparência felina. Tabloides relatam histórias sobre um "crocodilo gigante nos esgotos". Envelopes verdes com sinais de interrogação são espalhados pela cidade, com enigmas que ninguém ao certo sabe a finalidade, mas cuja solução do quebra-cabeça levará ao conhecimento de um grande crime e a possibilidade de se evitar outros. Pessoas assassinadas com um largo sorriso no rosto. E na caçada desses criminosos, um promotor atormentado por seus demônios interiores, jurado de morte pela máfia.

 

 

acho uma ideia interessante, mas não precisa de reboot, basta um novo diretor dos fodásticos encontrar um meio de fazer o Bruce voltar (e talvez a volta do Bruce seja justamente que o surgimento de vilões freak inspirando o ressurgimento do Batman);

 

Sei lá, temo por um reboot tão cedo, acho sim que o Batman deve mudar sua linha(não se tornando mais juvenil, sem perder seu teor dramático) mas recontar uma história que já foi contada, anulando tudo, acho que é andar em círculos.

 

Tá na hora de dar o próximo passo.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Oé... mas será q ninguém percebeu no filme q o Batman usava um anel comunicador da Liga? Ninguém percebeu q ele mandou os outros herois não se meterem a besta para salvar sua cidade q ele daria um jeito? É óbvio q ele pediu ajuda para a liga para ser salvo no último momento...

 

COmo é q as pessoas não conseguiram interpretar algo tão obvio assim?!?!?!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Talvez uma idéia interessante fosse Blake assumir de fato o manto do Batman (ou mesmo como Asa Norurna), mas a certa altura, o vilão do filme (O Charada ou o Pinguim, talvez?) cometesse uma atrocidade muito grande, tipo um ataque contra o orfanato resultando em mortes, ou coisa parecida. Blake, por não possuir a resistencia psicológica de Wayne, perderia a linha, e adotaria o estilo "Punisher", o que forçaria Wayne a sair mais uma vez a sair da aposentadoria para retomar o manto. Seria mais ou menos uma mistura da 2ª fase de "A QUEDA DO MORCEGO" com "BATMAN CONTRA O CAPUZ VERMELHO"..

Share this post


Link to post
Share on other sites

Talvez uma idéia interessante fosse Blake assumir de fato o manto do Batman (ou mesmo como Asa Norurna), mas a certa altura, o vilão do filme (O Charada ou o Pinguim, talvez?) cometesse uma atrocidade muito grande, tipo um ataque contra o orfanato resultando em mortes, ou coisa parecida. Blake, por não possuir a resistencia psicológica de Wayne, perderia a linha, e adotaria o estilo "Punisher", o que forçaria Wayne a sair mais uma vez a sair da aposentadoria para retomar o manto. Seria mais ou menos uma mistura da 2ª fase de "A QUEDA DO MORCEGO" com "BATMAN CONTRA O CAPUZ VERMELHO"..

 

Mas não foi esse o plot quando o Azrael assumiu o manto do Batman? Aquele batman todo robotico lá... ele não tinha a resistencia mental do Bruce, e ficou maluco obrigando o Bruce a voltar como batman...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Batman | Reboot seria planejado para 2016

 

 

imagem_5.jpeg

 

Warner Bros. lançaria novo filme depois do longa da Liga da Justiça

De acordo com o Cosmic Book News (que afirma ter uma fonte dentro da DC Entertainment), o estúdio estaria preparando um novo filme para 2016. A ideia seria lançar um novo longa depois do filme da Liga da Justiça (planejado para 2015). A trama não envolveria uma nova história de origem, retratando o herói no seu segundo ano em Gotham.

 

O site ainda especula que o título do reboot seria The Batman.

 

 

Sou radicalmente contra ao rebot, e o mesmo que apagar tudo que foi coeso e ótimo na trilogia e dispensar o casting que todos gostaram a não ser claro que o Christian Bale não queria volta, mas e arriscado o novo Homem Aranha não chegou nem nos 250 milhões( Sam Raimi tinha os seus fãs).

De qualquer e muito perigoso e melhor seguir com tem Jonh Blake,Selina Kyle,Gordon e claro Bruce Wayne (Bale)

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu acho que eles deveriam dar um bom tempo até o próximo Batman, uns 6 ou 7 anos. A não ser que realmente tenham em mente um filme da Liga agora em 2015, daí precisam começar a correr. Um novo Batman seria essencial.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Talvez uma idéia interessante fosse Blake assumir de fato o manto do Batman (ou mesmo como Asa Norurna), mas a certa altura, o vilão do filme (O Charada ou o Pinguim, talvez?) cometesse uma atrocidade muito grande, tipo um ataque contra o orfanato resultando em mortes, ou coisa parecida. Blake, por não possuir a resistencia psicológica de Wayne, perderia a linha, e adotaria o estilo "Punisher", o que forçaria Wayne a sair mais uma vez a sair da aposentadoria para retomar o manto. Seria mais ou menos uma mistura da 2ª fase de "A QUEDA DO MORCEGO" com "BATMAN CONTRA O CAPUZ VERMELHO"..

 

pensei em algo parecido, tipo, o Robin perder a linha e o Batman voltar, até tendo que lutar contra o Robin em certo momento!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu particulamente duvido q o filme da Liga saia em 2015.. vai depender mto dos resultados do Man of Steel... e acho pouco tempo 3 anos para fazer um filme da liga como deve ser... vai ficar mto corrido...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...

×
×
  • Create New...