Jump to content
Forum Cinema em Cena

Recommended Posts

Data prevista de estreia: 04 de Janeiro de 2013

Sinopse: Ralph (voz de John C. Reilly) é um (ex) vilão de videogames 8-Bit que quer mostrar ao mundo que pode ser um herói, assim como o mocinho Fix-It Felix (Jack McBrayer). Quando surge um moderno jogo de tiro que mostra a perspectiva do protagonista, o durão Sargento Calhoun (Jane Lynch), Ralph encara o jogo como sua grande chance. Ele invade o jogo com um plano simples - ganhar uma medalha -, mas não demora a arruinar tudo, libertando sem querer um inimigo mortal que põe em risco todos os jogos do fliperama. Agora, a única esperança de Ralph é Vanellope von Schweetz (Sarah Silverman), jovem e encrenqueira “pane” de um jogo de corrida de carros com cobertura de bala, que pode acabar sendo quem ensinará a ele o verdadeiro significado de ser o mocinho.

 

 

FICHA TÉCNICA

Diretor: Rich Moore

Elenco: John C. Reilly, Jane Lynch, Sarah Silverman, Stefanie Scott, Jack McBrayer, Jamie Elman, Gerald C. Rivers, Brandon T. Jackson, Jack Angel, George Kotsiopoulos

Produção: Clark Spencer

Roteiro: Jennifer Lee, Phil Johnston

Trilha Sonora: Henry Jackman

Ano: 2012

País: EUA

Gênero: Animação

Cor: Colorido

Distribuidora: Disney

Estúdio: Walt Disney Animation Studios

 

Trailer:

 

 

Comente, aqui, sobre a animação! ;)

Link to post
Share on other sites

 Para mim,

 

O ano de 2012 não está sendo nada memorável em animações. No primeiro semestre, tivemos que engolir filmes como “Piratas Pirados” e “Madagascar 3” – por outro lado, também estreou o bom “O Lorax – Em Busca da Trúfula Perdida”; já na segunda metade do ano, “Frankenweenie” se destacou (muito pelo fato de não haver concorrência). Porém, a meu ver, a melhor animação da temporada chega agora, no fim do ano, aos cinemas nacionais (com estreia oficial marcada para dia 04/01/2013), “Detona Ralph”, um filme que uni uma bela estética visual com uma história inteligente (e até mesmo original) acerca de uma trama muito criativa.

 

Ralph (voz de John C. Reilly) é um (ex) vilão de videogames 8-Bit que quer mostrar ao mundo que pode ser um herói. Quando surge um moderno jogo de tiro que mostra a perspectiva do protagonista, Ralph encara o jogo como sua grande chance. Ele invade o game com um plano simples - ganhar uma medalha -, mas não demora a arruinar tudo, libertando sem querer um inimigo mortal que põe em risco todos os jogos do fliperama. Agora, a única esperança de Ralph é Vanellope Von Schweetz (Sarah Silverman), jovem e encrenqueira “pane” (falha no sistema) de um jogo de corrida de carros com cobertura de bala, que pode acabar sendo quem ensinará a ele o verdadeiro significado de ser o mocinho.

 

Brincando com clichês de maneira sutil e divertida através de ótimos diálogos, “Detona Ralph” tem uma introdução interessantíssima e muito empolgante, fazendo com que logo nos identifiquemos com o protagonista carismático, que, apesar de não ser herói, tem todas as características de um mocinho. Além de Ralph, o filme conta com muitos outros personagens do mundo dos games, principalmente dos anos 80 e 90 (e quem possui mais familiaridade com as figuras – diferentemente de mim – certamente se identificará ainda mais com o inventivo universo da animação).

 

O desing de produção do longa é belíssimo – vale ressaltar que atualmente isso já está se tornando “obrigação”. As cores quentes contrastam-se perfeitamente com as tonalidades mais suaves e os detalhes são fiéis aos cenários dos games (mas isso não quer dizer que não houve “reparos”). O 3D, por sua vez, é muito bem trabalhado, adicionando uma rica profundidade de campo e, consequentemente, causando a imersão natural (sem apelar para objetos tacados forçadamente “na cara do espectador”). Por outro lado, o bom roteiro – de Jennifer Lee e Phil Johnston –, após abrir muito bem a narrativa, apresenta alguns problemas que são evidenciados no genérico desenvolvimento, onde as tentativas de extrair humor da fita não são bem sucedidas e o relacionamento de Ralph com Vanellope não me pareceu nada inspirado e tampouco envolvente, quebrando, de certa forma, o ritmo da animação. Mas, felizmente, nada que a comprometa.

 

O clímax, sem dúvidas, agrada muito – onde Ralph toma certas decisões heroicas com o exclusivo objetivo de se tornar um mocinho. No geral, uma animação – voltando a dizer – inteligente, bela e criativa ao explorar um novo universo (o que hoje em dia é raro).

 

Enfim, “Detona Ralph” é uma ótima diversão, e acredito que venha a agradar tanto fãs do gênero como amantes de games. Um filme para toda a família.

 

OBS*: Favorito aos prêmios de “Melhor Animação”.

 

OBS*2: A continuação, após o grande sucesso nos EUA, já está confirmada, e primeiras notícias afirmam que o icônico personagem Mario, da Nintendo, está presente.

 

 

Nota: 8 de 10.

 

  

Link to post
Share on other sites
  • 2 weeks later...

Que animação fantástica!!! \o/

Daria nota 10. Foi muitíssimo bem pensado e executado.

Nada a falar contra o longa (talvez só ao fato dele ficar muito ambientado em 'corrida doce'), mas ainda assim, é perfeitamente, justificado no filme. Então, este longa é impecável. Até me emocionei em dois momentos.

 

Já espero os próximos da franquia!! \o/

 

Meu coração nerd agradece.

Link to post
Share on other sites

Que animação fantástica!!! \o/

Daria nota 10. Foi muitíssimo bem pensado e executado.

Nada a falar contra o longa (talvez só ao fato dele ficar muito ambientado em 'corrida doce'), mas ainda assim, é perfeitamente, justificado no filme. Então, este longa é impecável. Até me emocionei em dois momentos.

 

Já espero os próximos da franquia!! \o/

 

Meu coração nerd agradece.

 

Acabei de ver e o ponto negativo foi esse mesmo. Ficou muito tempo lá e o visual dos doces é muito exagerado. Se o filme tinha a intenção de pegar um público mais velho, ali a coisa meio que murcha. Sem falar que a dupla central (Ralph+Vanelope) parece muito a do Monstro S.A (Sulley+Boo). Meio que reciclaram a mesmo tipo de dupla: O Gigantão + a menininha.

 

No mais, ficou bem legal. E espero uma sequel.

Link to post
Share on other sites
  • 4 weeks later...

Ainda não vi Valente e outros, mas de boa Detona Ralph ganha fácil o Oscar de animação. Por que desse julgamento apressado sem ver outros?

 

O filme é um dos melhores da Pixar no nível de Up, Wall-E e outras animações tocantes de verter lágrimas de adultos principalmente. Duvido muito que outros indicados e outros tão cedo vão me causarem impactos emocionais melhores como esse me causou. Tive dois momentos que segurei as lágrimas para não chorar. E é fácil de chorar. Olha que Up foi só um momento. E eu adoro aquele filme. Nenhum dos filmes de 2012 e tão pouco os do Oscar, me fizeram segurar o choro e isso para mim conta e muito para criar um elo de apreciação pela obra. Cinema é arte e arte são emoções das mais diversas incluindo raiva, repugnância, tristeza e alegria (“Freude” comum em todos os seres tanto bons e maus)etc. E até posso concordar que muita gente foi assistindo esperando ver estórias de jogos misturados na animação e não foi. Contudo que se dane: Chupam essa de alguns comentários de gamers fanáticos que não sabem nada de cinema. O filme foi para cinéfilos acima de tudo os games de referencias são secundários. Antes de tudo tem uma boa estória ali que é bem desenvolvida. Isso é o foco crianças!

 

Apesar de muitas referências de games clássicos e até atuais como Halo, o filme tem alma própria e não tem nada Monstros S.A e ou alguma coisa que vi das animações até hoje. Seria uma associação forçada ver o filme desta forma. Monstros S.A é um a coisa e Detona Ralph é outra completamente diferente. Se fosse para associar a animação com outra seria Toy Story que tem muito mais a haver. Games e ou brinquedos que tomam vida quando humanos não estão de olho. Até o Pablo percebeu isso apesar deste “detalhe” e também viu que tem seu próprio universo e não é um copião.

 

Quem não viu por alguma frescura ai não sabe o que está perdendo. Antes de tudo é um ótimo filme e depois é uma ótima diversão com referência de games. O que mais podem querer? A não ser que seja aqueles gamers fanáticos que ficam reparando que faltou mostrar game tal de série tal e personagem tal como o Mario? E vocês sabem onde está o Mario? Hehehe! :P

 

Obs.: SPOILERS ALERT!

 

As cenas que quase me fizeram chora feito um bebê foi à cena da detonação de uma coisa muito especial para Vanellope. E claro o auto-sacrifício do Ralph. E putz é um dos mais belos auto-sacrifícios do cinema a cena é apoteótica o discurso dele a trilha sonora de fundo. Enfim apesar de... Quem viu sabe. Tem outras partes também se não me engano tocantes. Eu paro por aqui com relatos de minhas emoções. :(

Link to post
Share on other sites
  • 2 weeks later...

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
×
×
  • Create New...