Jump to content
Forum Cinema em Cena

Liga da Justiça (HBO MAX, 25/03/2021)


Questão
 Share

Recommended Posts

1 hour ago, Big One said:

Claro que essa postagem foi uma provocação. Acho que a partir de agora o Snyder não vai poder ficar postando imagens da DC. 

Isso faz ele ficar na mídia mas 9ode ser um tiro no pé. Pois outros estúdios pensariam duas vezes antes de contratá-lo. 

O Ray Fisher, por exemplo, deu uma maneirada na metralhadora de acusacao que tava fazendo e ta no silencio agora... vai ver pensou bem que ficar fazendo todo esse fuzuê ia queimar ele em definitivo, ainda mais ele sendo um "ator" em ascensao...mas ate agora nao vi ele nenhuma outra producao.

Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...
  • 3 weeks later...
  • 2 weeks later...

‘Liga da Justiça’: Caso aconteça, sequência terá ligação com o filme de Joss Whedon em vez do Snyder Cut
Durante uma entrevista para o The Hollywood Reporter, o produtor de ‘Liga da Justiça‘, Charles Roven não descartou uma sequência do longa. No entanto, a ideia está longe de acontecer… E, caso aconteça, a trama terá ligação o filme de Joss Whedon em vez do Snyder Cut.
Para quem não sabe, a versão oficial foi produzida pela Warner Bros em parceria com a produtora de Roven, a Atlas Entertainment. Apesar de Roven também ter auxiliado Zack Snyder na pós-produção de seu corte, a Warner Bros não considera a nova versão como oficial.
“A Atlas produz qualquer coisa que tenha a ver com as ramificações de ‘O Homem de Aço‘. Se a Warner quiser fazer novos filmes do Superman, a Atlas vai ajudar a produzir, assim como estivemos envolvidos em ‘Batman v Superman’ e ‘Liga da Justiça‘.
Questionado se há a possibilidade de produzir novos filmes da liga, o cineasta disse:
“É complicado, esse filme teve muitas reviravoltas que triplicaram a problematização em fazer sequências… O que posso dizer é que, se acontecer, não será tão cedo. Pode levar anos. Além do mais, o público não ficou satisfeito com o filme original, mas é este que a Warner considera canônico em seu universo compartilhado.”
Falando nisso, as campanhas da tag #RestoreTheSnyderVerse diminuíram significativamente depois que o estúdio deixou claro que não vai mais trabalhar com Snyder.
De qualquer forma, é bom lembrar que a versão de 2021 conquistou 71% de aprovação, contra apenas 40% da oficial.
Mesmo assim, a adaptação de Whedon faturou US$ 658 milhões pelo mundo, tornando-se o filme de menor bilheteria do DCEU, na época.
 

Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...

RAY FISHER AFIRMA QUE SÓ CONSIDERARIA VOLTAR A VIVER CIBORGUE APÓS PEDIDO DE DESCULPAS DA WARNER

image.png.46dec9ca453aa039ab0c4013d7397e28.png

Durante um painel na MEGACON, o ator Ray Fisher voltou a falar sobre a possibilidade de retornar ao papel de Ciborgue no futuro. Questionado por um fã sobre o assunto, o ator mencionou seus problemas com a Warner Bros. e Walter Hamada, que se tornou presidente da DC Films em 2018. Para ele, o primeiro passo necessário seria um pedido de desculpas pela resposta “inaceitável” que eles tiveram à investigação sobre Liga da Justiça (via ComicBook).
Anteriormente, Fisher havia falado sobre a má conduta no set do filme por meio de sua conta no Twitter, acusando Joss Whedon de comportamento não-profissional e abusivo. Na ocasião, ele também afirmou que Geoff Johns e Jon Berg também eram culpados de possibilitar que o ambiente das gravações ficasse dessa forma. Em resposta, a Warner Media contratou uma empresa para investigar o caso, visando “chegar ao centro do ambiente de trabalho tóxico e abusivo criado durante as refilmagens de Liga da Justiça”.
Posteriormente, o intérprete de Ciborgue voltou ao Twitter, dizendo que Hamada teria tentado colocar toda a culpa apenas em Whedon e Berg, visando proteger  Johns. Diante da postura do presidente da DC Films, o ator o acusou de ser “o tipo mais perigoso de facilitador”, também contando que ele teria interferido nas investigações e pronunciando que não participaria de qualquer produção associada com Hamada. Isso incluiria o filme do Flash, no qual Ciborgue inicialmente teria um papel importante, de acordo com Fisher.
Agora, respondendo à pergunta de um fã sobre voltar a viver o herói no futuro, o ator respondeu:
“Essa é uma pergunta complicada. Eu acho que, no fim, como as pessoas gastam seu dinheiro determina o que acontece e o que não acontece nesse tipo de negócios, e particularmente nos quadrinhos e na DC. Para mim, há muitas coisas por trás das cenas. Obviamente, eu não tive vergonha de falar sobre todas as coisas que aconteceram durante o ano passado, o vai e volta que eu pessoalmente e publicamente tive com a Warner Bros. Pictures, Walter Hamada e o resto da equipe por lá.”
Complementando sua resposta, ele prosseguiu:
“Para mim, eu acho que tudo começa com um pedido de desculpas vindo do lado das coisas da Warner Bros. Existem muitas coisas desagradáveis que aconteceram, principalmente em público. O que Walter Hamada e a Warner Bros. Pictures tentaram fazer, profissionalmente e pessoalmente, durante um dos anos mais cruciais para pessoas negras na história da humanidade, é só inaceitável. Então até o momento em que um pedido de desculpas seja feito, eu definitivamente não vou apoiar nenhuma produção Walter Hamada, ponto final. E é uma coisa difícil, porque sou um grande fã da DC. Eu amo esses personagens, mas às vezes você precisa desistir de algo que ama para fazer o que é certo.”
A última aparição de Fisher como Ciborgue aconteceu na Liga da Justiça de Zack Snyder. O ator participou de gravações adicionais para o filme, que foi lançado na HBO Max este ano. Ele já havia dito que não teria problemas em voltar a viver seu personagem no filme, mas que “existem outras coisas que precisam ser resolvidas” antes que isso pudesse acontecer.
 

 

Link to comment
Share on other sites

  • 4 weeks later...
  • 4 weeks later...

Com a versão do diretor, o primeiro filme da Liga foi sucesso nas exibições e vendas, embora sem declarações oficiais do estúdio.

Agora, o silêncio acabou. Com o lançamento europeu do HBO Max, a presidente da WarnerMedia Entertainment Networks, Priya Dogra, cravou o longa como fenômeno global, aos listar o conteúdo do streaming. 

O desempenho superou expectativas. No mês passado, ficou em primeiro lugar nas vendas de mídia física em sua primeira semana e foi recordista nos serviços em vários países.

Na maior plataforma de vídeos da China, precisou de apenas cinco dias para se tornar a adaptação de quadrinhos mais assistida de todos os tempos.

 

Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...

Finalmente vi essa merda!

Ainda que seja um filme melhor, ele consegue ser menos divertido. Não sei explicar. Parece um clipe do EVANESCENCE de 4 horas. Puta chatice. A batalha final, mesmo com a família ridícula lá, achei melhor na copia que saiu do cinema. 

E como ainda não tem meme do flash tomando um tiro correndo na velocidade da luz?

Só acho uma pena o Bataffleck não seguir como Batman. Inacreditável terem limado o cara assim. 

Ele queria escrever e dirigir um filme do Batman. Ele só ganhou Oscar com roteiro e melhor filme, haha.  Além de ser um puta fã de hqs.

Inexplicável. 

Link to comment
Share on other sites

5 hours ago, Gust84 said:

 

Só acho uma pena o Bataffleck não seguir como Batman. Inacreditável terem limado o cara assim. 

Ele queria escrever e dirigir um filme do Batman. Ele só ganhou Oscar com roteiro e melhor filme, haha.  Além de ser um puta fã de hqs.

Inexplicável. 

Não tão inexplicável assim. Sim, ele tem um filme que ganhou Oscar de melhor filme e roteiro. Mas seu filme seguinte, A LEI DA NOITE foi um fracasso de público e crítica. E verdade seja dita, o Affleck tá bem ruim em LIGA DA JUSTIÇA (as duas versões). Na época também, ele tava passando por problemas pessoais envolvendo divórcio e recaida no alcoolismo. Então, nada inexplicável ou inacreditável.

Lembrando que o Affleck vai aparecer como Batman em FLASH: PONTO DE IGNIÇÃO (Embora o destaque maior deva ir pro Batman do keaton mesmo).

Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...

ZACK SNYDER FALA SOBRE POSSIBILIDADE DE SEQUÊNCIA SER FEITA POR OUTRO DIRETOR

Capa da Publicação

Liga da Justiça de Zack Snyder foi uma versão muito aguardada pelos fãs do diretor, que esperaram ansiosamente por sua visão do filme estrelado pela equipe de heróis da DC. Apesar de ter lançado a versão do diretor, a Warner Bros. optou por não dar sequência ao universo desenvolvido por ele, que continuaria em outros filmes de acordo com sua visão. Agora, Snyder comentou a possibilidade de outra pessoa assumir o comando de uma sequência de sua Liga da Justiça (via ComicBook).
Em entrevista ao discutir a sequência de Army of the Dead, perguntaram ao diretor se ele conseguiria entregar o comando de seu ‘Snyderverso’ para outra pessoa para que Liga da Justiça 2 pudesse ser feito. Em resposta, Snyder não demonstrou muita certeza se aprovaria essa ideia, dizendo:
“Oh, nossa, eu não teria pensado nisso,” Ele disse. “Escute, eu amei fazer todos esses filmes da DC, e eu amo super-heróis, e eu amo o gênero. Estou muito empolgado para ver o filme do Batman de Matt [Reeves], isso é muito interessante. [Mas] algo como isso, não tenho certeza.”
Apesar de aparentemente não estar confortável com a ideia, o diretor provavelmente não terá com o que se preocupar. O chamado ‘Snyderverso’ não parece estar nos planos da Warner Bros. para o futuro da DC independente das campanhas que o público realizou para que isso acontecesse. Ao invés disso, a empresa parece determinada a deixar essa versão de seus filmes para trás, algo que possivelmente será consolidado com o lançamento de The Flash.
O longa do velocista promete adaptar elementos de Flashpoint, e poderá ser utilizado de modo a pavimentar o futuro da DC nos cinemas ao reestabelecer as bases deste universo. Mesmo que isso não aconteça, títulos em produção como a sequência de Aquaman, Adão Negro, o próximo Shazam!, e outros longas mantém um distanciamento do tom sombrio e grave dos filmes de Snyder, reforçando a ideia de que essa era foi deixada para trás pela Warner.
 

 

Zeca, na boa

VIRA O DISCO E TOCA OUTRA! Poster | MARCIANO | Keep Calm-o-Matic

Link to comment
Share on other sites

2 hours ago, Jorge Soto said:

perguntaram ao diretor se ele conseguiria entregar o comando de seu ‘Snyderverso’ para outra pessoa para que Liga da Justiça 2 pudesse ser feito. Em resposta, Snyder não demonstrou muita certeza se aprovaria essa ideia, dizendo:
“Oh, nossa, eu não teria pensado nisso,” Ele disse. “Escute, eu amei fazer todos esses filmes da DC, e eu amo super-heróis, e eu amo o gênero. Estou muito empolgado para ver o filme do Batman de Matt [Reeves], isso é muito interessante. [Mas] algo como isso, não tenho certeza.”

De certa forma, o universo criado por ele está aí, com vários filmes. Há questões que conflitam, claro.

E o futuro da visão do Bruce não deve ocorrer. Mas até isso, se for preciso, é passível de explicação.

Link to comment
Share on other sites

NOVOS DEUSES: AVA DUVERNAY SUGERE QUE FILME FOI CANCELADO POR CAUSA DE LIGA DA JUSTIÇA DE ZACK SNYDER

Capa da Publicação

Muito tempo atrás, a Warner Bros. e DC anunciaram o filme dos Novos Deuses, que traria uma equipe clássica da DC para as telonas. O longa era um dos mais aguardados, não apenas por causa da importância dos personagens, mas também pelo fato do roteiro estar sendo escrito pela aclamada diretora Ava DuVernay junto de Tom King, um escritor de HQs bastante premiado.
Agora, a diretora explicou o motivo pelo qual o filme foi cancelado, e deixou a entender que o motivo foi Liga da Justiça de Zack Snyder.
Com Eternos estreando essa semana, muitos fãs de Jack Kirby se perguntam porque o projeto de Ava DuVernay com Tom King sobre a outra equipe cósmica, antiga e extremamente poderosa do lendário desenhista e escritor, não saiu do papel. Agora, em uma entrevista com Andy Cohen em seu programa, SiriusXM, a diretora explicou que Novos Deuses foi cancelado porque um outro projeto do estúdio que usava alguns dos personagens, não deu certo.
“Eu amava Novos Deuses, que é o projeto que foi cortado. O estúdio decidiu que eles não queriam perseguir uma certa parte desse mundo dos quadrinhos baseado em coisas que estavam acontecendo em outro filme [que se passa] nesse mundo. Então antes mesmo de poder finalizar meu roteiro com Tom King, eles cancelaram.”
Ou seja, mesmo ela não citando explicitamente Liga da Justiça de Zack Snyder, fica claro que foi o filme do diretor, que usou vários dos conceitos e personagens ligados aos Novos Deuses, como as caixas maternas e o Darkseid. Segundo rumores, o filme dos Novos Deuses também traria o Darkseid como antagonista e a DC não acreditava que teria espaço o bastante entre as duas histórias.
De qualquer forma, DuVernay ainda está produzindo Naomi, uma das próximas séries da DC na CW, além da adaptação de DMZ, um quadrinho mais desconhecido da DC, para o HBO Max.
 

Tem um trilhão de filmes que a DC anunciou nos últimos seis e até hoje só ficou no anuncio.🤣

Link to comment
Share on other sites

  • 5 weeks later...
On 11/1/2021 at 12:03 PM, Jorge Soto said:

estúdio decidiu que eles não queriam perseguir uma certa parte desse mundo dos quadrinhos baseado em coisas que estavam acontecendo em outro filme [que se passa] nesse mundo

faz sentido, e
tem isso aqui

 

Nas recentes postagens que envolvem o DC Films, alguns internautas perceberam um padrão, que apontaria para produção de um longa da equipe. Como ocorria antes do lançamento da versão do diretor, começaram postagens mais enigmáticas, uma delas no perfil do Snyder: a imagem de uma claquete e, ao fundo, a fotografia em que a Gadot aparece em grupo – nunca sei se é no velho oeste – trazendo na mão a cabeça de um inimigo), e o público identificou, pelo número na claquete, que a cena é aquela em que o Desaad recebe ordem para preparar as tropas – justamente o gancho para a sequência.

Na gringa, a fotografia da Gadot ajudou a reforçar rumores da parceria entre Jenkins e Snyder no terceiro da heroína. Jenkins declarou há pouco tempo que a versão do diretor, para ela, é a oficial da Liga.

Outra imagem da leva foi postada por Clay Staub, diretor de unidade em filmes como BvS e 300, e mostra storyboard com a Terra sendo invadida por Apokolips, e a legenda “let it begins”.

images?q=tbn:ANd9GcQxj2G_SUY-M7SwYWQ-1Aq

Na mesma semana, Henry Cavill concedeu entrevista citando a trama prevista para as sequências e cresceram rumores de que Momoa estaria em WW3.

image.jpeg.2c5d741c54019aa4a4782476461f2928.jpeg


A postagem seguinte traz uma mesa de cozinha, com pratos para o Dia de Ação de Graças. Ao fundo, apenas uma pilha com três itens: duas pastas e, embaixo, uma edição em capa dura de “Crise final”, história em que o Flash traz ao universo principal o Corredor Negro, personagem que derrota Darkseid na trama.
 

Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...
  • 5 weeks later...

JEREMY IRONS, O ALFRED, CRITICA VERSÃO DE JOSS WHEDON DO FILME

Capa da Publicação

Jeremy Irons, que deu vida para o mordomo do Batman, Alfred Pennyworth, em Liga da Justiça, concorda com o filme de 2017 ter sido “horrível”. Em uma entrevista com a Variety, o ator falou sobre seus recentes trabalhos e deixou claro que não é fã da versão de Joss Whedon do filme.
Durante a entrevista, Irons revelou que ainda não assistiu à versão de Zack Snyder de Liga da Justiça, mas acredita que não tem como ser pior do que a versão de 2017 do filme. Ao ser perguntado se ele já havia assistido ao Snyder Cut, o ator respondeu:
“Estranhamento, eu acho que tenho [o filme] e não assisti ainda. Tenho que procurar e ver se tenho ele online ou em um DVD. Eu me lembro de falar com o Zack [Snyder] antes dele fazer e ficar bem interessado para ver o que ele iria fazer. Não podia ter sido pior”. 
Confuso sobre a última declaração, o entrevistador pergunta se ele acredita que “Liga da Justiça”, o filme de 2017 dirigido por Joss Whedon não poderia ter sido pior. Irons respondeu: “Eu não acho que poderia ter sido, poderia?”. Finalizando, o entrevistador diz: “Eu achei horrível”; de forma honesta (e até cômica) Irons concorda, dizendo: “Bem, eu também”.
A Liga da Justiça de Zack Snyder está disponível no HBO Max.

 

a galera curte chutar cachorro morto..🤣

Link to comment
Share on other sites

tava demorando..🤣🙈

FÃS DA DC CRIAM CAMPANHA PARA BOICOTAR A WARNER BROS.

Capa da Publicação

Uma nova campanha para “boicotar” a Warner Bros. começou a ser feita por fãs da DC e do Universo Estendido da DC nos cinemas, usando a rede social para expressar sua insatisfação com o estúdio.
Usando a hashtag #BoycottWB (BoicoteWB em tradução livre), esses fãs expressaram sua raiva contra vários assuntos diferentes ligados à DC e Warner Bros; citando principalmente o tratamento de Ray Fisher pelo estúdio, e a saída de Zack Snyder e de Ben Affleck desse universo.
Entre diversos tuites, foram citados os fatos de Ray Fisher ter tido seu papel em The Flash cortado, Ben Affleck abandonando o papel de Batman, as polêmicas envolvendo o “Snyder Cut” e até mesmo o Esquadrão Suicida de David Ayer (via CBR).
Já outros fãs ficaram irritados com como seus heróis favoritos da DC tem sido tradados nos filmes pela Warner Bros., acusando o estúdio de não estar dando aos fãs o que eles querem.

https://www.cbr.com/angry-dc-fans-campaign-to-boycott-warner-bros/

Confira alguns tuites abaixo:

 

“Triste, mas real”

 

“#BoicoteWB por ter afastado Ben Affleck #RestaureoSnyderverso”.

 

“Aprove Liga da Justiça de Zack Snyder Parte 2 e 3 para os fãs e #RestaureOSnyderverso. Mostre que você se importa com os fãs que sempre foram leais até agora. Eu não vou investir mais meu tempo e dinheiro até o Zack voltar em bons termos. #BoicoteWB”.

 

“Eu nunca vou apoiar um estúdio que demite um artista porque ele falou contra o racismo no ambiente de trabalho. #BoicoteWB”

Outro fator importante na decisão de começar a hashtag foi que Geoff Johns foi confirmado em um novo evento da DC nos quadrinhos. Segundo Ray Fisher em seu twitter e várias declarações anteriores, o produtor e escritor foi responsável por exibir diversos comportamentos racistas direcionados à ele durante as regravações de Liga da Justiça. 

 

E precisa de boicote? a Warner já esta fazendo isso a ela mesma a anos.🤣 Outra coisa, isso n são fãs da DC, são fãs do Snyder. A liga da justiça n tem nada a ver com oq ele fez. Tudo bem boicotar a Warner, mas a minha impressão é de que o Snyder já se desgastou demais com o universo DC, então não acho que ele voltaria mesmo se essa campanha desse certo

Link to comment
Share on other sites

Joss Whedon pegou um galão de gasolina e tacou em um vulcão adormecido. Agora aguenta. Falou muita merda, como insinuar que a Gal Gadot não entendeu ele pois inglês Nao é sua primeira língua. (Se referindo as ameaças que ele fez). 

Falou tbm que esperava mais colaboração do elenco e que Ryan é mau ator..aí ele.nao mentiu. Kkk

 

 

Link to comment
Share on other sites

1 hour ago, Big One said:

Joss Whedon pegou um galão de gasolina e tacou em um vulcão adormecido. Agora aguenta. Falou muita merda, como insinuar que a Gal Gadot não entendeu ele pois inglês Nao é sua primeira língua. (Se referindo as ameaças que ele fez). 

Falou tbm que esperava mais colaboração do elenco e que Ryan é mau ator..aí ele.nao mentiu. Kkk

 

 

 

JOSS WHEDON FALA PELA PRIMEIRA VEZ SOBRE ACUSAÇÕES DE GAL GADOT E RAY FISHER

Capa da Publicação

A novela envolvendo Joss Whedon e a Liga da Justiça já é antiga. Desde que o diretor foi escolhido pela Warner para assumir o projeto de Zack Snyder — afastado do cargo após uma tragédia familiar — surgiram inúmeras críticas e acusações ao comportamento de Whedon nos set de filmagens. Ele é acusado de ter uma conduta racista por Ray Fisher, o Ciborgue, e de ter ameaçado a carreira de Gal Gadot, a Mulher-Maravilha. Agora, o cineasta falou pela primeira vez sobre o assunto.
Em uma longa reportagem da NY Magazine (via Vulture), Whedon falou sobre seu envolvimento no projeto do DCEU. Ele também aproveitou para rebater todas as acusações, ora dizendo que foi um mal entendido, ora sugerindo que estava sendo vítima de perseguição.
Falando sobre Gal Gadot, que já havia confirmado que Whedon havia ameaçado acabar com sua carreira caso ela se recusasse a gravar uma de suas novas cenas, o diretor disse:
“Eu não ameaço pessoas. Quem é que faz isso?,” questiona. “[Mas] o inglês não é a primeira língua dela, e eu tendo a ter um discurso irritantemente floreado.” 
Gadot respondeu à NY Magazine via email, que entrou em contato em busca de uma declaração sobre a fala de Whedon. A atriz disse: “Eu entendi perfeitamente.”
Em outro momento da reportagem, o diretor fala sobre Ray Fisher. O intérprete do Ciborgue tem sido muito transparente em suas críticas para com a Warner Bros., deixando claro que houve conduta inapropriada no set de refilmagens de Liga da Justiça e que foi vítima de racismo por varias partes — incluindo de Whedon, que teria tentado clarear o tom de pele do ator na produção. Em comparação com a versão de Zack Snyder, a versão que chegou aos cinemas do filme cortou praticamente todas as cenas relevantes do ator.
Whedon, no entanto, justifica o corte e todas as alterações dizendo que Fisher é um ator ruim — e que ele não era o único a pensar isso. Segundo ele, o ator esteve presente nas discussões sobre as mudanças envolvendo o Ciborgue e que ambos tiveram uma boa relação de trabalho.
“Nenhuma das acusações são verdadeiras ou merecem ser discutidas,” rebate. “Estamos falando de uma força maléfica. Estamos falando de um ator ruim, nos dois sentidos da palavra.” 
Por fim, o diretor sugere que é perseguido pelos fãs de Zack Snyder — ou os Snyder Bros, como ele prefere chamar — sofrendo represarias por ter assumido o projeto a pedido da Warner.
“Eu não sei quem começou [a campanha de ódio contra ele],” disse. “Eu só sei no nome de quem ela foi feita.” 
Entre os xingamentos e críticas que recebeu desses fãs do Snyder, a NY Magazine diz que Whedon foi chamado de mau feminista e um péssimo marido. O diretor rebate:
“Eles não dão a mínima para o feminismo. Fui transformado em um alvo pela minha ex-esposa, e as pessoas exploraram isso de forma cínica. […] Ela divulgou uma carta dizendo coisas ruins que eu havia feito e dizendo algumas inverdades sobre mim, mas eu havia feito as coisas ruins, então as pessoas sabiam que eu estava disponível [para ataques].” 
Vale lembrar que fãs do Snyder Cut não foram as únicas pessoas a se pronunciarem contra Whedon — nem mesmo pessoas que poderiam ter problemas com inglês. Após as denúncias de Fisher, Charisma Carpenter e  Michelle Trachtenberg de Buffy: A Caça-Vampiros falaram sobre a conduta abusiva do diretor.
 

 

"Estamos falando de um ator ruim" 

Eita, foi na ferida🤣

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

×
×
  • Create New...