Jump to content
Forum Cinema em Cena
Mozts

Rogue One: A Star Wars Story (Dezembro 2016)

Recommended Posts

James Earl Jones, a voz de Darth Vader, é confirmado no filme

james-earl-jones-darth-vader.jpg?resize=

James Earl Jones emprestará sua voz mais uma vez para Darth Vader em Rogue One: Uma História Star Wars. Após a EW ter confirmado a aparição do vilão, agora foi a vez da própria presidente da Lucasfilm, Kathleen Kennedy, garantir a presença do intérprete neste filme derivado de Star Wars.“Ele vai estar no filme moderadamente”, avisou Kennedy à publicação. “Mas em um momento chave, estratégico, e será uma grande ameaça”, acrescentou a produtora.Com isso, praticamente se confirmam os rumores de que Darth Vader não será o vilão principal e deve ter uma participação pequena na trama.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Rogue One: Uma História de Star Wars pode não ter tradicional abertura da saga

Kathleen Kennedy, presidente da Lucasfilm, disse que os fãs podem esperar pelo menos uma grande mudança quando Rogue One: Uma História de Star Wars chegar aos cinemas – o filme pode não ter a tradicional abertura da saga, com os precedentes da trama explicados em um letreiro que passa pela tela.“A abertura e alguns desses outros elementos estão tão arraigados na mitologia da saga original, nós precisamos conversar sobre o que vai definir ou não definir um filme de Star Wars fora dessa série-mãe”, disse Kennedy à Entertainment Weekly. “Eu não posso confirmar nada ainda, mas estamos discutindo isso”.A produtora ainda falou sobre o estilo único do diretor Gareth Edwards, que assina Rogue One. “Gareth faz muitas cenas com a câmera bem próxima aos personagens, e com a câmera na mão. Isso não é algo que você viu em muitos filmes de Star Wars”, comentou. “E o diretor de fotografia é Greig Fraser, que fez A Hora mais Escura… É um visual muito único ao filme”.

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Rogue One: Uma História de Star Wars pode não ter tradicional abertura da saga

Kathleen Kennedy, presidente da Lucasfilm, disse que os fãs podem esperar pelo menos uma grande mudança quando Rogue One: Uma História de Star Wars chegar aos cinemas – o filme pode não ter a tradicional abertura da saga, com os precedentes da trama explicados em um letreiro que passa pela tela.“A abertura e alguns desses outros elementos estão tão arraigados na mitologia da saga original, nós precisamos conversar sobre o que vai definir ou não definir um filme de Star Wars fora dessa série-mãe”, disse Kennedy à Entertainment Weekly. “Eu não posso confirmar nada ainda, mas estamos discutindo isso”.A produtora ainda falou sobre o estilo único do diretor Gareth Edwards, que assina Rogue One. “Gareth faz muitas cenas com a câmera bem próxima aos personagens, e com a câmera na mão. Isso não é algo que você viu em muitos filmes de Star Wars”, comentou. “E o diretor de fotografia é Greig Fraser, que fez A Hora mais Escura… É um visual muito único ao filme”.

 

 

Acho mais do que justo NÃO TER o letreiro amarelo no começo. Isso é exclusivo dos episódios.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Acho que esse filme precisa do letreiro, pois não é dos episódios. O letreiro para informar onde, quando e qual a situação está ocorrendo.

 

Aposto que tem gente indo ver esse filme em dezembro achando que é Episódio 8, letreira ajudará nisso.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Diretor conta que George Lucas criticou o filme

georgelucas.jpg

Gareth Edwards, o diretor de Rogue One: Uma História Star Wars, contou sua experiência ao mostrar o filme para George Lucas, que visitou as filmagens em certo ponto da produção. Vale lembrar que Lucas não tem mais uma mão ativa nas decisões criativas da franquia.“Eu desafio qualquer um a ter uma experiência mais surreal do que a de passar um filme de Star Wars para George Lucas. Ele ficava soltando umas críticas, e depois percebemos que ele estava brincando, mas a essa altura já estávamos infartando!”, riu o diretor durante a Star Wars Celebration Europe.“Ele estava usando uma camiseta de Godzilla”, lembrou Edwards, com um sorriso no rosto. “Eu nem sei o que disse para ele. Estava tentando ser articulado, mas o tempo todo só pensava que alguém tinha que ter tirado uma foto nossa”.
 
Diretor conta que teve um “nerdgasmo” ao ouvir voz de Darth Vader

darth-vader.jpg

Durante o painel de Rogue One: Uma História Star Wars na Star Wars Celebration, o diretor Gareth Edwards falou brevemente sobre a experiência de trazer Darth Vader de volta para o filme.“Nós estávamos fazendo gravação de voz com um gentleman chamado James Earl Jones [a voz original de Darth Vader]. Eu não posso dizer que papel ele faz no filme, porque não quero entregar muita coisa”, disse o cineasta, com um sorriso no rosto, e obviamente brincando.Edwards acrescenta que teve um “nerdgasmo” ao ouvir Jones dizendo a palavra “Poder”. Apostamos que muitos outros fãs de Star Wars também terão um nesse momento…
 
Novo trailer tem Darth Vader
Exibido para fãs no Star Wars Celebration Europe, que acontece em Londres, o novo trailer de Rogue One: Uma História Star Wars teve o aguardado retorno do vilão Darth Vader, além de mais detalhes da trama. Confira a descrição abaixo:“O trailer começa com Jyn Erso correndo, durante sua infância. Na narração, ela diz: ‘Não há muito tempo. Todos os dias ficamos mais fracos, enquanto eles ficam mais fortes. Essa é a nossa chance de fazer diferença de verdade’. Durante a narração, vemos cenas de batalha, novas locações, uma nave X-Wing chegando a um planeta de floresta densa, novos aliens, novas naves, mais Deathtroopers… e então cortamos para Darth Vader, respirando audivelmente em frente a um painel que reflete seu capacete”
 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Rogue One: Uma História Star Wars foi concebido como episódio de série de TV

Durante a Star Wars Celebration Europe que começou a acontecer hoje (15), o chefão dos efeitos especiais da Lucasfilm, John Knoll, contou que a primeira ideia para Rogue One: Uma História Star Wars foi concebida como um episódio de série de TV.“Isso começou há mais ou menos 13 anos. Nós estávamos filmando o Episódio III em Sidney, na Austrália, e ouvi dizer que George [Lucas] estava desenvolvendo uma série de Star Wars que acabou não sendo feita. Daí comecei a pensar nos tipos de histórias interessantes que poderíamos contar no formato de episódio de TV, e pensei nessa série ao estilo Missão: Impossível sobre roubar os planos da Estrela da Morte”, contou.
 
Kathleen Kennedy explica o título do filme
Durante a Star Wars Celebration Europe que começou a acontecer hoje (15), a chefona da Lucasfilm, Kathleen Kennedy, explicou de forma sucinta e clara o título de Rogue One: Uma História Star Wars – e especialmente o subtítulo, que coloca o filme como algo separado da série principal.“Nós temos essa oportunidade incrível de contar histórias dentro desse maravilhoso universo. No passado, todos os filmes de Star Wars foram prelúdios ou continuações. Agora podemos ter esses filmes que funcionam sozinhos, e exploram personagens diferentes e situações diferentes, e planetas diferentes. Estamos todos muito excitados com isso”, contou.
 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
giphy.gif

 

De acordo com THR, Tony Gilroy, diretor de The Bourne Legacy e escritor de vários outros filmes, estaria supervisionando edição de Rogue One com apoio do Gareth Edwards.

 


Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...

×
×
  • Create New...