UA-130521384-1 Jump to content
Forum Cinema em Cena
O Espectro

E se..... A DC Comics tivesse um Universo Ultimate?

Recommended Posts

@Questão

 

É pq na Guerra Mundial das Maquinas, MORRE TODO MUNDO. Menos o Batman, Como disse antes, os primeiros que se ferram são os heróis da JL Internacional, que perderem metade da equipe, incluindo a Agente Kent e o Red Robin. Depois, os membros da Liga vão caindo um por um, Começando pelos dois lanternas, a Lois e o John (John morre primeiro). Até os vilões morrem, pq como já disse, ocorre da situação ficar humanos vs maquinas.  

 

 Sim, isso eu tinha entendido. O legal desse tópico é que além de reimaginar o universo DC (e você fez um trabalho muito bom SLASH), podemos discutir questões de estrutura de história.

 

 No caso dessa saga da Guerra Das Maquinas do D.A.V.E, SLASH, você está usando uma ferramenta narrativa muito instável chamada de "Botão Reset". Sim, você cria uma situação apocalíptica em que quase todo mundo morre, e depois usa a carta da maquina do tempo pra dizer ao seu publico que toda a história que você acabou de contar nunca aconteceu. Imagine que você é um leitor que acompanhou a saga das maquinas por digamos oito edições (pra não falar dos Tie-ins :D ), e no desfecho você usa o recurso da maquina do tempo? Se me perguntar, pode ser um final bem frustrante. Afinal, as oito edições que eu investi meu tempo lendo, não aconteceram.

 

 Esse é o problema das tramas em grande escala. Vejo duas saídas aqui. A primeira seria diminuir a escala da ameaça, pra não ter que fazer reset em tudo no final.

 

 Quanto a segunda, é a que eu disse antes, a viagem no tempo tem que ter um preço, o que nos leva ao próximo tópico

 

 

 

 

 

Sim, com o futuro alterado, a identidade do Batman volta a ser segredo e a sua quase morte nas mãos do Cobblepot,. não acontece. Mas ai ocorre outro evento ruim em Gothan e embora o futuro tenha sido mudado, Tim Drake perde tudo mesmo. É como se fosse o destino dele, sofrer perdas e deixar a cidade. 

Olha outra ideia sobre futuro alterado. O Batman que salva o mundo do DAVE, fica preso no passado pq bem...o futuro de onde veio deixa de existir. Dai passam a ter dois Bruce Wayne Jr, que no inicio não se dão muito bem, pois o "Batman do Futuro" é mais violento do que o Bruce que passa a ser cronológico. Afinal o cara passou por um inferno atrás do outro antes de voltar no tempo e concertar as coisas. Sobre o preço da viagem no tempo(isso me lembrou Dragon Ball e se quiser, depois falo o pq), ainda vou pensar nisso. Talvez o surgimento de um vilão novo....O Coruja por exemplo. Que eu acho foda e gostaria de colocar nesse universo. 

 

 

  Fiquei curioso. Por que o preço da viagem no tempo te lembrou Dragon Ball?

 

  Cara, surgimento de um vilão novo eu acho muito pouco. Tem que estragar alguma coisa que era boa no "futuro ferrado", algo importante. E tem que doer.

 

  O que me leva a um outro problema nessa sua ideia da "Saga das Maquinas".No final, quem paga o preço é um Batman que deixa de importar. Como eu disse, esse seu arco sofre do fator "Pegadinha do Malandro". Tudo deixa de valer depois do fim, (mesmo o próprio Batman) já que nenhuma das tragédias que acompanhamos aconteceu..

 

 Meu conselho (que se fosse bom eu vendia. Hehehe :D ) é que trabalhe mais nessa saga. Diminua a escala dela (talvez não precise morrer todo mundo) ou trabalhe melhor esse final. Uma alternativa talvez seja estabelecer uma "ancora" para o publico. Botar um personagem de "antes" do domínio do D.A.V.E indo parar nesse futuro, eu não sei.

 

 Mas do jeito que tá, a narrativa tá problemática, entende?

Share this post


Link to post
Share on other sites

 Sim, isso eu tinha entendido. O legal desse tópico é que além de reimaginar o universo DC (e você fez um trabalho muito bom SLASH), podemos discutir questões de estrutura de história.

 

 No caso dessa saga da Guerra Das Maquinas do D.A.V.E, SLASH, você está usando uma ferramenta narrativa muito instável chamada de "Botão Reset". Sim, você cria uma situação apocalíptica em que quase todo mundo morre, e depois usa a carta da maquina do tempo pra dizer ao seu publico que toda a história que você acabou de contar nunca aconteceu. Imagine que você é um leitor que acompanhou a saga das maquinas por digamos oito edições (pra não falar dos Tie-ins :D ), e no desfecho você usa o recurso da maquina do tempo? Se me perguntar, pode ser um final bem frustrante. Afinal, as oito edições que eu investi meu tempo lendo, não aconteceram.

 

 Esse é o problema das tramas em grande escala. Vejo duas saídas aqui. A primeira seria diminuir a escala da ameaça, pra não ter que fazer reset em tudo no final.

 

 Quanto a segunda, é a que eu disse antes, a viagem no tempo tem que ter um preço, o que nos leva ao próximo tópico

 

 

 

 

  Fiquei curioso. Por que o preço da viagem no tempo te lembrou Dragon Ball?

 

  Cara, surgimento de um vilão novo eu acho muito pouco. Tem que estragar alguma coisa que era boa no "futuro ferrado", algo importante. E tem que doer.

 

  O que me leva a um outro problema nessa sua ideia da "Saga das Maquinas".No final, quem paga o preço é um Batman que deixa de importar. Como eu disse, esse seu arco sofre do fator "Pegadinha do Malandro". Tudo deixa de valer depois do fim, (mesmo o próprio Batman) já que nenhuma das tragédias que acompanhamos aconteceu..

 

 Meu conselho (que se fosse bom eu vendia. Hehehe :D ) é que trabalhe mais nessa saga. Diminua a escala dela (talvez não precise morrer todo mundo) ou trabalhe melhor esse final. Uma alternativa talvez seja estabelecer uma "ancora" para o publico. Botar um personagem de "antes" do domínio do D.A.V.E indo parar nesse futuro, eu não sei.

 

 Mas do jeito que tá, a narrativa tá problemática, entende?

 

Eu acho que lembrou o SLASH de Dragon Ball,porque quando o Trunks do Futuro volta no tempo e mata Freeza e Rei Cold já acontecem algumas alterações nessa nova Linha do Tempo como o aparecimento de Cell que veio de um outro futuro alternativo e aparentemente o fato de os Androides 20 e 19 atacarem aquela cidade e não 17 e 18,a criação do Androide 16 e isso aí.QUESTÃO eu to com a impressão que esse preço a pagar pela viagem no tempo que vc sugere seria alguma alteração negativa na Linha do Tempo,não ?.

 

E SLASH,o QUESTÃO tá certo no que ele apontou acima,mas ainda tem um outro problema:pelo que eu entendi,no começo do Ultimate DC nós acompanharíamos a Linha do Tempo  original onde a Guerra das Máquinas do D.A.V.E ocorreu e depois disso quando o "Batman do Futuro" consertasse as coisas,esse Futuro deixaria de existir e esse Batman ainda viveria nesse presente alternativo.....tipo,o mundo,a Linha do Tempo dele some mas ele continua a existir ?,não faz muito sentido,faria mais sentido essa outra Linha do Tempo continuar a existir e esse Batman retornar a seu Mundo e tentar reconstruir a civilização ou algo do tipo,como o QUESTÃO apontou outros heróis além do Batman poderiam ter sobrevivido,e não precisa necessariamente serem Superman,Mulher-Maravilha ou os Lanternas Verdes,mas heróis do escalão B e C mesmo,assim esse "Batman do Futuro" e seus aliados teriam um título (eles poderiam ser Os Renegados Ultimate até) mostrando a Linha do Tempo original e diminuindo a frustração dos fãs que o QUESTÃO apontou e os outros títulos acompanhariam essa nova Linha do Tempo.

 

 

Quanto ao Coruja (coff,coff,podia ser o Thomas Hurt Wayne,coff)eu acho que ele poderia estar presente como o líder e idealizador da Corte das Corujas Ultimate,e essa seria apenas uma das mudanças do "Batman do Futuro" ficar brincando com o tempo ... .

Share this post


Link to post
Share on other sites

@Questão

 

Lembrou de DB pq no DB Super, as coisas se complicam no futuro do Trunks e justamente por ele ter salvo o Goku da linha temporal que está valendo. Um aprendiz de Kaioshin, Zamasu, acaba se apoderando do corpo do Goku(de outra linha temporal paralela) e recebe o nome de Black Goku ou Black, Sim, um Goku do mal. Além disso, ele se une ao Zamasu de mais uma linha temporal e juntos, começam a exterminar todos os humanos do futuro do Trunks, Claro que o Goku da linha temporal que vale, consegue vencer os vilões. Com a ajuda do Vegeta e do Mirai Trunks, Mas infelizmente, o futuro do Mirai Trunks DEIXA DE EXISTIR. Somente Mirai Trunks e Mai do Futuro sobrevivem. Isso pq num determinado momento, Zamasu se funde com O UNIVERSO e a única solução foi Zeno(deus supremo de DB) destruir aquele universo do Mirai Trunks antes que as ações do Zamasu afetassem a linha temporal pós saga Boo. Até pq elas estavam conectadas por conta da viagem no tempo, tanto do Trunks quanto do Black. Ou seja, o preço do Mirai Trunks ter ido ao passado lá no DBZ, acabou sendo muito alto. 

 

@Espectro

 

Ok, Ok. O futuro ferrado pela guerras das maquinas continua existindo. Nem todos vão morrer, vamos colocar alguns poucos heróis sobrevivendo, Mas não poderia ser em Metropolis, pq o desfecho da cidade nesse futuro é ela sendo devastada enquanto mandam o Batman pro passado. Sim, Lex e Superman confrontam DAVE pra atrasar a entrada dele na sala onde tá a maquina do tempo mas no fim, os dois morrem. E gente, essa maquina do tempo é diferente do habitual. Ela transporta a pessoa pro passado. não é que a maquina vai pro passado. Ou seja, Batman desse futuro apocalíptico ficaria preso no passado. E sim, os heróis, os poucos sobreviventes da Guerra Mundial das Maquinas, poderiam se chamar Renegados. E quanto ao Batman do futuro voltar....O Superman Ultmate tem um vilão que é de um outro futuro, o Cronos. Ele poderia ser o meio pro Batman que concertou as coisas, voltar pra sua linha temporal. A respeito do Cronos, ele é um vilão de um futuro UTÓPICO onde a maioria dos vilões e criminosos ou estão presos ou não existem mais. E ele odeia isso. Dai ele usa sua tecnologia de viagem no tempo, que é exclusivamente dele, tipo, ninguém mais sabe como cruzar as linhas temporais, pra mudar o seu futuro para aquilo que ele quer. E pra isso, Metropolis tem que mergulhar no caos, pois ela é a capital do futuro utópico. 

 

O Cronos ultimate é bem mais sério que o Cronos do desenho da Liga da Justiça. Por ser do futuro, ele conhece as identidades de quase todos os heróis. E ele odeia DOIS heróis em particular. Lady Lanterna(Lois Lane) e Superman. Pq no futuro utópico, foram eles, foi a união dos dois que levou o mundo para um futuro melhor e prospero. E Cronos sabe que o Superman Ultimate não seria o herói modelo e inspirador, se a Lois não tivesse aparecido na vida dele., Lembrando que a Lois Lanterna Verde, é o modelo de super herói pro Superman Ultimate. É por causa dela que ele deixa de ser tão soldado....

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pensei em uma pequena lista de personagens que poderiam sobreviver no futuro pós Guerra das Maquinas. Inclusive, pensei no final dessa guerra...Com a alteração do Batman ao viajar no tempo, os drones deixam de ser indestrutíveis e isso inclui o DAVE... Dai um pequeno grupo que estava em uma cidade (talvez Coast City, o que acham?), começa a vencer o exercito drone e encorajar demais cidades à lutar. 

 

Sobre os heróis remanescentes:

 

Mulher Gavião: Um dos momentos da guerra é a tropa dos lanternas intervindo na terra depois da Lois ir até Oa relatar o que está acontecendo e...sobre a morte do John Stewart. No universo ultimante, John e Shayera se casam e ela até dá à luz ao pequeno Rex Stewart(futuro Gavião Guerreiro). Pois bem, antes de ir pra Oa pedir a intervenção, Lois pede pra Shayera não se envolver nos acontecimentos. Que ela cuidasse apenas do filho e mais nada e é isso que a Mulher Gavião faz. (Lois Lane ultimate é a madrinha do Rex Stewart, pois ela e a Shayera são grandes amigas).

 

Asa Noturna: Gothan City foi nivelada certo? Mas nem todos morreram. Um pequeno grupo foi salvo pelo Asa Noturna e levado para outra cidade(que poderia ser Coast City, que tal?). Jason Todd, salvou quantos foi possível quando ficou claro que Gothan iria cair. 

 

Bandoleiro (sim ele existe no DC Ultimate): Ele é de uma nação que havia se rendido ao DAVE. Mas quando as maquinas perderam sua capacidade de reconstruir-se, Bandoleiro liderou uma resistência que devolveu a independente para o seu povo e de brinde, nações vizinhas. 

 

Aqualad: Rei de Xebeu depois que Atlantis foi destruída por DAVE. 

 

Ártemis(aqui, de fato sobrinha do Oliver Queen)

 

Tio Marvel: Único membro da família Marvel que não morreu. Na verdade, ele estava aposentado mas quando o mundo clamou por heróis para se reerguer de toda aquela desgraça, o velho saiu do sofá e foi à luta em nome do Shazam e dos demais membros da família Marvel que perderam suas vindas na guerra mundial das maquinas. 

 

Sideral : Aqui, filha do Starman. 

 

F.A.I.X.A: Outro que deixou a aposentadoria pra ajudar na reconstrução do mundo. Era o melhor amigo do Starman e virou um tipo de tutor de sua filha, 

 

Gear: Melhor amigo do falecido Super Choque que usou o que sobrou da tecnologia do DAVE para se tornar um herói muito melhor do que era...

Share this post


Link to post
Share on other sites

@Questão @O Espectro

 

Twins (Gêmeas - filha do Duas Caras Ultimate)

 

Já que O Espectro perguntou o que poderia se fazer com a filha do Paul Slone(Duas Caras) eu tive uma ideia. Ela seria a ajudante do Duas Caras, afinal é filha dele neh. Ela usa duas máscaras que simbolizam personalidades distintas. Alguém aqui curte Saint Seiya? Sabe o elmo da armadura de gêmeos? Sabe aquelas faces? As máscaras que ela usa são iguais. Twins as vezes se juntaria a Arlequina e Mad, as ajudantes do Joker. Sendo esses seus únicos momentos agindo independente de seu pai. (Imaginem Batwoman. Caçadora e Canário Negro tendo que lidar com esse trio). A loucura de Twins é tamanha que ela vê sua outra personalidade como uma irmã gêmea, dai o nome Twins. 

 

Pra que a Twins exista, o Paul Slone teria que ter se tornando o Duas Caras muito antes do surgimento do Batman, Pelo menos uns 13 anos. Tudo bem com isso? A origem dele, poderia ser contada em flashback, 

Share this post


Link to post
Share on other sites

@Questão @O Espectro

 

Twins (Gêmeas - filha do Duas Caras Ultimate)

 

Já que O Espectro perguntou o que poderia se fazer com a filha do Paul Slone(Duas Caras) eu tive uma ideia. Ela seria a ajudante do Duas Caras, afinal é filha dele neh. Ela usa duas máscaras que simbolizam personalidades distintas. Alguém aqui curte Saint Seiya? Sabe o elmo da armadura de gêmeos? Sabe aquelas faces? As máscaras que ela usa são iguais. Twins as vezes se juntaria a Arlequina e Mad, as ajudantes do Joker. Sendo esses seus únicos momentos agindo independente de seu pai. (Imaginem Batwoman. Caçadora e Canário Negro tendo que lidar com esse trio). A loucura de Twins é tamanha que ela vê sua outra personalidade como uma irmã gêmea, dai o nome Twins. 

 

Pra que a Twins exista, o Paul Slone teria que ter se tornando o Duas Caras muito antes do surgimento do Batman, Pelo menos uns 13 anos. Tudo bem com isso? A origem dele, poderia ser contada em flashback, 

 

Gostei SLASH,a ideia era essa mesmo dele ter se tornado Duas-Caras antes do surgimento do Batman,muito bem feito.

 

SLASH,voce já tem alguma ideia sobre qual país é que o Ras Al Ghul Ultimate é Chefe de Estado ?.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pistoleiro Ultimate 

 

Nome: Floyd Lawton

 

Afiliações:

 

- Forças Especiais Americanas 

 

- Esquadrão Suicida 

 

 

Floyd Lawton é o atirador mais habilidoso do mundo, nascido em Nova York, tendo crescido em um Brookyn mais violento que Gothan City, Seu pai tinha uma loja de armas, o que fez com que ele aprendesse a atirar com diversas armas de fogo desde criança. Lawton foi uma criança de poucos amigos, pois todos no Brooklyn tinham envolvimento com algum traficante de drogas e na época, acontecia uma violenta disputa territorial. Pensando no melhor para o filho, o sr. Lawton o convenceu a se alistar no exército americano quando ele completou 17 anos, onde Floyd parecia se encaixar muito bem, Terminou o curso preparatório batendo todos os recordes na categoria de tiro, superando a então recordista, Martha Hudson(Martha Kent). Não demorou muito para Lawton ser selecionado para as Forças Especiais Americanas, onde atuou em missões em países ameaçados pelo Eixo, liderado por Arian Funher(o filho de Adolf Hitler), um ditador cruel que segue os passos do pai. Floyd era respeitado pelos soldados, que o viam como um atirador muito acima da média, tanto que nem parecia humano. Um homem mortal com uma arma na mão, dai o nome Deadshot. Depois de 4 anos de missões bem sucedidas, a equipe tática de Lawton é capturada na fronteira da Geórgia com o Arzebaijão(controlado pelo Eixo). Levados para um campo de prisioneiros, Floy testemunhou seus homens serem torturados e mortos um a um, sem que nenhum resgate fosse realizado por parte do comando militar americano. Em uma dessas execuções, o próprio Arian Funher estava presente, apreciando o "espetáculo". Por um descuido dos guardas, Lawton e um último soldado ainda vivo, conseguem fugir. Perseguidos, o amigo de Floy é baleado e morre, tendo feito um pedido final. Entregar uma carta para sua família. Depois de dias ou semanas caminhando sem parar, Lawton atravessa a fronteira, chega a base na Geórgia e lá, resolve tirar satisfações com os oficiais em comando do pq de não terem mandado uma missão de resgate quando ele e sua equipe precisavam. Decepcionado com o exército, Lawton pede dispensa e decide retornar para os Estados Unidos, para o Brooklyn que ele não via há anos. Seu pai ainda tinha a loja de armas na qual ele havia crescido e agora uma empregada para ajuda-lo na loja e em casa, uma moça de família simples chamada Anne Wilson por quem Floy acabou se apaixonando. Da relação dos dois, nasce Zoe Lawton, ainda que Anne e Floy não fossem oficialmente casados. Mas um dia, Lawton decide mudar isso e de fato, casar-se com Anne. Juntando um dinheiro aqui, outro ali, eles conseguem comprar as alianças e uma data havia sido marcada. Porém, traficantes associados a um chefão do crime do Brooklyn conhecido apenas pelo nome de King(Rei), assaltam a loja de armas e Anne acaba sendo morta. Sedento por vingança, Floyd pega as armas que ainda restavam na loja e vai atrás dos homens de King e os MATA enquanto realizavam uma negociação importante. A vida de Floyd desce pela ladeira e ele rapidamente se vê trabalhando com assassinato por encomenda, para levantar um dinheiro fácil para recomeçar sua vida. Enquanto isso, Zoe era criada pelo avô, profundamente sentido com o rumo que o filho havia dado para a sua vida. 

 

A fama de assassino de aluguel se espalhou e Lawton passou a ser requisitado cada vez mais e com preços mais e mais altos. Mas foi então que Deadshot caiu em uma armadilha, planejada pelo King como retribuição pelo ocorrido com os homens dele. Mandado para a prisão Black Gates em Gothan City, onde cumpriria prisão perpétua. Até que Floy foi procurado pela secretária de defesa dos EUA, Amanda Waller, que na ocasião estava reunindo pessoas para formar uma equipe ultra secreta cujo o papel seria realizar missões que ninguém mais conseguiria ou não se disponibilizasse para fazer. Um verdadeiro Esquadrão Suicida. O qual Lawton iria liderar, com a promessa de liberdade se completasse um determinado n° de missões. No Esquadrão Suicida, Floy conheceu outros criminosos, entre eles Capitão Boomerang, com quem teve divergências e uma mulher que atendia pelo nome de Lethal(Martha Kent). Sendo que esta última, o deixou bastante impressionado por ter habilidades de tiro QUASE tão boas quanto as suas, Os dois, formavam uma dupla imbatível, capaz de derrubar dezenas de homens facilmente. No fim da primeira missão do esquadrão, Floyd questionou Waller sobre a Lethal e ouviu da secretária de defesa a seguinte resposta: É segredo de estado. 

 

Completado o número x de missões pelo esquadrão suicida, Lawton foi solto. E pela segunda vez, retornou ao Brooklyn, agora disposto a pegar sua filha e sair dos Estados Unidos, com destino traçado para a Republica Dominicana, um país sem tratado de extradição. Mas antes, haviam dois problemas. Primeiro, o sr Lawton(pai do Floyd) era contra a ideia de Zoe passar a morar com Floyd. E depois, ocorre o rapto de Zoe Lawton, levada por homens do King, como mais uma retaliação pelo que Deadshot havia feito no passado. King, dá uma prazo de 72 horas para Deadshot se entregar ou ele teria que procurar pelos pedaços da filha por todo o Brooklyn. Só havia uma saída, resgatar Zoe e matar o Rei do tráfico de drogas em Nova York. Mas para isso, Lawton precisa de ajuda, pois King contava com um mini exército muito bem armado e esperado por ele. Invadindo Black Gates, Deadshot pede ajuda a ninguém menos que...Lethal, a mulher que havia conquistado o seu respeito durante as missões pelo esquadrão suicida. Juntos, Lawton e Martha arrasaram com todos os homens de King em apenas UM DIA. No fim, Zoe é resgatada e King é morto por Lawton, causando uma nova disputa territorial no Brooklyn,  Durante o resgate de Zoe, Floyd finalmente vê o rosto de Martha(ela atuava de máscara e nunca havia retirado), Lawton a convida para irem com eles pra fora do país, mas Lethal recusa a oferta argumento ter coisas à fazer. (reencontrar Kal-El e matar Hardy Castler).

 

Morando com a filha na República Dominicana, Lawton retoma a vida de assassino. Mas desta vez, sendo mais seletivo com os trabalhos. Por dinheiro, Floyd começou a matar lideres terroristas, chefes de seitas radicais e até criminosos internacionais. Na maioria das vezes, agindo sozinho. Uma vez ou outra, contando com a ajuda de Lethal. Posteriormente, Martha Kent/Lethal viria a morar com eles, após ter atingido seu principal objetivo e se desligado de Waller. Nesse tempo, eles compartilham histórias dos tempos em que serviam no exército e surpreendentemente, Zoe Lawton passou a gostar de Martha. A via como uma possível mãe, o que deixava Floyd sem graça. Mesmo que no fundo ele reconhecesse que se os tempos fossem outros, Martha certamente seria a mulher com quem ele escolheria viver. Além disso, por ela ter ajudado no resgate de Zoe, Deadshot se sentia em divida com Martha. O que depois viria a ser quitada quando Mathar o procura para juntos, invadirem a Área 51, base central do Cadmus(durante a saga da NOM).

 

Deadshot segue matando a escória da humanidade em troca de dinheiro. 

 

Gostaram? Ele é mais anti herói do que vilão. 

O lance com a Martha Kent ultimate é tipo, um QUASE relacionamento. Até pq durante o tempo em que a Martha trabalhou pra Waller, Floyd era o único amigo que ela tinha. 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

×