Jump to content
Forum Cinema em Cena
sunderhus

Cassino Royale

Recommended Posts

 

Um ótimo filme porém acho que o verdadeiro James Bond é Pierce Brosman......

 

O que vem por ai:

 

James Bond 22 já ganha possível título? Será?

 

Agora sim estão começando as verdadeiras especulações sobre o filme. Mal começa o ano e já chegam as notícias de que o próximo filme do agente secreto britânico' date=' que será lançado em 2008, já possui um possível nome. Lançado em um tablóide britânico, a novidade é que o novo subtítulo para o 22° filme da série poderá ser "Risico". Estranho nome? Na verdade não. O nome vem de um do contos do agente, não lançado em formato de livro, escrito pelo criador do agente, Ian Fleming.

 

Agora o mesmo tablóide afirma que não só o nome será usado, mas como também parte dos elementos da trama do conto irá ser repassado ao roteiro do filme.

 

O problema está justamente em que uma declaração feita pela produtora do filme Bárbara Broccoli, é de que eles iriam trazer para a série algo novo e ainda não feito nos filmes, mas que faça parte das histórias dos livros, assim como foi com "Cassino Royale".

 

"Risico" na verdade já foi usado em 1981, no filme "007 - Somente Para Seus Olhos", que em uma coincidência muito grande, foi, dentro da franquia, uma reformatação para a série (assim como "Cassino Royale o é, agora em 2006). A necessidade da reformatação foi devido a péssima recepção da crítica em 1979 com o filme "007 Contra o Foguete da Morte". Para tal recriação da franquia, detalhes do conto "Risico" foram utilizados, misturados a detalhes do livro "For your Eyes Only" de Ian Fleming.

 

O que é dito atualmente é que nenhum detalhe da nova história existe ainda. Seguindo a lógica de Broccoli, então "Risico" não seria utilizado, já que detalhes já foram usados em outro filme da franquia. Mais detalhes do novo filme devem sair em breve, já que Daniel Craig estará se juntando com os produtores e os roteiristas para conversarem sobre possíveis idéias para o novo iflme. Porém foi deixado a idéia de que se algo do conto "Risico" for usado, será somente o mesmo nome.

 

A história de "Risico" traz o agente 007 sendo enviado por M para investigar uma operação de tráfico de drogas na Itália, que está enviando o material para a Inglaterra.

 

 

[/quote']

 

Já temos um tópico para conversar sobre Risico, que tá lá no CineNews, suas contribuições serão mais do que bem vindas para movimentá-lo...

 

The Spartan

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Próxima Bond Girl?17 Quem dera...04

 

 

Sexta' date=' 5 de janeiro de 2007, 07h01 relogio_noticias.gif Atualizada às 07h37
Nicole Kidman faz ensaio na cama com astro de James Bond

 

Nicole Kidman, 39 anos, e Daniel Craig, 38, fizeram um ensaio sensual para a edição de fevereiro da revista W. Os dois posaram abraçados para a capa da publicação e foram fotografados na cama em momentos quentes.

Eles foram considerados os atores do momento e aproveitam a boa fase para lançar grandes filmes juntos este ano. Eles co-estrelam The Invasion e His Dark Materials: The Golden Compass.

"Em 24 horas ele se tornou uma estrela", disse Nicole em entrevista à publicação, enquanto os dois dividiam uma água com gás. "Mas ele não mudou em nada por isso. O que eu gosto no Daniel, e a razão pela qual eu adoro trabalhar com ele, é que ele é um mestre como ator", acrescentou.

"Ela me excita", respondeu o astro do novo filme do agente 007 aos elogios de Nicole. "Na maneira mais gentil possível, você me entendeu", esclareceu ele à revista.

[/quote']

 

Babem com as fotos!05

 

 

Foto: Divulgação

439669-0252-ga.jpg

Foto: Divulgação

439670-9178-ga.jpg

Foto: Divulgação

439671-4601-ga.jpg

Foto: Divulgação

439672-6335-ga.jpg

Foto: Divulgação

439673-2420-ga.jpg

Foto: Divulgação

439674-9501-ga.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites

Acabei de ver o filme.

James Bond virou Jack Bauer!

 

Corrigindo: Esse novo Bond SONHA em ser Jack Bauer... assim como sonhou Ethan Hunt' date=' e sonhará Born...
[/quote']

Virar não virou, mas tá no caminho certo ..

 

Mas tem que comer muito arroz com feijão ainda pra isso 06

 

120714

 

Povo, 

 

o Bauer nem mamava nas tetas da mãe dele, e o Bond já fazia história como o maior agente de todos os tempos... O Bond já tem mais de 40 anos de sucesso nas costas e o Bauer, quanto tempo tem? Pois é... 
Jailcante2007-01-05 12:44:14

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Povo' date=' 

 

o Bauer nem mamava nas tetas da mãe dele, e o Bond já fazia história como o maior agente de todos os tempos... O Bond já tem mais de 40 anos de sucesso nas costas e o Bauer, quanto tempo tem? Pois é... 
[/quote']

 

Cara, esse tempo todo aí que vc disse na realidade só fez mal ao seu espião dou coração. Deviam ter parado lá nos primeiros filmes com Connery sendo o único e ultimo 007... mas a ganância falou mais alto e olha só o circo que se tornou a franquia... uma piada...

 

A maior prova disso é esse novo bond querendo ser Jack Bauer... (podem espernear e o escambau mas os elementos mais bem sucedidos da série 24 Horas estão todos ali, só xia os xiitas e quem nunca viu a série) A fórmula do 007 tava tão perdida, desgastada e sem rumo que os produtores resolveram dar um novo rumo ao Bond... e onde encontraram inspiração para dar um novo ponto de partida? 24 Horas... normal cara, esta série é uma divisora de águas nesse seguimento... pode notar, até o novo Missão Impossível bebeu dessas águas... e qualque filme nesse seguimento beberá daqui pra frente...

 

E não é só nesse estilo de história que isso acontecerá, pode escrever... vendo o nível que o cinema hoje em dia se encontra, perdendo feio pras séries atuais...

Share this post


Link to post
Share on other sites

 007 - Cassino Royale -> 4,5/5,0.

 

 Que filme é esse? Que roteiro e diálogos são aqueles? Que 007 é esse encarnado pelo Daniel Craig? 13 13 Foda! Foda! Foda! 16

 De longe, o melhor 007 desde Goldeneye. Entra fácil, fácil na lista dos melhores 3 filmes da série em todos os tempos.

 A recauchutagem veio em excelente hora (e feita de modo surpreendente e competente, entre outros, por Paul Hagins!! 13).

 TENHO que ver de novo esse filme!!

 

 PS 1: Só não ganhou nota máxima porque concordando com o Nacka, achei o idílio entre Bond e Vesper muito longo. Único senão. O resto está perfeito!

 PS 2: Você ficará surpreso com o estilo cínico+precipitado+irritado que Daniel foi capaz de imprimir à esse novo Bond... A cena do barman perguntando sobre o martini já é antológica!! 

 PS 3: É impressão minha ou Martin Campbell cresceu absurdamente em termos de segurança na direção?! 

 

      
The Deadman2007-01-08 11:25:08

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Povo' date=' 

 

o Bauer nem mamava nas tetas da mãe dele, e o Bond já fazia história como o maior agente de todos os tempos... O Bond já tem mais de 40 anos de sucesso nas costas e o Bauer, quanto tempo tem? Pois é... 
[/quote']

 

Cara, esse tempo todo aí que vc disse na realidade só fez mal ao seu espião dou coração. Deviam ter parado lá nos primeiros filmes com Connery sendo o único e ultimo 007... mas a ganância falou mais alto e olha só o circo que se tornou a franquia... uma piada...

 

A maior prova disso é esse novo bond querendo ser Jack Bauer... (podem espernear e o escambau mas os elementos mais bem sucedidos da série 24 Horas estão todos ali, só xia os xiitas e quem nunca viu a série) A fórmula do 007 tava tão perdida, desgastada e sem rumo que os produtores resolveram dar um novo rumo ao Bond... e onde encontraram inspiração para dar um novo ponto de partida? 24 Horas... normal cara, esta série é uma divisora de águas nesse seguimento... pode notar, até o novo Missão Impossível bebeu dessas águas... e qualque filme nesse seguimento beberá daqui pra frente...

 

E não é só nesse estilo de história que isso acontecerá, pode escrever... vendo o nível que o cinema hoje em dia se encontra, perdendo feio pras séries atuais...

 

Ok... Como não conheço a série do Bauer não posso opinar muito sobre isso. Mas eu me preocupo mais se o filme é bom (no caso, eu achei ótimo), se ele funcionou pra mim. Esse negócio de "se inspiraram no Bauer", não faz o filme ser pior ou melhor. Afinal, até o próprio Bauer teve ter se inspirado em vários filmes de espionagem (até James Bond) para existir.

Share this post


Link to post
Share on other sites
 007 - Cassino Royale -> 4' date='5/5,0.

 

 Que filme é esse? Que roteiro e diálogos são aqueles? Que 007 é esse encarnado pelo Daniel Craig? 13 13 Foda! Foda! Foda! 16

 De longe, o melhor 007 desde Goldeneye. Entra fácil, fácil na lista dos melhores 3 filmes da série em todos os tempos.

 A recauchutagem veio em excelente hora (e feita de modo surpreendente e competente, entre outros, por Paul Hagins!! 13).

 TENHO que ver de novo esse filme!!

 

 PS 1: Só não ganhou nota máxima porque concordando com o Nacka, achei o idílio entre Bond e Vesper muito longo. Único senão. O resto está perfeito!

 PS 2: Você ficará surpreso com o estilo cínico+precipitado+irritado que Daniel foi capaz de imprimir à esse novo Bond... A cena do barman perguntando sobre o martini já é antológica!! 

 PS 3: É impressão minha ou Martin Campbell cresceu absurdamente em termos de segurança na direção?! 

 

      
[/quote']

 

16

 

Welcome to the Club!05

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Povo' date=' 

 

o Bauer nem mamava nas tetas da mãe dele, e o Bond já fazia história como o maior agente de todos os tempos... O Bond já tem mais de 40 anos de sucesso nas costas e o Bauer, quanto tempo tem? Pois é... 
[/quote']

 

Cara, esse tempo todo aí que vc disse na realidade só fez mal ao seu espião dou coração. Deviam ter parado lá nos primeiros filmes com Connery sendo o único e ultimo 007... mas a ganância falou mais alto e olha só o circo que se tornou a franquia... uma piada...

 

A maior prova disso é esse novo bond querendo ser Jack Bauer... (podem espernear e o escambau mas os elementos mais bem sucedidos da série 24 Horas estão todos ali, só xia os xiitas e quem nunca viu a série) A fórmula do 007 tava tão perdida, desgastada e sem rumo que os produtores resolveram dar um novo rumo ao Bond... e onde encontraram inspiração para dar um novo ponto de partida? 24 Horas... normal cara, esta série é uma divisora de águas nesse seguimento... pode notar, até o novo Missão Impossível bebeu dessas águas... e qualque filme nesse seguimento beberá daqui pra frente...

 

E não é só nesse estilo de história que isso acontecerá, pode escrever... vendo o nível que o cinema hoje em dia se encontra, perdendo feio pras séries atuais...

 

Cara, no dia em que Bauer tiver estilo, charme, ser refinado e for o garanhão das mulheres, aí você pode dizer isso. Até agora ninguém disse os elementos de 24h que estão presentes em James Bond. Quer dizer, só porque o filme é mais bruto é imitação de Jack Bauer? claro...estes elementos só estão presentes em 24h. Não nos filmes do Bourne, ou do próprio 007 com o Dalton, e etc.

Mas e daí? Pode ter influência da série no filme do 007, mas o importante é que os fãs acharam o novo james bond muito bom, e para isso, a existência de 24 horas ou Jack Bauer é irrelevante. Pois não é questão do Bond ser um novo jack bauer ou não, mas a renovação que o filme sofreu.
Conan o bárbaro2007-01-08 14:22:40

Share this post


Link to post
Share on other sites

007 - Cassino Royale (2006)

 

 

 

Classificação: 4,8 (0 - 5)

 

Agentes

secretos, de espiões e investigações estão na moda há algum tempo.

"Missão Impossível", "Identidade Bourne" são exemplos recentes que

temos no cinema e, na televisão, temos "24 Horas", "CSI", "Alias",

entre outros. Todos esse filmes bebem em uma fonte muito conhecida, a

do agente britânico 007. Personagem com mais de quarenta anos de idade,

James Bond tem uma franquia de duas dezenas de filmes e já foi

interpretado por diversos atores (sendo Sean Connery considerado, por

muitos, como o melhor de todos os James Bonds). Contudo, os filmes do

agente britânico sempre foram um tanto quanto exagerados. De vilões que

quebram os cabos do bondinho do Pão de Açúcar nos dentes, a carros

invisíveis, todos os absurdos imagináveis já foram pensados (até hoje

não sei como o roteirista não teve a idéia de fazer de Bond um "Neo"

britânico e não o colocou para parar balas com a "força do

pensamento"). Os dois últimos filmes então, foram de um exagero sem

tamanho (foi no último que tivemos o famigerado carro invisível e, se

não bastasse, um Bond "surfista"). Somando-se a esses absurdos ainda há

a vontade de crescente por parte dos fãs de filmes de ação de verem

seus heróis com os pés mais próximos da realidade. Com isso, via-se a

necessidade de repensar a série de Bond por completo. Para tal, foi

utilizado um recurso esperado e que fez sucesso com o "homem-morcego"

recentemente: um reinício!

 

Cassino Royale, 21º

filme da franquia trás para nós, justamente, a primeira missão de 007.

Aqui Bond tem em torno de 35 anos e acabou de receber a "permissão para

matar". E, para nossa surpresa, Bond, nesse filme, passa longe do

gentleman que vimos nos filmes de Connery, ou do engraçadinho de Pierce

Brosnan, ou do cínico-cômico de Roger Moore (os três Bonds mais

lembrados, mas também encarnaram o agente George Lazenby e Timothy

Dalton). E agora, quem encarna esse Bond em início de carreira é Daniel

Craig ("Munique" e "Camisa de Força"). Ator britânico tarimbadíssimo no

teatro, Craig não foi uma escolha que agradou aos puristas (e,

confesso, eu também tinha minhas restrições quanto a escolha dele).

Dono de uma beleza um tanto diferente e loiro, Craig não lembrava nem

um pouco a imagem que nos foi passada durante quarenta anos de quem é

James Bond. Mas, o que vemos em cena é algo completamente incrível.

Vemos um Bond frio, um tanto impulsivo, um tanto psicótico, mas com

todo o charme, todo o cinismo britânico que podemos esperar e vemos que

Craig nasceu para interpretá-lo. Daniel exala virilidade a cada cena, a

cada fala. Seu tom irônico é simplesmente absurdo, o ego de Bond está

mais inflado do que nunca (chegando inclusive a fazer com que James

tenha de esperar um segundo elevador para ir para seu quarto). A

intensidade de Daniel Craig ao interpretar o personagem é mais do clara

a cada cena, a cada luta, a cada fala, a cada olhar. E, se não

bastasse, não é apenas o ator principal que está bem, os coadjuvantes

fazem suas participações acertadamente. Desde a "bond girl" (Vésper),

interpretada pela sempre bela Eva Green, até o vilão (Le Chiffre)

encarnado por Mads Mikkelsen, vemos atores empenhados em fazer com que

seus personagens sejam, se não os melhores, os mais interessantes da

franquia. Vésper mostra-se dona de uma inteligência proporcional a sua

beleza (além de ter um tom irônico tão refinado quanto o de Bond). Le

Chiffre mostra-se um vilão diferente. Longe de ser intimidador, na

verdade ele é um completo covarde e sádico (sendo a cena dele com Bond

sentado em uma cadeira uma das melhores do filme). E, lógicamente, não

podemos deixar de falar da coadjuvante maior, Judi Dench, a Rainha

Britânica do cinema. Diva do teatro, Dench é a imagem caricata e ao

mesmo tempo fiel do que é um britânico. Arrogante e segura de si "M" é,

ao lado de Bond, a melhor personagem de toda a franquia, com um passado

interessantíssimo que, espero, um dia possamos ver nos cinemas.

 

Mas, Cassino

não seria nada se não tivesse um bom roteiro para dar vida aos

personagens. Feito pelos dois que destruíram Bond no último filme e

revisado por Paul Haggins (responsável pelos roteiros de "Menina de

Ouro" e "Crash"), vemos uma construção de personagens simplesmente

estupenda. Mesmo que não se mostre o passado do personagens envolvidos

no filme, vemos em suas ações, em seus olhares, em suas fases, toda a

carga e densidade que lhes compõem (um exemplo disso é Bond e Vesper,

personagens principais e de uma densidade dramática simplesmente

incríveis). Bem amarrado, o roteiro deixa pontas soltas em locais

exatos para que tenhamos uma continuação, mas sem nos deixar com a

sensação de que perdemos algum detalhe da trama.

 

Junto com todas

essas características ainda temos a direção segura de Martin Campbel

(que dirigiu o primeiro filme de Bond com Pierce Brosnan). Com uma mão

exata, que trás na densidade correta cenas de ação, de investigação e

de pôquer (elemento chave do filme), Campbel trás a intesidade exata

(mesmo que o filme, em seu final, pareça um pouco longo) para um filme

que tem como premissa base contar a origem do mito que é 007. Além

disso, ele trabalha excelentemente bem com cenas de ação espetaculares

(como a perseguição a pé) e com os diálogos ácidos (como o entre Bond e

Vesper em um trem). E, não podemos também deixar de dar crédito para a

trilha sonora do filme, simplesmente incrível, exata em todos os

instantes, que nos coloca dentro da ação e trás o tema clássico apenas

no final do filme, acertadamente.

 

Cassino Royale é um

início mais do que correto para Bond, colocando o personagem nos eixos,

trazendo para nós um ator preocupado em explorar o lado denso do

personagem e um roteiro com os pés no chão, graças a Deus. E, vida longa a James Bond!

 

Adolfo Brás Sunderhus Filho

28/12/2006

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Quinta' date=' 11 de janeiro de 2007, 17h36 relogio_noticias.gif Atualizada às 17h36

Daniel Craig diz que perdoa críticas dos fãs de 007

 

O novo James Bond Daniel Craig, 38 anos, contou que perdoou e esqueceu

as duras críticas que recebeu por ter sido escolhido para interpretar o

agente 007 em Cassino Royale. Ele disse ao site Pr Inside que não culpa os fãs pelos xingamentos que ouviu.

 

 

"Você precisa perdoar, esquecer e seguir em frente", disse o astro quando questionado sobre as críticas.

 

Quando anunciado o nome de Craig no papel de James Bond, os fãs do

agente fizeram um complô contra ator. Além de ser o primeiro 007 loiro,

ele admitiu ter medo de armas e altura e ainda que ainda briga para

comandar um carro automático. Isso tudo deixou os fanáticos pelos

filmes de Bond ainda mais enfurecidos.

 

 

Cassino Royale bateu recorde de bilheteria, sendo o longa da

série que mais faturou no cinema. Lançado em novembro, o filme recebeu

críticas excelentes e arrecadou U$ 448 milhões em todo o mundo, segundo

a revista Variety. A marca ultrapassou os U$ 431 milhões alcançados em 2002 com Um Novo Dia para Morrer, protagonizado por Pierce Brosnan.[/quote']

 

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

 Abaixo atalho para a crítica mais cínica, mordaz e "espirituosa" escrita nos últimos tempos pelo anti-crítico de Cinema Bernardo Krivochein (Zetafilmes). Ele morde o filme com argumentos interessantíssimos e depois assopra da maneira mais sacana possível. Ótimo!!

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Putz! Nunca ri tanto ao ler uma crítica' date=' esse Bernardo Krivochen é demais060616 [/quote']

 

 É por isso que o considero um dos melhores críticos de Cinema do Brasil! Afinal de contas, o que dizer de um crítico que se auto-ironiza dizendo "não ser crítico porra nenhuma"? 06 09 O cara é foda!  10

 PS: Leia outras críticas dele, se você achou essa boa precisa ler outras dele. Existem algumas pérolas tão boas quanto...

Share this post


Link to post
Share on other sites

É nessas horas que eu dou graças a Deus de não ficar dando nota para filme' date=' porque ia chover nerd espinhento para me aporrinhar. [/quote']

Uhh....


Share this post


Link to post
Share on other sites

 

É nessas horas que eu dou graças a Deus de não ficar dando nota para filme' date=' porque ia chover nerd espinhento para me aporrinhar. [/quote']

Uhh....

Imagino que vc não tem nada de nerd espinhento, não é mesmo Nacka.03

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

O melhor filme de James Bond que eu vi, não aguentava mais o vilão prender o Bond e ao invez de mata-lo logo, ficava fazendo planos a lá Coiote da Warner pra matar o espião.

Sem Bourne nunca teriamos esse novo 007.

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
O melhor filme de James Bond que eu vi' date=' não aguentava mais o vilão prender o Bond e ao invez de mata-lo logo, ficava fazendo planos a lá Coiote da Warner pra matar o espião.
Sem Bourne nunca teriamos esse novo 007.
[/quote']

 

Mesmo considerando Bond um personagem infinitamente superior a Jason Bourne, realmente é correto dizer que Bourne e seus filmes foram responsáveis por essa repaginação do agente britânico... Le Chiffre é um vilão muito interessante, sem dúvida, e vermos um vilão que na verdade nada mais é do que um fantoche dentro de todo o contexto do filme é algo ainda mais interessante...

 

The Spartan

Share this post


Link to post
Share on other sites

Intromissões

Andres e Fiks falam de Jack Bauer a High School Musical

21/02/2007

[O messias da confiança]

A sexta temporada de 24 horas estreou nos Estados Unidos em janeiro e em março chega à TV paga do Brasil. O sucesso da série é inegável e não tem data para terminar. Nem tem motivo. A solidez de 24 horas tem menos a ver com seu ritmo alucinante, – já devidamente copiado pelo cinema no último James Bond - não tem mais o impacto dos primeiros anos. O grande achado da série é a fórmula do roteiro. Invariavelmente idêntica, convence em todas as temporadas. O argumento central é a possibilidade de uma sociedade “democrática e elevada” ser atacada pela barbárie. Cabe aos agentes do governo que não seguem a cartilha defendê-la. O pessoal do serviço de contra-terrorismo (CTU) não tem vida pessoal e, quando esta surge, é bem complicada com amores impossíveis e parentes doentes. Há sempre um chefe pentelho que tenta atrapalhar as investigações. A paranóia impera. A questão quem trai quem é onipresente e a violência suposta dos terroristas é explícita nos contra-terroristas, se necessário, sem pudor algum, torturar a colega de anos e pedir desculpas depois se estiver errado! Do lado da Casa Branca, o presidente da ocasião tem de mostrar força por decisões rápidas e sua mulher interfere demais. Jack Bauer tem poderes abusivamente humanos. Apela para a força em tempos de apocalipse, mas vence pela argumentação lógica. Aristóteles perderia a paciência e apelaria para a porrada. 24 horas é um exercício de dialética, daquela que testa hipóteses.

http://www.omelete.com.br/Conteudo.aspx?id=100004052&secao=colunas

Share this post


Link to post
Share on other sites

esse 007 tá otimo, ponto.

Agora ele perdeu toda a sutileza do agente secreto, chega explodindo tudo, pulando igual o homem aranha, e espancando todo mundo, ele tinha que chegar por tras, com  todo um plano e acabar com o cara... o que fico melhor nesse eh que tiraram a parte em que o 00 eh preso  e o vilão fica planejando algo que ninguem saiba, como bem lembro alguem aqui do forum.

Share this post


Link to post
Share on other sites
vi hj e gostei, o craig está muito bem no papel, ok eu prefiro o sean connery, por aquele lado cinico de ser, o craig é um bond mais serio e bem centrado. gostei do vilao tb e as cenas de açao sao muito bem dirigidas, em especial aquela de madagascar.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu gostei muito do filme, mas o Craig não me desceu de jeito nenhum. Ele exagerou na dose, ficou over, chato, irritante...é como se ele estivesse tentando manter o tipão padronizado do personagem sem colocar algo DELE no Bond. Não desqualifica o filme, mas fica faltando aquele temperinho...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Acho isso até comum nos filmes de Bond em que o ator está 'estreando'... Connery tava um pouquino over em Dr. No atingindo a excelência em Moscou Contra 007 e daí pra frente é história. Roger Moore tava meio travado em Live and Let Die e pra mim só começou a melhorar pra valer em O Espião que me Amava... Dalton nunca me desceu muito bem e como só fez dois filmes não dá pra usar o mesmo filtro. Brosnan tava tentando se achar em Goldeneye  e melhorou sensivelmente em Tomorrow Never Dies...

 

Seguindo esse raciocínio, Craig deve melhorar no próximo Bond... resta aguardar.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...

×
×
  • Create New...