Jump to content
Forum Cinema em Cena

Recommended Posts

  • Replies 774
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Top Posters In This Topic

Popular Posts

Bom, minha visão á respeito desse assunto de uma forma mais aprofundada (e acho apropriado que se discuta aqui, no tópico do filme de uma heroína que entre outras coisas, tornou-se um simbolo da igual

Mulher-Maravilha 2 se passará nos Estados Unidos, diz Patty Jenkins Diretora dá os primeiros detalhes sobre a possível continuação 04/06/2017 - 23:44 - GUILHERME JACOBS

Estive na CCXP19 só pela Gal, e não me arrependi! Ela é linda num nível de outro mundo, super simpática e carismática (como já imaginava). Não entrei no painel mas fiquei a dois metros de di

Posted Images

PEDRO PASCAL FALA SOBRE TER PARTICIPADO DA SÉRIE CANCELADA

Capa da Publicação

Além de estar no novo filme, ele também fez parte da série cancelada da heroína.
Em 2011, a NBC decidiu tentar fazer uma série da Mulher-Maravilha aos moldes de Smallville, trazendo Adrianne Palicki (de Agents of S.H.I.E.L.D.) como a princesa amazona. A série, contudo, gravou apenas o episódio piloto que, após ser exibido para os executivos do canal, foi engavetado e a série cancelada antes mesmo de estrear. No elenco da série estava Pedro Pascal, hoje conhecido por dar vida a Din Djarin em The Mandalorian.
Pedro Pascal, também participou, recentemente, de Mulher-Maravilha 1984, como o vilão Maxwell Lord. Em entrevista com a Variety o ator falou sobre a “coincidência” de ter trabalhado em dois projetos envolvendo a Princesa Amazona. Ao ser perguntado se Patty Jenkins, a diretora do novo filme, sabia se seu passado com a Amazona, ele não parecia muito certo, dizendo: “Eles não deveriam saber, ou então não se importavam”. 
Na série, Pascal interpretava Ed Indelicato, um detetive de Los Angeles que era a ligação da policia com a heroína. O ator falou sobre como se sentiu em 2011, filmando o episódio piloto com David E Kelley, que seria o showrunner da trama.
“Foi como um sonho se tornando realidade. A influência de David E. Kelley na TV quando havia saído da faculdade era gigante, e eu assisti todos os episódios de Friday Night Lights. Eu pensei que sendo boa ou não, ela definitivamente ganharia uma temporada. Então isso iria mudar minha situação financeira significativamente, mesmo sendo meia temporada antes de ser cancelada. Mas a série nem chegou a ser feita”.

image.png.81a59d1f8eed4d2379bc34fe614ddcb8.png

 

 

o ator ta em alta em Hollywood... ta em tudo!?

Miniatura

 

?

568772f40308fc882fdd6af6be555bb54fcd6fd9

Link to post
Share on other sites

Filme muito fraco mesmo.

Aquele começo, Após o Flashback, é vexatório do começo ao fim, principalmente no Shopping. Entendo a intenção, mas não funcionou para mim.

O Pascal parece que encarnou o Jim Carrey.

Muito tempo de filme para um fiapo de história que fica andando em círculos.

O final é medonho também. Se parar para pensar nos furos então...

Minha nota seria 5 por caridade.

Link to post
Share on other sites

0370f43b5ad5c1e5382ab35818bf27f1e033c9b3017492047ef8176073ce8558.jpg

 

Em seu Twitter, Snyder disse: “Mulher-Maravilha 1854 – Essa imagem incrível tirada por Stephen Berkman de um universo alternativo, mostra uma Diana cansada pela guerra, que perseguiu Ares pelos campos de batalhas ao redor do mundo, e ainda não havia conhecido Steve, que a ajudaria a restaurar sua fé na humanidade e no amor.” 

image.png.c334e84f14cd88fe68a4054c88cff175.png

 

Miniatura

 

Arte conceitual da Sheetah

https://www.instagram.com/p/CJr1gRMjJFv/?utm_source=ig_web_copy_link

 

Link to post
Share on other sites

 

 Conferi o filme, e não bateu pra mim. Vai ter alguns spoilers

 

 Eu gosto muito do 1º filme lançado em 2017, que finalmente deu a Mulher Maravilha (a maior super heroína dos quadrinhos) a adaptação que ela tanto merecia depois de décadas na sombra dos outros dois membros da trindade DC, os igualmente icônicos Batman e Superman. Apesar de seu problemático 3º ato, o filme de Patty Jenkins, fortemente inspirado no clássico SUPERMAN de 1978 trazia uma historia de origem para a amazona que realmente trazia uma mensagem de otimismo e esperança, mas sem com isso sacrificar o peso da narrativa, e ainda realizando um daqueles casamentos perfeitos entre ator e personagem com a altamente carismática Gal Gadot dando vida a uma Diana cativante. Ainda que visualmente ainda se encaixasse na paleta de cores cinzentas estabelecida por Zack Snyder em O HOMEM DE AÇO e BATMAN VS SUPERMAN, o filme de Jenkins ainda trazia uma visão mais solar e romântica da figura do super herói do que os outros exemplares do DCU então em construção.

  Três anos depois, após muitos atrasos (causados especialmente pelo COVID, como todos sabemos), MULHER MARAVILHA 1984 foi lançado como o abre alas da polêmica estratégia da Warner para os seus blockbusters em 2021. Antes de falar do filme propriamente dito, é interessante observar que as Produções da DC se encontram em um lugar muito diferente do que estavam em 2017. O estúdio não aspira (ou ao menos não prioriza) mais a criação do tal universo compartilhado aos moldes da Marvel. Isso deu a Jenkins uma liberdade muito maior de trabalhar a sua visão da Mulher Maravilha, eliminando os pontos claramente conflitantes que existiam entre a visão da diretora e a visão geral de Zack Snyder sobre o Universo DC.

 Essa contextualização gigante é importante para entendermos a visão que Jenkins tem da heroína (e do próprio gênero) e das mensagens que ela tenta passar com o filme. Jenkins parece almejar resgatar uma época em que não só o gênero (a influência dos dois primeiros "Superman" estrelados por Christopher Reeve é evidente) mas o próprio cinema eram mais simples. Ainda mais que o filme original, MULHER MARAVILHA 1984 tenta resgatar o romantismo dos super heróis onde eles inspiravam através do exemplo, algo presente nos filmes setentistas e oitentistas do azulão, mas também na série de 75 da Mulher Maravilha de Lynda Carter. E são propostas interessantes, Mas Jenkins parece tão desesperada pra chegar lá que simplesmente atropela todo o resto.

  O maior defeito de MULHER MARAVILHA 1984 encontra-se em seu roteiro extremamente didático recheado de diálogos constrangedores e situações repetidas a exaustão. O inútil prólogo na Ilha de Themiscera tem como única função estabelecer o enunciado do filme, que surge ao longo de toda a projeção novamente. Após nos expor de maneira óbvia como Barbara Minerva é uma pessoa desinteressante e ignorada por todos (nem quem contratou ela se lembra dela), o roteiro faz a personagem verbalizar que ninguém percebe ela, que ninguém nota ela, etc. 

  O roteiro também cria uma série de problemas pra si mesmo que decididamente não precisa criar. Após o vilão Maxwell Lord tomar os poderes da pedra mágica que concede desejos aos outros, o filme estabelece muito claramente que é preciso tocar no vilão para realizar o desejo, uma regra que ele não precisava ter estabelecido. Mas quando o roteiro precisa, de repente esse "tocar" torna-se metafórico, gerando uma traição no texto. Caso mais grave é o retorno de Steve Trevor, que ao invés de simplesmente ressurgir (a mágica permite isso) possui um cara aleatório. Nem Diana e nem Steve questionam por um minuto a moralidade de roubar a vida de uma pessoa. Muitos usaram o termo "estupro" por Diana transar com esse Steve possuído, o que não deixa de ser verdade. Poderíamos até usar a "carta da fantasia" e relevar isso, mas em um filme que possui mais de uma cena envolvendo assédio sexual, não dá pra ignorar.

 Há também uma clara falta de controle da escala narrativa, já que o caos provocado por Maxwell Lord vai tomando uma proporção mundial cada vez maior que não é muito bem construída pela história. Além disso, a trama fica dando voltas em torno de si mesmo sem realmente levar a lugar algum, sendo toda a sequência situada no Egito o maior exemplo. Falando um pouco do desfecho, mais uma vez eu entendo a intenção da sequência. Falando do desfecho, a ideia de um filme onde a heroína salva o mundo no argumento ao invés de na porrada é muito interessante, e a Mulher Maravilha é uma das heroínas que melhor se encaixam em uma proposta assim. Mas o filme não vende bem a proposta. Enquanto muitos disseram que MULHER MARAVILHA 1984 era o filme que 2020 precisava, mas pra mim o ano passado tornou a proposta do desfecho completamente inverossímil. Acreditar que o discurso meloso de uma mulher numa armadura dourada que ninguém nunca viu na vida ia fazer a humanidade abrir mão de seus desejos, quando as maiores autoridades médicas não conseguem convencer a humanidade a simplesmente usar uma mascara nas ruas não dá pra comprar. 

  Mas o roteiro, embora seja o maior responsável pelos problemas do filme, não é o único ponto contra. A diretora Patty Jenkins parece menos interessada em fazer um filme da Mulher Maravilha situado nos anos 80, e mais interessada em fazer um filme da Mulher Maravilha como se tivesse sido filmado nos anos 80. A sequência do Shopping é o maior exemplo. Não dá pra chamar a forma extremamente escrachada como tudo é conduzido de erro, por que não foi um erro, e sim uma opção clara. Mas que eu acho que não se justifica. Sim, o filme é conscientemente brega, desde os cenários extremamente coloridos até a atuação "over the top" de seus vilões, e isso não é um problema, o problema é a falta de coesão nesse "brega". E se algumas das cenas os efeitos especiais são bastante efetivos, vide a sequência de ação na Casa Branca ou o momento em que Diana enfim aprende a voar, em outros eles soam bem estranhos (a cena do comboio em especial me vem a mente). Além disso, o didatismo presente no texto também está na direção, com Jenkins fazendo Gadot encarar diretamente a camera em determinados momentos, o que necessita um gabarito dramático que Gadot não tem, apesar de todo o seu inegável carisma e entrega a personagem.

 Para os fãs, o filme traz uma série de elementos da mitologia da personagem, mas que surgem de forma completamente atravessada ou mal construída na trama. O próprio surgimento de Themiscera no começo do filme é totalmente gratuíto, existindo apenas por que Jenkins parece ter sentido que não podia fazer um filme da Mulher Maravilha sem as amazonas. O jato invisível enfim aparece (ou desaparece) em uma cena também gratuita que grita roteirismo e fan service mal feito tudo ao mesmo tempo. A famosa armadura dourada que esteve em todo o material de divulgação? Apenas perfumaria, e que também surge mal colocada na trama, já que após recuperar os poderes e sair em um voo catártico pra enfrentar o vilão, Diana resolve voltar por que precisava da armadura bacana. A transformação de Barbara Minerva na Mulher Leopardo? Jogado. A debilitação da saúde de Maxwell Lord por usar os seus poderes? Brota do nada sem cuidado narrativo algum.

 Mas apesar disso, o que torna MULHER MARAVILHA 1984 um filme minimamente agradável de se assistir é o seu elenco. Como dito pelo pessoal aqui, Gal Gadot tá longe de ser uma ótima atriz, e dá umas tropeçadas quando a história exige uma carga dramática maior, mas ela compensa isso com um carisma que é simplesmente contagiante, e que representa perfeitamente o que é a Mulher Maravilha. A exemplo de Christopher Reeve/Superman, Robert Downey JR/Homem de Ferro, é um casamento perfeito entre atriz e personagem. Chris Pine, por sua vez, parece bem desconfortável nesse retorno como Steve Trevor, não que o roteiro o ajude, e ao meu ver, não consegue resgatar a química que tinha com Gadot no primeiro filme. Já os vilões são um caso a parte. Kristen Wiig, marcada por papéis cômicos, mostra-se extremamente versátil, conseguindo elevar o material que recebe para construir a sua Barbara Minerva, tanto em sua fase inicial "patinho feio" quanto o crescendo de confiança que passa a demonstrar a medida em que vai descobrindo as habilidades que ganhou graças ao seu desejo. A cena onde ela espanca brutalmente um assediador foi uma amostra do quanto Wiig era capaz de entregar uma Mulher Leopardo extremamente perigosa. Já Pedro Pascal trabalha com um material extremamente volátil já que o texto pede um Maxwell Lord caricato, que parece inspirar-se tanto em Donald Trump quanto no Lex Luthor de Gene Hackman de SUPERMAN, mas consegue converter toda essa caricatura em charme, e dando crédito ao roteiro, é interessante que ele construa Lord como alguém consumido por sua persona midiática, algo que Pascal entendeu muito bem.

  MULHER MARAVILHA 1984 é um filme narrativamente desconjuntado, que não justifica a sua duração de duas horas e meia. Há propostas muito interessantes e até mesmo ousadas no filme de Jenkins, que paradoxalmente tenta resgatar a simplicidade narrativa através do clássico McGuffin do item mágico. Mas simplicidade não é descuido, e é o que temos aqui em uma história que traz uma série de elementos desnecessário só "por que é legal", e conveniências de roteiro em uma trama inchada que não constrói muito bem o universo onde se situa. Não fica entre os piores filmes produzidos pela DC, longe disso. Mas é um filme tão fascinado com as própria ideias e propostas que esquece da execução.

Link to post
Share on other sites

PATTY JENKINS NÃO PARTICIPOU DA CONSTRUÇÃO DA PERSONAGEM EM LIGA DA JUSTIÇA

Capa da Publicação

O sucesso de Mulher-Maravilha nos cinemas, desde o primeiro filme em 2017, está bastante conectado à diretora Patty Jenkins. Ainda que Mulher-Maravilha 1984 venha dividindo opiniões desde seu lançamento, tanto entre público quanto entre os críticos, um terceiro filme da heroína já foi confirmado, mais uma vez contando com a diretora que fez tanto pelo sucesso da personagem nos cinemas. Apesar disso, a diretora revelou não ter participado da construção da personagem em Liga da Justiça.
Em uma entrevista ao Collider, Patty Jenkins afirmou nem mesmo saber com detalhes qual seria o papel de Diana na trama: “Eu não tive voz sobre como ela se encaixaria em qualquer das versões de Liga da Justiça. Eu estava filmando Mulher Maravilha ao mesmo tempo em que eles começaram a filmar Liga da Justiça então foi um período muito, muito intenso. Mas não, eu não opinei ou sequer sabia realmente o que ia acontecer em Liga da Justiça. Sim, eu sempre tentei respeitar onde ela termina e manter o mesmo traje e todas essas coisas, mas eu não sabia exatamente o que ia acontecer lá.”
Ainda que o tempo entre as filmagens de Mulher-Maravilha e Liga da Justiça não permitisse uma grande participação da diretora, a fala de Jenkins revela que ela também não teve qualquer papel em relação à construção de Diana na versão de Zack Snyder, o que pode ser considerado surpreendente dada a importância da diretora para a personagem nos cinemas. Além disso, a falta de comunicação com Patty Jenkins pode explicar as contradições que ocorreram em relação à personagem nos dois filmes.
Mulher-Maravilha 1984 está em cartaz nos cinemas. A versão de Zack Snyder de Liga da Justiça tem lançamento previsto para março deste ano, no HBO Max.

 

Que treta essa DC : De um lado Ray Fisher acusando direção de racismo, do outro Jenkins falando que não foi convidada para LJ e ainda Whedon X Snyder trocando farpas sem parar. O universo compartilhado de tretas da DC é bem mais coeso que o do cinema.?

Link to post
Share on other sites
23 hours ago, Big One said:

Chupa haters kkk 

A auto estima da Warner me surpreende. 

 

 

 

WARNER LANÇA CAMPANHA PARA O FILME NAS PRINCIPAIS CATEGORIAS DO OSCAR


A Warner Bros. lançou uma campanha visando colocar Mulher-Maravilha 1984 no radar da maior premiação do cinema, o Oscar. O filme da heroína da DC é um dos poucos grandes lançamentos norte-americanos que saíram na salas de cinema em 2020. Através do site “Warner Bros Awards”, o estúdio coloca Mulher-Maravilha 1984 na aba de “For Your Consideration”, recomendando o filme para várias categorias do prêmio, incluindo Melhor Filme, Melhor Direção e Melhor Atriz.
Confira todas as categorias das quais a Warner espera que Mulher-Maravilha 1984 seja considerada na temporada de prêmios:

Melhor Filme (Charles Roven, Deborah Snyder, Zack Snyder, Patty Jenkins, Gal Gadot, Stephen Jones)
Melhor Direção (Patty Jenkins)
Melhor Roteiro Adaptado (Patty Jenkins, Geoff Johns e Dave Callaham)
Melhor Atriz (Gal Gadot)
Melhor Atriz Coadjuvante (Kristen Wiig, Robin Wright e Connie Nielsen)
Melhor Ator Coadjuvante (Chris Pine e Pedro Pascal)
Melhor Elenco (Gal Gadot, Chris Pine, Pedro Pascal, Kristen Wiig, Robin Wright e Connie Nielsen)
Melhor Fotografia (Matthew Jensen)
Melhor Montagem (Richard Pearson)
Melhor Design de Produção (Aline Bonetto e Anna Lynch-Robinson)
Melhor Figurino (Lindy Hemming)
Melhor Maquiagem e Penteado (Jan Sewell, Mark Coulier e Sarah Brock)
Melhor Som (Peter J. Devlin, Richard King, Jimmy Boyle, Gary A. Rizzo e Gilbert Lake)
Melhores Efeitos Visuais (John Moffat, Alexis Wajsbrot, Huw J Evans e Mark Holt)
Melhor Trilha Sonora (Hans Zimmer)

Apesar da aposta do estúdio, Mulher-Maravilha 1984 vem dividindo a opinião da crítica desde seu lançamento no Natal, o que pode dificultar a aparição do filme nas principais categorias do Oscar. Em efeito de comparação, por exemplo, o primeiro filme da heroína lançado em 2017 foi bem recebido pela crítica mas não conseguiu conquistar sequer uma indicação no prêmio da Academia.
Na última edição do prêmio, os fãs da DC puderam celebrar as múltiplas indicações de Coringa ao Oscar, que saiu vitorioso nas categorias de Melhor Ator e Melhor Trilha Sonora.
Em 2021, a cerimônia do Oscar está prevista para acontecer em abril.

 

Melhor atriz pra Gal

Miniatura
 
Academia de Artes e Ciências Cinematográficas :
Miniatura
 
Melhor Filme esquece
Melhor Direção é pesadelo
Melhor Roteiro é totalmente improvável
Melhor Atriz é meio impensável já que a Gal foi bem mais ou menos nesse filme
Melhor Atriz Coadjuvante não, já que a Kristen não se saiu muito bem (Não conheço a atriz, então pode ser por culpa do roteiro
Melhor Ator Coadjuvante é forçado, até mesmo para o Pedro Pascal
Melhor Elenco é totalmente fora da realidade
Melhor Fotografia não, já que apenas o que se destaca são os materiais promocionais
Melhor Montagem é forçar demais
Melhor Design tbm não
Melhor Maquiagem e Penteado pode até ser, mas também é difícil
Melhor Som tbm não
Melhores Efeitos Visuais tbm não, já que foi tipo um recast de Cats
Melhor Trilha sonora tbm não, acho que Sonic leva essa
Link to post
Share on other sites
On 1/12/2021 at 11:45 AM, Liv A. said:

Tem gente que é muito cadelinha da crítica mesmo né...assistiu, até gostou, depois que viu os críticos de repente falando mal, pôde destilar seu ódio à vontade, pois tinha "permissão" (e em vice-versa, não tinha mais permissão pra gostar).

Nossa, que viagem na maionese é essa? agora nao se pode mais zoar (que é bem diferente de destilar ódio?) o que quer que seja? pelamor...  ta parecendo fiscal de opiniao aqui... mano, vai se tratar ou volta pro teu blog, onde vc manda, desmanda e expulsa quem te contraria...... teu lugar nao é aqui, onde todos podem expressar sua opiniao a vonts.  Vc nao consegue conviver com opiniao contrária? Simples, vaza e nao enche o saco aqui!

Eu, por exemplo, curti o filme mas nao fechei os olhos pros seus trocentos erros, que ate frisei paginas atrás... nao fechei como outras pessoas ignoraram achando o filme perfeito, típica lambe-saco da Gadot...?  e pelo jeito parece que estes defeitos acabaram falando mais alto, no final..  Agora é relaxar e gozar, ué!  Curti o filme mas to me divertindo bem mais avacalhando ele agora.. fazer o quê? ?

O que me surpreende é como esse filme "perfeito" foi do paraíso pro inferno numa tacada só no Rotten...?

Miniatura

Link to post
Share on other sites
1 hour ago, Liv A. said:

Tem gente que é muito cadelinha da crítica mesmo né...assistiu, até gostou, depois que viu os críticos de repente falando mal, pôde destilar seu ódio à vontade, pois tinha "permissão" (e em vice-versa, não tinha mais permissão pra gostar).

MM84 subverteu expectativas, classic DC.

 

 

 

50 minutes ago, Jorge Soto said:

volta pro teu blog, onde vc manda, desmanda e expulsa quem te contraria...... teu lugar nao é aqui, onde todos podem expressar sua opiniao a vonts.teu lugar nao é aqui, onde todos podem expressar sua opiniao a vonts.

eu, por exemplo, curti o filme mas nao fechei os olhos pros seus trocentos erros, que ate frisei paginas atrás.

 

 

Vamos guardar os revolveres, pessoal.

LIV, esse filme decididamente foi bastante divisivo (o que não é defeito), mas gostaria de ouvir os seus argumentos sobre pontos de críticas de outros foristas que você não concordou. Essa é a beleza do debate, e acho que você tem muito a contribuir. Por que acho que é um filme que oferece isso em vários aspectos, Proposta vs Execução, limites da suspensão de descrença, Cinismo vs fé na ficção etc. Então convido você a discutir o filme LIV, especialmente por você ter uma visão que parece ser diferente da maioria do pessoal daqui, o que apenas vai enriquecer o debate.

 

O SOTO é zoeira, mas curiosamente embora apontou os defeitos do filme, se tornou um dos defensores do filme aqui dentro, mesmo que longe de ter adorado (até por que acho que a ultima coisa que o SOTO adorou foi O EXTERMINADOR DO FUTURO. KKKK)

O Lugar da LIV é aqui sim, se ela quiser. Todos conhecemos ela há muito tempo. Quero acreditar que essa reação foi apenas uma "overreact" á qual qualquer um de nós está sujeito.

Link to post
Share on other sites
50 minutes ago, Questão said:

O SOTO é zoeira, mas curiosamente embora apontou os defeitos do filme, se tornou um dos defensores do filme aqui dentro, mesmo que longe de ter adorado

Pois é, meu caro..  nao sei de onde ela tira essa de destilar ódio?... a impressao que dá é que se vc curte ou gosta de um filme tem a obrigacao de defende-lo, pelamor?... Passei um tempo agradavel com ele mas agora, como disse anteriormente, to me divertindo bem mais com os trocentos memes e zuera que veio no vácuo desse linchamento que o filme vem levando.. ta errado isso? claro que nao!  Fazer o que ne? vamo dar risada entao, uè..??

 

@Questão  Mas voltando à conversa, o dono da Warner deve ter comido bosta no café-da-manha pra achar que o filme deve concorrer ao Oscar, nao? Dessas categorias principais parece até piada, no máximo acredito eu, se garfar alguma indicacao pra Figurino e Trilha Sonora já é muito.
Aliás, mesmo com a baixa aceitacao geral do filme agora o pessoal da Warner deve dar gracas a Ares pela confirmacao do fecho da trilogia. Isso já é um grande feitio, independente de bilheteria ou escambáu.. E pelamor, nao tragam esse Trevor de volta e que o roteiro tenha mais coerência com o primeiro filme e os posteriores!!!!!?

Link to post
Share on other sites
13 hours ago, Big One said:

É isso. Tem espaço pra todos. 

Desde que respeitem as regras de boa convivência e respeito entre a galera. Tem uma tal de moderação que deveria agir, justamente pra coibir qualquer indisposição e/ ou qualquer ataque gratuito e desnecessário, que foi o caso. Antigamente lembro que nego levava comida de rabo por bem menos... Mas pelo histórico recente da fulana ela deve sumir por uns tempos, pois é sempre assim: feito uma "cadelinha" morde e sai correndo com rabo entre as pernas, indo se refugiar no próprio blog onde pode acender vela pra Seriema e ruminar seus achismos pro gado dela á vontade, sem ser contrariada.

Link to post
Share on other sites
22 hours ago, Jorge Soto said:

 

 

@Questão  Mas voltando à conversa, o dono da Warner pra achar que o filme deve concorrer ao Oscar, nao? Dessas categorias principais parece até piada, no máximo acredito eu, se garfar alguma indicacao pra Figurino e Trilha Sonora já é muito.
 

 Tem que ver que foi um ano atipico de lançamento, né SOTO. As opções são muito mais reduzidas do que em anos anteriores. E em um mundo onde CHICAGO já ganhou melhor filme, tudo é possível. Em tempo, não acho absurdo uma indicação a trilha.

 

7 hours ago, Jorge Soto said:

Tem uma tal de moderação que deveria agir, justamente pra coibir qualquer indisposição e/ ou qualquer ataque gratuito e desnecessário, que foi o caso.

 Hoje a moderação resume-se basicamente ao BIG.

Em tempo, o post da LIV foi excessivamente agressivo sim, mas não direcionado exclusivamente a uma pessoa (pelo menos não diretamente)

8 hours ago, Jorge Soto said:

 Mas pelo histórico recente da fulana ela deve sumir por uns tempos, pois é sempre assim: feito uma "cadelinha" morde e sai correndo com rabo entre as pernas, indo se refugiar no próprio blog 

 

Ai é incorrer no mesmo erro que a LIV incorreu em sua ultima postagem, né?

 

Em tempo, torço para que a LIV volte aqui, pois gostaria de ouvir com mais detalhes a opinião de alguém que curtiu bastante o filme pra dar uma variada no debate aqui.

Link to post
Share on other sites
9 hours ago, Questão said:

 Hoje a moderação resume-se basicamente ao BIG.

Em tempo, o post da LIV foi excessivamente agressivo sim, mas não direcionado exclusivamente a uma pessoa (pelo menos não diretamente)

 

Ai é incorrer no mesmo erro que a LIV incorreu em sua ultima postagem, né?

 

Em tempo, torço para que a LIV volte aqui, pois gostaria de ouvir com mais detalhes a opinião de alguém que curtiu bastante o filme pra dar uma variada no debate aqui.

 

Quem fala o que quer ouve (ou lê) o que nao quer, meu caro Questao. A fulana ja foi uma usuaria bem mais ativa aqui, pró-ativa até, mas por motivos que ela mesma deixou bem claros vazou daqui a um bom tempo, e eu lembro bem desses motivos?.. Mas parece que as poucas vezes que resolve dar as caras é pra tumultuar e sumir, feito um troll ou um Ricky da vida?!? Qual razao disso, me pergunto? Pra quê entao se dá o trampo de vir aqui, num ambiente que ela mesma afirmou nao curtir... pra militar suas convicções, ser agressiva com quem dá na telha e simplesmente vazar depois? Quem em sa consciencia frequenta um lugar que lhe desagrada? Peralá.. Isso tem nome... E convenhamos, o ambienta aqui ta bom demais se comparado a anteriormente, nao precisamos mais de ninguem pra vir aqui apenas pra encher o saco.. Aqui é um forum e nao um divã pra chorar pitanga e descontar nos outros as próprias neuras, maledicências ou decepções... A ironia disso tudo é logo ela que militava esse papo pra frentex de diversidade e o escambau.. é intolerante com a opinião que contrarie a dela..?

Uma usuária que sinto saudades é uma tal de Ana Cristina ou Cristina, ate esqueci o nome, algo assim...uma que tinha avatar do lado do Sebastian Stan.. essa aí era bem espirituosa, articulada, inteligente e sabia rir da zuera que havia aqui... mas depois de ano nunca mais vi..?

Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...

Announcements


×
×
  • Create New...