Jump to content
Forum Cinema em Cena

Viva- A Vida é Uma Festa (Pixar)


Questão
 Share

Recommended Posts

Viva - A Vida é uma Festa | Confira o novo trailer da animação
Longa estreia dia 4 de janeiro
07/06/2017 - 20:47 FÁBIO DE SOUZA GOMES

Disney•Pixar divulgou o trailer oficial de Viva - A Vida é uma Festa (Coco). Assista:

 

 

 

 

 

O longa é protagonizado por Miguel Rivera (Anthony Gonzalez), um menino de 12 anos que quer ser músico. Entretanto, ele vem de uma família de sapateiros que odeia música pois, segundo a tradição da família, o bisavô de Miguel abandonou sua esposa Imelda (Renée Victor) para seguir seus sonhos no mundo musical e isso amaldiçoou a família.

Apesar disso, Miguel ama música e é inspirado pelo cantor Ernesto de la Cruz (Benjamin Bratt), que já morreu. Quando o garoto faz esforços para imitar o astro, acaba desencadeando uma série de eventos que o leva até a Terra dos Mortos, que apesar do nome, é um submundo lindo onde o rapaz encontrará as almas de seus familiares, incluindo Imelda. Junto com o esqueleto Hector (Gael Garcia Bernal), Miguel deve encontrar De la Cruz, convencer sua família de que música é algo bom, e voltar para a Terra dos Vivos antes que o tempo acabe.

Viva - A Vida é uma Festa chega aos cinemas em 4 de janeiro de 2018.

 

FONTE: OMELETE

 

Não me empolgou muito o trailer, mas é Pixar, então ainda tem o benefício da duvida. Mas não tenho ficado muito empolgado com os últimos trabalhos do estúdio. Nem cheguei a assistir O BOM DINOSSAURO e PROCURANDO DORY.

Link to comment
Share on other sites

  • 1 month later...
  • 4 weeks later...

Coco’: Diretores da animação sobre o Dia dos Mortos falam sobre diversidade

Publicado em 29/08/2017 às 12:26 por Rafaela Gomes
COMPARTILHE!
 

A próxima animação da Pixar, ‘Coco’, trará um retrato cultural bem forte sobre as tradições mexicanas.

Dirigido por Lee Unkrich e Adrian Molina, a produção – que esteve em desenvolvimento por seis anos na Pixar – parece surgir no momento exato, em meio aos turbilhões sociais vivenciados pelo país mediante o presidente Donald Trump.

E sobre a diversidade presente na trama, o diretores da animação conversaram com o site Den of Geek, comentando a importância da união entre as culturas, ao invés da separação entre as nações.

De acordo com Unkrich:

 

Nós não fazemos filmes com mensagens implícitas, mas dito isso, é importante pontuar que dirigimos uma produção sobre uma cultura bem particular. E sobre o contexto que vivemos hoje, não dá para negar que fazemos parte de uma comunidade global, goste ou não. Existem diversos tipos de pessoas, culturas distintas e cores diferentes no nosso mundo. E eu acho que nada ficará melhor se nos dividirmos. Precisamos aceitar que convivemos com gente de outras culturas, com crenças que diferem da nossa e eu espero que lançar um filme desse porte, onde os personagens são humanizados, faça com que as pessoas se envolvem nesta história, não se atendo aos atributos culturais da vila e seus estereótipos, mas enxergando essas figuras como apenas pessoas. Dessa forma, pode ser que venhamos a dar um passo à frente, em direção à aceitação e recepção da nossa comunidade global”.

Molina, que possui raízes mexicanas, compartilhou suas tradições quando criança, que poderão ser testemunhadas pela audiência nos cinemas:

“Minha família é mexicana, minha mãe nasceu em Jalisco. Mas onde ela cresceu, a tradição do Día de Los Muertos não era exatamente como veremos no filme. Mas um aspecto com o qual eu me identifiquei muito em ‘Coco’, em se tratando da maneira como lidamos com a morte no seu familiar, é que nesse ambiente nós sempre conversávamos sobre aquele ente querido que já partiu. Minha mãe costumava falar sobre seu irmãozinho que tanto amava, nos contando histórias antigas e divertidas sobre ele. Meu tio faleceu antes mesmo de eu nascer, mas eu me recordo da minha mãe relembrando algumas memórias com muito amor, sempre compartilhando algo com todos nós”.

 

A história será a respeito de garotinho de 12 anos chamado Miguel. Ele foi criado em uma vila mexicana que acredita ter sido amaldiçoada pela música. Dessa forma, o garoto vai em busca de seu ídolo Ernesto de la Cruz, já falecido, para que ele o ajude em busca de seus grande sonho de se tornar músico.

Para isso, Miguel vai até o mundo dos mortos e com a ajuda de um esqueleto chamado Hector, o garoto terá que encontrar De La Cruz, conseguir a bênção de sua família para o grande sonho e ainda conseguir voltar para o mundo dos vivos antes que seja tarde demais.

 

FONTE: CINEPOP

Link to comment
Share on other sites

  • 3 weeks later...
  • 3 weeks later...

Viva - A Vida É uma Festa | Rogério Flausino vai dublar personagem em animação da Pixar

Estreia no Brasil está marcada para 2018
28/09/2017 - 15:03 - CAMILA SOUSA

A Disney Brasil confirmou que Rogério Flausino, vocalista do Jota Quest, vai dublar um personagem em Viva - A Vida é uma Festa, nova animação da Pixar. Flausino fará a voz de Gustavo, um músico do mundo dos mortos.

O longa é protagonizado por Miguel Rivera (Anthony Gonzalez), um menino de 12 anos que quer ser músico. Entretanto, ele vem de uma família de sapateiros que odeia música pois, segundo a tradição da família, o bisavô de Miguel abandonou sua esposa Imelda (Renée Victor) para seguir seus sonhos no mundo musical e isso amaldiçoou a família.

Apesar disso, Miguel ama música e é inspirado pelo cantor Ernesto de la Cruz (Benjamin Bratt), que já morreu. Quando o garoto faz esforços para imitar o astro, acaba desencadeando uma série de eventos que o leva até a Terra dos Mortos, que apesar do nome, é um submundo lindo onde o rapaz encontrará as almas de seus familiares, incluindo Imelda. Junto com o esqueleto Hector (Gael Garcia Bernal), Miguel deve encontrar De la Cruz, convencer sua família de que música é algo bom, e voltar para a Terra dos Vivos antes que o tempo acabe.

Viva - A Vida é uma Festa chega aos cinemas em 4 de janeiro de 2018.

 

FONTE: OMELETE

Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...

Coco-Movie-2017-Trailer-Disney-Pixar.jpg

Como o embargo da crítica acabou ontem, os críticos finalmente puderam começar a publicar seus textos e comentários a respeito da nova animação da Pixar, Viva – A Vida é Uma Festa. E as opiniões são extremamente elogiadoras. Confira algumas abaixo:

Variety: “Em uma época em que os jovens são facilmente seduzidos por celebridades, Viva – A Vida é Uma Festa revela o vazio de tal adulação, ensinando, emocionalmente, as crianças a preservar e respeitar as memórias dos mais velhos, lembrando-lhes que a fonte da verdadeira criatividade é, muitas vezes, pessoal.”

Hollywood Reporter: Viva – A Vida é Uma Festa revela-se não apenas a melhor produção original da Pixar desde Divertida Mente, como também está entre as mais ressonantes emocionalmente da empresa.”

The Wrap: “Se uma animação tem que oferecer às crianças uma maneira de lidar com a morte, é difícil imaginar um exemplo mais vivaz, tocante e bizarramente divertido do que Viva – A Vida é Uma Festa.”

Screen Daily: “Com uma elegante trilha sonora e uma série de encantos visuais de uma narrativa comparativamente imaginativa, Viva – A Vida é Uma Festa é doce e sentimental, mesmo sem ser particularmente atraente.”

Vale lembrar que, embora as animações da Pixar tenham um histórico de elogios da crítica e do público, algumas produções mais recentes, como Universidade Monstros, O Bom Dinossauro e Carros 3, não tiveram uma recepção tão boa quanto as mais clássicas, então é aliviador para alguns fãs mais adultos queViva – A Vida é Uma Festa esteja sendo aclamada. No Brasil, a animação só será lançada em 4 de janeiro; já nos Estados Unidos, sua estreia acontece em 22 de novembro, apenas uma semana depois de Liga da Justiça.

 

FONTE: O VÍCIO

Link to comment
Share on other sites

  • 4 weeks later...

Viva - A Vida é uma Festa quebra recorde de bilheteria no México

Animação deve ainda ultrapassar arrecadação de Vingadores, em 2012
16/11/2017 - 12:19 - MARIANA CANHISARES
 
coco-disney-pixar-destaque.jpg

O novo filme da Pixar Viva - A Vida é uma Festa quebrou recorde de bilheteria no México, tornando-se a produção com maior arrecadação na moeda local. De acordo com a Variety, a animação fez 824 milhões de pesos, isto é, US$ 43,1 milhões, nos primeiros 19 dias que esteve em cartaz no país.

A expectativa é que ele supere o desempenho de Os Vingadores, que arrecadou 827 milhões de pesos durante todo o período que foi exibido nos cinemas, em 2012.

O longa é protagonizado por Miguel Rivera (Anthony Gonzalez), um menino de 12 anos que quer ser músico. Entretanto, ele vem de uma família de sapateiros que odeia música pois, segundo a tradição da família, o bisavô de Miguel abandonou sua esposa Imelda (Renée Victor) para seguir seus sonhos no mundo musical e isso amaldiçoou a família.

Apesar disso, Miguel ama música e é inspirado pelo cantor Ernesto de la Cruz (Benjamin Bratt), que já morreu. Quando o garoto faz esforços para imitar o astro, acaba desencadeando uma série de eventos que o leva até a Terra dos Mortos, que apesar do nome, é um submundo lindo onde o rapaz encontrará as almas de seus familiares, incluindo Imelda. Junto com o esqueleto Hector (Gael Garcia Bernal), Miguel deve encontrar De la Cruz, convencer sua família de que música é algo bom, e voltar para a Terra dos Vivos antes que o tempo acabe.

Viva - A Vida é uma Festa chega aos cinemas em 4 de janeiro de 2018.

 

FONTE: OMELETE

Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...

Viva - A Vida é uma Festa | Gael Garcia Bernal diz que filme vai contra a retórica de Trump

Longa chega aos cinemas em 4 de janeiro
22/11/2017 - 9:06 - JULIA SABBAGA
gael_garcia_1.jpg

Gael Garcia Bernal comentou o tema do novo filme da Pixar Viva - A Vida é uma Festa, descrevendo o longa como uma força positiva contra o discurso do presidente americano, Donald Trump [via Yahoo]. 

O ator mexicano fez referência a um discurso de 2015, onde Trump se referiu aos imigrantes do México como estupradores e criminosos, antes de concluir com "alguns deles, eu presumo, são boas pessoas". 

Garcia Bernal comentou a temática do filme, que se passa no México e traz diversas referências a cultura mexicana:

"É interessante que o filme seja lançado em um momento em que os Estados Unidos estabeleceu uma retórica que se baseia em apontar o dedo para um grupo de pessoas de um determinado lugar e dizer que seus pais e avós são estupradores, traficantes ou criminosos. Estas crianças estão crescendo com esse discurso, então este filme é dedicado a elas. Eles vão dizer 'nós sabemos que tudo isso é mentira, e aqui está a verdade. Aqui está um jeito muito mais complexo e profundo de expressar uma cultura'. E não apenas isso, nós precisamos nos agarrar nisso para nos sentirmos fortes e empoderados. E não nos deixar abater por aqueles comentários, que são realmente horríveis". 

O longa é protagonizado por Miguel Rivera (Anthony Gonzalez), um menino de 12 anos que quer ser músico. Entretanto, ele vem de uma família de sapateiros que odeia música pois, segundo a tradição da família, o bisavô de Miguel abandonou sua esposa Imelda (Renée Victor) para seguir seus sonhos no mundo musical e isso amaldiçoou a família.

Apesar disso, Miguel ama música e é inspirado pelo cantor Ernesto de la Cruz (Benjamin Bratt), que já morreu. Quando o garoto faz esforços para imitar o astro, acaba desencadeando uma série de eventos que o leva até a Terra dos Mortos, que apesar do nome, é um submundo lindo onde o rapaz encontrará as almas de seus familiares, incluindo Imelda. Junto com o esqueleto Hector (Gael Garcia Bernal), Miguel deve encontrar De la Cruz, convencer sua família de que música é algo bom, e voltar para a Terra dos Vivos antes que o tempo acabe.

Viva - A Vida é uma Festa chega aos cinemas em 4 de janeiro de 2018.

 

FONTE: OMELETE

Link to comment
Share on other sites

Viva – A Vida é uma Festa | Pixar remove curta de Frozen após críticas

Publicado em2 de dezembro de 2017 às 17h25
olaf-frozen-adventure-janeiro-760x428.png

Viva – A Vida é uma Festa estreia no Brasil apenas em janeiro, mas a animação já está em cartaz em vários países. Até então, o longa estava vindo acompanhado de um curta-metragem de Frozen. Porém….

Neste sábado (2), a Pixar anunciou que vai remover Olaf’s Frozen Adventure das cópias que estão sendo exibidas nos cinemas ao redor do mundo. O curta focado em Olaf foi duramente criticado ao redor do mundo por durar 21 minutos, deixando as crianças impacientes e os adultos de saco cheio.

Os curtas já viraram uma tradição do estúdio, mas normalmente eles têm entre 5 e 7 minutos, mas a Disney insistiu em fazer algo mais longo, já que Olaf é querido pelo público.

As cópias que serão exibidas no Brasil já virão sem a aventura do boneco de neve que gosta de abraços quentinhos.

Viva – A Vida é uma Festa conta a história de Miguel, que sonha em se tornar um grande músico como seu ídolo, Ernesto de la Cruz — apesar de a música ter sido banida em sua família.

Para provar seu talento, Miguel vai à pitoresca Terra dos Mortos, seguindo uma misteriosa sequência de eventos. Ao longo do caminho, ele conhece o trapaceiro Hector e juntos partem em uma jornada para descobrir a verdade por trás da história da família de Miguel.

O filme é dirigido por Lee Unkrich (Toy Story 3), codirigido por Adrian Molina (story artist de Universidade Monstros) e tem no elenco Anthony Gonzalez (Miguel), Benjamin Bratt (Ernesto de la Cruz), Gael García Bernal (Hector).

Viva – A Vida é uma Festa (Coco) estreia nos cinemas brasileiros em 4 de janeiro de 2018.

 

FONTE: JOVEM NERD

Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...

Viva - A Vida é uma Festa ultrapassa US$ 400 milhões na bilheteria mundial

Longa chega ao Brasil em janeiro
13/12/2017 - 17:15 - CAMILA SOUSA
Capa17_A23LsXz.jpg
 

A Disney/Pixar anunciou que Viva - A Vida é uma Festa ultrapassou US$ 400 milhões na bilheteria mundial. Desse valor, US$ 138,6 milhões são da arrecadação doméstica e US$ 263 milhões do mercado internacional.

Vale lembrar que o filme ainda não estreou em alguns mercados, incluindo Austrália, Itália, Coreia, Reino Unido e Brasil.

O longa é protagonizado por Miguel Rivera (Anthony Gonzalez), um menino de 12 anos que quer ser músico. Entretanto, ele vem de uma família de sapateiros que odeia música pois, segundo a tradição da família, o bisavô de Miguel abandonou sua esposa Imelda (Renée Victor) para seguir seus sonhos no mundo musical e isso amaldiçoou a família.

Apesar disso, Miguel ama música e é inspirado pelo cantor Ernesto de la Cruz (Benjamin Bratt), que já morreu. Quando o garoto faz esforços para imitar o astro, acaba desencadeando uma série de eventos que o leva até a Terra dos Mortos, que apesar do nome, é um submundo lindo onde o rapaz encontrará as almas de seus familiares, incluindo Imelda. Junto com o esqueleto Hector (Gael Garcia Bernal), Miguel deve encontrar De la Cruz, convencer sua família de que música é algo bom, e voltar para a Terra dos Vivos antes que o tempo acabe.

Viva - A Vida é uma Festa chega aos cinemas em 4 de janeiro de 2018.

 

FONTE: OMELETE

Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...

pixar-coco-3.jpg?resize=820%2C335

Nova produção original da Pixar, Viva – A Vida é Uma Festa teve uma sólida bilheteria nos Estados Unidos, sendo amado tanto pela crítica quanto pelo público, mas nada se compara ao sucesso que está fazendo na China. A animação arrecadou cerca de US$ 167 milhões no país, que é um dos principais mercados de Hollywood na atualidade.

Os números surpreendentes, acredite se quiser, ultrapassam a arrecadação chinesa de todas as outras animações da produtora somadas (US$ 166 milhões), de acordo com a Forbes. Vale lembrar que foram doze lançamentos da Pixar na China ao todo, pois obras como Os Incríveis e WALL·E nunca chegaram por lá.

 

FONTE: O VÍCIO

Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...

Miguel é um menino, filho de uma família de sapateiros e apaixonado por música. Ele  sai em busca do seu tataravô no mundo dos mortos. O filme valoriza a cultura mexicana de forma belíssima com o uso de muitas cores e signos. O filme ainda passa uma mensagem muito bonita sobre a família e principalmente sobre lembrar daqueles que se foram. Aquele que é lembrado vive.

Link to comment
Share on other sites

  • 1 year later...

 

 Assisti ao filme, e é mais um acerto da Pixar. Explora a cultura mexicana com grande respeito, é um filme divertido, mas ao mesmo tempo tem aqueles momentos de tocar o coração que tornaram a Pixar famosa. Acho que não teve tanto impacto quanto outras produções perante o grande público, mas achei fantástico.

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

Announcements

×
×
  • Create New...