Jump to content
Forum Cinema em Cena

Oscar 2020: Previsões


Recommended Posts

  • Replies 821
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Top Posters In This Topic

Popular Posts

@Jailcante, olha só, você que também segue o Dalenogare...Eu relatei a ele que estou com dificuldades de encontrar o curta "St. Louis Superman", e ele me informou que o curta estreia nos Estados Unido

Só lembrando que ele já merecia uma indicação por Embriagado de Amor. Quando dão o papel certo ele é ótimo.

Não é impossível, mas ficou bastante improvável. Globo de Ouro, PGA, DGA, e, em pouco tempo, BAFTA. Foda.

Posted Images

Nem fui malhar, para conferir mais cedo esse esperado lançamento da Netflix, "The Laundromat".

No início, eu estava gostando bastante, mas no meio, os capítulos 4 e 5 fazem um desvio da história principal que era completamente desnecessário. Eu fiquei sem entender por que o roteiro fez isso. Não precisava! Criou-se um buraco de elenco, um buraco de roteiro, repito, estou sem entender...

 Os 15 últimos minutos, contudo, retomam o caminho principal, e são ótimos. É quando aparece a Odebrecht - que muitos no Brasil ainda defendem! -  e a famigerada empreiteira é completamente enxovalhada, como merece. Meryl Streep dá um banho em um monólogo inesperado, quando todos os disfarces, todas as fraudes, são reveladas. Em última instância, é  um apelo à verdade! Tem chance de indicação ao Oscar, claro.

Gary Oldman e Antonio Banderas têm papéis muito difíceis, que poderiam facilmente ficar ridículos, e eles conseguem, pelo talento, ficar em cima dessa navalha.

Se não fosse pelo meio do filme, eu teria gostado muito!

Antonio Banderas, Gary Oldman, Meryl Streep, David Schwimmer, and Jeffrey Wright in The Laundromat (2019)

Link to post
Share on other sites

Adoro os vídeos dele. É o único canal brasileiro que eu respeito. Ele costuma me responder sempre, depois você repara nos comentários.

Complicado mesmo, embora adiar um pouco a campanha de Filme Internacional não seja necessariamente ruim, uma vez que os americanos estão prestando atenção mesmo é nos filmes deles  e nos atores.

Link to post
Share on other sites

Uma sátira deliciosa e muito comovente!

Não me surpreenderia nada se ficar no top 3 de todo mundo e acabar levando Melhor Filme, assim como levou o Festival de Toronto.

Trilha Sonora de Michael Giacchino, leve e encantadora. Deve ser indicada.

O roteiro tem um ritmo perfeito, pecando apenas na precisão histórica (pois quem manja de Segunda Guerra sabe que a Alemanha naquele ano estava em um estado bem pior do que o mostrado).  Scarlett e Sam Rockwell estão muito bem, em papéis bem legais embora menores. Thomasin McKenzie, que está na minha 5ª vaga de Atriz Coadjuvante, está excelente, num papel que me surpreendeu muito: Não é a judia frágil e indefesa, mas de uma lutadora mesmo. E ela tem uma cena maravilhosa, de muita tensão.

Mas quem dá o show é o menino Roman Griffin Davis!! Primeira atuação da vida, e ele está su-bli-me! Como eu gostaria que ele fosse indicado!! Se fosse em qualquer outro ano, menos disputado, eu cravaria o nome dele. É sensacional!

Taika Waititi, a quem eu só colocava como indicado em Roteiro Adaptado e Ator Coadjuvante, fez realmente um grande filme. Vai ser o filme xodó de todo mundo. Creio que vou ter que achar um espaçozinho pra ele também em Direção. Tendo visto o filme, penso que será complicado pra ele , assim como foi para o Bradley Cooper, entrar em muitas categorias. Talvez o papel aqui seja mal visto. Vou reconsiderar a vaga de Ator Coadjuvante...

Nos últimos 8 minutos, eu só consegui bater palmas!

Amei!

 

Sam Rockwell, Taika Waititi, Scarlett Johansson, Stephen Merchant, Alfie Allen, Rebel Wilson, Thomasin McKenzie, and Roman Griffin Davis in Jojo Rabbit (2019)

Link to post
Share on other sites

CGI, CGI e CGI!

Toda a parte estética de "Maleficent: Mistress of Evil", com exceção do Figurino, é falsa. Fotografia, efeitos, Design, tudo, a meus olhos, ultrapassa o limite do "sintético". Me perturba demais, a ponto de a história, mediana, se apagar para mim. A produção também deveria pagar royalties a "O Quebra-Nozes e os Quatros Reinos" e a "O Senhor dos Anéis", por tantas similitudes de criação imagética. Tudo se copia, cê loko!

O primeiro filme conseguiu uma indicação surpreendente ao Oscar de Figurino, em 2015, para a grande e nunca premiada Anna B. Scheppard. Neste "Malévola 2", o trabalho é de Ellen Mirojnick, que quase chegou ao Oscar por "O Rei do Show". Será que a Disney consegue outra vez a atenção dos membros desse branch?

Deixando minhas ranhetices de lado, é inegável que o filme tem muito apelo de público ainda.

 

Michelle Pfeiffer, Angelina Jolie, Chiwetel Ejiofor, Elle Fanning, Ed Skrein, and Harris Dickinson in Maleficent: Mistress of Evil (2019)

Link to post
Share on other sites

Gotham Nominations:

Best Feature

The Farewell
Lulu Wang, director; Daniele Melia, Marc Turtletaub, Peter Saraf, Andrew Miano, Chris Weitz, Jane Zheng, Lulu Wang, Anita Gou, producers (A24)

Hustlers
Lorene Scafaria, director; Jessica Elbaum, Elaine Goldsmith-Thomas, Jennifer Lopez, Benny Medina, Will Ferrell, Adam McKay, producers (STXfilms)

Marriage Story
Noah Baumbach, director; Noah Baumbach, David Heyman, producers (Netflix)

Uncut Gems
Josh Safdie, Benny Safdie, directors; Scott Rudin, Eli Bush, Sebastian Bear McClard, producers (A24)

Waves
Trey Edward Shults, director; James Wilson, Kevin Turen, Trey Edward Shults, producers (A24)

Best Documentary

American Factory
Steven Bognar, Julia Reichert, directors; Steven Bognar, Julia Reichert, Jeff Reichert, Julie Parker Benello, producers (Netflix)

Apollo 11
Todd Douglas Miller, director; Todd Douglas Miller, Thomas Baxley Petersen, Evan Krauss, producers (NEON and CNN Films)

The Edge of Democracy
Petra Costa, director; Petra Costa, Tiago Pavan, Joanna Natasegara, Shane Boris, producers (Netflix)

Midnight Traveler
Hassan Fazili, director; Emelie Mahdavian, Su Kim, producers (Oscilloscope Laboratories)

One Child Nation
Nanfu Wang, Jialing Zhang, directors; Nanfu Wang, Jialing Zhang, Christoph Jörg, Julie Goldman, Christopher Clements, Carolyn Hepburn, producers (Amazon Studios)

Bingham Ray Breakthrough Director Award
Laure De Clermont-Tonnerre for The Mustang (Focus Features)
Kent Jones for Diane (IFC Films)
Joe Talbot for The Last Black Man in San Francisco (A24)
Olivia Wilde for Booksmart (United Artists Releasing)
Phillip Youmans for Burning Cane (ARRAY Releasing)

Best Screenplay
The Farewell, Lulu Wang (A24)
High Flying Bird, Tarell Alvin McCraney (Netflix)
The Last Black Man in San Francisco, Jimmie Fails, Joe Talbot, Rob Richert (A24)
Marriage Story, Noah Baumbach (Netflix)
Midsommar, Ari Aster (A24)

Best Actor
Willem Dafoe in The Lighthouse (A24)
Adam Driver in Marriage Story (Netflix)
Aldis Hodge in Clemency (NEON)
André Holland in High Flying Bird (Netflix)
Adam Sandler in Uncut Gems (A24)

Best Actress
Awkwafina in The Farewell (A24)
Elisabeth Moss in Her Smell (Gunpowder & Sky)
Mary Kay Place in Diane (IFC Films)
Florence Pugh in Midsommar (A24)
Alfre Woodard in Clemency (NEON)

Breakthrough Actor
Julia Fox in Uncut Gems (A24)
Aisling Franciosi in The Nightingale (IFC Films)
Chris Galust in Give Me Liberty (Music Box Films)
Noah Jupe in Honey Boy (Amazon Studios)
Jonathan Majors in The Last Black Man in San Francisco (A24)
Taylor Russell in Waves (A24)

Breakthrough Series – Long Format (over 40 minutes)

Chernobyl, Craig Mazin, creator; Craig Mazin, Carolyn Strauss, Jane Featherstone, executive producers (HBO)

David Makes Man, Tarell Alvin McCraney, creator; Mike Kelley, Melissa Loy, Tarell Alvin McCraney, Denitria Harris-Lawrence, Michael B. Jordan, Oprah Winfrey, executive producers (OWN: Oprah Winfrey Network)

My Brilliant Friend, Saverio Costanzo, creator; Domenico Procacci, Mario Gianani, Guido De Laurentiis, Elena Recchia, Jennifer Schuur, Paolo Sorrentino, executive producers (HBO)

Unbelievable, Susannah Grant, Sarah Timberman, Carl Beverly, Lisa Cholodenko, Ayelet Waldman & Michael Chabon, Katie Couric, Richard Tofel, Neil Barsky, Robyn Semien, Marie, executive producers (Netflix)

When They See Us, Ava DuVernay, creator; Jeff Skoll, Jonathan King, Jane Rosenthal, Robert De Niro, Berry Welsh, Oprah Winfrey, Ava DuVernay, executive producers (Netflix)

Breakthrough Series – Short Format (under 40 minutes)

PEN15, Maya Erskine, Anna Konkle, Sam Zvibleman, creators; Anna Konkle, Sam Zvibleman, Debbie Liebling, Gabe Liedman, Marc Provissiero, Brooke Pobjoy, Andy Samberg, Jorma Taccone, Akiva Schaffer, Becky Sloviter, Shelley Zimmerman, Brin Lukens, Jordan Levin, executive producers (Hulu)

Ramy, Ramy Youssef, Ari Katcher, Ryan Welch, creators; Ramy Youssef, Jerrod Carmichael, Ravi Nandan, Bridget Bedard, Ari Katcher, Ryan Welch, executive producers (Hulu)

Russian Doll, Natasha Lyonne, Leslye Headland, Amy Poehler, creators; Natasha Lyonne, Leslye Headland, Amy Poehler, Dave Becky, Tony Hernandez, Lilly Burns, Allison Silverman, executive producers (Netflix)

Tuca & Bertie, Lisa Hanawalt, creator; Lisa Hanawalt, Raphael Bob-Waksberg, Noel Bright, Steven A. Cohen, Tiffany Haddish, Ali Wong, executive producers (Netflix)

Undone, Kate Purdy, Raphael Bob-Waksberg, creators; Kate Purdy, Raphael Bob-Waksberg, Noel Bright, Steven A. Cohen, Tommy Pallotta, executive producers (Amazon Prime Video)

Twenty-six writers, critics and programmers participated in the nomination process. The
Nominating Committees for the 2019 IFP Gotham Awards were:

Nominating Committee for Best Feature, Best Screenplay, and Breakthrough Director:
Justin Chang, Film Critic, Los Angeles Times
Ann Hornaday, Chief Film Critic, The Washington Post
Eric Kohn, Executive Editor & Chief Critic, IndieWire
Joshua Rothkopf, Global Deputy Film Editor, Time Out Media
Alison Willmore, Film Critic, Vulture

Nominating Committee for Best Documentary:
Chris Boeckmann, Director of Programming, True/False Film Fest
Ben Fowlie, Executive Director, Points North Institute; Founder, Camden International Film Festival
Cynthia Fuchs, Contributing Editor, PopMatters; Director Film & Media Studies, George Mason University
Tom Hall, Executive Director, Montclair Film
Caroline Libresco, Curator, Producer, and Strategist

Nominating Committee for Best Actor and Best Actress:
David Ehrlich, Senior Film Critic, Indiewire
David Fear, Senior Editor/Critic, Rolling Stone
Tim Grierson, Senior U.S. Critic, Screen Daily; Chief Film Critic, Paste Magazine
Jessica Kiang, Film Critic, Variety, The Playlist, Sight & Sound
Alissa Wilkinson, Film Critic, Vox

Nominating Committee for Breakthrough Actor:
Kate Erbland, Deputy Editor, Film, IndieWire
Jon Frosch, Reviews Editor, The Hollywood Reporter
Odie Henderson, Reviewer, RogerEbert.com
Tomris Laffly, Film Critic, Time Out New York, RogerEbert.com, Variety
David Sims, Staff Writer, Culture, The Atlantic

Nominating Committee for Breakthrough Series
Judy Berman, TV Critic, TIME
Jen Chaney, TV Critic, Vulture
Daniel Fienberg, Chief Television Critic, The Hollywood Reporter
Caroline Framke, TV Critic, Variety
Alan Sepinwall, Chief TV Critic, Rolling Stone
Brian Tallerico, Editor, RogerEbert.com

Gotham Audience Award
IFP members will determine the Gotham Audience Award with nominees comprised of the 15 nominated films in the Best Feature, Best Documentary, and Bingham Ray Breakthrough Director Award categories. All IFP current, active members will be eligible to vote. Voting will take place online from November 25th at 12:01 AM EST and conclude on November 30th at 5:00 PM EST. In addition, IFP will be scheduling screenings of the nominated films for IFP members in the theater at the Made in NY Media Center by IFP in Brooklyn. These screenings will take place from November 6-25.

Share this:

Link to post
Share on other sites

Prévia de "Little Women" ontem.

 

Little Women has a very strong last third, great cinematography and a modern interpretation of the novel that shines brightly. I liked her take on it even when it is hard to follow re: flashbacks. Acting good but Flo Pugh and Streep are standouts.

Link to post
Share on other sites

Gostei de "Dolemite is My Name" pelo lado técnico. Mas, para mim, o filme demorou a engrenar, e as piadas, pro meu gosto, funcionaram bastante pouco. Não sei se elas transitaram bem para o português, para outra cultura, já que havia ali um ritmo todo próprio, uma musicalidade toda própria. 

O elenco inteiro está ótimo, Eddie Murphy, Da`Vine Joy Randolph, e, principalmente, Wesley Snipes. 

Em termos de Oscar, só vejo o Figurino com um caminho seguro. Um trabalho realmente fantástico, fora de sére da premiada neste ano Ruth E. Carter. Será sua quarta indicação.

A Sasha Stone vê Eddie Murphy como o favorito em Ator. Respeito a visão dela, mas a categoria está tão forte, que eu nem sei se ele conseguirá vaga entre os cinco.

Eddie Murphy, Wesley Snipes, Mike Epps, Craig Robinson, Keegan-Michael Key, Tituss Burgess, and Da'Vine Joy Randolph in Dolemite Is My Name (2019)

Link to post
Share on other sites

A pergunta que se faz nesse momento em Hollywood: Pode Parasite vencer Melhor Filme?

Posso estar enganado, mas seria a primeira vez desde "Marty", em 1956, que um ganhador da Palma de Ouro em Cannes vence também Best Picture no Oscar. Sem falar que seria a primeira vez que um filme "internacional" ganharia a estatueta máxima.

Eu faço uma pergunta atrelada: Kang-Ho Song poderia entrar em Melhor Ator?

O filme é fenomenal, e é igualmente um fenômeno de público e crítica. Mas basta ser fenomenal?

Sinceramente, eu diria que as chances dele estão aumentando em progressão geométrica. 

Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...

Announcements


×
×
  • Create New...