Jump to content
Forum Cinema em Cena

Mank (David Fincher)


Questão
 Share

Recommended Posts

A Variety anunciou nesta quarta-feira (11) que David Fincher (Clube da Luta, A Rede Social) finalmente vai dirigir um novo filme: Mank, sobre os bastidores do clássico Cidadão Kane.

 

O filme terá Gary Oldman (Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban) no papel principal do roteirista de Herman Mankiweicz, e promete acompanhar o turbulento processo do filme de Orson Welles.
 

O filme será uma produção original da Netflix, com fotografia em preto e branco e roteiro do falecido pai de Fincher, Jack. Cean Chaffin e Douglas Urbanski produzem.

Mank será o primeiro filme de David Fincher desde Garota Exemplar, lançado nos cinemas em 2014. Ainda não há previsão de estreia.

Na Netflix, Fincher colaborou nas séries House of Cards, Mindhunter, e Love, Death + Robots.

 

FONTE: OBSERVATÓRIO DO CINEMA

Fincher e Oldman juntos em um filme sobre Cidadão Kane? Quero.

Link to comment
Share on other sites

  • 4 months later...
amanda-lily.jpg  

Amanda Seyfried e Lily Collins atuarão em “Mank”, filme sobre roteirista de “Cidadão Kane”

MAYUMI YAMASAKI 16/10/2019
11:53
 

Uma leva de atores famosos entrou para o elenco de “Mank”, do diretor David Fincher. De acordo com o The Hollywood Reporter, Amanda Seyfried, Lily Collins e Tuppence Middleton atuarão ao lado de Gary Oldman na produção. A informação foi noticiada nesta terça-feira (15).

O filme, que deve ser em preto e branco, conta a história de Herman Mankiewicz — o homem que é co-autor de “Cidadão Kane” junto com Orson Welles. Um dos focos do enredo deve ser a intriga que existiu entre os roteiristas, porque o protagonista chegou a afirmar antes de sua morte que o colega tinha tentado ficar com todo o crédito pela escrita desse clássico.

Convém dizer que “Cidadão Kane” não foi o único projeto de sucesso de Mankiewicz. Isso porque ele trabalhou também em outros sucessos da história do cinema como “O Mágico de Oz” (1939), “Ídolo, Amante e Herói” (1942) e “Os Homens Preferem as Loiras” (1953).

Até o momento, não há muitas informações sobre quais personagem cada ator interpreta. Apesar disso, já foi divulgado que Oldman será o protagonista, Seyfried será a atriz Marion Davis, Collins será a secretária Rita Alexander, Tom Burke será Welles e Tom Pelphrery será irmão de Mankiewicz.

A má notícia é que “Mank” ainda não tem data para estrear na Netflix

 

FONTE: PAPEL POP

Link to comment
Share on other sites

  • 1 month later...

 

 

‘Mank’: Trilha sonora será a mais autêntica possível, afirmam compositores

Por
 Thiago Nolla
 -
27 de dezembro de 2019
 
Share
 
 
 
 

Em uma recente entrevista ao Revolver, os aclamados compositores Trent Reznor Atticus Ross comentaram que irão trabalhar na trilha sonora do aguardado ‘Mank’, novo filme de David Fincher. Mais do que isso, a dupla decidiu que irá utilizar apenas instrumentos de época para trazer o máximo de naturalismo possível.

“Não vamos usar sintetizadores modulares [nesse filme]. Vamos numa direção de autenticidade de época, então teremos vários desafios pela frente”.

‘Mank’ gira em torno do roteirista Herman Mankiewicz, que levou o Oscar para casa por seu trabalho no clássico Cidadão Kane.

Gary Oldman dará vida ao personagem-titular. Amanda SeyfriedLily CollinsTom Burke Charles Dance também irão protagonizar o longa.

Arliss HowardJoseph CrossFerdinand KingsleyJamie McShaneSam TroughtonToby Leonard MooreTom Pelphrey e Tuppence Middleton completam o elenco.

Além de dirigir, Fincher assume a produção do projeto ao lado de sua esposa, Ceán Chaffin, e de Douglas Urbanski. As filmagens começam em novembro deste ano.

Segundo a revista, fontes próximas do longa afirmaram que a cinebiografia vai focar no envolvimento de Mankiewicz com o desenvolvimento do roteiro de ‘Cidadão Kane‘. Na época do clássico, o roteirista e o icônico cineasta Orson Welles se desentenderam várias vezes, em uma disputa para ver quem seria creditado como o autor da trama

 

FONTE: CINEPOP

Link to comment
Share on other sites

  • 4 months later...

Mank, filme de David Fincher na Netflix, pode estrear em outubro

Baseado em uma história real, longa mostrará conflitos nos bastidores de Cidadão Kane

  •  
  •  
  •  
  •  
ARTHUR ELOI
14.06.2020
17H52
ATUALIZADA EM
14.06.2020
18H23

Mank, novo filme de David Fincher (Mindhunter, Garota Exemplar) na Netflix, pode ser lançado no streaming em outubro. A informação foi revelada no podcast Pardon My Take, pelo roteirista Eric Roth [via Collider].

 

Com poucos detalhes divulgados até agora, a trama de Mank é baseada na história real dos bastidores de Cidadão Kane, obra de 1941 por Orson Welles que é considerada o melhor filme já feito. O longa explorará a relação de Welles com o roteirista Herman J. Mankiewicz, com base em um debate de décadas sobre quem realmente é o responsável pela grandeza e qualidade de Cidadão Kane. Em Mank, Herman Mankiewicz será vivido por Gary Oldman, enquanto Welles será interpretado por Tom Burke. O elenco conta ainda com Lily Collins, Amanda Seyfried e Tom Pelphrey.

Mank é baseado em um roteiro escrito pelo pai de David Fincher, Jack Fincher, mas quem escreve o longa é Eric Roth. O roteirista, conhecido por Forrest Gump, já colarabou com David Fincher antes em O Curioso Caso de Benjamin Button. Roth descreve a obra como autêntica à época de produção de Cidadão Kane: “É um filme incrível. [David Fincher] fez um filme preto-e-branco dos anos 1930. Realmente se parece e tem a pegada de algo da época”, falou ao podcast Pardon My Take.

Antes, era esperado que Mank fizesse o circuito de festivais, já que tem potencial de Oscar. Agora, visto o cancelamento dos eventos pela pandemia do coronavírus, o lançamento deve ocorrer direto na Netflix em outubro, sem data definida até o momento

 

FONTE: OMELETE

Link to comment
Share on other sites

  • 2 months later...

Assistam à ultima live do Dalenogare, na qual ele responde a uma pergunta minha sobre qual é de fato o "problema" em "Mank". Ele explicou muito detidamente sobre o medo que ele tem desse filme vilanizar o Orson Welles, construindo a falsa noção que ele não roteirizou "Cidadão Kane". E hoje, segundo ele, isso é consenso acadêmico.

Link to comment
Share on other sites

  • 3 weeks later...
On 9/5/2020 at 7:59 PM, SergioB. said:

Assistam à ultima live do Dalenogare, na qual ele responde a uma pergunta minha sobre qual é de fato o "problema" em "Mank". Ele explicou muito detidamente sobre o medo que ele tem desse filme vilanizar o Orson Welles, construindo a falsa noção que ele não roteirizou "Cidadão Kane". E hoje, segundo ele, isso é consenso acadêmico.

  

 Não necessariamente o Fincher vai para esse lado. Acho que a história vai ser contada do ponto de vista do Mank (que de fato forneceu o argumento do filme, e escreveu as primeiras versões do roteiro), mas o consenso é que Welles escreveu a versão final do roteiro, e pelo que dizem as pesquisas, tornou os personagens mais multifacetados. Mas creio que o foco será no choque dessas duas personalidades que eram o Welles e o Mank; nenhuma delas fácil pelo que dizem.

Link to comment
Share on other sites

54 minutes ago, Questão said:

  

 Não necessariamente o Fincher vai para esse lado. Acho que a história vai ser contada do ponto de vista do Mank (que de fato forneceu o argumento do filme, e escreveu as primeiras versões do roteiro), mas o consenso é que Welles escreveu a versão final do roteiro, e pelo que dizem as pesquisas, tornou os personagens mais multifacetados. Mas creio que o foco será no choque dessas duas personalidades que eram o Welles e o Mank; nenhuma delas fácil pelo que dizem.

É que o Dalenogare disse que uma das bases do roteiro foi em cima de um livro lançado nos anos 1970 de uma jornalista (que esqueci o nome) que fez uma cruzada em cima de colocar o Welles como grande vilão da história. Aí, ele tem esse receio do filme reproduzir isso.

Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...
  • 2 weeks later...
  • 2 weeks later...
  • 4 weeks later...

Gente...Que filmaço!!!

É impossível gostar e compreender "Mank" sem ter visto "Cidadão Kane" (tem comentário meu sobre ele aqui no site). É um pré-requisito. Ou seja, exclui praticamente todos os meus amigos e pessoas que não são um pouquinho cinéfilas. Por isso, avançando a conclusão, tendo a pensar que não é tão acessível, tão popular, para ser um Best Picture no Oscar, embora certamente terá para mais de 10 indicações.

Eu estava a pensar que o filme seria sobretudo a respeito da questão da coautoria do roteiro, entre Mank e Welles, mas essa questão só aparece, propriamente, nos últimos 10 minutos. Fiquei muito surpreso com isso. Embora o filme seja, no limite, sobre uma "Teoria da Conspiração", ancorado em uma controvérsia FALSA!, já amplamente desmentida, o roteiro do pai de Fincher mesmo assim é muito bom. Muito bom mesmo. Tem ainda uns cacoetes de escritura antiga, como o excesso de "punchlines". Explico: toda cena terminar com uma grande frase, para provar a inteligência do protagonista, para provar a inteligência de um roteirista...Isso é um recurso meio antigo até. Hoje, um bom Roteiro, para mim, disfarça sua escrita, sua vontade de impressionar. Em todo caso, a narrativa me surpreendeu por demais, ao fazer um amplo painel sobre os Estúdios dos anos 1920 e 1930, mas também, quem diria?, por abordar a questão política, a eleição para Governador na Califórnia de então, com a satanização dos democratas, igualando-os a"comunistas", fato que se dá ainda hoje...Eu amei essa ponte entre as épocas.

Como amei a Fotografia; como amei o Design, como amei o Figurino. Fantástico trabalho! Das coisas que mais gosto em "Cidadão Kane" é sua Direção de Arte, com aquela quinquilharia da mansão Xanadu, por exemplo, aqui vemos a origem chic daquela casa...Amei! A Fotografia além do belo preto-e-branco, às vezes corroído preto-e-branco, tem muitos planos-detalhe e muitas profundidade de campo, que foi um recurso intensivamente original de "Cidadão kane". Figurino, um show! Desde as gravatas encurtadas, até as roupas da personagem da Amanda Seyfried...

Ela está excelente. Com aqueles olhos incríveis...Olhos muito cinema mudo, olhos muito 1920, tão enormes, e tão necessários para passar a emoção de modo mais didático. Amanda brilha em vários momentos, mas, curiosamente, ela não tem uma cena especial: um discurso, uma briga, um choro...Considero-a favorita ao Oscar, mas, por conta disso, não é uma pedra cantada não. Quanto aos homens Coadjuvantes... Todos estão excelentes, mas não vejo nenhum indicado. É que a narrativa não foca especialmente em nenhum deles.

O filme é do protagonista. Só um grande ator para dar conta desse personagem. Gary Oldman está incrível. "Janta" o filme todo. É rápido em dizer as falas inteligentíssimas, mas tem uma cena, com a personagem da esposa, em que promete ficar calado quando não tiver nada melhor a dizer, que está genial. Matou-me de rir com seu silêncio! Comé que pode? Fabulosa atuação.

E o Fincher...Poxa, como ele é bom quando faz algo racional. Algo difícil. Que elegância nos planos! Que controle dos elementos! Que direção elegante, fria, e esperta...Palmas também para a Montagem, pois a de "Cidadão Kane" é reverenciada até hoje, durou meses e meses para ser feita, e essa faz jus ao filme-pai.

Passou da hora de ele ganhar como Diretor.

Amei!

 

Watch The Official Trailer For David Fincher's Mank Right Here

Link to comment
Share on other sites

  • 2 months later...

 

 Filme visto

 Curti o filme. O Fincher consegue reproduzir a sensação de estar vendo o filme da década de 40 (não só pelo preto e branco, mas pela própria mise-en-scéne, decupagem, e desenho de som), mas sem com isso fazer com que pareça um filme velho. As homenagens estéticas e narrativas feitas a CIDADÃO KANE são muito bem empregadas, com os paralelos tanto do Heist quanto do Mank em relação ao personagem do Foster Kane sendo bem tratados pelo roteiro. Oldman manda muito bem o filme, devorando as cenas de que participa. Claro, é um típico "filme de Oscar", e tem todas as qualidades e defeitos deste tipo de produção, e acho que perde o ritmo em alguns momentos.

 

Enfim, não fica entre os melhores do Fincher, mas com o nível dos filmes do cara, isso não é demérito. Espero que não tenhamos que esperar mais seis anos por outro longa.

Link to comment
Share on other sites

  • 1 month later...

Produção da Netflix "Mank" lidera indicações ao Oscar

Drama biográfico é indicado para dez categorias, entre elas melhor filme, direção e ator. Brasil fica de fora das indicações. Cerimônia ocorre em abril devido à pandemia.

    

 

Cena do filme Mank

Drama biográfico "Mank" retrata a Hollywood dos anos 1930

Em um ano marcado pela pandemia de covid-19, que atingiu a indústria cinematográfica em cheio, a produção da Netflix Mank lidera a lista dos indicados para o Oscar, divulgada nesta segunda-feira (15/03). O drama biográfico, que retrata a Hollywood dos anos 1930, recebeu dez indicações, incluindo a de melhor filme.

David Fincher, que dirigiu Mank, foi indicado para melhor direção. O filme também concorre à estatueta nas categorias melhor ator, com Gary Oldman, melhor atriz coadjuvante, com Amanda Seyfried, melhor figurino, trilha sonora, som, maquiagem e cabelo, fotografia e design de produção.

 

FONTE: DW

Link to comment
Share on other sites

Eu achei um filmaço, apesar de achar um pouco arrastado, claro, afinal estamos falando de um drama.. mas com certeza foi um filmaço! E muito embora seja um dos filmes com mais indicações, não acho que leve o prêmio de melhor filme, a Netflix infelizmente não leva esse ano nem com Mank nem com Os 7 de Chicago..

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

Announcements

×
×
  • Create New...