Jump to content
Forum Cinema em Cena

Cotas em Universidades


Travis Bickle
 Share

Você é a favor da adoção do sistema de cotas em universidades ?  

19 members have voted

  1. 1. Você é a favor da adoção do sistema de cotas em universidades ?

    • Sim
      10
    • Não
      43


Recommended Posts

  • Replies 434
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Vamos usar o paint novamente. Quantos aqui são negros, mulatos ou mestiços? Ai já é um começo e tanto para perceber o problema, que temos no país.

<?:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

 

Desta minoria, que se expressou aqui. Quantos dos seus ídolos são negros em comparação com milhões de ídolos brancos? Quem sai perdendo nesta “democracia das cores”?

 

Será que está de termos na mídia majoritariamente pessoas brancas, desde a música, cinema, novelas e telejornais. Em fim, em toda cultura humana a expressão maior do homem branco não afeta a nossa percepção? É isto que quero que se atente e ai que vive a passos largos o racismo. Quantos ai estudaram com negros? Quantos tiveram a mesma oportunidade que vocês? Será que este mérito é legitimo?

 

Em relação a isto os EUA, são até melhores do que nos. Lá tem a KKK e neonazistas adoidado, mas não tem uma segregação de idéias negras. Ou uma segregação do saber, será que lá os negros são mais capacitados do que aqui. De acordo com a nossa bagagem de mundo sim.

 

A arte lá para os negros expressa muito mais lá do que aqui, na verdade o que vira moda lá é o que vem para cá. Não valorizamos tanto assim os nossos negros, mas valorizamos os deles. Ou estou mentindo? O que é blues, jazz, rap é o mesmo publico de lá que consome aqui estas musicas?

 

Até seus defensores dos direitos negros lá tem mais valor do que os daqui. Temos Martin Luther King, Malcolm X e ídolos de esportes são mais lá do que aqui. Até hoje só temos o Pelé e vivemos só do nome dele para ilustrar está falácia.

 

É mais fácil alguém saber quem foi Martin Luther King do que quem foi Zumbi aqui?

Link to comment
Share on other sites

putz' date=' essa merece 14.gif

plutão, sai desse mundo abitolado que tu vive! leia alguma fonte de notícia primeiro. veja que não estamos no brasil colonial e que há negros fazendo coisas importantes. Só pra começar.[/quote']

 

Então liste ai vários negros, que fizeram a história deste país.

 

Liste os negros artistas em comparação com os brancos e veremos até onde vai está sua atenta noção dos fatos.

<?:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

 

Caso não note você e a Veja são parâmetros de medir a estultice. Sei que estou certo por justamente por você ser contra.

 

Outras figuras que são contra as cotas que poderiam dar seu parecer aqui, embora algumas já morreram. Então só pro consulta espiritual:

 

Darth Vader ou Anakin 06

 

Hitler

 

Mussolini

 

Você

 

Sua mãe também

 

Sua Sogra

 

Saddam Hussein

 

Satanás

 

Bush

 

Roberto Marinho

 

Xuxa

 

Maradona

 

Michael Jackson

 

Diogo Mainardi

 

Hebe Camargo

 

Advogados

 

Adriane Galisteu

 

Fernando Collor

 

Antônio Carlos Magalhães

 

Arnaldo Jabor

Link to comment
Share on other sites

Vamos usar o paint novamente. Quantos aqui são negros, mulatos ou mestiços? Ai já é um começo e tanto para perceber o problema, que temos no país.

<?:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

Aqui onde? No CeC? Não tem como saber. Eu sou branca.

 

Desta minoria, que se expressou aqui. Quantos dos seus ídolos são negros em comparação com milhões de ídolos brancos? Quem sai perdendo nesta “democracia das cores”?

Eu não tenho ídolos. Nem brancos e nem negros.
Link to comment
Share on other sites

Será que está de termos na mídia majoritariamente pessoas brancas, desde a música, cinema, novelas e telejornais. Em fim, em toda cultura humana a expressão maior do homem branco não afeta a nossa percepção? É isto que quero que se atente e ai que vive a passos largos o racismo.

Mas isso não tem nada haver com ser negro ou branco. A Glória Maria apresenta o Fantástico junto com o Pedro Bial. É só estudar e se esforçar que se consegue ser alguém na vida, sendo branco ou negro.
Link to comment
Share on other sites

 

Mas isso não tem nada haver com ser negro ou branco. A Glória Maria apresenta o Fantástico junto com o Pedro Bial. É só estudar e se esforçar que se consegue ser alguém na vida, sendo branco ou negro.
[/quote']

 

Vocês leram mesmo o artigo que postei lá atrás? Tenho quase certeza absoluta que não. Só pelas respostas.

Do artigo da Adital novamente:

O único problema é que, se estamos falando de democracia racial mesmo, não deveríamos poder "identificar" a Gloria Maria, a Zezé Mota, o Antônio Pitanga, o Lázaro Ramos, a Deise Nunes (para aqueles que não se lembram, ou não sabem, a nossa única Miss Brasil negra, "eleita" em 1986). E se dermos ainda mais tratos à bola, veremos que entre os exemplos de negros bem sucedidos há muito poucos no nosso círculo íntimo de amizades. À medida em que subimos os degraus sociais, "muito poucos" vira eufemismo para "nenhum". Pois é muito possível, e mesmo provável, que uma pessoa branca das classes média e alta, no Brasil, atravesse toda a sua vida sem jamais cruzar com pessoas negras no seu círculo social. E aqui não falo do "álibi negro", aquele que os brasileiros costumam tirar da cartola cada vez que precisam explicar porque não são racistas - aquela empregada que é tratada como se fosse da família, aquele porteiro com quem conversa todos os dias, aquele menino negro a quem sempre dão um trocado no sinal.Falo de pessoas com quem podem se relacionar de igual pra igual, com quem tenham estudado no mesmo colégio, com quem dividam, no mesmo nível, um posto no trabalho, com o mesmo salário, o mesmo carro. Tudo bem, vai. Um vizinho no mesmo prédio, na mesma rua, já vale. Ou a médica com quem costumam se consultar. O pediatra dos seus filhos. O dentista. Quantas destas pessoas são negras?

Link to comment
Share on other sites

As cotas seriam apenas uma medida provisória para que em curto prazo se estabelecesse um ensino fundamental de qualidade.

 

Mas porque favorecer os negros?

 

Bem, pegue uma família de negros pobres e de brancos nas mesmas condições e repare quantos filhos cada casal tem? Enquanto os brancos tem 2 ou 3 filhos, os negros tem em média 5 ou 6. Agorsa pegue esses filhos desse mesmo casal branco e do mesmoc asal negro, pegue um de cada e leve para uma entrevista de emprego, qual dos dois vai ser escolhido poara a vaga? O Branco tem muita preferencia, principalmente para cargos de atendimento.

 

Esse projeto de cotas para negros não é um projeto simples. Querendo não apenas apenas aumentar o numero de negros nas faculdades públicas deviodo a defasagem mas incluir esse negros no mercado especializando-os, ele quer acabar com um problema social, lembrando que seria um projeto a curto prazo.

 

A idéia do projeto seria estabelecer essas cotas até 2012 e enquanto isso seria feito uma reforma no ensino nas escolas públicas. Mas temos que concordar que isso não irá acontecer! Quem criou esse projeto (que não foi nehum deputado demagogo) pretendia mudanças profundas na educação brasileira. Só que com a ignorancia, imperícia e demagogia barata de fundo de quintal de muita gente isse projeto tomou outras proporções. O povo não recebe informações a respeito e idéias errôneas são criadas, falta informação às pessoas.

 

Antes de qualquer idéia que possam criar de mim, deixo claroq ue não sou a favor do projeto, mas o acho coerente. Não sou a favor não só por ser anticonstitucional e descriminatório, não concordo pois a universidade é uma instituição científica, de desenvolvimento da ciencia e pesquisa e não ong de inclusão social, projeto de inclusão social não se encaixa com o propósito de uma Universidade, que é formar a elite intelectual de um estado, que é desenvolver a ciência e o aprendizado sem favoverecer raça, credo ou qualquer outra coisa. O nivelamento do ensino deve ser feito por cima!
fram2007-10-15 14:46:21
Link to comment
Share on other sites

Não tinha lido mesmo. Quem escreveu esse artigo? Sinto muito, mas tá exagerando. Na minha sala da faculdade, tem apenas um negro de verdade, negro mesmo. Fora os que têm descendência. Isso quer dizer o quê? Que a faculdade impediu eles de entrarem? Claro que não.

Link to comment
Share on other sites

Não mesmo. Mas, não tem algo errado aí? Por que esse desequilíbrio tão grande? Por que as universidades públicas estão lotadas de pessoas que poderiam muito bem pagar uma universidade particular e os alunos de escolas públicas (que já saem perdendo desde o início pela baixa qualidade de ensino) tem que se matar para conseguir uma meia dúzia de bolsas em faculdades privadas?

 

Sou contra as cotas da maneira como elas estão sendo planejadas. Mas ser contra as cotas e achar que está tudo muito bem está tudo muito bom e que as coisas TEM que ser mantidas assim não dá. É necessário discutir sim esse assunto e principalmente é preciso não pensar apenas no seu conforto e olhar a realidade desse país.
Link to comment
Share on other sites

Não tinha lido mesmo. Quem escreveu esse artigo? Sinto muito' date=' mas tá exagerando. Na minha sala da faculdade, tem apenas um negro de verdade, negro mesmo. Fora os que têm descendência. Isso quer dizer o quê? Que a faculdade impediu eles de entrarem? Claro que não.[/quote']

 

Leu o artigo todo? Ou só até esta parte?

Plutão Orco2007-10-15 15:07:01
Link to comment
Share on other sites

Agorsa pegue esses filhos desse mesmo casal branco e do mesmoc asal negro' date=' pegue um de cada e leve para uma entrevista de emprego, qual dos dois vai ser escolhido poara a vaga? O Branco tem muita preferencia, principalmente para cargos de atendimento.

[/quote']

Realmente isso acontece, mas será que é porque a pessoa é negra? Será que o branco seria escolhido mesmo que tivesse ido mal na entrevista?
Link to comment
Share on other sites

Não tinha lido mesmo. Quem escreveu esse artigo? Sinto muito' date=' mas tá exagerando. Na minha sala da faculdade, tem apenas um negro de verdade, negro mesmo. Fora os que têm descendência. Isso quer dizer o quê? Que a faculdade impediu eles de entrarem? Claro que não.[/quote']

 

Leu o artigo todo? Ou só até esta parte?

Só li a parte que você postou pela segunda vez. Mas já dá pra saber o que o autor pensa com ela, tanto que você destacou.
Link to comment
Share on other sites

Poxa! Isto do entrevistado negro ficar de fora deve acontecer com muita freqüência não é mesmo? Nas universidades ele não entra porque é burro' date=' ou porque o sistema de seleção é segrega tanto quanto as cotas. Pense... [/quote']

Só acontece se a empresa for racista, porque se não for ela vai escolher o que é melhor pra ela. Indiferente se a pessoa for branca ou negra.

Nas universidades públicas, eles nao entram porque o sistema de educação público é ruim. Não tem nada haver com cor! Ninguém preenche os dados físicos na ficha de inscrição.
Link to comment
Share on other sites

Só acontece se a empresa for racista' date=' porque se não for ela vai escolher o que é melhor pra ela. Indiferente se a pessoa for branca ou negra.

Nas universidades públicas, eles nao entram porque o sistema de educação público é ruim. Não tem nada haver com cor! Ninguém preenche os dados físicos na ficha de inscrição.
[/quote']

 

E por que não estão em uma escola melhor do que a rede pública?

<?:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

 

Deixa ver se entendi, é porque a rede particular entra quem tem dinheiro só entra se for rico. Então o processo de seleção do vestibular é da mesma forma discriminatória ou até mais do que as cotas. E por que ao pensar negro não associamos ele a riqueza? Alguém sabe a resposta para está?

Link to comment
Share on other sites

 

E por que não estão em uma escola melhor do que a rede pública?

<?:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

 

Deixa ver se entendi' date=' é porque a rede particular entra quem tem dinheiro só entra se for rico. Então o processo de seleção do vestibular é da mesma forma discriminatória ou até mais do que as cotas. E por que ao pensar negro não associamos ele a riqueza? Alguém sabe a resposta para está?

[/quote']

 

O processo de seleção do vestibular não é descriminatório, ele é seletivo, ele teoricamente seleciona os que tem maior conhecimento, que infelizmente no nosso pais o melhor tem que ser pago e é caro!

 

Há muitos brancos que també não tem acesso devido ao ensino defasado.
Link to comment
Share on other sites

Deixa ver se entendi, é porque a rede particular entra quem tem dinheiro só entra se for rico. Então o processo de seleção do vestibular é da mesma forma discriminatória ou até mais do que as cotas.

Não, a seleção do vestibular (público) exige o que é necessário. Não tem nada de discriminatório. Se a maioria dos pobres (brancos e negros) não passam é porque o ensino fundamental público é ruim. Ou você acha que eles preparam as perguntas de um jeito para que os negros não passem?

 

E por que ao pensar negro não associamos ele a riqueza? Alguém sabe a resposta para está?

Como assim não associamos à riqueza?! Em que contexto você diz isso?
Link to comment
Share on other sites

 

O processo de seleção do vestibular não é descriminatório' date=' ele é seletivo, ele teoricamente seleciona os que tem maior conhecimento, que infelizmente no nosso pais o melhor tem que ser pago e é caro!

 

Há muitos brancos que també não tem acesso devido ao ensino defasado.
[/quote']

 

Um processo seletivo não pode ser segregado? Ou discriminatório? 17

 

Sei perfeitamente disto fiquei anos tentado entrar por este critério filha da puta (desculpa o palavreado, mas são cinco anos de esforço para ver como funciona as coisas neste país de m*) de vestibular. Sendo que lá dentro você não absorve praticamente nada do que você faz na prova.

<?:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

 

Além do mais o ponto principal da pergunta não é este. Quero entender minuciosamente por que os negros não entram as pampas nas universidades. Alguém? Ou será pro que são burros? Ou pro que não têm as mesmas oportunidades para nada?

 

E por que ao pensar negro não associamos ele a riqueza? Alguém sabe a resposta para está?17

Link to comment
Share on other sites

Além do mais o ponto principal da pergunta não é este. Quero entender minuciosamente por que os negros não entram as pampas nas universidades. Alguém? Ou será pro que são burros? Ou pro que não têm as mesmas oportunidades para nada?

 

Você já sabe a resposta.

E por que ao pensar negro não associamos ele a riqueza? Alguém sabe a resposta para está?

De onde você tirou isso? De algum teste apresentado pelo Fantástico?

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

Announcements


×
×
  • Create New...