Jump to content
Forum Cinema em Cena

Pirataria


Alexandre B.
 Share

Recommended Posts

Bem, o código penal é bem amplo e do tempo de vovô menino. 06

 

Muitas leis novas foram criadas para regularizar as antigas.

 

A lei do direito autoral não permite reprodução sem autorização do autor.

 

Se fosse tão fácil  a polícia federal não poderia prender ninguém que oferece música no Kazaa, mas prendeu um montão de gente.03
Ana2007-11-14 13:34:34
Link to comment
Share on other sites

  • Replies 207
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Inclusive estas campanhas agressivas que acusam quem copia' date=' e até mesmo empresta sem determinado conhecimento da lei como um roubo são até imorais e ilegais. Posso processá-los com base de propaganda enganosa e caluniosa. Advogados preparem seus bolsos para lucrar com as grandes possibilidades de processos em andamento. 06

[/quote']

 

Ah sim, claro.
Link to comment
Share on other sites

Inclusive estas campanhas agressivas que acusam quem copia' date=' e até mesmo empresta sem determinado conhecimento da lei como um roubo são até imorais e ilegais. Posso processá-los com base de propaganda enganosa e caluniosa. Advogados preparem seus bolsos para lucrar com as grandes possibilidades de processos em andamento. 06

[/quote']

 

Aliás, isso tem tanto fundamento que tá assim ó de advogados processando.06
Link to comment
Share on other sites

Não sei como ainda não notou que você nem sabe do comenta. Ao mencionar que os autores são contra a sua reprodução da obra, você acidentalmente pós eles contra a divulgação do seu próprio trabalho e fama. 12 

 

Isto só prova a sua capacidade de baixo discernimento sobre o assunto. Afinal, não são os artistas os responsáveis por editar a lei visando ter mais lucro. E sim as gravadoras e indústrias do entretenimento. Vale lembrar que Michael Moore disponibilizava em seu próprio site do filme Fahrenheit 9/11 a divulgação do filme completo por downloads, com o intuito mais de expressar sua obra ao máximo e não lucrar com ela. Afinal para ele era mais importante não ver Bush reeleito do que ver alguns milhões a mais.

<?:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

 

E outra se é pirataria é igual à cópia. Para de comprar mídia virgem da Sony, que é um veículo muito colaborador deste mercado de cópias.

Plutão Orco2007-11-14 14:40:31
Link to comment
Share on other sites

há há há

 

Não vem com essa.

Pra variar, interpretando (ou dertupando) as coisas que os outros escrevem... tsc tsc tsc

 

1. Não disse que os autores são contra a reprodução de sua obra, a lei é que diz que a reprodução tem que ser autorizada por ele. Se ele autorizar, pode reproduzir à vontade.

 

2. Michael Moore pode disponibilizar as obras dele pra quem bem entender, você é que não pode sem a autorização dele.

 

3. A Sony não vende DVD virgem exclusivamente para os outros fazerem cópias de DVDs protegidos por direito autoral. Aliás, esse argumento foi o ó.
Link to comment
Share on other sites

Boa tarde. Amigos e Amigas! 05.gif

 

 

 

Estou achando muito interessante o debate, e gostaria de deixar, inoportunamente como eu gosto, uma pequena opinião:

 

 

 

Há alguns anos atrás acreditava que em alguns casos poucos ganhavam, hoje, tenho a certeza que, em alguns casos, todos ganham e todos já perceberam como ganhar com tudo isso... 06.gif

 

 

 

Então, eu não vejo problema algum em baixar, ver e depois excluir...

 

 

 

T+ e VOTEM EM (Õ.ô)3d36.gif

 

 

Link to comment
Share on other sites

Não sei como ainda não notou que você nem sabe do comenta. Ao mencionar que os autores são contra a sua reprodução da obra' date=' você acidentalmente pós eles contra a divulgação do seu próprio trabalho e fama. 12 [/quote']

 

 

Outra coisa, divulgar não é oferecer de graça! Quando os cantores cantam na televisão ou no rádio, estão divulgando seu trabalho. Não é necessário, portanto, que ofereçam MP3 na Internet.

 

Mas é claro que artistas que estão começando, oferecem sim. principalmente porque não tem oportunidade de aparecer num Faustão da vida. Conheço vários grupos que fazem isso. O Renato (?) é um deles aqui nesse mesmo fórum.
Link to comment
Share on other sites

Então' date=' eu não vejo problema algum em baixar, ver e depois excluir... [/quote']

 

Você pode até não ver, mas isso não te exime da pirataria. Esse negócio que inventaram de que vc pode baixar e deletar depois de 24h é pura balela. Não tem nada disso na lei.

 

A única vantagem é que vc se "livra" da prova do crime.06
Link to comment
Share on other sites

há há há

 

Não vem com essa.

Pra variar' date=' interpretando (ou dertupando) as coisas que os outros escrevem... tsc tsc tsc

 

1. Não disse que os autores são contra a reprodução de sua obra, a lei é que diz que a reprodução tem que ser autorizada por ele. Se ele autorizar, pode reproduzir à vontade.

 

2. Michael Moore pode disponibilizar as obras dele pra quem bem entender, você é que não pode sem a autorização dele.

 

3. A Sony não vende DVD virgem exclusivamente para os outros fazerem cópias de DVDs protegidos por direito autoral. Aliás, esse argumento foi o ó.
[/quote']

 

A autorização não depende do artista e sim da distribuidora do filme, música etc. <?:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

 

Mídias virgens são fontes de cópia e isto não se limita somente a DVD ou a imagem visual, a imagem não autorizada de certo lugar pode ser considerada de acordo com esta visão sua de pirataria também. Uma foto de um monumento pode ser considerada pirataria. Uma imagem pegada de outro site e postada aqui sem licenciamento é copia também. Em fim, nada deixa de ser pirataria neste conceito pra lá de vago, que continua a tomar formas idiotas.

Link to comment
Share on other sites

 

A autorização não depende do artista e sim da distribuidora do filme' date=' música etc. <?:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

 

Mídias virgens são fontes de cópia e isto não se limita somente a DVD ou a imagem visual, a imagem não autorizada de certo lugar pode ser considerada de acordo com esta visão sua de pirataria também. Uma foto de um monumento pode ser considerada pirataria. Uma imagem pegada de outro site e postada aqui sem licenciamento é copia também. Em fim, nada deixa de ser pirataria neste conceito pra lá de vago, que continua a tomar formas idiotas.

[/quote']

 

Não sou artista, mas obiamente há contrato entre o autor e a distribuidora do filme. Aliás, normalmente os direitos autorais são comprados pela produtora para a realizaçõ de filmes. Nunca ouviu falar disso não?

 

Foto de monumento só é pirataria se vc está publicando sem ter sido você que o fotografou. Basta ver no Google imagens avisos do tipo: "essa foto pode ter direitos autorais".

 

Se você tirou a foto, a foto é sua e você faz com ela o que quiser.

 

 
Link to comment
Share on other sites

 

Você pode até não ver' date=' mas isso não te exime da pirataria. Esse negócio que inventaram de que vc pode baixar e deletar depois de 24h é pura balela. Não tem nada disso na lei.

 

A única vantagem é que vc se "livra" da prova do crime.06
[/quote']

 

Engraçado... Eu te esfreguei a lei na cara e você ainda nem percebeu e ainda toma partido da distorção da lei propagada por fantoches da mídia.06  

Plutão Orco2007-11-14 15:10:19
Link to comment
Share on other sites

 

Uma imagem pegada de outro site e postada aqui sem licenciamento é copia também. Em fim' date=' nada deixa de ser pirataria neste conceito pra lá de vago, que continua a tomar formas idiotas.

[/quote']

 

Exatamente, se você publicar uma foto que não é sua e o dono ver, pode muito bem exigir que você a retire do ar. E vc vai ter que tirar com o rabinho entre as pernas se não quiser levar um belo de um processo nas costas.

 
Link to comment
Share on other sites

 

Você pode até não ver' date=' mas isso não te exime da pirataria. Esse negócio que inventaram de que vc pode baixar e deletar depois de 24h é pura balela. Não tem nada disso na lei.

 

A única vantagem é que vc se "livra" da prova do crime.06
[/quote']

 

Engraçado... Eu te esfreguei a lei na cara e você ainda nem percebeu e ainda toma partido da distorção da lei propagada por fantoches da mídia.06  

 

Estou esperando: ache algum inciso que prove isso que você fez questão de pôr em vermelho, espertão. Se você achar, dou o braço a torcer.03
Link to comment
Share on other sites

 

 

Foto de monumento só é pirataria se vc está publicando sem ter sido você que o fotografou. Basta ver no Google imagens avisos do tipo: "essa foto pode ter direitos autorais".

 

Se você tirou a foto' date=' a foto é sua e você faz com ela o que quiser.

 

 
[/quote']

 

A foto em branco sim. Mas a imagem de determinadas construções são patrimônio exclusivo. Em Ouro Preto nenhuma imagem tirada dentro de uma Igreja histórica pode sair sem devida autorização, pois supõem que ela venha ser utilizada para fins lucrativos como cartões postais. 06

Link to comment
Share on other sites

 

A foto em branco sim. Mas a imagem de determinadas construções são patrimônio exclusivo. Em Ouro Preto nenhuma imagem tirada dentro de uma Igreja histórica pode sair sem devida autorização' date=' pois supõem que ela venha ser utilizada para fins lucrativos como cartões postais. 06

[/quote']

 

Juuuuura? Pois é exatamente isso que eu tô escrevendo desde o começo. Se você precisa de alteração pra reproduzir, consiga ela antes de fazer isso. É claro que você pode tirar fotos escondidas dos tais patrimônios exclusivos e pôr no seu blog, mas se a Igreja descobrir vai exigir que você as tire.

 

Acho que você já entendeu. Precisa continuar discutindo?06
Link to comment
Share on other sites

 

A foto em branco sim. Mas a imagem de determinadas construções são patrimônio exclusivo. Em Ouro Preto nenhuma imagem tirada dentro de uma Igreja histórica pode sair sem devida autorização' date=' pois supõem que ela venha ser utilizada para fins lucrativos como cartões postais. 06

[/quote']

 

Juuuuura? Pois é exatamente isso que eu tô escrevendo desde o começo. Se você precisa de alteração pra reproduzir, consiga ela antes de fazer isso. É claro que você pode tirar fotos escondidas dos tais patrimônios exclusivos e pôr no seu blog, mas se a Igreja descobrir vai exigir que você as tire.

 

Acho que você já entendeu. Precisa continuar discutindo?06

 

Está imagem é sua?

 

assinaturaanaceccs0.jpg
Link to comment
Share on other sites

Claro que não. Por quê? A imagem que está no seu avatar é sua? As imagens que você publica aqui são suas? Não.

 

Se com isso você está querendo me dizer que eu estou usando sem autorização, não precisa. Porque eu já sei.06

 

Aliás, eu sei quem transformou a foto em pintura, e se eu quiser posso mandar um email pedindo autorização. A questão é, será que quem transformou a foto em pintura pediu autorização pra quem tirou a foto? Duvido.01
Ana2007-11-14 15:36:36
Link to comment
Share on other sites

Tem mais aqui:

 

 

 

Capítulo IV
Das Limitações aos Direitos Autorais

Art. 46. Não constitui ofensa aos direitos autorais:

I - a reprodução:

a) na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos;

B)em diários ou periódicos, de discursos pronunciados em reuniões públicas de qualquer natureza;

c) de retratos, ou de outra forma de representação da imagem, feitos sob encomenda, quando realizada pelo proprietário do objeto encomendado, não havendo a oposição da pessoa nele representada ou de seus herdeiros;

d) de obras literárias, artísticas ou científicas, para uso exclusivo de deficientes visuais, sempre que a reprodução, sem fins comercias, seja feita mediante o sistema Braile ou outro procedimento em qualquer suporte para esses destinatários;

II - a reprodução, em um só exemplar de pequenos trechos, para uso privado do copista, desde que feita por este, sem intuito de lucro;

III - a citação em livros, jornais, revistas ou qualquer outro meio de comunicação, de passagens de qualquer obra, para fins de estudo, crítica ou polêmica, na medida justificada para o fim a atingir, indicando-se o nome do autor e a origem da obra;

IV - o apanhado de lições em estabelecimentos de ensino por aquelas a quem elas se dirigem, vedada sua publicação, integral ou parcial, sem autorização prévia e expressa de quem as ministrou;

V - a utilização de obras literárias, artísticas ou científicas, fonogramas e transmissão de rádio e televisão em estabelecimentos comerciais, exclusivamente para demonstração à clientela, desde que esses estabelecimentos comercializem os suportes ou equipamentos que permitam a sua utilização;

VI - a representação teatral e a execução musical, quando realizadas no recesso familiar ou, para fins exclusivamente didáticos, nos estabelecimentos de ensino, não havendo em qualquer caso intuito de lucro;

VII - a utilização de obras literárias, artísticas ou científicas para a reproduzir prova judiciária ou administrativa;

VIII - a reprodução, em quaisquer obras, de pequenos trechos de obras preexistentes, de qualquer natureza, ou de obra integral, quando de artes plásticas, sempre que a reprodução em si não seja o objetivo principal da obra nova e que não prejudique a exploração normal da obra reproduzida nem cause um prejuízo injustificado aos legítimos interesses dos autores.

Art. 47. São livres as paráfrases e paródias que não forem verdadeiras reproduções da obra originária nem lhe implicarem descrédito.

Art. 48. As obras situadas permanentemente em logradouros públicos podem ser representadas livremente, por meio de pinturas, desenhos, fotografias e procedimentos audiovisuais.

Capítulo V
Da Transferência dos Direitos de Autor

Art. 49. Os direitos de autor poderão ser total ou parcialmente transferidos a terceiros, por ele ou por seus sucessores, a título universal ou singular, pessoalmente ou por meio de representantes com poderes especiais, por meio de licenciamento, concessão, cessão ou por outros meios admitidos em Direito, obedecidas as seguintes limitações:

I - a transmissão total compreende todos os direitos de autor, salvo os de natureza moral e os expressamente excluídos por lei;

II - somente se admitirá transmissão total e definitiva dos direitos mediante estipulação contratual escrita;

III - na hipótese de não haver estipulação contratual escrita, o prazo máximo será de cinco anos;

IV - a cessão será válida unicamente para os país em que se firmou o contrato, salvo estipulação em contrário;

V - a cessão só se operará para modalidades de utilização já existentes à data do contrato;

VI - não havendo especificações quanto a modalidade de utilização, o contrato será interpretado restritivamente, entendendo-se como limitada apenas a uma que seja aquela indispensável ao cumprimento da finalidade do contrato.

Art. 50. A cessão total ou parcial dos direitos de autor, que se fará sempre por escrito, presume-se onerosa.

§ 1º Poderá a cessão ser averbada à margem do registro a que se refere o art. 19 desta Lei, ou, não estando a obra registrada, poderá o instrumento ser registrado em cartório de Títulos e Documentos.

§ 2º Constarão do instrumento de cessão como elementos essenciais seu objeto e as condições de exercício do direito quanto a tempo, lugar e preço.

Art. 51. A cessão dos direitos de autor sobre obras futuras abrangerá, no máximo, o período de cinco anos.

Parágrafo único. O prazo será reduzido a cinco anos sempre que indeterminado ou superior, diminuindo-se, na devida proporção, o preço estipulado.

Art. 52. A omissão do nome do autor, ou de co-autor, na divulgação da obra não presume o anonimato ou a cessão de seus direitos.

Link to comment
Share on other sites

Das Limitações aos Direitos Autorais

Art. 46. Não constitui ofensa aos direitos autorais:

I - a reprodução:

B)em diários ou periódicos' date=' de discursos pronunciados em reuniões públicas de qualquer natureza;

II - a reprodução, em um só exemplar de pequenos trechos, para uso privado do copista, desde que feita por este, sem intuito de lucro;

III - a citação em livros, jornais, revistas ou qualquer outro meio de comunicação, de passagens de qualquer obra, para fins de estudo, crítica ou polêmica, na medida justificada para o fim a atingir, indicando-se o nome do autor e a origem da obra;

VI - a representação teatral e a execução musical, quando realizadas no recesso familiar ou, para fins exclusivamente didáticos, nos estabelecimentos de ensino, não havendo em qualquer caso intuito de lucro;

[/quote']

 

É claro que toda regra tem sua exceção, mas não tem nada haver esses casos que você expôs aqui com arquivos baixados da net.

 

 1. Discursos podem ser reescritos sem pedir autorização do autor. Só faltava pedir autorização pro Lula toda vez que ele fizesse um discurso.

 

P.S. Editar discursos, colocando só o que interessa, é antiético.

 

 2. Você pode "xerocar" 30% de um livro sem pedir autorização, isso tá na lei, mais que isso é proibido.

 

 3. Quando você fizer alguma monografia na sua vida, vai ter que citar diversos autores e colocar o nome do autor nos formatos padrões, se não perde nota!06

 

 4. Só faltava processar os alunos do pré-escolar por cantar as músicas da Xuxa no Dia das Mães.0906 
Ana2007-11-14 15:59:19
Link to comment
Share on other sites

  • 2 months later...

Ok, retomando:

 

A minha última frase não tem absolutamente nada a ver com pirataria' date=' mas sim com esta sua frase imbecil de que "o cinema está acabado no Brasil". Tão comicamente sensacionalista como seus últimos posts.

[/quote']

Sua frase:
"Eu entendi sua frase e continuo achando todo o seu post imbecil."


Ah...agora mudou de idéia? Antes era o post agora é só a frase? Frase essa que vc nem entendeu direito?

O Cinema está acabando sim no Brasil! É só ver a média de público...cada vez menor! Cada vez menos cinemas, menos salas e tudo mais. Nos EUA ainda o cinema vai bem, tem mto público e tal. Já no Brasil a coisa tá mto preocupante. Hoje POUQUÍSSIMOS filmes passam da barreira de 1 milhão de espectadores.  Hoje um filme que atrai cerca de 700 mil espectadores já é mega sucesso!! E o que dizer no cinema nacional então? Se passar de 200 mil espectador já é um "blockubster"

Mas é melhor a gente continuar essa discussão no tópico de Pirataria! Qualquer pessoa que me responder por favor poste lá! 03

 

Dessa vez, a culpa foi minha. Eu não especifiquei mesmo. Disse que acho seu post imbecil pela sua postura, em especial, de garoto revoltado.

 

Eu não checo dados, eu vejo com meus próprios olhos. Fui nesta semana 3 vezes ao cinema e encontrei o quê? Salas com número considerável de pessoas, até mesmo um filme como Os Donos da Noite, já esquecido por boa parte do público, conseguiu uma audiência de te deixar de babando.

 

Em outra semana, fui em Recife por 3 dias seguidos e encontrei salas cheias para filmes como O Suspeito, Desejo e Reparação, Coisas que Perdemos Pelo Caminho, entre outros. Agora pense, qual é a graça de freqüentar um fórum de cinema e não ficar só de espectador das "grandes discussões", sendo feito de palhaço por distribuidoras picaretas, que lançam filmes de 2006 só em 2008 (como foi o caso recente de A Espiã). Eu posso muito bem não baixar um filme, desde que as distribuidoras cumpram com seu papel e mandem seus filmes para cá. Esta semana mesmo, eu quase que pulo de alegria ao saber que Juno vem para cá amanhã. Juro! Ou que tal ontem mesmo, quando fui ver Conduta de Risco. Já havia baixado o filme há muito tempo, não obtive oportunidade de ver o filme e resolvi então vê-lo nos cinemas. Meu problema NUNCA será de preço de ingresso (ainda mais onde eu moro, já paguei até mesmo 4 reais por uma inteira), mas sim atraso gigantesco na exibição de certos filmes. O caso de esperar em dvd não funciona por 2 motivos: 1) já falei, sobre pegar as discussões fresquinhas; 2) fico puto ao ver que bombas como Sexo Com Amor?, Alvin e os Esquilos ou A Bússola de Ouro ocupem 3, 4, 5 salas, em uma cidade com 3 cinemas (2 péssimos). Isso é que é um ABSURDO. Alguns podem argumentar que "é muito caro fazer 1000 cópias para cada cidade". Não, muito caro é a perda que eles terão ao adiar um filme que já saiu pela internet há tempos. O que é que custa se fazer uma cópia para cada estado com número pequeno de cinemas? Esta semana, por exemplo, Onde os Fracos Não Têm Vez poderiam se instalar em uma sala, daqui a 3 semanas sair e ir para a (única) outra cidade que possui cinema. Pronto, caso resolvido. Mas da maneira que fica...

 

Agora, eu acho inaceitável alguém que mora em metrópoles baixarem filmes (a não ser que exista realmente uma longa demora, como é o caso dos filmes de Lumet, Cronenberg, Lynch e principalmente Tarantino), ainda mais com o Festival do Rio e a Mostra SP, mas isto são outros 500s...
Link to comment
Share on other sites

 

 

 

UPDATE: "Juno vem pra sua cidade amanhã?? Aqui na minha cidade tem (prepare-se) UM cinema, que passa UM filme por semana em UM horário. E pior, Só porcaria. Por exemplo, há duas semanas está passando Eu sou a lenda! Amanhã deverá entrar em cartaz Meu nome não é Johnny!!!!! Se Juno viesse na minha cidade amanhã eu dava trÊs pulos!06"

 

Gostaria que isso fosse verdade Bernando. Mas o público está caindo sim. Isso é um fato triste para todos nós cinéfilos. Por causa da pirataria, da criminialiade, da falta de estrutura das cidades pequenas, dos altos preços, da pequena janela entre lançamento em Cinema e em DVD e tudo mais contrubem para a queda de público. Quaaanta pessoas vc concheçe que assistiram ao bendito Tropa de elite no cinema? Ninguém!! Aonde quer que eu vá e converse a pessoa viu na banquinha do camelô mais próxima. Não é à toa que o número de pessoas que assistiu ao filme no cinema foi  2 milhões sendo que um estudo disse que cerca de 10 milhões de pessoas viram o filme.

 

Sobre as "discussões fresquinhas"  é um problema de todos nós. Eu moro no interior de São Paulo e imagino que vcs tb deva morar no interior e acho que a maioria do pessoal aqui tb não deve ter acesso mto rápido a esse "lançamentos". É triste ver o meu cinema passando Eu sou a lenda, Alvin e os esquilos, Hitman - O Assasino enquanto em SP passa Desejo e Repração, Onde os fracos não tÊm vez e Conduta de Risco? Claro! Mas ainda sim eu não posso descambar para pirataria. A janela hoje entre o lançamento do filme em cinema para DVD é super pequena..algo em torno de 4 meses! Esperemos um pouco poxa!

 

É uma tentação a gente baixar os filmes do Oscar que tanto esperamos? Baixar Juno, No Country, Diving Bell assim...tão facilmente...em poucas horas..com legenda fácil? Claro! Eu próprio cedi a essa tentação ano passado quando baixei Dreamgirls! (pq sabia que não chegaria na minha cidade, e realmente não chegou). Mas a gente até que teria, de uma certa forma, uma espécie de "alvará" para baixarmos filmes já que alugamos muuuitos DVDs e vamos ao cinema muuuitas vezes e o dinheiro que a gente economiza baixando os filmes na net a gente acaba gastando com outro filme. Mas o problema é aquelas pessoas que simplesmente não vão mais ao cinema (e conheço muuuita gente assim) pq preferem baixar os filmes pela internet ou pior comprar as cópias piratas no camelô.

 

Agora, quando a obra está absurdamente atrasada do Brasil, quando não há nenhuma possibilidade de vc assistir ao filme de maneira legal (seja no cinema como no DVD) aí sim baixar o filme talvez seja a única solução.

 

 

 

 

Sync2008-01-31 23:23:01

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

Announcements


×
×
  • Create New...