Jump to content
Forum Cinema em Cena

Ringu

Members
  • Content Count

    488
  • Joined

  • Last visited

Everything posted by Ringu

  1. Bom, ainda tenho que rever o episódio pra comentar melhor: - O episódio foi bom, mas abaixo do quarto ano no geral. Na minha opinião é de longe o final de temporada mais fraco até agora. Talvez a greve tenha atrapalhado mais que eu pensava. Só sei que deixou a impressão de que algumas possíveis respostas para alguns mistérios tiveram que ser cortadas para aparecerem nas próximas 2 temporadas. Tirando a revelação do Locke ser a pessoa no caixão (ok, chocante), o que se teve foram mais perguntas sem resposta e novos mistérios. Isso não é ruim, mas eu esperava mais algumas revela
  2. Ringu

    7º Dia

    Ainda não tive tempo, mas também quero rever pelo menos os 2 primeiros anos antes do dia 7 estrear. Essa pausa longa é ideal pra isso. E é uma forma eficiente de esquecer que o lixo do sexto ano existiu um dia. (pra quem, como, eu não suporta a sexta temporda).
  3. Eu também to ansioso, mas quero ver como vão superar as 2 reviravoltas mais doidas que a série teve (Michael matando a Ana Lucia e a Libby no segundo ano e o Flashfoward no fim do terceiro).
  4. Não é exatamente novidade, mas finalmente foi lançada nos EUA uma edição especial da primeira temporada. Vale lembrar que o box do primeiro ano foi feito meio que as pressas e por isso quase não tinha extras. A versão americana não tinha sequer seleção de cenas. Essa versão agora tem um sétimo disco só de extras. Pra quem não sabe: Esses "episódios extendidos" que o dvd anuncia são inéditos só nos EUA. Algumas sequencias dos últimos 5 episódios foram cortadas lá, e não apareceram nem no dvd. Extras: All-new documentary The Genesis of 24
  5. Ringu

    7º Dia

    Quando fiquei sabendo desse lance do Tony, lá pelo fim do ano passado ou início desse ano achei que era piada até ver o trailer. A decisão de matar o Tony foi, na minha opinião, a maior besteira que a série já fez até hoje, principalmente pela forma como aconteceu (não foi uma morte "digna" da grandeza do personagem, bem diferento do que aconteceu com o Mason no segundo ano). Mas o fato é que mataram o personagem de uma forma ridícula mas mataram. Pra mim, se arrependeram amargamente depois e o merecido fracasso do sexto ano acabou dando essa idéia absurda de ressucitar o Tony. Quero
  6. Não tenho tido muito tempo de acompanhar as discussões aqui. Vou me atualizar com o que vocês andam comentanto aqui e por enquanto só uns comentários sobre os 3 últimos episódios. - (4x08) Meet Kevin Johnson - Me decepcionei um pouco quando vi pela primeira vez. A sensação foi de que os criadores da série tentaram segurar o máximo de informações a respeito do que aconteceu com Michael e Walt quando saíram da ilha. Acho que a expectativa atrapalhou e o episódio melhorou muito quando assisti de novo e já sabia o que esperar. Algumas coisas incomodam: as "aparições" da Libby não tiveram
  7. O FF do primeiro episódio do quarto ano se passa antes daquele visto no final do terceiro ano. É bem fácil perceber, já que nesse o Jack ainda parece normal e longe de querer se matar.
  8. Como assim? Já foi revelado que a Kate tá criando o Aaron como filho. Foi revelado em qual episodio? pelo que sei até o episodio 08, nada foi confirmado ainda, pode ser o Filho de Kate com James, como tambem pode ser o filho de Claire... Pra mim foi confirmado no episódio 4 mesmo, aquela cena final não deixa dúvida nenhuma que a Kate está criando o filho da Claire. E além disso, como disse o Leoff isso já foi confirmado pelos próprios produtores pra quem ainda tinha alguma dúvida.
  9. Como assim? Já foi revelado que a Kate tá criando o Aaron como filho.
  10. Jin e Sun sempre foram personagens subestimados. "...in Translation" é pra mim um dos melhores episódios da série até hoje. Eles já tiveram episódios fracos, mas quem lá não teve? Gostei muito do episódio, ótima sacada dos roteriristas em misturar FF e FB, enganou todo mundo. Uma coisa que chama a atenção na série é como os caras ainda conseguem dar uma inovada mesmo estando presos a essa estrutura narrativa de flashbacks e flashfowards. É um episódio mais lento, mas nem por isso menos intenso. 2 pontos fracos na minha opinião - A Sun chamando pelo Jin quando ta
  11. Em tv, filler é um episódio onde nada importante acontece, onde os acontecimentos servem só como preparação ou ponte para coisas mais importantes que vão vir. Ou, dependendo do ponto de vista, pode ser traduzido simplesmente como "encheção de linguiça".
  12. É, mesmo com a temporada reduzida (já seria mesmo sem a greve) eles não resistem em fazer uns episódios mais filler, se bem que não achei esse ruim. Não sendo uma bomba no nível de "Stranger in a Strange Land" ou mesmo os episódios fraquinhos centrados na Kate já dá pra aguentar. O único elemento sobre a aparição da Psiquiatra dos Outros foi que, se era uma visão, pela primeira vez foi vista por mais de uma pessoa de uma só vez. Algumas coisas que ela disse dão a entender que o Ben é ainda mais poderoso do que se imagina. De resto aquilo foi só uma repetição do que todo mundo já cans
  13. A cronologia do Desmond, baseada nos flashbacks e nos "flashes" dele: 19XX-1996 - Ele larga a noiva (não a Penny, aquela outra escocesa lá do Catch 22), vai pro mosteiro, é expulso, conhece a Penny, namora com ela, termina com ela e vai pro exército. É aqui que ele acaba procurando ela pra conseguir o número do telefone e diz que não vai ligar por 8 anos. 1996-2001 - É preso e depois expulso do exército. O pai da Penny o procura e oferece grana para que ele não entre em contato com a filha. Ele recusa e resolve participar daquela tal "corrida" ao redor do mundo. Encontra
  14. Sim, a Cisne é aquela que foi a principal estação no segundo ano. O Eko e o Locke estavam na estação, mas nunca mostraram se eles saíram dali antes dela implodir não ou não. Também nunca mostraram o que aconteceu com eles logo após a implosão.
  15. Episódio sensacional... mas ainda prefiro Confirmed Dead. Alguém disse que Desmond e Pen é a grande história de amor de Lost. Se não tivesse Jin e Sun eu concordaria. A mais idiota com certeza é o triangulo imbecil Sawyer/Kate/Jack que só ganhou algum interesse no "Eggtown". Falando em Eggtown, apesar de ter gostado (pela primeira vez gostei realmente de um episódio da Kate), é até covardia a comparação de um episódio centrado em uma personagem tão rasa e sem graça como a Kate, com outros que são tão complexos e bem desenvolvidos como o Desmond (tanto o personagem quanto os
  16. Quanto ao Charlie até concordo, mas o Desmond foi um momento muito importante para o Faraday, talvez o mais importante da vida dele, como ele não ia lembrar?. O que eu acho é que o Faraday tem algum problema de memória (lembra da experiência com as cartas no episódio anterior?). As experiências que ele faz podem ter afetado a cabeça dele e ele com certeza fez experiências de viagem no tempo se usando como cobaia e aquela anotação na agenda dele prova isso. Outra coisa, depois desse episódio passei a acreditar no que eu achava muito óbvio pra ser verdade: O Michael pode ser mesmo o ho
  17. Ringu

    7º Dia

    Pra mim, a sexta temporada é péssima como qualquer outra série que eu tenha visto e achado péssima. Esse negócio de "mesmo ruim é melhor que a maioria do que tem na tv" é desculpa esfarrapada na minha opinião.
  18. Também não acho que o Aaron seja um dos Oceanic 6, aliás, acho isso meio óbvio. Vocês falando do Aaron, lembrei agora daquele episódio da primeira temporada ("Raised by Another"), o episódio em que a Claire é levada pelo Ethan. No início ela tem um sonho com o Locke em que ele diz que é ela que tem que criar o filho, que isso é muito importante e tal. Não lembro direito mas enfim.... e no flashback tem aquele vidente que, aparentemente, sabia que a criança era importante e fez a Claire embarcar no 815 com o intuito de que ela não entregasse a criança para a adoção. Ou então o vident
  19. O Aaron parece ter uns 3 ou 4 anos mesmo então independente de quanto tempo levou para os 6 (mais Aaron mais o Ben mais vai saber...) saírem da ilha acho que deve ser por aí, mesmo levando em consideração aquele lance do tempo possívelmente ser diferente na ilha e tal. Quanto aos flashfowards, é difícil colocar eles em ordem cronológica, pelo menos por enquanto. Só aquele do Jack que dá pra ter certeza que acontece depois do do Hurley e da Kate (já que nesses o Jack ainda não surtou). Mas fica impossível saber se o do Sayid aconteceu depois do do Jack por exemplo. Não tem nem como sa
  20. hauhauahauahaua, eu li sobre essa legenda errada. Eu já tentei legendar e não tenho paciência. Sei o quanto é um trabalho difícil e que exige atenção, mas porra, cometeram o erro mais absurdo possível. E ainda por cima estragou o final pra quem usou essa legenda, já que muita gente deve ter se enfluenciado pelo erro e o impacto do final simplesmente some. Dito isso, achei esse o melhor episódio da Kate até hoje (o que não é dizer muita coisa já que pra mim ela só tinha tido episódios ruins e medianos). Mas continuo achando o segundo episódio o melhor. De qualquer forma foi bom ver fi
  21. Ringu

    7º Dia

    Sinceramente, não acho a saída do Joel Surnow muito prejudicial para a série. O sexto ano é prova disso. Pior que aquilo acho impossível. Concordo com o Shyriu, O Hopkins faz muita falta. Apesar de considerar o segundo ano o melhor da série, o cara que é hoje o principal diretor da série (Jon Cassar) é bem meia-boca. Os episódios que ele dirige são sempre os mais fracos. Pelo menos algumas coisas boas pra mim sobre esse adiamento do sétimo dia: finalmente vou ter tempo de rever pelo menos os 2 primeiros anos com calma; a equipe vai ter tempo suficiente pra polir os roteiros
×
×
  • Create New...