Jump to content
Forum Cinema em Cena

Fonte da Vida


Recommended Posts

  • 2 weeks later...

 

Meu Caro, provavelmente tudo que vou "dizer", parecerá óbvio, mas, ainda assim, lá vai:

 

Creio não haver dúvida quanto ao fato do "astronauta", como você chama a personificação de Hugh Jackman no séc. XXVI, ser o mesmo doutor obcecado que comeu da árvore da vida, sua "descoberta" cientifica, e que, portanto, atingiu a "imortalidade".

 

Daí todas suas lembranças e flashbacks sobre Liz. A tatuagem no anular. Outro hábito que nele se torna obsessivo, como quase tudo.

 

E aquela árvore que ele finalmente leva à nebulosa, não é outra senão aquela que plantou sobre o túmulo da amada. Uma continuação desta, se lembrarmos a história que ela contou sobre o pai do seu guia na Guatemala. De como continuou vivendo na árvore plantada sobre seu túmulo, e como alçou vôo com o passáro que comeu de seu fruto.

 

Provavelmente ele leu tantas vezes a história de "the fountain, que já confundia com suas próprias lembranças, sem falar no peso da promessa de finalmente acabar o livro. A obsessão continua. E quando ele finalmente imagina o fim: o Tomas, conquistador também morre. Não acredito que este Tomas tenha realmente existido, (como o Tomas do presente e do futuro, que são o mesmo) ele é apenas mais uma alegoria criada pela Liz do presente para "despertar" seu marido. Inclusive isto se deixa entrever pelas escabrosas liberdades tomadas para com a história da Espanha.

 

Nas  duas eras passadas Liz estava personificada no corpo de Rachel Weisz, no futuro não existe um corpo sólido que represente Liz, apenas uma lembrança, e creio que não só a árvore, mas também o próprio corpo de Jackman, sejam a presença sóllida desta Liz.

 

Ele nunca deixou de ser obcecado pela vida, pela morte, por sua amada, he could never let it go, e aí estava sua prisão e a incapacidade de escrever o fim do livro. A única possibilidade de união estava na morte. Coisa que ele só foi perceber,  como sói acontecer, no fim.

 

Espero não ter sido demasiado prolixo, nem demasiado confuso.

 

bernard2006-12-07 04:02:28

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

Announcements

×
×
  • Create New...