Jump to content
Forum Cinema em Cena
Administrator

Carros

Recommended Posts

Não sei se comentaram ou postaram isso aqui, eu pelo menos não vi, mas achei muito bacana... Sei que muitos vão gostar!!!

 

G1 andou no Mercedes-Benz C 63 AMG

 

Versão esportiva do sedã alemão chega ao Brasil por US$ 195 mil.
Na quinta geração, o modelo vem com motor V8 de 457 cavalos.

Há uma estirpe de automóveis que está acima do bem e do mal. Modelos exclusivos que não nasceram para ser avaliados e, sim, desfrutados. É o caso dos sedãs que compõem a família esportiva Mercedes-Benz AMG 63.

Desde o avantajado Classe S, passando pelo discreto Classe E, até chegar ao menor, porém, bem mais "invocado" Classe C – que começa a ser vendido a partir deste mês de junho no Brasil por US$ 195 mil (cerca de R$ 330 mil). O único concorrente nesta categoria é o BMW M3 Coupé.

Apesar de serem equipados com o mesmo motor V8 aspirado de 6,2 litros, os sedãs desenvolvem potências distintas para adequar o desempenho ao tamanho e peso dos carros: são 532 cavalos na Classe S; 521 cavalos na Classe E; e 457 cavalos na Classe C.

Como a novidade é a chegada da quinta geração da Classe C AMG vamos nos ater a ela. Mas não se preocupe, o menor dos sedãs esportivos da Mercedes-Benz é disparado o mais divertido de dirigir. Os 75 cavalos a menos em relação ao Classe S AMG não fazem a menor falta.

O G1 andou no Classe C AMG a convite da Mercedes-Benz em uma pista na Fazenda Capuava, em Vinhedo (SP). Enquanto os irmãos maiores apresentam reações um tanto morosas na pista, o Classe C é apimentado. No traçado travado da pista, mais parece um kart.

Com o som inconfundível do motor V8 invade o ambiente, o carro gruda no chão e mostra um apetite voraz para engolir asfalto. Chega de 0 a 100 km/h em apenas 4,5 segundos e atinge os 250 km/h limitados eletronicamente.

A esportividade está em todos os detalhes, fazendo com que essa versão esportiva seja bem diferente da Classe C "normal". Faróis e lanternas têm lentes escurecidas, o capô vem com duas saliências (domos de potência), a grade de radiador é maior, as asas dianteiras são alargadas e a minissaia traseira traz um difusor preto. E mais: os escapamentos têm duas saídas duplas, garantindo o charme necessário ao modelo.

Logo ao abrir a porta você percebe o teor esportivo do carro. Os bancos de couro com apoios laterais generosos e encosto de cabeça integrado agarram o corpo. Você pode entrar mais forte nas curvas que não irá se mover nem um centímetro. Aliás, a suspensão de regulagem firme, com rodas de 18 polegadas e pneus de perfil baixo, garante estabilidade de sobra e incentiva manobras mais ousadas na pista.

Em alusão à Fórmula 1, o volante tem a seção inferior achatada e traz as borboletas para as trocas de marcha manuais, além dos comandos do computador de bordo. O câmbio automático de sete marchas vem com três programas de condução: conforto, esportivo e manual.

Mas o grande barato dos modelos da AMG é o novo sistema de controle de estabilidade (ESP) com três níveis de atuação. Por meio de um botão no painel, o motorista pode escolher: "ESP ligado", "ESP sport" e "ESP desligado".

No primeiro, a ocorrência de qualquer instabilidade direcional é prontamente contida pela atuação combinada de frenagem de uma ou mais rodas, acompanhada por uma redução no torque do motor. Já no “ESP sport”, a interferência do sistema permite alguns exageros do motorista, como pequenas derrapagens.
A pressão prolongada do botão ESP ativa o "ESP desligado". Não há intervenção de freios ou redução de torque neste modo – aumentando assim o prazer de dirigir ainda mais. Se o motorista abusar ou errar, o carro roda. Esse modo é aconselhável aos motoristas experientes e em locais apropriados, como pistas particulares ou autódromos. Mesmo nesse modo, qualquer toque no freio restaura o ESP integral. Ainda bem...

Share this post


Link to post
Share on other sites
Puta que o pariu! que pancada!!

 

Que pena... do carro lógico...

 

Esses carros são sensacionais...

 

 

 

Um vizinho meu comprou um Shelby a umas 3 semanas atrás . No domingo a noite estava toda a família reunida em torno do carro posando para fotos .

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

 Mercedes traz 7 novidades para o Brasil!

Além do furor gerado pelo anúncio da chegada do Smart Fortwo ao Brasil, programado para abril, a Mercedes-Benz surpreendeu a imprensa ao enumerar sete novidades para o mercado nacional. Os destaques ficam por conta dos inéditos utilitário esportivo compacto GLK 280 e cupê esportivo CLC 200 Kompressor.

O primeiro chega às lojas a partir de R$ 225 mil e equipado com motor 3.0 litros V6, a gasolina, de 231 cavalos de potência acoplado a uma transmissão aautomática 7G-Tronic. O jipe mede 4,53 metros de comprimento, 1,84 m de largura, 1,69 m de altura, e 2,75 m de distância entreeixos, e pesa 1.830 quilos. Produzido em Bremen, na Alemanha, o GLK chegou neste mês às concessionárias européias e começará a ser vendido nos Estados Unidos no início do ano que vem.

O CLC 280, por sua vez, é produzido na fábrica da Mercedes-Benz de Juiz de Fora, em Minas Gerais, e exportado para 30 países. De acordo com a marca, o preço sugerido para o modelo será de R$ 130 mil. O propulsor que equipa o modelo é um 1.8 l de quatro cilindros, sobrealimentado por um compressor volumétrico e capaz de gerar 184 cv. O conjunto inclui ainda uma transmissão automática de cinco marchas. Rodas de liga leve de 17 polegadas, seis airbags, conectividade Bluetooth, freios com ABS, assistência de frenagem de emergência (BAS) e controle de estabilidade ESP, também fazem parte do pacote de equipamentos de série do CLC 200.

A gama de novidades é completada pelos renovados SLK, CLS, Classe M e Classe B. O roadster será oferecido nas versões SLK 200 K (R$ 218 mil), também com bloco 1.8 de 184 cv, SLK 350 (R$ 275 mil), com motor V6 de 306 cv, e SLK 55 AMG (US$ 187,5 mil), com um V8 de 360 cv. O cupê de quatro portas, por sua vez, exibe dianteira redesenhada, e chega também em três opções, todas equipadas com alavanca 7G-Tronic: CLS 350 R$ 310 mil), com V6 de 272 cv, CLS 500 (R$ 395 mil), com V8 de 388 cv, e a topo de linha CLS 63 AMG (US$ 238 mil), também com V8, mas habilitado a entregar 517 cv.

Já utilitário esportivo Classe M é oferecido nas configurações ML320 CDI (R$ 292 mil), a diesel, e ML 63 AMG (US$ 242 mil). O Classe B, um dos modelos de entrada da marca alemã, passa a ser oferecido na versão B 170, por a partir de R$ 100 mil. Ele vem com motor 1.7 litro de 116 cv, a gasolina, e conectado a uma caixa automática CVT, continuamente variável.

Fechando o amplo cardápio está o modelo mais caro e exclusivo. Trata-se da edição limitada IWC do superesportivo SL 63 AMG, limitado em apenas 200 unidades. Com preço fixado em US$ 390 mil, a série é assinada pela fabricante de relógios suíços IWC. O motor é o mesmo V8 6.3 litros do SL 63 AMG homologado para entregar 532 cavalos de potência e 64,2 kgfm de torque. Esse propulsor está conectado a um câmbio Speedshift MCT, de sete marchas, também desenvolvido pela AMG. De acordo com a empresa, o Edition IWC é capaz de acelerar de 0 (zero) a 100 km/h em 4,6 segundos e atingir 300 km/h de velocidade máxima, limitada eletronicamente.


Veja mais imagens em http://carsale.uol.com.br/noticias/ed101not10014.shtml

Fonte: Carsale - Uol

 

foto_210.jpg

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Herdeira do grupo BMW perdeu milhões para ex chantagista, dizem jornais

Berlim, 2 nov (EFE).- A herdeira da montadora de veículos BMW, Susanne Klatten, perdeu 7,5 milhões de euros ao longo de meses de chantagens feitas por um ex-namorado, um suíço que ameaçava publicar fotos e vídeos comprometedores dos dois, informa a imprensa alemã.

Segundo confirmou um porta-voz de Klatten ao jornal alemão "Bild am Sonntag", a herdeira do grupo, considerada a mulher mais rica da Alemanha, cansou das ameaças e finalmente decidiu apresentar uma denúncia por extorsão e chantagem junto à Promotoria de Munique.

 

De acordo com a fonte, Klatten tomou a decisão ao perceber que seu ex-companheiro "tinha mantido um relacionamento com ela apenas com fins delituosos".

 

"Desde o princípio, o objetivo dele foi extorqui-la e tirar dinheiro dela por meio de chantagem", disse o porta-voz.

 

Segundo o funcionário, as extorsões começaram no final de 2007. Primeiro, o chantagista pediu um empréstimo de vários milhões de euros. Depois foi pedindo mais, ameaçando divulgar vídeos e fotos tirados por um cúmplice em hotéis de luxo.

 

Finalmente, Klatten decidiu processá-lo, consciente das "conseqüências negativas" que a divulgação do material poderia acarretar, explicou o porta-voz, que assegurou que o homem em questão está preso.

 

A Promotoria de Munique se limitou a confirmar que há um processo aberto.

 

Segundo o jornal "Süddeutsche Zeitung", Klatten pagou 7,5 milhões de euros a uma rede de chantagistas italianos e suíços, que chegaram a exigir muito mais, até que ela decidiu formalizar a denúncia.

 

Klatten, de 43 anos, é filha do fundador do império BMW, Herbert Quandt, e de sua terceira mulher, Johanna.

 

Após a morte de seu pai, em 1982, Susanne e seu irmão Stephan herdaram grande parte da fortuna da família.

 

Atualmente, Klatten detém com seu irmão e sua mãe 46% do capital da BMW. Além disso, ela também é acionista majoritária do grupo químico Altana.

Share this post


Link to post
Share on other sites

 Smart Fortwo, o carrinho de 2,70 metros, chega em abril a preço de médio

Mensagem por ATS o 1/11/2008, 17:20

smart-13.jpg


Há espaço no mercado nacional para um carro de apenas 2,70 metros de comprimento ao preço de um hatch médio, entre R$ 55 mil e R$ 60 mil? A Mercedes-Benz acredita que sim e passa a importar, em abril, o Smart Fortwo, carrinho de dois lugares cuja primeira geração foi lançada na Europa em 1998. De linhas curiosas e interior alegre e colorido, o Smart traz recursos como teto transparente de policarbonato, seis bolsas infláveis (frontais, laterais e cortinas), controle de estabilidade e porta-malas razoável para 220 litros.

Há ainda uma versão conversível cuja capota, de acionamento elétrico, pode ser aberta a qualquer velocidade. O motor a gasolina de três cilindros e 1,0 litro, instalado à frente do eixo traseiro, usa turbo para desenvolver potência de 84 cv e torque de 12,2 m.kgf e o câmbio manual automatizado, de cinco marchas, inclui aletas de mudanças no volante.

Fonte: BestCars


smart-1g.jpg

smart-11.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bom... o meu próximo carro tá quase decidido nesse daqui:

ag_test_fiat_grande_punto_sport_2007_01_m.jpg&ampusg=AFQjCNH55zKCGmhvR63sEf95FnfJgWBltA

porém ainda estou na dúvida da cor, 06nessa daí (laranja) ou vermelho,06 e além disso sempre tive Volkswagem (minha opção nessa montadora será o Polo, embora não goste daqueles 'anéis' nas lanternas traseiras) e estou recioso de pegar um FIAT...09

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Eu tinha um fiat e nunca tive grandes problemas... E T. A.' date=' sua foto não abre para sabermos que carro está quase em suas mãos... 06[/quote']

 

Punto vermelho/laranja... 06Clica com o botão direito sobre a imagem e copie o link que aparecer para  a área especifica na sua página lá em cima....03

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...

×
×
  • Create New...