Jump to content
Forum Cinema em Cena

Hotel Transilvânia


Gustavo Oliveira
 Share

Recommended Posts

Este filme estreou em: 05 de Outubro de 2012

 

Em um fim de semana especial, Drácula (Adam Sandler) convida para seu luxuoso resort cinco estacas alguns dos mais famosos monstros do mundo - Frankenstein (Kevin James) e sua esposa, a Múmia, o Homem-Invisível, uma família de lobisomens e outros mais -, para comemorar o aniversário de 118 anos de sua filha Mavis (Selena Gomez). Para ele, reunir todos estes monstros legendários não é problema, mas seus planos podem ir por água abaixo quando um rapaz comum aparece no hotel e coloca os olhos em Mavis.

 

FICHA TÉCNICA

Diretor: Genndy Tartakovsky

Elenco: Vozes na versão original de: Adam Sandler, Selena Gomez, Steve Buscemi, Kevin James, David Spade

Produção: Michelle Murdocca

Roteiro: Dan Hageman, Kevin Hageman

Trilha Sonora: Mark Mothersbaugh

Duração: 93 min.

Ano: 2012

País: EUA

Gênero: Animação

Cor: Colorido

Distribuidora: Sony Pictures

Estúdio: Sony Pictures Animation

Classificação: Livre

 

 

Dê sua opinião abaixo a respeito dessa nova animação de sucesso! :)

Link to comment
Share on other sites

Bom para mim,

 

Sinônimo de sucesso (na maioria das vezes), as animações cinematográficas estão figurando cada vez mais nas estreias de cada mês. E não é para pouco, pois os divertidos filmes atraem multidões de crianças que, naturalmente, estarão acompanhadas dos pais. Sendo assim, um roteiro bem desenvolvido se torna quase que obrigação para que os adultos não saiam das salas de cinema. No caso de “Hotel Transilvânia” o divertimento é agradável, mas nada que almeje grandeza maior do que faturar seus milhões. Mas, felizmente, isto não significa que o filme seja ruim, aliás, muito longe disso, pois poucos momentos (como, o melhor deles, uma piada feita ironizando a Saga Crepúsculo... simplesmente genial!) fazem desta fita perfeitamente assistível.

 

Resumindo a trama bobinha: Em um fim de semana especial, Drácula (Adam Sandler) convida para seu luxuoso resort cinco estacas alguns dos mais famosos monstros do mundo - Frankenstein (Kevin James) e sua esposa, a Múmia, o Homem-Invisível, uma família de lobisomens e outros mais -, para comemorar o aniversário de 118 anos de sua filha Mavis (Selena Gomez). Para ele, reunir todos estes monstros legendários não é problema, mas seus planos podem ir por água abaixo quando um rapaz comum aparece no hotel e coloca os olhos em Mavis, trazendo a tona seus recíprocos sentimentos de ódio para com os humanos, causando grande conflito em meio a cerimônia que estava a preparar.

 

A animação conta com uma introdução interessante concebida através de rápidos avanços cronológicos em sua narrativa, desta forma é sintomático que nos familiarizamos com os personagens centrais do enredo: Mavis e Drácula, embora este último não me convencera nenhum pouco em seu humor forçado e nada engraçado; já a fofa garotinha, certamente, irá cativar mais as meninas por seu jeito naturalmente singelo (e os garotos também, desde que não sejam machistas). Porém um dos grandes atrativos da produção de Genndy Tartakovsky consiste no fato de o mesmo trazer às telonas vários personagens icônicos do passado, pois, apesar de muitos serem desconhecidos, arrancam boas risadas da plateia em determinados momentos.

 

Em contrapartida, como já era de se esperar, “Hotel Transilvânia” perde um pouco de seu ritmo a partir da metade de seu desenvolvimento levemente maçante do qual aposta em dezenas de gags visuais que, na maior parte do tempo, não funcionam. Entretanto, pior ainda é perceber que o longa começa a perder todos os seus elementos, de certa forma, originais ao iniciar uma abordagem preguiçosa de sua trama, por si só, rala e simplória.

 

Em aspectos técnicos a animação é quase perfeita (nos dias de hoje, ainda mais com um orçamento grande, isso não passa de obrigação), e embora o cenário/ambiente seja naturalmente escuro, as cores predominam na maior parte da fita gerando um grande passatempo visual. Outro fator que devo citar, também, é o fato de que o filme, mesmo possuindo um enredo fraco e um roteiro esquemático, envolve muito bem ao empregar alguns flashbacks para detalhar o passado de Drácula, que, apesar de fanfarrão, consegue realizar com proeza a difícil (?) tarefa de esquecermos a verdadeira personalidade do vampiro mais famoso de todos (e não, não estou me esquecendo de Edward).

 

Infelizmente, como não poderia deixar de mencionar, a versão original está quase impossível de ser assistida no Brasil, e não vou ser hipócrita de dizer que não deveriam existir cópias dubladas para animações (afinal, o grande público é infantil), mas seria, no mínimo, interessante avaliar a obra com as vozes de Adam Sandler, Selena Gomes e Kevin James; melhor dizendo, qualquer coisa seria melhor do que esta porcaria de dublagem nacional da qual toma discutíveis liberdades de atribuir sotaques e dialetos irritantes a muitos personagens. Ora, francamente... Porém, o filme não tem culpa nesse fator.

 

O fato é que o longa oscila entre muitos momentos levemente engraçados e outros não tão bem sucedidos (sem dizer a conclusão bonitinha e envolvente – nada a mais do que isso – que até tenta exprimir emoção através do desvendamento do motivo pela qual Drácula tem tanto ódio para com os humanos, mas acaba por não conseguir), no entanto é, para mim, inegável que a animação supera muitas outras renomadas produções do gênero, tais como os fraquíssimos “Madagascar 3” e “A Era do Gelo 4”.

 

Enfim, irá agradar a criançada e boa parte dos adultos, desde que estes últimos estejam dispostos a se divertir com a pureza de um filme bonitinho, bem feitinho e, por que não, diferente. Ah! Antes que me esqueça, “Hotel Transilvânia” merece méritos por não acrescentar em seus personagens vampiros que brilham no sol; prefiro, incontestavelmente, o antiquado Drácula de sempre. Digo, de agora.

 

OBS: Mas quem realmente preza por uma animação de grande qualidade é recomendável que aguarde o promissor “Frankenweenie” (de Tim Burton), que, a propósito, vem recebendo ótimas críticas nos EUA! Mas, de qualquer forma, “Hotel Transilvânia” merece o sucesso que vêm fazendo! Se divirta!

 

Eu me diverti, e você?

 

Nota: 6 de 10.

Link to comment
Share on other sites

  • 6 months later...

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

Announcements

×
×
  • Create New...