UA-130521384-1 Jump to content
Forum Cinema em Cena
Daft Archer

Abismo do Medo

Recommended Posts

Deadman, já tinha outro tópico pro filme. Como tu escreveu um texto extenso, pra não trancar movi as mensagens importantes pra cá e deixei na parte certa do fórum smiley17.gif

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pra quem viu nos cinemas' date=' qual é o final que está passando?

Se for o americano, o filme acaba perdendo (e muito).
[/quote']

 Eis o final que foi exibido na Mostra Indie-BH.

  SPOILER: "Numa cena pra lá de moralista, Sarah fere brutalmente a perna de Juno (após tê-la feito saber que ela - Sarah - descobriu o caso dela com seu marido...) e a deixa à mercê das criaturas que se aproximam. Então, Sarah foge em direção ao que seria a saída, mas cai num buraco.

 Desmaia e tem um pesadelo onde imagina estar saindo da caverna. Entretanto, logo em seguida se vê "perseguida" pelo fantasma de Juno. Daí, "acorda" numa alucinação (outra vez...) onde está frente à frente com sua filha: a menina agachada em frente à Sarah e no meio das duas um bolo de aniversário com velas acesas.

 A câmera muda o enquadramento para Sarah e vai se afastando lateralmente e aí percebemos que ela, na verdade, caiu num buraco sem saída e a luz que, à princípio (na alucinação) vinha das velas, na verdade vem da tocha improvisada que fez e estava caida no chão à sua frente...

 A câmera vai se afastando e Sarah olhando pra frente fixamente, enquanto vemos a dimensão da estrutura da caverna e o fato de que NÃO há uma segunda saída (como pensava uma das amigas dela)."FIM DO SPOILER

            

Share this post


Link to post
Share on other sites

É o final britânico...

Ainda bem.

 Daft, o finalzinho mesmo é pessimista e tenebroso, além de suscitar outras interpretações. Eu gostei muito. Entretanto, achei um LIXO o epílogo (o lance com a Juno...) bem como a "liçãozinha de moral" que Neil prega do 3º ato em diante. smiley11.gif 

 Ele não precisava daquilo...  smiley13.gif

 Ainda assim, gostei do filme. É MUITO melhor que muita porcaria lançada esse ano. 

Share this post


Link to post
Share on other sites

SPOILER

 

Não achei moralista, todo o "heroísmo" da Sarah no final é desconstruído pela ultima cena, que sucinta diversas interpretações: aqueles climax dela fugindo pode nunca ter acontecido - ou pior, a caverna no final seria uma metafora pra sua propria sanidade, que teria se perdido devido a sucessão de eventos tragicos, tanto pela perda da filha e do marido quanto aos acontecimentos da descida.

 

Por essas e outras que eu considero a Juno a verdadeira "heroína" do filme.

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

SPOILER

Não achei moralista' date=' todo o "heroísmo" da Sarah no final é desconstruído pela ultima cena, que sucinta diversas interpretações: aqueles climax dela fugindo pode nunca ter acontecido - ou pior, a caverna no final seria uma metafora pra sua propria sanidade, que teria se perdido devido a sucessão de eventos tragicos, tanto pela perda da filha e do marido quanto aos acontecimentos da descida.

Por essas e outras que eu considero a Juno a verdadeira "heroína" do filme.
[/quote']

 Entendo perfeitamente seu ponto de vista. E digo mais: SÓ não achei o filme uma merda, por conta dessa possibilidade que Neil deixa no ar (à despeito da hilária mudança de postura de Sarah após a "descoberta da verdade" sobre Juno...).

 Entretanto, uma coisa é o que podemos INFERIR sobre uma cena ou enquadramento e outra, BEM DIFERENTE, é o que podemos afirmar em função do que É mostrado "de fato". Acho que um filme merece aplausos e ser ovacionado de pé se, ALÉM de mostrar com imagens claras uma determinada mensagem, essa mesma mensagem possa ser "lida" de outros modos, possui camadas que levem o espectador a pensar e re-interpretar os fatos mostrados respeitando à coerência narrativa até o ponto considerado.

 Infelizmente, Neil Marshal (minha opinião, é claro...) não fez isso em "The Descent".      

Share this post


Link to post
Share on other sites

"Abismo do Medo"; dir: Neil Marshall - 8/10

É, gostei pra caralho. Ele deixa o filme se comportar como "só mais um" por um tempo e depois joga a coisa toda lá nas alturas. Gostei da direção, que pode até parecer óbvia num olhar largo (planões abertos antes da caverna X claustrofóbicos na caverna), mas dá um climão muito foda, isso evitando qualquer maior firulinha - são imagens e sons.

E "Dog Soldiers" é ainda melhor.

Serge Hall2006-9-16 11:58:38

Share this post


Link to post
Share on other sites

Vi ontem... Esperava mais. Tipo, a primeira hora de filme é, disparado, o melhor que o gênero terror produziu esse ano. Pensei que, como em O Iluminado, elas enlouqueceriam naquela caverna e matariam umas às outras... Mas daí o Neil coloca as criaturas e pensei 'iiih, vai ser mais do mesmo'... Mas em seguida, matutei 'vamos ver o que o cara consegue fazer com esse mais do mesmo' e, por um bom tempo, ele consegue... Cortes rápidos, as criaturas aparecendo de forma súbita, aumentando o pavor... Mas daí o nosso amigo diretor resolve dar uma de Jean Pierre Jeunet em Alien - A Ressurreição e mostra as criaturas perfeitamente, plenamente iluminadas até para que consigamos contar quantas manchas a pele delas têm... A partir daí é só descida (com o perdão do trocadilho páblico), culminando na cena patética envolvendo a loira Sarah e a heróina-quero-ser-Rambo-Ripley Juno... Felizmente o último plano tira o filme do fundo do poço (ou da caverna?) te dando um último suspiro de angústia...

***

Share this post


Link to post
Share on other sites

“The Descent” – 3' date='5\5,0

 <?:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

Clautrofóbico e bem acima da média filme de terror com cavalares doses de suspense e gore. O time de atrizes é espetacular (tanto no talento como na beleza) com destaque para a dupla Shauna MacDonald (Sarah) e Nora-Jane Noone (Holly) – está última, debutou muito bem, mostrando a que veio no ótimo “Em Nome de Deus” que vi recentemente.

 

Neil Marshall faz um filme gráfico nas horas certas e não tem pressa alguma de criar todo o clima para o show de horror que vem à partir do 3º ato. Não sei se de propósito ou não, existem ao longo do filme várias citações à obras que vão de “Canibal Holocausto”, “Carrie, a Estranha”, “A Bruxa de Blair” e “Evil Dead” todas funcionando muito bem dentro do contexto narrativo.

 

Questões como vaidade, traição, lealdade e amizade são bem inseridas durante as desventuras vividas pelo grupo das 6 amigas que se vêem perdidas dentro de uma caverna desconhecida e, depois de determinado momento, passam a ser atacadas por seres que lá vivem; fora o contexto e crítica por trás do “mise em scène” em relação à auto-cobrança que as mulheres do mundo pós-moderno se vem vítimas e ao  mesmo tempo se impõem em relação à condições que são "normalmente" atribuidas aos homens (ações de grande exigência física, a necessidade de correr riscos, a independência de atos e a postura frente ao isolamento), seja por conta de se destacarem, seja por questões de sobrevivência. Aqui o diretor parece dizer a todo o momento, com mais destaque no desenrolar do 1º ato, que as mulheres são capazes dos mesmos atos, mas pelos motivos errados: ciúmes, inveja, orgulho, vaidade etc.

 

Por conta disso e por se levar muito à sério o filme não leva a nota máxima. Resumindo: é absurdamente machista e moralista (tô sem saber até agora se Marshall encerrou a participação de determinada personagem - quase no fim do longa - “de verdade” ou só de “sacanagem”, na mais safada e irônica brincadeira...). Isso sem falar numa mudança de personalidade de uma personagem chave que em alguns momentos fez a platéia da Sala 1 do Usina Unibanco de Cinema (Mostra Indie) dar gargalhadas e “bater palmas” frente às constrangedoras e engraçadas poses, "caras e bocas"... Hilário!! smiley36.gif Devo ressaltar também, que certas ações das criaturas são completamente inverossímeis frente a “certas características” que possuem, não se justificando frente à nenhuma análise ou abordagem. smiley11.gif 

 

Ainda assim, supera tranquilamente muita coisa realizada nesses dois últimos anos em matéria de horror, principalmente pela competência técnica (a fotografia, o design de cenários e a maquiagem são excelentes). Ainda estou esperando algo que supere "Dog Soldiers" (seu melhor até agora, com folga...), pois definitivamente, “The Descent” é que não é...   smiley2.gif

[/quote']

Putz, concordo com absolutamente tudo! E ainda destaco a escolha do diretor em depois de um tempo, mostrar as criaturas em detalhes... Isso arruinou o pavor crescente que vinha se desenvolvendo desde então.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pra quem viu nos cinemas' date=' qual é o final que está passando?

Se for o americano, o filme acaba perdendo (e muito).
[/quote']

 Eis o final que foi exibido na Mostra Indie-BH.

  SPOILER: "Numa cena pra lá de moralista, Sarah fere brutalmente a perna de Juno (após tê-la feito saber que ela - Sarah - descobriu o caso dela com seu marido...) e a deixa à mercê das criaturas que se aproximam. Então, Sarah foge em direção ao que seria a saída, mas cai num buraco.

 Desmaia e tem um pesadelo onde imagina estar saindo da caverna. Entretanto, logo em seguida se vê "perseguida" pelo fantasma de Juno. Daí, "acorda" numa alucinação (outra vez...) onde está frente à frente com sua filha: a menina agachada em frente à Sarah e no meio das duas um bolo de aniversário com velas acesas.

 A câmera muda o enquadramento para Sarah e vai se afastando lateralmente e aí percebemos que ela, na verdade, caiu num buraco sem saída e a luz que, à princípio (na alucinação) vinha das velas, na verdade vem da tocha improvisada que fez e estava caida no chão à sua frente...

 A câmera vai se afastando e Sarah olhando pra frente fixamente, enquanto vemos a dimensão da estrutura da caverna e o fato de que NÃO há uma segunda saída (como pensava uma das amigas dela)."FIM DO SPOILER

            

Não sei não... acho que preferiria o americano... smiley36.gif

Share this post


Link to post
Share on other sites

"Abismo do Medo"; dir: Neil Marshall - 8/10

É' date=' gostei pra caralho. Ele deixa o filme se comportar como "só mais um" por um tempo e depois joga a coisa toda lá nas alturas. Gostei da direção, que pode até parecer óbvia num olhar largo (planões abertos antes da caverna X claustrofóbicos na caverna), mas dá um climão muito foda, isso evitando qualquer maior firulinha - são imagens e sons.

[/quote']

Acontece aqui o mesmo que ocorreu comigo em Guerra dos Mundos: sim, são imagens e sons; sim, são arrebatadores e fodásticos... Mas infelizmente estão a serviço de uma narrativa equivocada. Não posso ignorar esse detalhe da narrativa e fingir que ele não existe. Não pude ignorar o final canhestro de Guerra dos Mundos bem como não pude ignorar o epílogo desconexo e absurdo de The Descent.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Mas daí o nosso amigo diretor resolve dar uma de Jean Pierre Jeunet em Alien - A Ressurreição e mostra as criaturas perfeitamente' date=' plenamente iluminadas até para que consigamos contar quantas manchas a pele delas têm... [/quote']

Você é adepto do "Menos é mais" em se tratando de criar medo?

Share this post


Link to post
Share on other sites

"Abismo do Medo"; dir: Neil Marshall - 8/10

É' date=' gostei pra caralho. Ele deixa o filme se comportar como "só mais um" por um tempo e depois joga a coisa toda lá nas alturas. Gostei da direção, que pode até parecer óbvia num olhar largo (planões abertos antes da caverna X claustrofóbicos na caverna), mas dá um climão muito foda, isso evitando qualquer maior firulinha - são imagens e sons.

[/quote']

Acontece aqui o mesmo que ocorreu comigo em Guerra dos Mundos: sim, são imagens e sons; sim, são arrebatadores e fodásticos... Mas infelizmente estão a serviço de uma narrativa equivocada. Não posso ignorar esse detalhe da narrativa e fingir que ele não existe. Não pude ignorar o final canhestro de Guerra dos Mundos bem como não pude ignorar o epílogo desconexo e absurdo de The Descent.

Caraca...tem gente que nunca fica feliz com nda...Achei o filme espetacular, muito bom mesmo...eu quero é me divertir e não ficar prestando atenção se tem nexo ou não tem...

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Você é adepto do "Menos é mais" em se tratando de criar medo?

Com certeza!! Sean S. Cunningham evitou mostrar quem era o assassino até o clímax de seu Sexta-Feira 13; Ridley Scott só mostrou o Alien de corpo inteiro na última cena do filme e mesmo assim foi extremamente rápido; Daniel Sanchez e seu parceiro NUNCA mostraram a bruxa em A Bruxa de Blair...

Em The Descent, deu a impressão que Marshall chegou num momento e pensou 'bom, agora que já deixei todo mundo roendo as unhas com suspense e tensão, vou apelar para o gore e mostrar tudo pois chega de suspense e tensão'...

Dook2006-9-19 22:10:50

Share this post


Link to post
Share on other sites

"Abismo do Medo"; dir: Neil Marshall - 8/10

É' date=' gostei pra caralho. Ele deixa o filme se comportar como "só mais um" por um tempo e depois joga a coisa toda lá nas alturas. Gostei da direção, que pode até parecer óbvia num olhar largo (planões abertos antes da caverna X claustrofóbicos na caverna), mas dá um climão muito foda, isso evitando qualquer maior firulinha - são imagens e sons.

[/quote']

Acontece aqui o mesmo que ocorreu comigo em Guerra dos Mundos: sim, são imagens e sons; sim, são arrebatadores e fodásticos... Mas infelizmente estão a serviço de uma narrativa equivocada. Não posso ignorar esse detalhe da narrativa e fingir que ele não existe. Não pude ignorar o final canhestro de Guerra dos Mundos bem como não pude ignorar o epílogo desconexo e absurdo de The Descent.

Caraca...tem gente que nunca fica feliz com nda...Achei o filme espetacular, muito bom mesmo...eu quero é me divertir e não ficar prestando atenção se tem nexo ou não tem...

 

Parabéns... Se vc é adepto do 'desligar o cérebro e se divertir' ensine onde fica o botão On/Off...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

×