Jump to content
Forum Cinema em Cena

Bob Harris

Members
  • Posts

    8418
  • Joined

  • Last visited

Everything posted by Bob Harris

  1. "I laughed, I cried, I jumped in my seat, I dreamed. It's E.T. all over again." -- Kevin N. Laforest, MONTREAL FILM JOURNAL Acho que a crítica canadense é mais inteligente do que a americana. xD.. Aliás, esse fulano deu 4/4 pro filme. Surpreendente... Apesar do paralelo com "E.T." não ter sido muito feliz, na minha opinião. =]
  2. "Unless you're an M Night Shyamalan fanatic aching to see the writer/director play one of the film's main characters, there's no reason to endure Lady in the Water." -- Rebecca Murray, ABOUT.COM
  3. 18 negativas... Muito pior do que o imaginado. "Apologists for the categorically inadequate M. Night Shyamalan have their work cut out defending yet another cinematic killjoy from the "auteur" whose high box office receipts do not reflect the ineptitude of his filmmaking skills." -- Cole Smithey, COLESMITHEY.COM Ouch! [/quote'] Pensei uma coisa, escrevi outra. xD Mas.. Realmente...
  4. Hum.. Está pior do que eu pensava. 20 críticas... 18 positivas? Sinceramente, o maior problema do filme deve ter um só nome: "DISNEY".
  5. Achei esse comentário do Alex Sandell (Juicy Cerebellum) interessante: The critic in me wants to boo and hiss and cry in disappointment. The 5-year-old in me wants to stand up and applaud. The moviegoer in me wants to say that it's worth the price of a matinee and leave it at that. Ixe. O público está gostando? Isso sim me preocuopa.
  6. Hahahahahaha. Só rindo...
  7. The Bottom Line: This is not M. Night Shyamalan's most immediate work of fiction, and I honestly can say that I have no idea whether fans of his earlier work will embrace this or be too confused by the departure. Those who truly want to believe that fantasy and magic exist in our world are given a wonderful story that is far more satisfying in terms of characters and original ideas than anything Shyamalan's done in the past. Esse trecho é da crítica do ComingSoon.net (Que, por sinal, deu 8/10 pro filme). Achei a parte em negrito pra lá de interessante. Vai ver que os críticos americanos são muito ignorantes para a mente genial e profunda de Shyamalan.
  8. A Crítica americana está cada vez menos 'chegada' nos filmes do Shyamalan... Sinceramente? Acho isso um aspecto mais do que positivo.
  9. Vocês já perceberam que quase todas as fotos divulgadas da Bryce, podemos notar que elas contém sempre seu reflexo? Pura coincidência? Tava pensando se Shyamalan irá nos surpreender de novo com um final arrebatador. Será que o personagem da Bryce é do "mal"? Sinceramente, mal posso esperar para conferir.
  10. De fato. Estava lendo a crítica e ele afirma que os antecessores são sustentados pelos os grandes atores e que desta vez, não temos nenhum de renome (?? - Cof, cof cof.. Paul Giamatti.. Cof, cof). Não gostei muito da crítica. O fulano afirmou que o filme é muito confuso.. Provavelmente ele não prestou atenção ou é burro mesmo.
  11. D+ - "Of the quintet of supernatural thrillers he has made, this misbegotten project (the first not at Disney) is Shyamalan's weakest, most problematic, and least engaging picture."-- Emanuel Levy, EMANUELLEVY.COM Preocupante?
  12. Aliás, só eu que não gostou do Spacey? Sinceramente, ele é muito 'pastelão' papel do Lex.
  13. Singer prova ter tato. Um belo e excelente filme. Não esperava muito, me surpreendi. Veredicto: e 0.5 | 9 | A- Aliás, concordo com o Serge. 0.5 da nota se reverte à este fato.. Totalmente desnecessário. Enfim..
  14. Estou de pleno acordo, e junto com a Cahiers du Cinema... A Vila foi um dos melhores filmes de 2004, ao lado de Brilho Eterno de uma Mente sem Lembranças.
  15. "Not only Shyamalan's scariest and funniest movie to date, but also his most accomplished."-- Edward Douglas, COMINGSOON.NET Sinceramente? Me empolguei bastante.
  16. Novo trailer EXCLUSIVO!!!! http://movies.aol.com/movie_exclusive_marie_antoinette_trail er?ncid=AOLMOV00180000000003 Sinceramente? Preciso retomar o fôlego.. Ainda não me conformo que foi vaiado em Cannes.
  17. Devo confessar que sou Fãnzoide de muitas coisas. Harry Potter, Chaplin, Shyamalan, Spielberg. Enfim... Mas reconheço quando um trabalho não mereça tanto mérito. E os mais insuportáveis são os de SdA. Deus. Ninguém merece.
  18. De fato.. Hum.. Mais alguns: - V ("V de Vingança") - HAL 9000 ("2001: Uma Odisséia no Espaço". Pode não ser um personagem propriamente dito, mas.. =]) - Scarlett O'hara ("... E o vento levou") - Bassânio ("O Mercador de Veneza") - David Spritz ("O Sol de Cada Manhã". Pode não ser complexo, mas é MUITO interessante) - Madelaine ("Um Corpo que Cai")
  19. Exato, ruby. É exatamente o ponto que queria chegar. Desta forma, espero impressões mais imparciais.
  20. Expectativas e esperanças são palavras de diferentes vertentes. Aliás, veja que a data dos posts se diferem... Passei a ter esperanças com o que eu li (incluíndo o que a Beckin postou ).
  21. Além de entreter, é uma boa reflexão sobre a atual conjuntura segragacional de nossa sociedade. Todavia, alguns pontos deveriam ter sido mais explorados (como a postura individual de cada mutante) e, não devemos negar que a película ficou muito corrida. Por ser um filme que, supostamente, encerraria a saga, deveria ser mais longo o que permitiria maior apronfundamento. Enfim, os efeitos especiais e uma boa trilha sonora o acompanha. De fato, o melhor blockbuster de 2006 até agora. Veredicto: | 8 | B
  22. Vou ser sincero, ruby... Você sempre questiona minhas colocações, todavia, isso só contribui para a minha formação. Afinal, argumentação é o indício de uma mente capacitada. Eu considero Donnie não só complexo, mas, também, interessante. A paranóia revelada pelo seu "universo paralelo" é instigante, além de provocante. O garoto sofre com seus poderes e apresenta uma mente conturbada demais para um simples adolescente americano estereotipado (não que aqui seja o seu caso).
  23. Não, você não é obrigado. Mas, afeta minhas expectativas sim. E espero que entenda e respeite isso. Sobre "Fahrenheit 9/11", eu concordo com você. Foi uma boa escorregada, porém, todos erram (espero que erraram com MA também). Tenho a profunda ciência disso. Todavia, é dirigido por um ibero-americano, isso, de fato, consta. Agradeço pela correção com relação aos critérios da Folha. Não é um jornal que acompanho e, desta forma, desconheço suas formas de formatação. Pois é. Eu acho que seria a mesma coisa se fosse realizado um filme sobre o lado humanizado de Augusto Pinochet. De fato, não seria bem recebido pelos chilenos. Eu ainda tenho esperanças, e MUITAS em relação ao filme da Coppola.
  24. "Só" a opinião de Cannes? Eu, pelo menos, considero Cannes o festival mais sério sobre cinema. Filmes vaiados lá, não possuem boas cotações ("O Código Da Vinci", "Reencarnação"). Eu não quis dizer que Sofia é a cara de Cannes, mas sim que é uma manifestação a qual ela sempre se saiu bem. Afinal, veja as revistas francesas "Cahiers du Cinema" e "Studio". Ambas BABAVAM em cima da película, a qual se tornou capa das duas. Concordo plenamente que Cannes é "mutante". Até cheguei a pensar se não era um boicote aos filmes americanos. Afinal, os favoritos são "Babel" de Alejandro Iñarittu e "Volver" de Almodóvar. Todavia, é muita pretensão. No meu ponto de vista, Rob Marshall é um diretor de renome sim. A prova? Bem. Assista o trailer de "Memórias de uma Gueixa" e veja que na aparição do nome do diretor encontramos 'Do diretor vencedor do Oscar Rob Marshall'. Enfim, é o suficiente para atrair gente ao cinema. E, de fato, não é tão cultuado como Coppola. Mas veja a relação que podemos estabelecer entre os dois: Novatos, porém nomeados. Bem, eu acho que você entendeu o que quis dizer dos atores americanos. Assim como utilizam atores de nacionalidade diferente em Gueixa, o mesmo ocorre em Marie Antoinette. Criticaram o parnasianismo sim. Basta revirar as notícias sobre o Coppola. Alguns comentários: Dave Calhoun, da revista londrina Time Out, considerou o filme "bonitinho, mas vazio" e criticou a diretora por fazer referência apenas passageira aos tumultos que ocorriam fora dos muros de Versalhes, na véspera da Revolução Francesa. A idéia, original, é marcada por belas imagens, mas por um roteiro pouco consistente e cheio de clichês. 3/5 "Intriguing but frivolous modern revisionist look at the notorious queen ("let them eat cake"), this $40 million folly is a frothy souffle rather than nutritious cuisine, made easy on the eyes by Kirsten Dunst's charm and Canonero's costumes." [movie review] Concordo plenamente quando você diz a intenção da Coppola. Mas, ela estava pisando em terreno baldio. Um filme sobre uma TIRANA (uma das maiores inimigas da história da França, ainda mais por ela ser Austríaca) ser retratado de forma humanizada pode ter ofendido o orgulho dos franceses. Hum.. A Crítica da Folha deu 2/5.. http://www1.folha.uol.com.br/fsp/ilustrad/fq2505200609.htm De fato, Dado... É o que eu temo em relação ao filme da Coppola. Todavia, estou me animando novamente com alguns comentários. A Scarlett postou acima citações animadoras e meu ânimo retornou. Aliás, é curioso notar que Emanuel Levy havia dado C+ (2/5) pro filme. A Nota subiu para B- (3/5). Não é fácil. Sofia é uma cineasta jovem e tem muito para mostrar. A pressão sobre a película pode ter deixado as coisas um pouco complicadas. Aliás, não é todo dia que vemos um trailer EXCELENTE.
×
×
  • Create New...