Jump to content
Forum Cinema em Cena

DC Comics

Uma grande sala pra falar sobre todos os heróis, filmes e personagens da DC Comics e Vertigo: Batman, Robin, Superman, Constantine, Mulher-Gato, Watchmen, V e muitos outros!


126 topics in this forum

    • 136 replies
    • 29.6k views
    • 79 replies
    • 5.6k views
    • 554 replies
    • 32.6k views
  1. Flashpoint (202?) 1 2 3 4 46

    • 1.1k replies
    • 99.2k views
    • 52 replies
    • 3.2k views
    • 4.2k replies
    • 188.8k views
  2. Batgirl 1 2 3 4 5

    • 120 replies
    • 17.2k views
    • 963 replies
    • 58k views
  3. Animações DC Universe. 1 2 3 4 6

    • 129 replies
    • 29.5k views
    • 2k replies
    • 105.4k views
    • 77 replies
    • 6.3k views
  4. Shazam (2019) 1 2 3 4 28

    • 687 replies
    • 77.2k views
    • 775 replies
    • 54k views
    • 102 replies
    • 13.4k views
    • 66 replies
    • 7.3k views
  5. Mulher Maravilha 1 2 3 4 175

    • 4.4k replies
    • 579.2k views
    • 744 replies
    • 49.3k views
    • 118 replies
    • 18k views
  6. Aquaman - O Filme 1 2 3 4 30

    • 738 replies
    • 81.4k views
    • 8.1k replies
    • 441.1k views
    • 52 replies
    • 10.3k views
    • 10 replies
    • 711 views
  7. Besouro Azul

    • 5 replies
    • 1.4k views
  8. Zatanna

    • 2 replies
    • 289 views
  9. Coringa 2

    • 23 replies
    • 1.9k views

Announcements

  • Posts

    • Titãs | 3º ano trará complicações para o relacionamento de Estelar e Asa Noturna Greg Walker, showrunner da série, disse que temporada jogará bombas sobre o casal         NICO GARÓFALO 01.08.2021 15H40 ATUALIZADA EM 01.08.2021 16H00 Com estreia marcada para agosto nos Estados Unidos, a terceira temporada de Titãs promete trazer fortes emoções para os membros da equipe. Showrunner da série, Greg Walker afirmou em entrevista à Central Illinois que o novo ano focará bastante em Koriand'r/Estelar (Anna Diop), incluindo algumas surpresas em sua relação com Dick/Asa Noturna (Brenton Thwaites). “Vamos soltar algumas bombas sobre eles. Quem estiver prestando atenção vai entender onde queremos chegar [na trama]”. A dinâmica do casal, no entanto, deve ficar em segundo plano, já que Walker pretende contar mais sobre a história de Kory. “Nós exploramos seu passado, por que ela é quem é e por que ela foi enviada [à Terra]”. O produtor e roteirista também falou sobre a escolha de Iain Glen como Bruce Wayne, dizendo que o ator é a versão perfeita para o Batman do mundo de Titãs, pois "quando eu olho pra ele, vejo um cara que viveu. Ele passou por muita coisa. Ele não se encaixa no modelo 'perfeitinho' dos outros Batmans".  "Muito do que tentamos fazer é questionar o que 'por que eu sou um super-herói?'. Esse Bruce Wayne é um cara que transformou sua tragédia em violência e se tornou um artesão nisso. Ele criou os filhos fazendo a mesma coisa e agora começou a perceber que esse legado não funciona", seguiu o showrunner. "Batman transformou violência em uma arte, mas ele se atrapalha com a paternidade, assim como muitos de nós. Essa luta interna torna a performance do Iain brilhante".   FONTE: OMELETE
    • Mas o cara não é ruim, não. Mandou muito bem em OS 7 DE CHICAGO da Netflix. Mas aqui foi mal aproveitado mesmo.
    • Aquaman 2: Produtor diz que ignorou fãs de Johnny Depp pedindo a saída de Amber Heard no filme da DC 31 de jul. de 2021 às 18:22   Após divórcio, acusações de agressão e demissão de Johnny Depp em Animais Fantásticos, iniciou-se uma mobilização online contra a atriz Após o caso de agressão de Johnny Depp contra a ex-esposa Amber Heard, os fãs do ator se mobilizaram na internet para impedir que a atriz conseguisse trabalhar. No entanto, os esforços foram em vão e ela segue escalada para Aquaman 2. Em entrevista ao site Deadline, o produtor do longa-metragem, Peter Safran, explicou o motivo pelo qual os protestos online para remover Amber Heard da sequência do super-herói foram rejeitados pela equipe de criação do filme. Amber Heard interpreta a guerreira aquática Mera na franquia da DC e tem sido alvo de uma intensa campanha nas mídias sociais, em grande parte impulsionada por apoiadores de Johnny Depp, após o tumultuoso divórcio dos atores. “Não acho que algum dia iremos reagir, honestamente, à pura pressão dos fãs”, disse Safran ao podcast Hero Nation do Deadline. “Você tem que fazer o que é melhor para o filme. Sentimos que, se fosse o [diretor] James Wan e [o protagonista] Jason Momoa, então deveria ter Amber Heard. Isso é realmente o que era.” Peter Safran continuou: “Ninguém desconhece o que está acontecendo no universo do Twitter, mas isso não significa que você tenha que reagir a isso ou tomá-lo como um evangelho ou concordar com seus desejos. Você tem que fazer o que é certo para o filme, e foi aí que chegamos.”   VIOLÊNCIA DOMÉSTICA DE JOHNNY DEPP CONTRA AMBER HEARD Amber Heard e Johnny Depp se divorciaram em 2016 depois de um casamento turbulento e, desde então, têm proferido acusações de violência doméstica um contra o outro. Depp, então, processou o tablóide britânico The Sun, por um artigo de 2018 que chamava o ator de "espancador de mulheres". No entanto, em março de 2021, o protagonista de Piratas do Caribe perdeu a causa. Após o veredito do julgamento, a Warner Bros. pediu que Johnny Depp se retirasse da próxima sequência do Animais Fantásticos, colocando o ator Mads Mikkelsen para assumir o papel de Gellert Grindelwald. A reformulação do elenco fomentou ainda mais a ira de fãs de Depp, que tentaram impedir a participação de Amber Heard no novo filme da DC. Em novembro passado, Amber Heard descreveu os protestos em uma entrevista com a EW como “rumores e campanhas pagas nas redes sociais” que “não ditam [decisões de elenco] porque não têm base na realidade. Somente os fãs realmente fizeram Aquaman e Aquaman 2 acontecerem. Estou animada para começar no próximo ano.” Aquaman e o Reino Perdido está previsto para lançar em 16 de dezembro de 2022.   FONTE: ADORO CINEMA
    • Produtor de O Esquadrão Suicida “celebra” rivalidade entre Marvel e DC no cinema Peter Safran afirma que James Gunn provou que não existe problema em trabalhar nos dois selos Ao longo dos anos, grandes roteiristas e artistas da indústria dos quadrinhos passaram suas carreiras alternando entre Marvel e DC, incluindo Alan Moore, Jack Kirby, Brian Michael Bendis, G. Willow Wilson, George Pérez, Neil Gaiman e Kelly Sue DeConnick. Com a expansão de ambas as marcas no cinema, era uma questão de tempo para que cineastas fizessem o mesmo caminho. E foi com O Esquadrão Suicida que a troca aconteceu pela primeira vez, com James Gunn, responsável por Guardiões da Galáxia na Casa das Ideias, assumindo o comando da franquia iniciada em 2016. Peter Safran, produtor do longa, celebrou o trabalho do diretor pelos dois selos, dizendo que ele é “grande exemplo de que você pode ir e voltar entre as empresas”. Em entrevista ao Deadline Podcast, Safran afirmou que Gunn mostra “você pode trabalhar para Marvel e para a DC e não é nenhum problema”. “Todos nós nesse mundo amamos quadrinhos, essas histórias, personagens e que o que une os fãs [de ambas as editoras] é muito maior do que os separa”.   O produtor também afirmou que o sucesso da Marvel inspira a DC a levar seus filmes a um novo patamar. “Eles continuam elevando a qualidade e nós precisamos igualar esse padrão”, disse Safran, que comentou ainda que entregar filmes de diferentes gêneros dependendo dos personagens faz com que as empresas “continuem aumentando as expectativas para o outro continuar atendendo-as”.   FONTE: OMELETE
  • Popular Contributors

×
×
  • Create New...