Jump to content
Forum Cinema em Cena

Schonfelder

Members
  • Content Count

    1445
  • Joined

  • Last visited

Everything posted by Schonfelder

  1. Review de Peeping Tom http://www.blu-ray.com/movies/Peeping-Tom-Blu-ray/10491/#Review
  2. Tem nada, fraquíssimo... Perfumaria pura, no máximo candidata-se a novo Christophe Honoré.
  3. É isso mesmo, só são debitadas quando do envio.
  4. Só pra constar, quando do checkout, o preço dos bds cai pra ¢ 16,71.
  5. Além de Twin Peaks (que já colei lá no respectivo tópico), a França (como sempre) sai na frente e lança na semana que vem este outro petardo : Ambos com DTS-HD MA 5.1, mas sem legendas em inglês (bd na França, normalmente só traz legendas em Francês, um porre) ¢19,98 cada um. Tendo em vista que não há previsão de lançamento nem na Inglaterra nem nos US, serei obrigado a mandar brasa. Em tempo, Coração Selvagem já foi lançado em bd na Inglaterra.Schonfelder2010-10-27 16:31:49
  6. Em sua homenagem, acabo de comprar o bd de Face/Off (o inglês, visto que o americano não tem audio hd e parece que a imagem é pior)
  7. A primeira temporada completa de Masters of Horror (4 blu-rays) por US$ 32,99 http://www.amazon.com/gp/goldbox/?tag=bluray-038-20 Mas tem que correr, porque é só até as 7 da noite de hoje...
  8. Ih, rapaz, o Carlos é region B sim... Saiu a resenha do disco http:// www.blu-ray.com/movies/Carlos-Blu-ray/14816/#Review Verei o filme sábado na Mostra. 5 horinhas
  9. O meu Exorcista chegou, e devo dizer que é o primeiro digibook (em bd) que eu curto. Ao contrário dos anteriores, esse tem o mesmo tamanho das caixas de bd normais.
  10. As belezinhas que sairão na Amazon UK semana que vem :
  11. O BD de Fire Walk With Me sai dia 3 de novembro na França. http://www.amazon.fr/dp/B0040MF2JI/ref=nosim?tag=dvdbeaver0d-21&link_code=as2&creativeASIN=B0040MF2JI&creative=374929&camp=211189 Comprarei.
  12. 77 títulos (blu-ray) entre R$ 29,90 e R$ 39,90 no submarino. Tá valendo (apesar de eu já ter o que me interessaria ali) http://www.submarino.com.br/portal/DVDs-sl/21819947/21465246/?offset=0&limit=20&listid=sl06bluate29&menuId=741&franq=126232&utm_campaign=14089&utm_source=email&p1=21819947&p2=21465246&utm_medium=emailSchonfelder2010-10-26 14:51:17
  13. As caixas de BTTF e Alien foram enviadas ontem pela amazon uk.
  14. Esse eu não vi. Mas agora tô traumatizado
  15. Só não curti as capas dos Fullers, que merdas são aquelas ?
  16. Resuminho dos três primeiros dias de Mostra : 1. O Estranho Caso de Angélica (Manoel de Oliveira) : 4/5 Lindo. Uma pequena eulogia do personagem principal, que aos poucos vai se desprendendo do mundo material. Cheio de inflexões Cocteaunianas, fotografia deslumbrante (quadros que parecem, literalmente, quadros) e como sempre um final acachapante. Não por acaso, assisti duas vezes em dois dias. Pena que o velhinho não pôde vir... 2. Somewhere (Sofia Coppola) : 4/5 Coppolinha voltando aos dias de Lost in Translation : a sensação de deslocamento dos protagonistas (e fortes referências auto-biográficas) já é marca dos seus filmes, mas as várias gags, o momento "Itália" quase irmão do "Japão", colocam este mais perto de seu maior hit. Tenho percebido (e isso já vem de Maria Antonieta) um approach cada vez mais orgânico da diretora na decupagem e composição das cenas, e isso só vem enriquecendo o seu repertório. E que final... 3. Tournée (Mathieu Amalric) : 4/5 Além de grande ator, Amalric com esse prova que chegou pra entral pro rol dos grandes diretores da atualidade (não por acaso ganhou o prêmio de direção em Cannes). Uma comédia tão cheia de nuances (tanto visuais como de referências e diálogo) que pede no mínimo uma revisada. 4. Copie Conforme (Abbas Kiarostami) : 4/5 Provavelmente o mais próximo que o Kiarostami pode chegar de um filme "pop" (a começar pelo idioma - Francês, Inglês e Italiano), começa de forma levinha e vai se torcendo até chegar a um ponto de amargura extrema. A metamorfose constante da personagem da Juliette Binoche, que é fio condutor da narrativa, é feita de forma tão natural, sem esforço, que não dá pra não pensar nela como uma das maiores atrizes vivas (e talvez, ao lado da Isabelle Hupert, ela o seja mesmo). Que mulher... 5. A Espada e a Rosa (João Nicolau) : 2.5/5 Começa genial, até mais da metade continua excelente, mas os 30 minutos finais chegam pra puxar todo o resto pra baixo. O diretor (que estava na sessão) falou que o filme (sua estréia, depois de excelentes curtas) é uma homenagem aos surrealistas, mas acontece que os diretores-chave do gênero (bem como os pintores) tinham uma preocupação estética muito maior do que se aparenta. Faltou um pouco disso ao filme também. Ainda assim, alguns momentos brilhantes e definitivamente um diretor a ser acompanhado. 6. Air Doll (Hirokazu Kore-Eda) : 2.5/5 Totalmente diferente dos outros trabalhos do diretor (e não num bom sentido). Parece que o cara esqueceu todos os ensinamentos do Ozu e resolveu investir em algo como um mix de Dolls (Takeshi Kitano) e Lost in Translation. Tem lá os seus méritos, mas fica um gosto forte de cosmético existencialista. 7. The Town (Ben Affleck) : 1/5 Que coisa horrorosa. Uma sucessão de clichés, seja na concepção, visual (parece uma versão east side tosca de Point Break), diálogos (imagine as coisas mais previsíveis e ridículas a saírem da boca do personagem)... A coisa chega ao ponto de arrancar gargalhadas, de tão ruim (em certo ponto, o FBI parece a Swat do filme dos trapalhões). E o cara é tão vaidoso que chega ao ponto das cenas de sexo mal mostrarem o corpo da mulher, só o dele. Ganha unzinho só pela sequência do segundo assalto, que é bacaninha. E olhe lá.Schonfelder2010-10-25 09:10:42
  17. O release é CHD. Dei uma olhada aqui, e parece ser bd-rip mesmo.
  18. Agora não sei, quando tiver em casa eu aviso. Kako, se não tive achado te mando os links por mp
×
×
  • Create New...