Jump to content
Forum Cinema em Cena

SergioB.

Members
  • Content Count

    4512
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    97

Everything posted by SergioB.

  1. Pra não passar batido, uma das músicas da trilha de "Soul" é intitulada "Cristo Redentor". Pra mim parece mais Coltrane que Jobim. Mas tá valendo...
  2. Em que pese ser o pioneiro em tentar prever as medalhas olímpicas, o site Gracenote, que hoje estipulou os 30 primeiros países no Quadro de Medalhas, o faz de modo pouco informativo. Aqui vão as análises deles, a 100 dias dos Jogos, com o Brasil em 17º no total, e confirmando a grande ascensão da Holanda, da Índia, e da Turquia, já antecipadas por mim também:
  3. Costume Design Guild Winners: Excellence in Contemporary Film Promising Young Woman – Nancy Steiner Excellence in Period Film Ma Rainey’s Black Bottom – Ann Roth (WINNER) Excellence in Sci-Fi / Fantasy Television Westworld: “Parce Domine” – Shay Cunliffe (WINNER) Excellence in Contemporary Television Schitt’s Creek: “Happy Ending” – Debra Hanson (WINNER) Excellence in Period Television The Queen’s Gambit: “End Game” – Gabriele Binder (WINNER) Excellence in Variety, Reality-Competition, Live Television Hamilton – Paul Tazewell (WINNER) Excellence in
  4. Adorei "Amor e Monstros", indicado ao Oscar de Melhor Efeitos Visuais. Aliás, muito bem indicado. Teria o meu voto. O filme é um ótimo passatempo, muito legal, daqueles de ver com a galera, que envolve uma história de aventura pós-apocalíptica somada a um"coming of age". Nesse sentido, fiquei comparando a situação mostrada no filme, de um adolescente trancafiado em um bunker impedido de vivenciar o seu amor, com o que estamos vivendo agora durante a pandemia. Os nossos jovens infelizmente estão perdendo uma parte deliciosa da juventude por causa desse vírus maldito. A história só dá uma e
  5. (139) Adorei "Amor e Monstros", indicado ao Oscar de Melhor Efeitos Visuais. Aliás, muito bem indicado. Teria o meu voto. O filme é um ótimo passatempo, muito legal, daqueles de ver com a galera, que envolve uma história de aventura pós-apocalíptica somada a um"coming of age". Nesse sentido, fiquei comparando a situação mostrada no filme, de um adolescente trancafiado em um bunker impedido de vivenciar o seu amor, com o que estamos vivendo agora durante a pandemia. Os nossos jovens infelizmente estão perdendo uma parte deliciosa da juventude por causa desse vírus maldito. A história
  6. (138) Vi finalmente o ótimo e pioneiro "Madre Joana dos Anjos", filme polonês de 1961, tido como o marco zero dos filmes de possessão e exorcismo. Dez anos depois, ele viria a influenciar decisavamente a obra-prima de Ken Russel "Os Demônios", e doravante "O Exorcista", etc. O exemplo mais claro dessa influência é que é aqui, neste filme, particularmente na cena do exorcismo, que a freira possuída se contorce em "ponte"; cena que em "Os Demônios" se repete, com Vanessa Redgrave andando de costas; e depois Linda Blair descendo a escada... A primeira metade deste filme é excelente. Raz
  7. (137) Ano em que "Mank" leva às pessoas a rediscutirem "Cidadão Kane", e, quem sabe depois, a assistirem o filme que desbancou o filme de Welles do Oscar de Melhor Filme no Oscar de 1942. É "Como Era Verde o Meu Vale", de John Ford, baseado em um romance de sucesso, que seria uma espécie mais doce de "Germinal" inglês. O escritor Richard Llwellyn, é originário do País de Gales, onde se passa a história, e, olhem que legal, residiu algum tempo no Brasil. É um retratato da vida na aldeia. Embora haja um narrador mais velho, uma voz que relembra sua infância, acompanhamos a vida de muit
  8. E ainda é longo! 140 minutos de tortura! Do meio para o final é ainda pior, Soto!!
  9. A série "Rambo" tem mais profundidade do que esse filme "Cherry"! Que trem horroroso! As críticas ao novo filme dos irmãos Russo foram devastadoras, mas o filme ganhou uma indicação ao Sindicato dos Fotógrafos pelo trabalho de Newton Thomas Sigel, mas não recebeu a nomeação mais aguardada, ao Oscar. Curioso, ele é "sempre uma noiva". Em "Drive, de 2011, ou mesmo em "Três Reis", ou mais atrás, "Os Suspeitos", todo mundo contava quantas estatuetas ele receberia ao longo da carreira... O trabalho de fotografia neste filme é apenas variado. O filme é dividido em capítulos, e em cada um deles
  10. (136) A série "Rambo" tem mais profundidade do que esse filme "Cherry"! Que trem horroroso! As críticas ao novo filme dos irmãos Russo foram devastadoras, mas o filme ganhou uma indicação ao Sindicato dos Fotógrafos pelo trabalho de Newton Thomas Sigel, mas não recebeu a nomeação mais aguardada, ao Oscar. Curioso, ele é "sempre uma noiva". Em "Drive, de 2011, ou mesmo em "Três Reis", ou mais atrás, "Os Suspeitos", todo mundo contava quantas estatuetas ele receberia ao longo da carreira... O trabalho de fotografia neste filme é apenas variado. O filme é dividido em capítulos, e em cad
  11. Anthony Hopkins venceu o BAFTA!! * Os últimos seis vencedores do BAFTA não levaram Melhor Filme no Oscar. *Momento hilário!!! "...recognized by british people, known as very snobbish people”
  12. BAFTA Awards 2021: Best Film “Nomadland” Director Chloé Zhao (“Nomadland”) Outstanding British Film “Promising Young Woman” Outstanding Debut Remi Weekes (“His House”) Leading Actress Frances McDormand (“Nomadland”)
  13. Semana movimentadíssima no mundo olímpico e no Time Brasil: * Vaga de número 200 para o Brasil nos 50m nado livre masculino. Bruno Fratus nadou abaixo dop índice exigido pela FINA, em uma competição menor nos Estados Unidos, batendo Caleb Dressel na final. O tempo 21s.80 (largou mal) foi o bastante para assegurar uma vaga para o país. Ele só perderá a titularidade na vaga se dois atletas brasileiros nadarem para baixo disso, na seletiva brasileira a ocorrer, de 19 a 24 de abril. Muito difícil de isso acontecer. No fortíssimo campeonato russo, Morozov nadou para 21.41. Medalhas, a meu ver,
  14. (135) Terminando essa inusitada revista ao universo "Rambo", com o inédito para mim "Rambo: Last Blood"/ "Rambo: Até o Fim", de 2019, entendido como o capítulo final, o "The End" da franquia. O filme foi massacrado pela crítica, muito por associá-lo imediatamente à política da Era Trump, de xenofobismo contra a população mexicana. Na tela, o país latino aparece como um lugar terrível, cheio de estupradores (uma acusação de Trump) e é dito do país que é sujo, poeirento, sem polícia. Só "coisas boas". Mas vou fugir disso e me concentrar no universo Rambo. Olha, eu até que gostei
  15. Segunda mulher da história a vencer o Sindicato dos Diretores.
  16. Directors Guild Awards: Feature Film – Chloé Zhao - Nomadland Debut Feature Film – Darius Marder – Sound of Metal Documentary – The Truffle Hunters – Michael Dweck, Gregory Kershaw Limited Series – Scott Frank – The Queen’s Gambit Drama Series – Leslie Linka Glatter – Homeland Comedy Series – Susanna Fogel, The Flight Attendant (In Case of Emergency) Reality Series – Joseph Guidry Petal to the Metal Children’s Program – Amy Chatz, We Are The Dream: The Kids of the Oakland MLK Oratorical Variety/News Special – Thomas Schlamme A West Wing Sp
  17. 2021 Art Directors Guild (ADG) Awards: Period Feature Film – Mank Fantasy Feature Film – Tenet Contemporary Feature Film – Da 5 Bloods Animated Feature Film – Soul One-Hour Period or Fantasy Series – The Mandalorian wins for One-Hour Contemporary Single-Camera Series – Ozark Limited Series – The Queen’s Gambit 1/2-Hour Single Camera Series – What We do in the Shadows Variety Special – Black is King Variety and Competition – Saturday Night Live Cinematic Imagery Award – Ryan Murphy Short Format: Web Series, Music Video or Co
  18. (134) Vinte anos depois, chegava às telas, em 2008, o esperado "Rambo IV", com direção do próprio Sylvester Stallone, que; por sinal, sempre assinou os roteiros, interfirindo desde o primeiro; mas neste chegou ao controle total. E o resultado é fraquíssimo! Sem imaginação alguma, um filme de resgate, como o dois e o três, numa história mais rasa do que um pires, explicando mal na introdução o que se passa na Birmânia, hoje Myanmar. A falta de imaginação revela-se em vários aspectos, desde iniciar o filme em uma arena de lutas pitoresca do oriente; ou haver a presença de mercenários de gu
  19. A disputa de Melhor Atriz está muito acirrada, pode dar qualquer coisa. Fiquei pensando no caso de Vanessa Kirby (se ganhar o BAFTA no domingo) ou no caso de Andra Day. São as únicas indicações de seus filmes, coisa que não favorece vitórias, vide GlennClose em "A Esposa". Os dois únicos casos que me lembro de atores vitoriosos, mesmo sendo a única indicação de seus filmes, são Jodie Foster em "Acusados" (1989), e Cliff Robertson em "Os Dois Mundos de Charly" (1969). Duas injustiças, por sinal. Talvez por isso veja a disputa entre Viola Davis e Carey Mulligan.
  20. (133) E em 1988, em ritmo acelerado de fim da União Soviética, e da guerra entre eles e o Afeganistão, vem "Rambo III", do inglês Peter MacDonald, em sua estreia na direção. Na minha opinião,o pior da trilogia original. Fraco de câmera, sem conseguir lançar uma imagem pop mais forte, como o segundo tem aos montes. Já disse aqui que filmes com ação em excesso acabam me desligando...Muita bomba, muito tiro, muita explosão, mas sem muita invenção de direção. Só gosto do começo do filme, ainda na úmida Tailândia (antes do seco Oriente), com aquela luta inicial, e Rambo dizendo ao final
  21. O clássico mangá "O Preço da Desonra", de Hiroshi Hirata, publicado entre os anos de 1971 a 1973. Um drama histórico que reúne histórias de samurais, principalmente quando a morte por dinheiro entra em cena. Na edição de luxo da Pipoca & Nanquim.
  22. (132) "Rambo II - A Missão"/ "Rambo: First Blood Part II". Pois é. É assumidamente a sequência do I, como diz o filme em inglês. Mas o conceito de pós-guerra vende menos do que o de uma guerra, convenhamos. Então, com tintas fortes de patriotismo patrocinado, mostra-se agora inteiramente o supersoldado, em uma guerra que ainda está. Roteiro de Stallone e James Cameron, direção do italiano George Pan Cosmatos. Se o roteiro perde inteireza de conceito, ganha em sequências de ação inesquecíveis. Vendo agora, a primeira, dele preso no helicóptero, me pareceu muito ruim, escura demais.
  23. (131) A Netflix disponibilizou "Rambo: First Blood"/ "Rambo - Programado para Martar", de 1982, em seu catálogo, junto aos demais primeiros capítulos (Acho que não constava antes), e a nostalgia me fez revê-lo depois de mais de 15 anos... Quando criança, a camiseta que eu mais gostava tinha a figura dele estampada, e eu vivia com ela pra cima e pra baixo... Hoje atribuo esse sucesso colossal ao filme número II, mas "First Blood" é muito bom. O filme veio na onda de "The Deer Hunter", "Apocalypse Now", e tantos outros, mas acho que tem mais a ver com "Coming Home", pois este Rambo ta
  24. (130) Godard uma vez disse de Robert Bresson: "Ele é o cinema francês, pois Dostóievski é o romance russo, e Mozart é a música alemã". Em "Quatro Noites de um Sonhador", de 1971, temos um Bresson baseando-se na novela "Noites Brancas" de Dostóievski, mas, consertando a frase acima, agora com música brasileira. Ou, mais preciso, música brasileira-angolana, do antigo grupo Batuki, do mineiro de Pirapora, já falecido, Marku Ribas (que depois atuaria como ator no cinema nacional)... É legal ver a transposição do universo, da São Petesburgo para Paris, do cais do Nievá para o cais do Sen
  25. (129) Candidato da Costa do Marfim ao Oscar de Melhor Filme Internacional, "Night of the Kings" parou nas semifinais. Eu não gostei do filme, mas não posso dizer que seja um filme ruim. Mas não sou o público-alvo. Não era para mim. E nem pro Oscar! Jamais este filme seria indicado. Um detento entra em uma penitenciária superlotada, na qual os presos comandam a bagaça toda. O líder de todos está com problemas de saúde, vê seu comando ameaçado, mas tem energia ainda para cumprir com as tradições do lugar. Se bem entendi, o protagonista chegou à cadeia em época de lua vermelha, e por i
×
×
  • Create New...