Jump to content
Forum Cinema em Cena

SergioB.

Members
  • Content Count

    3861
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    79

SergioB. last won the day on September 23

SergioB. had the most liked content!

3 Followers

About SergioB.

  • Rank
    Supervisor de Roteiro

Recent Profile Visitors

9058 profile views
  1. BAFTA mudou a regra: Agora serão 6 indicados nas categorias de atuação; 6 em Direção; e 10 indicados para filmes britânicos.
  2. Sou apaixonado por tudo o que Christophe Honoré faz ou fará. O cérebro dele é uma garantia de qualidade, de delicadeza, de sofisticação, de apuro. Finalmente, vi "Em Paris", de 2006, um filme curtinho, lindo, sobre depressão masculina. Mas que riqueza... Como sempre, recortes da vida urbana de Paris, de suas noites; os apartamentos são pequenos, cheios de livros, discos, cartazes nas paredes, a expressarem a vida mental dos personagens. Ou então, a época, por exemplo pôsteres de "A History of Violence", e de "Last Days". Não só o cinema está no filme, como também a literatura. Em determin
  3. PREVISÕES SETEMBRO/2020 BEST PICTURE 1. Nomadland 2. Mank 3.The Trial of the Chicago 7 4. One Night in Miami 5. The French Dispatch 6. Dune 7. Soul 8. News of The World 9. The Father 10. Judas and the Black Messiah BEST DIRECTOR 1. Chloé Zhao 2. David Fincher 3. Aaron Sorkin 4. Denis Villeneuve 5. Wes Anderson BEST ACTOR 1. Anthony Hopkins - The Father 2. Daniel Kaluuya - Judas and the Black Messiah 3. Delroy Lindo - Da 5 Bloods 4. Tom Hanks - News of the World 5. Gary Oldman - Mank BEST ACTRESS 1. Viola Davis - Ma Rainey`s Black
  4. Na espera por "Duna", decidi ver os esquecidos e pouco comentados primeiros longas de Denis Villeneuve, anteriores ao sucesso internacional de "Incêndios": Comecei por "Polytechnique"/ "Politécnica", de 2009, o "Elefante" do diretor. Reconstitui em pouco mais de 70 minutos, e em preto-e-branco quase da tonalidade de um xerox, um massacre em uma faculdade de engenharia de Montreal, ocorrido no ano de 1989. Diferentemente de outros filmes, em que os motivos do atirador ficam meio "no ar", aqui a motivação é clara. O atirador era um homem de 25, talvez incel, misógino, que atribuía à
  5. GENTE... Vai ser difícil eu gostar tanto de outro documentário neste ano como eu gostei de "Boys State", já cotadíssimo ao Oscar da categoria. "Boys State" fez sucesso em Sundance, no começo do ano, quando abocanhou o Prêmio do Júri de Melhor Documentário (ganhando do ótimo "Crip Camp"), sendo adquirido por uma bolada, em parceria da A24 e Apple Tv+. Basicamernte, acompanha uma eleição juvenil no Texas - nos moldes de um Parlamento Jovem, ou Jovem Senador - que acontece há vários anos, em vários estados americanos, que simula eleições, no intuito de formar novas lideranças. A c
  6. GENTE... Vai ser difícil eu gostar tanto de outro documentário neste ano como eu gostei de "Boys State", já cotadíssimo ao Oscar da categoria. "Boys State" fez sucesso em Sundance, no começo do ano, quando abocanhou o Prêmio do Júri de Melhor Documentário (ganhando do ótimo "Crip Camp"), sendo adquirido por uma bolada, em parceria da A24 e Apple Tv+. Basicamernte, acompanha uma eleição juvenil no Texas - nos moldes de um Parlamento Jovem, ou Jovem Senador - que acontece há vários anos, em vários estados americanos, que simula eleições, no intuito de formar novas lideranças. A c
  7. "The Life Ahead", com Sophia Loren fazendo uma sobrevivente do Holocausto, estreia na Netflix, dia 13 de novembro. Deve ser o candidato da Itália ao Oscar.
  8. Maratona Emir Kusturica. "A Vida é um Milagre", de 2004. É o menos bom dos filmes do Kusturica, neste panorama por sua obra que venho fazendo. Esta comédia de guerra se refugia durante a primeira hora na mise-en-scène extraordinária que ele desenvolveu ao longo da carreira: Trilha balcã sonando o tempo todo; animais fofinhos por todos os lugares (gato, cachorro, ganso, pintinhos, galinhas, mulas, cavalos, e até urso!); festas de província com todo mundo dançando e se embebedando; futebol como ópio do povo...Acho que quem assiste a um filme dele pela primeira vez não pode deixar de sorrir
  9. "N`aum vou nem falar nada!!!" Assim que terminei de escrever sobre "O Passo Suspenso da Gaivota", semana passada, me dei conta que Jeanne Moreau e Marcello Mastroianni já haviam feito um casal antes, e isso tinha absurdamente me passado em branco. Claro, em "A Noite", de 1961, a obra-prima de Antonioni sobre a Incomunicabilidade, o segundo filme da famosa Trilogia . Deu vontade de rever. Muita lentidão, tempos mortos, erudição, e tédio, para, quase ao final, obter-se o sumo do filme da boca de Monica Vitti dizendo ao casal: "Vocês acabaram comigo esta noite!", naquele enquadramento b
  10. Pai dos documentários sociológicos, mas muito mais do que uma reportagem, ou um documento, "Eu, um Negro", de Jean Rouch, chegou em 1957 para ficar para sempre como referência de linguagem. Seus retratados - jovens desempregados do Níger que buscam uma ocupação em Abidjan, então capital da Costa do Marfim, "a Chicago africana" - não são objetos da câmera propriamente. São mais do que isso. De comum acordo com o diretor, vivem personagens, com nomes de referência de Hollywood, em que espelham suas próprias vidas, suas próprias dificuldades, seu desejo por amor, seu desejo por status, por u
  11. A lacração não tem fim, infelizmente. O domingo estava reservado para ser do jogo mais espetacular que o vôlei de praia brasileiro pode oferecer nos últimos anos: Ana Patrícia/Rebecca contra Ágatha/Duda, na decisão da primeira etapa do circuito nacional, feito no formato de "bolha" em Saquarema. A volta do vôlei, com a decisão mais esperada. Mas o que aconteceu? As manchetes se concentraram na (ótima) Carol Solberg, que gritou "Fora, Bolsonaro!", na entrevista ao vivo, depois da disputa do terceiro lugar. A turma do "Fora!" de hoje curiosamente era a turma do "É Golpe!" de antes. V
  12. Adquiri essa coletânea das principais peças do Arthur Miller, lançada pela Companhia das Letras há algum tempo. Já li algumas das peça na adolescência, quando não tinha acesso ao teatro (e hoje, em 2020, quem diria, também não tenho!) mas é sempre bom ter na cabeça, bem vivas, as palavras eletrizantes desse autor espetacular. A começar pela obra-prima "A Morte de um Caixeiro-Viajante".
  13. "Nomadland" wins the Toronto International Film Festival People’s Choice Award. "One Night in Miami" came in second place. "Beans" came in third place. Três filmes de diretoras! "Nomadland" é o primeiro filme a vencer os Festivais de Veneza e Toronto.
  14. Na cerimônia do Oscar de 1998, só parecia existir um filme, "Titanic", mas o ano-base, 1997, havia sido um ano ótimo para o cinema no geral. Entre os filmes esquecidos tanto lá, como hoje, está "O Doce Amanhã", do egípcio, naturalizado canadense, Atom Egoyan. É um drama de advogado, até bastante incomum, eu diria até "estranho", sem chororô, sem legislês, silencioso, a respeito de um acidente de ônibus que mata 22 crianças em uma cidadezinha do Canadá. Um advogado, vivido de maneira sóbria pelo falecido neste ano, Ian Holm, luta para conseguir maiores indenizações para as famílias. Mas o
  15. Minha vez de conferir o documentário "O Dilema das Redes", de Jeff Orlowski, em exibição na Netflix. Pra começar, não há novidades espetaculares no que concerne às estratégias das empresas de tecnologia para controlar e lucrar com os dados das vida de seus usuários. Mas sempre se tira uma coisa ou outra dos entrevistados, por exemplo, nunca tinha pensado que as pessoas de vinte e poucos anos pra cima são a última geração que sabe o que era uma vida no anonimato, uma vida off. Aliás, que saudade disso! E quem fala em saudade da privacidade é uma pessoa que NUNCA teve Facebook, e NUNCA teve
×
×
  • Create New...