Jump to content
Forum Cinema em Cena

Tensor

Members
  • Content Count

    21761
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    2

Tensor last won the day on May 11

Tensor had the most liked content!

About Tensor

  • Rank
    Produtor Executivo

Recent Profile Visitors

The recent visitors block is disabled and is not being shown to other users.

  1. Aliás, eu acho que Scott e Logan tem potencial pra serem os novos Steve e Tony do MCU. Trazer uma dinâmica de rivalidade e respeito parecidas.
  2. Eu acho que tem um monte de personagens legais que foram reproduzidos mas nunca acertados. Quero Scott a altura, o soldadidinho líder que tenha um esmero tipo ao que fizeram com o Capitão. Scott é um personagem legal demais. Quero uma Jean adolescente pra daqui 15 anos rolar pela terceira vez Fênix Negra (sim, mas bem feito) e a gente sentir todo o peso do mundo quando for ela e Scott contra o mundo. Tempestade foi errada sempre, Colossus só teve alguma relevância em Deadpool, Kitty Pride POR FAVOR. Uma equipe mais Claremont e bem menos Stan Lee. Fera já deu, Anjo é um saco. Um Bob eu até pegaria da primeira formação, até pra explorar os poderes dele que nunca foram bem usados, e pela diversidade de ter um mutante gay.
  3. Assisti ontem. Não é grande coisa mas veria com prazer a sequência. Na real me divertiu, gostaria que encerrassem.
  4. Talvez o Zemo em algum momento consiga recrutar até o Soldado Invernal pra esse Thunderbolts. Não sabemos o quanto realmente conseguiram limpar a cabeça dele em Wakanda.
  5. Opa, confesso que perdi a prática de ficar quotando por parte. Vou tentar responder tudo direto haha Minha questão é: se querem explorar essa narrativa não usem uma mulher negra pra isso. Ou um cara negro. Se tu quer continuar com o James Bond como 007, não anuncia que outro personagem que representa uma parte pouquíssimo representada no cinema (mulheres negras só devem perder pra mulheres negras gays) vai adotar o título se isso não for verdade ou for apenas parcialmente verdade. Ah, então devem deixar de dar um papel pra uma mulher negra só pelo medo de como isso pode soar? Sim. Tão ruim quanto não ser representado é ser representado da forma errada. Sobre a Marvel, sim, já conversei com muitas mulheres que se sentiram incomodadas com o trato que a Marvel deu pra Viúva Negra. A única mulher em muito tempo de MCU ser a única personagem a não participar da guerra final. Não vejo problema algum com quem critique isso. E quanto a isso de transformar James Bond em uma mulher... Eu não falei que essa era a melhor opção, falei apenas de uma mulher negra carregar o título de 007 e PROTAGONIZAR a franquia. E não vejo nada de errado nisso. E mesmo assim não quero dizer que James Bond precisa deixar de existir nesse universo (assim como Luke, Leia e Solo não deixaram). Na Marvel alguns heróis se aposentaram ou morreram. Star Wars passou o bastão pra uma nova geração. Se a franquia quisesse poderia fazer um James Bond envelhecendo e dando lugar pra uma nova geração de agente secreto. É como se a franquia tivesse finalmente pisado no futuro e explorasse o que vem depois, em vez de manter a postura de herói à prova do tempo. De repente ela detesta martini. Ela é mais do tipo black russian. Mas ela ainda é egocêntrica ao ponto de falar primeiro o segundo nome e espancar vilões como ninguém. Vão perder audiência? Dos mais conservadores pelo personagem sim, mas também vão ganhar um público novo. No final é difícil de prever qual prevalece mais. Isso SE eles quiserem. E se não quiserem, beleza. Só estou questionando a postura de abrirem com uma nova 007 e ao final ou ele recupera o posto ou vão pra um reboot. Estou falando sem saber como essa narrativa vai efetivamente se desenrolar (nenhum de nós sabe), mas apenas a ideia (se for isso) parece ruim demais pra mim. "A personagem da 007 substituta não precisa (e acho que não vai, justamente pelo que você apontou) ser posta abaixo do Bond. Ela deve ter um papel tão grande quanto ele, e talvez até mesmo resolver a parada no final. Mas dai a assumir a franquia? Ai é forçar a barra. Representatividade é importante, mas ela tem que ser orgânica." Olha só, seria massa se tivesse um papel tão grande quanto o dele. O que discordamos é que seria forçar a barra fazer ela carregar a franquia, ou que ele ser substituído por uma mulher não pode ser orgânico. Quem sabe esse filme não pode carregar o peso de encerramento do arco desse James Bond junto com o início do arco dessa mulher? Pessoalmente eu teria bastante interesse em ver isso acontecendo.
  6. A narrativa de que o Bond se aposenta em um filme, uma mulher negra toma o lugar dele e, ao final (ou metade ou sabe-se lá quando) ele volta e retoma o posto. Isso por si só, na minha visão, não é a ideia mais atraente do mundo. Criar uma narrativa ignorando o contexto social do momento é estupidez. E o que vemos e o que é um FATO é que o cinema (principalmente hollywood) é praticamente dominado por heróis brancos. Houve uma corrente recente que começou a mudar esse fato. Tivemos um Mad Max onde o foco é a Furiosa. A Marvel anunciou uma fase inteira dominada pela diversidade. E em Star Wars temos uma mulher e um cara negro protagonizando a parada. Isso foi feito porque as pessoas gritaram. E daí chegamos nesse personagem em especifico que carrega os costumes mais misógino que eram o reflexo da época que foi criado. Acontece que se espera que as boas narrativas se adaptem aos seus tempos (ou deixem de existir), e muito por isso se pedia uma "repaginada" no 007. Já foi muito discutido um boato de Idris Elba interpretar o herói, ou até mesmo uma mulher assumir. Daí responder usando uma mulher negra (justamente os aspectos debatidos que poderiam dar um frescor pra franquia) pra ser o recurso de assumir provisoriamente o cargo para depois o personagem original voltar em toda a sua glória e resolver a parada... Bom, acho que não fica difícil de entender onde eu acho problemático.
  7. Bom, acho que qualquer um aqui só pode falar depois de assistir o filme, mas essa narrativa me parece no mínimo de mau gosto.
  8. Quero desesperadamente JoJo Rabbit no Oscar.
  9. É, mas não brincariam com isso. Se eles tivessem a intenção dele continuar como 007 não iriam anunciar que uma mulher negra tomaria seu lugar depois da aposentadoria. Seria a estratégia mais horrivelmente burra que eu vi no cinema. Os dias de hoje não permitiria uma coisa dessas impune. É possível que eles sejam burros a esse ponto? Nunca duvide de Hollywood. Mas eu acho difícil.
  10. Eu acho MUITO difícil eles sugerirem passar o manto pra uma mulher negra e no final do filme fazerem uma pegadinha do malandro. Seriam massacrados, ainda mais considerando o histórico misógino do personagem.
  11. Espero que o Vigia apareça em live action em algum momento também, e mantenham o Jeffrey Wright. Esse cara é bom DEMAIS. E o Kevin Feige não tava de brincadeira quando falou que essa fase buscaria a diversidade: - Viúva Negra (protagonista mulher) - Os Eternos (ta maior climão que essa galera transa até com árvore) - Shang Chi (oriental) - Thor (Com Valkyria LGBTQ+ e uma nova Thora) - Blade (negro) Só o Doutor Estranho é branco hétero. E se for pra séries mesmo esquema: Falcão e Soldado Invernal (negro), Wanda Vision (mulher), Hawkyey (mulher, Kate Bishop), e daí tem o What If que devem ser vários personagens e Loki, que na real não conhecemos sua sexualidade. Que orgulho de ser marvete em um momento desses.
  12. Eu penso que esse tipo de coisa deveria ser pensada da seguinte forma: faz machistinha chorar? Sim. Pouco ou muito? Muito. Então façam, por favor.
  13. O filme floopado que fez mais bilheteria que Liga da Justiça, Batman Vs Superman e The Dark Knight juntos. O filme floopado que fez mais bilheteria que a trilogia do Cavaleiro das Trevas junta. Acredito que a Marvel adoraria floopar assim todo ano.
  14. Bah, que curioso. Eu considero Homem-Formiga justamente um dos melhores. Em se tratando de primeiros filmes solos do MCU, só coloco abaixo de Pantera Negra mesmo.
  15. Peyton Reed, pra mim, seria a MELHOR escolha.
×
×
  • Create New...