Jump to content
Forum Cinema em Cena

O Imperador - A Morte dos Reis (Vol. II)


Recommended Posts

A história de Júlio César e Marcos Brutos prossegue neste segundo volume intitulado A Morte dos Reis

da obra O Imperador, de Conn Iggulden lançado pela editora Record cujo

texto narra, de forma contundente e vibrante, os primeiros passos

daquele que se tornaria o grande imperador romano de todos os tempos.

Os fatos se sobrepõem aos personagens e ambos precisam enfrentar

grandes batalhas para tornarem-se os homens reconhecidos séculos depois

de suas mortes. Júlio Cesar enfrenta uma turba de piratas em sua

jornada e, vencido, é sequestrado e fica a mercê de Celso líder dos

inimigos do grande império. Durante vários meses é prisioneiro vivendo

nas escuras galés náuticas com alguns soldados e com seu inimigo de

infância Suetônio (a quem terá que enfrentar num futuro próximo). Pago

os respectivos resgates os prisioneiros são libertados e Júlio César

resolve vingar-se e recuperar o ouro da sua família começando então a

recrutar soldados para sua legião nas ilhas próximas e assim poder

exterminar a força inimiga. Após recuperar seu ouro e aniquilar o líder

pirata cria um novo exército e avança para enfrentar a força de do

líder grego Mitrídates retornando a Roma como líder. Enquanto isso

Marco Brutos fica em Roma administrando os interesses de seu amigo e

recrutando igualmente soldados para criar mais uma vez a heróica legião

Primogênita que tinha sido extinta quando da batalha dos Exércitos de

Sila e Mário pelo poder em Roma (batalha esta descrita no primeiro

volume).

Após estes conflitos Júlio Cesar e Marco precisam agora enfrentar

outros inimigos do país e defender os seus interesses particulares e

principalmente da unificação das forças que Júlio Cesar trouxera

consigo com a Primogênita de Marco.  Em mais uma revolta dos escravos

todo o poderio militar é convocado para a guerra e só a vitória poderia

manter Roma como um grande império. Liderados por Espártaco os escravos

conseguem movimentar todo o poderio militar dos generais Craso e Pompeu

numa batalha sangrenta de resultados imprevisíveis. Uma das legiões

deixa livre um de seus flancos com soldados tentando fugir da batalha

e, por alguns instantes, permite que os escravos vislumbrem a

possibilidade de vitória e matam seu líder covarde. Por sua bravura

nesta batalha e por ter conseguido manter na batalha a legião que quase

fez o exército de Roma perder a guerra Júlio Cesar teve a honra de

criar, em pleno campo de batalha, a famosa Legião Décima.

Com o assassinato de sua esposa Cornélia enquanto estava liderando

seus homens na batalha contra Espártaco Júlio Cesar percebe que Roma

precisa muito mais que generais gananciosos por poder e riquezas para

manter o poderio romano no mundo. Vislumbra a possibilidade de que é

preciso uma forte liderança e espírito de união por um país forte e

poderoso uma vez que os senadores estão mais interessados em seus

interesses particulares deixando a nação em segundo plano. Começa a

surgir assim a personalidade de Júlio Cesar que a história conheceu.

 

 

 

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

Announcements

×
×
  • Create New...