UA-130521384-1 Jump to content
Forum Cinema em Cena
sark

Nelly Furtado

Recommended Posts

Nelly Furtado lança selo indie

Da redação

 

Nelly Furtado entrou para o mercado da música independente com a criação da gravadora Nelstar, em parceria com o selo indie canadense Last Gang Labels, informa a agência de notícias Reuters.

O grupo eletrônico Fritz Helder & the Phantoms, que conta com dois dançarinos da cantora como integrantes, irá lançar seu primeiro disco pela Nelstar, no dia 7 de julho.

 

"A Nelly simplesmente não estava interessada em fazer algo do tipo Timbaland/One Republic" diz Cris Taylor, presidente da Last Gang. "Ela tem um espírito livre."

Apesar de ter se tornado empresária, Nelly não pretende deixar sua gravadora, a Interscope, e nem chegou a considerar o lançamento da Nelstar pela major. "Estou feliz lá, e seria ótimo se o Fritz assinasse com a gravadora no futuro", afirmou à Reuters. "Mas acho que é melhor começar em um selo independente. Além disso, secretamente, sempre quis ser uma artista independente. Quando era adolescente, amava Ani DiFranco e queria fazer algo como ela. O meu destino foi uma 'major', mas estou me divertindo em voltar a me relacionar com o mundo independente", concluiu a canadense de origem portuguesa (Nelly chegou a gravar faixas em português em seu disco de estreia, Whoa, Nelly!, de 2000).

Loose, último disco da cantora, chegou ao mercado em 2006.

 

Em tempo, ela fez um anúncio oficial em seu site oficial de que está prestes a lançar dois albuns, um em português e um em espanhol.

 

 
sark2009-03-15 20:57:12

Share this post


Link to post
Share on other sites

Taí a resposta da Nelly Furtado pra quem a acusou de ser vendida quando gravou um album Hip-hop... provou que o negócio dela é mudar mesmo, não importa pra que lado.

 

 

 

Dessa vez ela vai lançar um cd todo em espanhol:

sark2009-06-26 09:14:02

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

 

 

Crítica do New York Times com nota 8,0:

 

Nelly Furtado muda sem perder essência em novo CD
1109n.jpg

Será que o pop deu início a um programa de intercâmbio cultural sem avisar? O próximo álbum de Shakira, She Wolf,

trás letras em inglês, batidas eletrônicas e efeito robótico do

Auto-Tune. Por uma misteriosa coincidência – ou talvez para manter

certo equilíbrio cósmico do pop – a cantora e compositora

luso-canadense Nelly Furtado decidiu lançar um daqueles álbuns pop em

espanhol que tocam refrões nos quatro cantos do globo que não saem de

nossas cabeças.

O álbum Mi Plan é o quarto na carreira da intérprete e representa sua terceira mudança de rumo: ela já passou pelo estilo electro-R&B em Loose (2006), declarou sua diáspora portuguesa em Folklore (2003) e experimentou a fusão do pop com batidas do hip-hop em seu álbum de estreia - Whoa, Nelly!

(2000). As únicas constantes nesta carreira descompromissada e

imprevisível são sua voz levemente anasalada de eterna menina, sua

facilidade em fazer parcerias e seu ouvido para melodias viciantes. 

A mudança de idiomas não alterou sua habilidade em fazer música. Mi Plan

é um conjunto de canções de amor recíproco, ou não: “Ser feliz es todo mi plan”(Ser feliz é meu único plano), canta ela no novo álbum, que

faz malabarismos com o jazz latino e arpejes de sintetizador, trazendo

vocais como o de Alex Cuba - compositor cubano-canadense que colaborou

com Furtado na maioria das canções. Na faixa “Manos al Aire”, sobre

acordes variáveis de guitarras acústicas, ela tenta desarmar um ataque

temperamental do amado; no electro-pop “Suficiente Tempo”, uma mãe e

dona-de-casa exaurida insiste em dizer: “Se a gente tivesse mais tempo,

eu te amaria constantemente”.

Para Furtado e seus

colaboradores, este álbum representou uma oportunidade para

experimentar versões pop de estilos regionais e trabalhar com alguns

dos principais nomes do pop latino. “Bajo Outra Luz”, com letra da

mexicana-americana Julieta Venegas, que também interpreta a canção

acompanhada da rapper espanhol La Mala Rodriguez, traz uma fusão de

reggaeton e os ritmos do cumbia; enquanto a faixa “Vacacion”, com

Venegas no acordeom, se aproxima mais do cumbia puro. Escrita e

interpretada em parceria com o super-astro dominicano Juan Luis Guerra,

a faixa “Lluvia” tem a cadência do pop-bachata dominicano, enquanto

“Fuerte” é quase um tecno-flamenco - com o vocal marcante da convidada

afro-espanhola Concha Buika.

Porém, a sensibilidade própria de

Furtado nunca é ofuscada. A música faz uso de toda a tecnologia que é preciso: batidas programadas carregam a maioria dos

arranjos, ao mesmo tempo em que a própria Furtado empresta sua voz em overdub

para servir de backing vocal feminino. E as músicas se mantém alegres, amistosas e

generalizadas, mas ainda assim tocam nossos corações, nos convidando para

cantar juntos com Furtado em seu mais novo idioma.

 

sark2009-09-22 10:25:36

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

×