Jump to content
Forum Cinema em Cena

Personagens


Th@t@_patty
 Share

Recommended Posts

Personagens são a alma de uma série. É através deles que criamos um laço com o show, na maioria das vezes. São eles que atraem nossa empatia e nos transformam em espectadores costumazes, seguindo a lógica de que é inerente a natureza humana espiar a vida alheia, e além de terem uma vida interessantíssima, os personagens da ficção nos convidam a entrar em suas intimidades.

Mas o que nos leva a simpatizar com um assassino? Ou com alguém antiético? Ou com tantas outras personagens cujas caracteristicas marcantes opoem-se às regras morais da sociedade?

Abri esse tópico para discutir as personalidades complexas que atraem

nossa empatia e quebram a barreira do julgamento moral. Para discutirmos o papel das mulheres, já que a grande maioria deles são homens. E para discutirmos os geniais trabalhos dos atores que os encarnam com todas as suas nuances e cujo carismas são tão relevantes na hora de quebrar essa barreira. 

 

Link to comment
Share on other sites

 

 

 

Bom, essa é uma pergunta que nos faz pensar há um certo

tempo já, talvez tenha chegado a hora de discutir isso, né?06

 

O que nos faz amar personagens como House, Dexter, Tony

Soprano e tantos outros que são totalmente contra os valores morais que a

sociedade se acostumou a usar... Talvez porque dentro de nós exista um lado que

é exatamente igual ou pior do que eles, mas como somos obrigados a sempre

parecer um cidadão modelo, que se importa com a opinião alheia e come nas mãos

da aparência, nos contentamos em olhar como seriamos se cada um agisse como um

animal, que é totalmente livre de preconceitos e julgamentos e tudo que tem são

instintos agem como são e fazem o que estão destinados a fazer sem a menor preocupação

de estar errado ou parecer diferente, estranho.

 

Tem uma frase do Dexter que diz: “Eu sou um de vocês, nos seus sonhos

mais sombrios”, e eu acho que é isso que procuramos nesses personagens, que eles

sejam o que somos nos sonhos mais sombrios, mas que não podemos ser por ter que

manter a boa convivência.

 

 

ShyCold2006-12-29 22:06:42

Link to comment
Share on other sites

Pra mim a resposta está no fato de que os vilões são quase sempre mais complexos que os mocinhos. Os motivos para a escolha do "lado negro" são muito mais intrigantes e interessantes para o telespectador.

A identificação inconsciente com esses personagens pode ser um dos motivos, mas não creio que seja o principal... Ou a preferência ocorreria sempre, com todos os antiéticos da ficção. Pelo menos eu prefiro os personagens que não sejam previsíveis, que possuam uma lógica diferente do senso-comum.
Link to comment
Share on other sites

Já que a Irina foi citada, vou começar falando dela. Ms. Derevko é uma personagem multifacetada, que permite tantas leituras quanto se é possivel, eu pelo menos fiz algumas, e acho que como não tem ninguém mais fanático por ela aqui no fórum...

Eu já discuti com o Cavalca isso, uma das coisas que eu mais aprecio nela é que ela pode ser encarada como uma vilã, ou simplesmente como uma pessoa que ousa enfrentar os EUA e seus consensos. A CIA pode matar quem quiser, inclusive eles tem a lista dos bandidos que podem ser mortos por seus agentes, mas se a KGB o faz é terrorismo. Ela é um simbolo de todos os individuos e (por que não?) nações que ousam ter seus próprios objetivos, que ousam buscar poder. E eu acho que qualquer um de nós adoraria fazer tudo o que ela fez. Enganá-los, rir deles, usá-los e passar por cima de seus super egos. A coragem de preterir o bem comum a seu próprio bem. Principalmente, ela é uma mulher. Ela é uma mulher que quando entra em uma sala cheia de marmanjos treinados da CIA, mesmo estando algemada, os intimida. E ela se alimenta desse medo e poder que sua figura inspira. Ela joga com a psych alheia e personificando nosso lado mais narcisista, se alimenta da superioridade intelectual que sabe possuir. E como ninguém, ela sabe se proteger do mundo que a rodeia. Quer esteja no comando de uma organização criminosa ou presa em uma cela dentro da CIA, ela sempre está no controle. E ainda sim, ela tem uma lado humano. Um lado que fraqueja, que sente amor e que sente culpa. E acho que aí que está a genialidade de sua intérprete, pois grande parte desse subtexto humano e vulnerável, está apenas em seu olhar, em sua expressão.  

 

Link to comment
Share on other sites

Realmente,  uma série bem escrita conta com uma mão de personagens interessantes.... talves por isso é tão dificil matar personagens em séries.. é algo arriscado ao ponto de ter sido motivo de cancelamentos de séries...

O público apega-se tanto à certos personagens que chegam a boicotar séries por mudanças que os roteristas fazem...

alguns exemplos:

 

 -O clássico corte radical do cabelo da Felicity...ahuaahuah... depois disso a série soh conseguiu se manter no ar por mais 1 temporada!

-Teve também a morte do BILLy em Elly Macbeal.... matou a série....

- a morte da Marrisa em The O.C. , segundo alguns criticos, marcou o inicio do fim....

- Quando mataram o Dr. Green em E.R.  a série perdeu a graça.... pelo menos pra mim!

......

tem vários outros que não lembro agora!

 

mas , enfim...é isso...

 

 

Penny Lane2007-01-05 17:17:57

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

Announcements

×
×
  • Create New...