Jump to content
Forum Cinema em Cena

O Que Você Anda Ouvindo e Comentando


Administrator
 Share

Recommended Posts

 

200px-SabbathPurposes.jpg

"I Witness" – 4:56

"Cross of Thorns" – 4:32

"Psychophobia" – 3:15

"Virtual Death" – 5:49

"Immaculate Deception" – 4:15

"Dying for Love" – 5:53

"Back to Eden" – 3:57

"The Hand That Rocks the Cradle" – 4:30

"Cardinal Sin" – 4:21

"Evil Eye" – 5:58

Cross Purposes disco do Sabbath com Tony Martin nos vocais...a melhor faixa é The Hand That Rocks the Cradle.

Um bom disco de heavy' date='mas longe dos clássicos do Sabbath.  
[/quote']

 

verdade e igual ao rainbow sem o DIO!  alias BS sem o OZZY ou o DIO nao e BS , no maximo um Grey sabbath

 

Link to comment
Share on other sites

Eu prefiro um final triste para O Lago dos Cisnes. Dor' date=' morte e sofrimento den. Mas se o final for feliz eu aceito. [/quote']


Trágica heim? Às vezes é melhor mesmo...  eu vario de preferência do trágico e o meio trágico, depende do meu humor (mas não o final completamente feliz , hahaha).
Falando de  trágico, Tchaikovsky, o que parece, era homossexual. Tinha uma vida meio sofrida, o que é refletida nas músicas bem intensas, emotivas e dramáticas. Aliás, incrível a quantidade de músicos brilhantes que são homossexuais.

parece que o artista que tem uma alma atormentada é o que realiza as melhores obras... Ele busca na arte uma forma de expressão.


Outro bacana do Tchai é o Pas de deux do Quebra-nozes:

Conan o bárbaro2010-06-26 23:11:35
Link to comment
Share on other sites

Dio+-+The+Last+In+Line.jpg

 

 

A expectativa era grande para superar o magistral Holy Diver, mas o Dio

não decepcionou, trazendo um Heavy Metal cheio de personalidade e

emplacando vários clássicos! Destaques para We Rock (hino que passou a

encerrar a maioria das apresentações da banda), The Last In Line

(começa bem calminha e depois explode em agressividade) e Egypt (The

Chains Are On), a música mais longa do trabalho e que cria um clima

absolutamente fantástico, com um riff que lembra os tempos de Black

Sabbath e um refrão climático que leva o ouvinte a cantar junto.

The king is dead, long live the king!

 

 

 

1. We Rock

2. The Last In Line

3. Breathless

4. I Speed At Night

5. One Night In The City

6. Evil Eyes

7. Mystery

8. Eat Your Heart Out

9. Egypt (The Chains Are On)

 

 

\nn/      \nn/

 

 

 

 

 

 

 

 

Link to comment
Share on other sites

 

Eu prefiro um final triste para O Lago dos Cisnes. Dor' date=' morte e sofrimento den. Mas se o final for feliz eu aceito. [/quote']

Trágica heim? Às vezes é melhor mesmo...  eu vario de preferência do trágico e o meio trágico' date=' depende do meu humor (mas não o final completamente feliz , hahaha).

Falando de  trágico, Tchaikovsky, o que parece, era homossexual. Tinha uma vida meio sofrida, o que é refletida nas músicas bem intensas, emotivas e dramáticas. Aliás, incrível a quantidade de músicos brilhantes que são homossexuais.

parece que o artista que tem uma alma atormentada é o que realiza as melhores obras... Ele busca na arte uma forma de expressão.

Outro bacana do Tchai é o Pas de deux do Quebra-nozes:

[/quote']

Nunca vi nada sobre a sexualidade de Tchaikovsky. E nunca procurei informações sobre a vida pessoal dele. Já encontrei a idéia de que uma mente atormentada favorece a criação de grandes obras de arte. Parece fazer sentido... Músicos gays com certeza eu conheço, mas não sei da orientação sexual deles, já que não tenho paciência pra saber de suas vidas pessoais.

 

Além de O Lago dos Cisnes, as obras de Tchaikovsky que eu conheço são O Quebra-Nozes (adoro a famosa Valsa das Flores) e A Bela Adormecida. É linda a música que você postou. Lá pela metade ela explode numa emoção que me deu um sobressalto (não estou tão familiarizada com as músicas de O Quebra-Nozes). Preciso baixar alguma versão que eu saiba de onde veio. E procurar outros trabalhos dele.

 

Também sou fã da trilha sonora de Sleeping Beauty (1959), que é composta por músicas adaptadas do balé. Queria que fizessem uma versão de O Lago dos Cisnes melhor do que as que já existem, e com uma trilha sonora que seja uma adaptação do balé.

 

Link to comment
Share on other sites

200px-SabbathPurposes.jpg

"I Witness" – 4:56

"Cross of Thorns" – 4:32

"Psychophobia" – 3:15

"Virtual Death" – 5:49

"Immaculate Deception" – 4:15

"Dying for Love" – 5:53

"Back to Eden" – 3:57

"The Hand That Rocks the Cradle" – 4:30

"Cardinal Sin" – 4:21

"Evil Eye" – 5:58

Cross Purposes disco do Sabbath com Tony Martin nos vocais...a melhor faixa é The Hand That Rocks the Cradle.

Um bom disco de heavy' date='mas longe dos clássicos do Sabbath.  
[/quote']

verdade e igual ao rainbow sem o DIO!  alias BS sem o OZZY ou o DIO nao e BS , no maximo um Grey sabbath

Iommi e Blackmore são grandes guitarristas,e a escolha dos vocalistas deve ser por afinidades com a banda tb...Born Again com o Gillan é um bom disco e Seventh Star com Glenn Hughes.

Eu acho que esse período da história do metal foi cercado de brigas e duelo de egos,enquanto Ozzy e Dio tinham suas carreiras-solo,o Rainbow ou Purple e Sabbath iam se divertindo como podiam,muitos até hoje detestam Joe Lynn Turner por passar por Rainbow e Purple.

 
Link to comment
Share on other sites

 

Helicopter-String-Quartet.jpg

 

E eu que achava que música fosse algo de se ouvir, sentir... está faz mais sentido se tu assistir.

É do compositor  Stockhausen. A música se chama "Helikopter" (Quartett).

Daí que tem lá o quarteto Arditti de cordas tocando, cada um dentro de 4 helicopteros e o os sons dos helicopteros se misturam com os sons dos violinos... isso é a música.

Daí que essa apresentação aérea ... e auditiva é transmitida p/ o público, na sala de concerto... como disse, música de assistir:

 

 
[/quote']

 

 

 

vi mas nao gostei.

 

Link to comment
Share on other sites

 

ALEStorm.jpg

 

  • Over the seas
  • Captain Morgans revenge
  • Huntmaster
  • Nancy the tavern wench
  • Death before the master
  • On the high seas
  • Sail and conquer
  • Of treasure
  • Wenches and meat
  • Flower of scotland

 

Alestorm, achei  muito legal !

 

 

 

 

 

BOMSOM2010-06-27 14:48:22

Link to comment
Share on other sites

 

WTF?! (para a "música" dos helicópteros). Só o que eu ouvi ali foi um barulho chato que eu nem identifico como música.

 

 

acheio bem diferente mas nao consegui desvendar os sons, diria que mau feito, nao seria os "esquilos" a aeronave perfeita para tocar os instrumentos, melhor seriam heli da ex-URSS. 

 

 

of topic - a montagem da foto do cara no heli da direita o primeiro da dir par esq esta muito tosco.

 

Link to comment
Share on other sites

Foi tipo um estudo de sons de não instrumentos, usados na música como se fossem. Daí escolheram "Helikopter" e "Money" do Pink Floyd (sons de moedas).

Mas Stockhausen é bem polemico mesmo.

Ele já foi boicotado por dizer que a destruíção das torres gêmeas foi uma obra de arte... aff!

O povo emputeceu e ele teve que se retratar.
Link to comment
Share on other sites

Eu prefiro um final triste para O Lago dos Cisnes. Dor' date=' morte e sofrimento den. Mas se o final for feliz eu aceito. [/quote']

Trágica heim? Às vezes é melhor mesmo...  eu vario de preferência do trágico e o meio trágico' date=' depende do meu humor (mas não o final completamente feliz , hahaha).
Falando de  trágico, Tchaikovsky, o que parece, era homossexual. Tinha uma vida meio sofrida, o que é refletida nas músicas bem intensas, emotivas e dramáticas. Aliás, incrível a quantidade de músicos brilhantes que são homossexuais.

parece que o artista que tem uma alma atormentada é o que realiza as melhores obras... Ele busca na arte uma forma de expressão.


Outro bacana do Tchai é o Pas de deux do Quebra-nozes:

[/quote']
Nunca vi nada sobre a sexualidade de Tchaikovsky. E nunca procurei informações sobre a vida pessoal dele. Já encontrei a idéia de que uma mente atormentada favorece a criação de grandes obras de arte. Parece fazer sentido... Músicos gays com certeza eu conheço, mas não sei da orientação sexual deles, já que não tenho paciência pra saber de suas vidas pessoais.

Além de O Lago dos Cisnes, as obras de Tchaikovsky que eu conheço são O Quebra-Nozes (adoro a famosa Valsa das Flores) e A Bela Adormecida. É linda a música que você postou. Lá pela metade ela explode numa emoção que me deu um sobressalto (não estou tão familiarizada com as músicas de O Quebra-Nozes). Preciso baixar alguma versão que eu saiba de onde veio. E procurar outros trabalhos dele.

Também sou fã da trilha sonora de Sleeping Beauty (1959), que é composta por músicas adaptadas do balé. Queria que fizessem uma versão de O Lago dos Cisnes melhor do que as que já existem, e com uma trilha sonora que seja uma adaptação do balé.

Ah sim. Eu não fico fuçando na vida dos outros, e também pouco me importa a orientação sexual das pessoas (como se ela em si fizesse alguma diferença).

Mas sei lá, sendo a arte uma forma de expressão, saber um pouco sobre o autor dá uma outra dimensão para aquilo que ele está tentando expressar. Em qual ambiente ele compôs, em quais condições, qual finalidade... etc. Não que vá fazer grande diferença em como você percebe a música, mas sei lá, parece que agrega um valor à música. Meio difícil de falar, hahah.

 

O ruim das músicas do Tchaikovsky é que elas foram muito banalizadas e reproduzidas sem muito critério. Quer dizer, é bom porque divulga uma obra de arte, mas ao mesmo tempo perde um pouco do espírito e da aura da obra, virando uma música chavão e clichê. O Quebra-nozes é assim... a maioria das músicas nós já ouvimos em algum filme ou desenho. Assim quando as ouvimos, acaba que associamos a outras coisas quase que imediatamente...
Link to comment
Share on other sites

 

Ah sim. Eu não fico fuçando na vida dos outros' date=' e também pouco me importa a orientação sexual das pessoas (como se ela em si fizesse alguma diferença).

Mas sei lá, sendo a arte uma forma de expressão, saber um pouco sobre o autor dá uma outra dimensão para aquilo que ele está tentando expressar. Em qual ambiente ele compôs, em quais condições, qual finalidade... etc. Não que vá fazer grande diferença em como você percebe a música, mas sei lá, parece que agrega um valor à música. Meio difícil de falar, hahah.[/quote']

Eu compreendo, mas falta interesse suficiente, que me dê paciência pra buscar a vida pessoal dos músicos.

 

 

O ruim das músicas do Tchaikovsky é que elas foram muito banalizadas e reproduzidas sem muito critério. Quer dizer' date=' é bom porque divulga uma obra de arte, mas ao mesmo tempo perde um pouco do espírito e da aura da obra, virando uma música chavão e clichê. O Quebra-nozes é assim... a maioria das músicas nós já ouvimos em algum filme ou desenho. Assim quando as ouvimos, acaba que associamos a outras coisas quase que imediatamente...
[/quote']

É ótimo que as músicas sejam divulgadas, mas não quando viram um clichê, porque assim elas são banalizadas. Como o coro cantando Hallelujah em Messiah, de Handel. Quantas vezes eu ouvi na TV, quando alguma coisa impressionante acontecia?... Tem também a marcha nupcial do Balé Sonho de Uma Noite de Verão, de Felix Mendelssohn. smiley24

 

Link to comment
Share on other sites

Poisé Lucy... é meio chato mesmo. Ainda mais quando começam a dramatizar muito (principalmente com personagens atuais, como o Michael Jackson), fica um saco mesmo. Mas em alguns casos, a vida imita a arte (já que falamos de clichê, heheh). Eu acho a homenagem que o Don Mclean fez ao Van Gogh, uma das melhores já feitas! Consegue passar algo das pinturas, a essencia. E também da mente atormentada dele...

 

 

Agora não consigo ouvir mais esta marcha nupcial como música normal, sem associar a outras coisas. O Aleluia ainda consigo. Mas a marcha nupcial não dá!

Mesmo porque é a música mais assustadora de todos os tempos  (talvez junto com a do Wagner)!!! hahaha, brincadeira!Conan o bárbaro2010-06-28 22:05:22

Link to comment
Share on other sites

 

Poisé Lucy... é meio chato mesmo. Ainda mais quando começam a dramatizar muito (principalmente com personagens atuais' date=' como o Michael Jackson), fica um saco mesmo. Mas em alguns casos, a vida imita a arte (já que falamos de clichê, heheh). Eu acho a homenagem que o Don Mclean fez ao Van Gogh, uma das melhores já feitas! Consegue passar algo das pinturas, a essencia. E também da mente atormentada dele...

 

 

Agora não consigo ouvir mais esta marcha nupcial como música normal, sem associar a outras coisas. O Aleluia ainda consigo. Mas a marcha nupcial não dá!

Mesmo porque é a música mais assustadora de todos os tempos  (talvez junto com a do Wagner)!!! hahaha, brincadeira![/quote']

A letra é linda 04, mas eu fico impaciente quando quase não consigo escutar os intrumentos. A única música de Don McLean que eu conhecia era American Pie.

 

Tenho que confessar meu ódio pela Marcha Nupcial. Acho que não teria raiva dela apenas por ser o que é. O problema é ter sido usanda tantas vezes em casamentos 07. E vão continuar usando.

 

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

×
×
  • Create New...