Jump to content
Forum Cinema em Cena
Nacka

Surface

Recommended Posts

 

Como seria a vida na Terra se estranhas e gigantescas criaturas começassem a aparecer no fundo do mar de todo o planeta? Surface é uma série de ficção científica repleta de mistério e suspense. O tema principal é o surgimento de criaturas estranhas no fundo do oceano que aquecem a água. O aparecimento desta nova espécie está perto de causar um desastre mundial, colocando em risco a vida no planeta.

Essa nova e misteriosa espécie marinha agitará bastante a vida de alguns personagens da série. Laura Daughtery, uma jovem e dedicada oceanógrafa, descobrirá o segredo ao realizar uma expedição científica no fundo do mar. A personagem, interpretada pela atriz Lake Bell, é a primeira a ter contato com a estranha e gigantesca criatura que emite uma forte luz azulada. Laura não poupará esforços e correrá riscos inacreditáveis para investigar e desvendar esse mistério marinho; O misterioso Dr. Aleksander Cirko, representado pelo ator Rade Sherebedgia, é um cientista do governo americano e, juntamente com o Oficial do Pentágono Davis Lee - o ator Ian Anthony Dale, tentará manter a descoberta em total segredo; Miles, o jovem ator Carter Jenkins, é um adolescente que, depois de ver a criatura, decide procurar evidências de sua existência e captura um ovo da misteriosa coisa do mar e o leva para sua casa.

Outro personagem bastante envolvido na descoberta da nova e estranha espécie marinha é Richard Connelly, interpretado por Jay R. Ferguson, um mergulhador da Louisiana, que perde seu irmão em um suspeito acidente de mergulho, envolvendo a criatura ainda desconhecida. Atormentado pelo fato, o personagem se torna obcecado por achar respostas para o mistério.

Além dos personagens principais, Oficiais Navais do Oceano Antártico, uma família em San Diego, o Instituto de Oceanografia em Monterey e um pescador no Golfo do México estão prestes a descobrir os mistérios que envolvem esta nova forma de vida marinha. A cada episódio de Surface novos mistérios e surpresas surgirão, iniciando uma incrível jornada para desvendar o que pode ser a coisa que surge no fundo do mar.

A série segue a linha do filme de James Cameron “The Abyss – O Segredo do Abismo”. O projeto, que inicialmente se chamaria “Fathon”, é dos diretores/ escritores são os irmãos gêmeos Josh e Jonas Pates, que também são os produtores executivos da série. O nome foi alterado quando descobriu-se que já pertencia a outra empresa. Outra curiosidade sobre Surface é a mudança no nome da protagonista. A personagem de Lake Bell deixou de ser Daughtery Carstarphen para se chamar Laura Daughtery.

Horários: (Estréia: Sex, 17/03 23h00) (Sáb, 18/03 01h00) (Sáb, 18/03 20h00)

Personagens principais:

surface_lakebell.jpg Laura Daughtery (Lake Bell)
Dra. Laura Daughtery é uma jovem oceanógrafa de Sausalito, Califórnia, que trabalhava no Instituto de Oceanografia de Monterey. É ela quem primeiro descobre a estranha criatura do mar, durante uma rotineira expedição marítima ao norte do oceano Pacífico.

Suas pesquisas sobre a nova descoberta são confiscadas por oficiais do governo americano, comandados por Dr. Aleksander Cirko. Com isso, Dee, como é conhecida, perde seu emprego para não representar nenhum tipo de ameaça. Determinada a desvendar o mistério, mesmo afastada, a jovem não desiste e continuará à todo vapor sua investigação sobre a criatura.

Além do oceano, Laura Daughtery possui uma outra paixão: seu filho Jesse. Ela é uma dedicada mãe solteira, e vive na correria de dividir todo seu tempo entre expedições de trabalho e o menino.

surface_carterjenkins.jpgMiles Barnett (Carter Jenkins)
Miles Bennett é um adolescente de 13 anos, que vive em Wilmington, na Carolina do Norte. Mesmo sendo rico, é negligenciado muitas vezes por seus amigos e por sua irmã mais velha, Savannah. Curioso e inteligente, ele começará a investigar coisas sobre a misteriosa criatura que vê no mar, na noite em que saiu para praticar wakeboard com seus amigos. Depois disso, o adolescente volta ao lugar e, junto com seu amigo Phil (Eddie Hassel), captura um ovo da criatura. Envolvido em sua nova descoberta, Milles cria o ovo em seu aquário até o nascimento, sem saber o perigo que pode estar correndo.

surface_jayr.jpg Richard Connelly (Jay R. Ferguson)
Richard Connely é um mergulhador da Costa da Louisiana, próximo ao Golfo do México. Casado e pai de duas filhas, Rich é também pescador, e aproveita seus mergulhos para caçar seus maiores peixes. Richard Connely também teve sua vida afetada pelo contato com o estranho mamífero marinho. Ele e seu irmão George estavam mergulhando no Golfo do México quando avistaram a criatura. Misteriosamente, George foi levado pelo mamífero em uma velocidade inalcansável, e desapareceu no oceano. Connely, inconformado com o ocorrido lutará com toda força para desvendar o mistério sobre a criatura.

O que vocês esperam desta nova série do Universal Channel? pelos spots de chamada parece promissora.

Share this post


Link to post
Share on other sites

O comercial não entusiasma muito, mas eu gosto de séries de suspense e o oceano é algo que me fascina muito. Como também não tenho nada para fazer nas sextas às 23h acho que vou ver mesmo ...

Mas me diz uma coisa, esta série está sendo bem recebida lá nos EUA?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Assisti ontem e pareceu ser legalzinho, com clima. Duas cenas chamaram a atenção, pelo inusitado: *SPOILER* um submarino aparece "mordido" smiley3.gif e, mais tarde, um cientista exibe um dente do suposto monstro, do tamanho de uma TV de 29"... smiley3.gifsmiley3.gif  smiley36.gif

Share this post


Link to post
Share on other sites
Imagine uma mistura de CONTATOS IMEDIATOS DO 3º GRAU, O SEGREDO DO ABISMO (que já era uma versão submarina do anterior), ET, ARQUIVO X e TAKEN (que também já era uma mistureba)... só que trocando os aliens por monstros marinhos (que, ao final, podem ser ETs também)... em suma, a falta de originalidade não é o forte da série, apesar de ser bem produzida. Vou conferir mais um ou dois capítulos, se não melhorar vou largar, como já tinha largado THE 4400.

Share this post


Link to post
Share on other sites

À salada que já tinha referido no meu post anterior, favor adicionar GODZILLA. O lance do filhotinho é puro E.T., só serve para infantilizar a série. É clichê em cima de clichê, que estragam alguns mistérios decentes que a série apresentou - como o cientista indiano que, ferido e contaminado com o sangue do bicho, teve o rosto regenerado.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Estou acompanhando, mais em função do bichão de tamanho inusitado e de particularidades um tanto estranhas e conflitantes. Os atores dão para o gasto (embora alguns me irritem). O único que reconheci é o que faz o papel de cientista que lidera as pesquisas sobre o bicho (Dr. Alexander Cirko). Trata-se de Rade Serbedzija, que fez o papel de Boris (por sinal, muito engraçado), em Snatch. Os efeitos são bem fraquinhos. No último episódio, mostraram uma "foto" do monstro marinho nadando num mar de lava (?!). Tão mal feito que chegou a constranger. Vejamos se melhora, mais pra frente.

O "drama" da pesquisadora-heroína da série não convence, mas é mais verossímil que os demais. Um homem perde o irmão durante mergulho em área onde estava o bichão e entra numa cruzada para desvender o mistério (smiley11.gif). Um adolescente encontra um ovo do bicho e passa a cuidar o monstrinho em aquário, banheira, piscina, etc. (smiley11.gif), sem saber que o mesmo deverá transformar-se em um Godzilla de 60 metros que emite ondas de choque e que sente-se bem nadando em lava (smiley24.gif). Por fim, temos a mais do que esperada intervenção do governo, que faz de tudo para encobrir a descoberta e tirar proveito dela, etc., etc. (smiley12.gif).

Por terem sido explorados de maneira bem tradicional, os clichês desse tipo de obra acabam tendo gosto de pão amanhecido com café frio. Talvez por isso tenha sido programado num horário tão esquisito (23h00).

Share this post


Link to post
Share on other sites

No episódio dessa semana, o personagem que perdeu o irmão começa a ter visões inexplicáveis, repetidas e obsessivas com um redemoinho, muito semelhantes (para não dizer idênticas) às que Richard Dreyfuss teve em Contatos Imediatos. Engraçado como hoje em dia tudo na TV é, via de regra, reciclado.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Tirando o efeito da criatura filhote - o Nim para quem conhece e se deu ao trabalho de assistir pelo menos 5 episodios antes de comentar - o resto até que ficou bom. As criaturas gigantes e os efeitos climáticos ficaram bons. Para quem não viu até o último episodio, vale ressaltar que o Nim não tinha sido muito bem feito mesmo (o diretor mesmo admite). Mas você pode ver um ganho de qualidade substancial no ultimo episódio em virtude de adição de movimentos na biblioteca de CG do animal.

A série tem alguns cliches e os roteiristas cometem alguns erros irritantes, porem perdoaveis. Mas o saldo é bem positivo. No geral a serie é muito boa e o diretor disse que a primeira temporada foi apenas um epilogo. Se vai ter mais temporadas? Bom, isso só depende da NBC.

Erros absurdos:

- George, irmão do Richard pegou uma "carona" no bicho. Alguem pode me explicar como um ser humano normal poderia cometer um ato tao estupido? Debi, Loide e Forrest Gump estariam rindo desse sujeito se tivessem visto a cena. Os roteiristas precisavam de uma carga dramatica na vida de Richard pra justificar sua caçada. Mas o que fizeram foi fraco.

- Quando Richard e a Dra estavam no fundo do oceano em seu "home made" submersível (outro absurdo, eles até tentaram justificar através dos personagens dizendo que o homem foi a lua em "uma lata de sardinha" e nos anos 40 fulano e cliclano foram pela primeira vez a uma grande profundidade bla bla bla), conseguiram liberar a trava que inflou o bote e salvou a vida deles. Alguem aqui pode me dizer qual e o tipo de bote que conseguiria inflar em uma profundidade de mais de 3000 metros? E mesmo que o bote inflasse, ele conseguiria levantar aquela coisa pesada de nao sei quantas toneladas com o cabo de aço (que misteriosamente nao foi mostrado na subida) de 2 toneladas?

- Aquela Biometria (autenticacao pela retina) que a Doutora fez utilizando uma foto foi absurda. Nao eh possivel examinar a retina atraves de uma foto...

Tem mais um monte de erros absurdos que eu nao lembro agora. Mas a serie e muito boa hehehehe

Share this post


Link to post
Share on other sites

No episódio dessa semana' date=' o personagem que perdeu o irmão começa a ter visões inexplicáveis, repetidas e obsessivas com um redemoinho, muito semelhantes (para não dizer idênticas) às que Richard Dreyfuss teve em Contatos Imediatos. Engraçado como hoje em dia tudo na TV é, via de regra, reciclado.[/quote']

Cara, vide a influencia de o Chamado nos filmes e series de horror. Supernatural adora aproveitar pra usar aquele efeito assustador tipo 'out of sync' quando aparece algum fantasma.

Ela fica tipo piscando, embaçando e andando toda esquisita... show de bola esse efeito.

Usaram isso tambem em The Shutter (Os espiritos).

Mas isso acontece em qualquer campo. Alguns, alem de copiar, se gabam disso:

Steve Jobs e Bill Gates, duas grandes fortunas construidas em cima de projetos de anonimos ingenuos. E adoravam citar uma frase de van gogh ou picasso ou seja la quem for:

Os bons copiam.
Os melhores roubam.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...

×
×
  • Create New...