Jump to content
Forum Cinema em Cena

Sete Dias com Marilyn (My Week With Marilyn, Simon Curtis, 2011)


Jack Ryan
 Share

Recommended Posts

my+week+with+marilyn+bd.jpg

 

Fiquei um tanto surpreso ao descobrir que não havia tópico para este filme. Baseado nos livros My Week With Marilyn e The Prince, The Showgirl and Me, ambos de autoria de Colin Clark, o filme conta a turbulenta estória das filmagens de O Príncipe Encantado (The Prince and the Showgirl, 1957), estrelado por Marilyn Monroe e Laurence Olivier. Em Sete Dias com Marilyn, eles são interpretados por Michelle Williams e Kenneth Branagh. Clark é interpretado por Eddie Redmayne, que estará em breve na adaptação de Os Miseráveis.

 

Para mim, Sete Dias com Marilyn foi um prazer cinematográfico: mostra os bastidores de uma produção famosa, contextualiza a época, oferece uma proximidade atemporal com dois grandes ícones da arte e, ainda por cima, conta com duas interpretações primorosas de Williams e Branagh. Williams está soberba como Marilyn, sensual, frágil e esmagadora ao mesmo tempo, com movimentos fluidos, sorrisos, piscadelas, poses. A atuação dela é uma conquista, uma vitória. Aparentemente a maioria não achou grande coisa, mas eu devo dizer que gostei bastante do resultado final. Pode não ser um filme genial, mas é um filme com vida própria.

Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...
Acho esse bem água-com-açúcar. Ele tem duas "modalidades" bem distintas. Uma, a mais interessante, mostra os bastidores das filmagens. A outra, mais bobinha, dedica-se a retratar o namorico entre a Marilyn e o tal Colin Clark - uma espécie de Notting Hill nos anos 50. Evidentemente, a parte do namorico ocupa mais tempo que a outra. 
 
A forma como Marilyn é retratada é bem interessante. Pena que ela seja a única personagem com alguma tridimensionalidade, porque o filme encara seus personagens de uma maneira bem utilitarista: eles não são personagens propriamente ditos, são mais objetos de cena. Esse serve pra infernizar a vida da Marilyn; esse serve pra bajulá-la; esse serve pra ter um affair com ela. Laurence Olivier, apesar de bem interpretado pelo Branagh, parece um vilão de vaudeville, com bigodinho e tudo. Seu principal papel no filme é resmungar. No final ainda rola uma espécie de redenção, mas soa meio artificial.

É um filme de altos e baixos, com boas interpretações. Ruim não é.
 
Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

Announcements

×
×
  • Create New...