Jump to content
Forum Cinema em Cena

Jorge Soto

Members
  • Content Count

    30781
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    241

Jorge Soto last won the day on July 22

Jorge Soto had the most liked content!

4 Followers

About Jorge Soto

  • Rank
    Diretor de Arte

Recent Profile Visitors

The recent visitors block is disabled and is not being shown to other users.

  1. Esse aí se sair, seja onde for, streaming, cinema, bingo, baile de debutante, etc.. já tá no lucro..🤣
  2. Vargur é um bacanudo thriller policial islandês que trata do perrengue que uma jovem mula polaca do tráfico passa num vôo e as consequências que isso acarreta. Filmado quase que em tom documental a película é agoniante e bem tensa, com bom roteiro, interpretações e edição impecáveis. Amargo, lembra um episódio do antigo seriado Miami Vice. Os irmãos traficantes infelizmente lembram o estereótipo Cain e Abel, o mau e o bonzinho, mas nada que atrapalhe o filme. A jovem mula é quem carrega o filme nas costas. 8-10 Volition é um interessante thriller scy-fy que emula qualquer filme de realidades paralelas, viagem temporal e ver a mesma cena várias vezes sob outra perspectiva. Sim, lembrou dos ótimos Cronocrimenes, Sinchronicity, Triangle e até Back to Future 2? Pois é, vai por aí mesmo. Feito com orçamento merreca, o filme te prende pelo enredo e as várias reviravoltas interessantes, mas tem um porém... o protagonista principal é bem fraquinho e não consegue causar empatia ou convencer dramaticamente. 8-10 Nocturama é um bom thriller dramático francês que dá uma variada nos filmes de atentado, focando aqui exclusivamente nos responsáveis, no caso, um grupo bem eclético de jovens imigrantes. Com dois tempos bem definidos, o interessantes são as idas e vindas no tempo e as várias perspectivas da chacina final, além de bem atuado. No entanto, a falta de profundidade dos personagens e a excessiva duração depõem contra. Meia hora menos não prejuducaria em nada o entendimento da trama. 8-10
  3. Give Me Liberty é uma boa comédia negra indie que tem duas partes bem definidas. A primeira é um agoniante road movie que não te dá um minuto de respiro diante dos perrengues consecutivos do jovem motorista atrás de seus passageiros (pessoas incapacitadas), e a segunda é mais o drama surreal propriamente dito. O melhor é a primeira parte pois a segunda é mais do mesmo, e creio que a despeito das boas intenções do diretor em tratar de forma humana os esquecidos do sonho americano, a edição caótica depõe contra a película. 8-10 Looks That Kill é um romancezinho teen bobinho e bonitinho, porém sincero. É daqueles indies de aceitação de diferenças, quem vê cara não vê coração, etc e tal.. mas o plot do moleque "lindo de morrer" é seu grande diferencial, fora a narrativa meio fabulesca, estilo Edward Mãos-de-Tesoura. As atuações são razoáveis dentro do possível e sua duração é enxutérrima, sem enrolações. Resumindo, uma boa matinê que cumpre seu propósito de entreter, pra ver, apreciar e esquecer. O hilária personagem da chinesa do intercâmbio merecia filme próprio, chega a ter mais presença em tela que o casal principal. 8,5-10
  4. E da-lhe torrent... é o jeito por aqui..😎
  5. ainda bem que não é o Lanterna que faz isso ai, senão...🤣
  6. ele não era o pai da Nancy na franquia do Freddy Krueger?😮😢
  7. esse aí é bem legal... to na expectativa da anunciada sequencia, Peninsula, que deve estrear agora em agosto...se é que a pandemia permitir...🤣 La Terra dell'abbastanza é um bom conto moral em formato de drama criminal, quase nos moldes do bacanudo Gomorra. Mostra a jornada e degradação moral de dois moleques recém entrados na mafia, e todo mundo ja sabe como isso termina, até aqui no Brasil. Apesar disso o legal é a maneira que mostra a evolução (ou seria involução) desses dois personagen, magistralmente interpretados pelos seus dois jovens atores. Atentar pra forma como que eles olham as mulheres, antes e depois. E os pais também. 8,5-10 El Principe é um drama prisional chileno que apresenta a jornada (e a evolução) de um jovem homossexual numa prisão. Antes disso, mostra as relações de poder e como ele conquista seu espaço no cárcere. Sim, tem cenas meio barra pesada devido ao tema (tipo a tortura com vassoura), mas diferente de O Profeta, Expresso da Meia Noite, Papillon ou Carandiru aqui tem flashbacks bem inseridos que complementam a narrativa, que tem certo tom fabular. O jovem ator manda bem, mas quem se destaca é seu tutor. Repare na insistência desnecessária do diretor em mostrar pintos no decorrer da metragem. 8,5-10
  8. Sei lá acho que se tivesse 20 anos a menos estaria mais empolgado pra ver isso ai... Trailer 2
  9. Cena de abertura do filme + trailer final https://youtu.be/6OWJ7IE1Bwg
  10. SITE AFIRMA QUE FILME NÃO TERÁ ELEMENTO IMPORTANTE DE PONTO DE IGNIÇÃO O filme solo do Flash, protagonizado por Ezra Miller, é um dos longas mais aguardados pelos fãs. Preso em um limbo criativo há anos, o projeto deve adaptar o famoso Ponto de Ignição (Flashpoint), uma das HQs mais aclamadas do personagem. Contudo, segundo o Heroic Holywood, um dos principais elementos da história não estará no filme. De acordo com o site, a guerra entre as Amazonas e os Atlantes, liderados respectivamente por Mulher-Maravilha e Aquaman, não será adaptada no filme. Ainda que seja esse conflito uma das principais consequências negativas do Ponto de Ignição, uma vez que ele atinge uma escala mundial, a batalha sangrenta entre os dois heróis será completamente descartada. A especulação é que, além de mostrar uma versão extremamente selvagem e violenta dos dois heróis aclamados da DC Comics, ter Mulher-Maravilha e Aquaman no filme encarecia o projeto, levando em conta o cachê de Gal Gadot e Jason Momoa. Outras justificativas para o corte da história podem ser o conflito na agenda, ou ainda os contratos que os atores tem com a Warner, que delimita quantas participações eles terão nos filmes do DCEU. Ainda segundo o site, mais informações sobre o filme serão divulgadas no DC Fandome, o evento da DC Comics. Já era de se esperar. Se tiver o Thomas Wayne como Bat-Justiceiro já vai ser muito. O título da adaptação é mais pra tentar gerar buzz e atrair o público pelo fato de ser uma história famosa e aclamada. Mas não será uma adaptação fidedigna. Vai ser que nem o arco do Guerra Civil do MCU:Vão manter só a esência e vão mudar o resto.🙄 Massss....tudo pode piorar...
  11. Lola Pater é um bom filme que trata de aceitação do transexualismo, paternidade, luto e abandono de forma cativante. Não inventa roda alguma, mas a forma até meio original de contar uma estória de reencontro entre pai e filho em embalagem LGTB que é muito interessante. Os atores estão muito bem em seus papéis, principalmente a título do filme, e ofusca facilmente o ator que faz o filho. A duração enxuta, sem enrolação, conta a favor. Os detales socio-economicos africano-europeus são apenas bônus do simplório enredo. 8,5-10 Gundala é um curioso, porém eficiente, filme de super-heróis indonésio com muita açâo e porradaria. O herói é um misto de Thor com Raio Negro (e até Super Choque) que combate a criminalidade e blábláblá. Sim, ja se viu isto trocentas vezes mas aqui eles colocam elementos folclóricos asiáticos e muita, mas muita pancadaria de qualidade (The Raid) que o diferencia dos ianques. É uma producão pequena porém bem feitinha dentro de suas próprias limitações, que tem pretensões de expandir universo e virar franquia se tiver bom retorno de bilheteria. 8,5-10
×
×
  • Create New...