Jump to content
Forum Cinema em Cena

Os Melhores Filmes Épicos ou Históricos


Algeron
 Share

Quais os melhores filmes dos gêneros épico e histórico?  

  1. 1. Quais os melhores filmes dos gêneros épico e histórico?

    • 300 (filme de 2007)
      2
    • Dança com Lobos
      5
    • A Rainha Margot
      10
    • 0s 300 de Esparta (filme de 1961)
      1
    • Gladiador
      1
    • Coração Valente
      8
    • O Último Samurai
      0
    • Alexandre, o Grande
      1
    • Vidocq - O Mito
      0
    • Tróia
      2
    • Brava Gente Brasileira
      1
    • Outro(s) - qual(is)?
      6


Recommended Posts

p/ mim, os melhores são: Dança com Lobos e A Rainha Margot, são + dramáticos, intensos e comoventes. 300 (2007) tbm foi mto bom, mas é + 1 adaptação de hq do q 1 filme histórico em si. msm assim, entra na lista, pelo sucesso e a aprovação q teve.

 

obs.: a lista de alternativas soh aceita 12 opções, pus então os 11 filmes q + me chamaram a atenção (seja d forma positiva ou negativa), + a opção outro(s) - qual(is)?. os filmes q ñ estão na lista, basta mencionar aki, na parte do texto.

 

Link to comment
Share on other sites

Adjani é uma deusa franco-germânica. 08<?:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

Aproveito para criticar a enquête, acho que teria sido mais interessante criar um tópico para comentar os filmes. Afinal, nunca que uma enquête poderia prestigiar todos os filmes deste quesito. Só para constar, eu considero o Sétimo Selo um filme histórico e ele nem está na enquete. Se eu fosse professor de história, ele cairia como uma luva para dar uma pincelada no que foi a Idade Média. Temos o exemplo de Antonius Block, que foi um cavaleiro que seguiu as cruzadas, ele volta para sua terra e encontra ela desolada na miséria, pobreza e misticismo. Uma terra assolada pela peste negra, uma terra ainda crente no cristianismo apocalíptico. Em fim, Bergman conjura além de uma temática universal sobre a morte e também nos passa os valores mais presentes na Idade das Trevas. Neste filmes temos uma noção porque muitos consideram o termo Idade das Trevas.

Tá gente... eu prometi ser mais moderado em ser menos Wikipédia boy, mas que é na Wiki tem uma lista de filmes por relação história e meus dedos começaram a coçar para expor isto.

Pré-história

A Guerra do Fogo, de 1981, dirigido por Jean-Jacques Annaud, com Everett McGill e Ron Perlman. O filme é baseado em um romance francês de 1911 de J.-H. Rosny aîné. É um dos raros filmes sobre a pré-história.

Fantasia (Disney), de 1940, produzido pelos estúdios Disney. O Rito da Primavera de Igor Stravinsky é acompanhado de uma animação sobre o surgimento da vida na terra até a extinção dos dinossauros.

Antigüidade

Grandes monarcas e líderes

Alexandre, o Grande, de 2004, dirigido por Oliver Stone, com Colin Farrel

Júlio César, de 1953, dirigido por Joseph L. Mankiewicz, com Marlon Brando, baseado na peça de Sheakspere

Cleópatra, de 1963, dirigido por Joseph L. Mankiewicz, com Elizabeth Taylor e Richard Burton

Calígula, de 1979, dirigido por Tinto Brass, com Helen Mirren, Malcolm McDowell, Peter O'Toole e Teresa Ann Sovoy

Guerras e revoluções

Tróia, de 2004, dirigido por Wolfgang Petersen, com Brad Pitt, Eric Bana e Brian Cox

Spartacus, de 1960, dirigido por Stanley Kubrick, com Kirk Douglas

300, de 2007

Cultura e ciência

Ben-Hur, de 1959, dirigido por William Wyler, com Charlton Heston

Gladiador, de 2000, dirigido por Ridley Scott

Religião

Jesus de Nazaré, minissérie para a televisão de 1977, dirigida por Franco Zeffirelli

O Pequeno Buda, de 1993, dirigido por Bernardo Bertolucci, com Keanu Reeves

A Paixão de Cristo, de 2004, dirigido por Mel Gibson

Idade Média

 Grandes monarcas e líderes

Braveheart - Coração Valente, no Brasil ou O Desafio do Guerreiro, em Portugal, de 1995, dirigido por Mel Gibson, com Mel Gibson e Sophie Marceau.

Henrique V, de 1989, dirigido por Kenneth Brannagh, com Kenneth Brannagh e Emma Thompson

Guerras e revoluções

El Cid, de 1961, dirigido por Anthonny Mann, com Charlton Heston e Sophia Loren

Joana D'Arc, de 1948, dirigido por Victor Fleming, com Ingrid Bergman

Joana D’Arc, de 1999, dirigido por Luc Besson, com Milla Jovovich e John Malkovich

O mestre de armas, filme chinês de 2006

O Leão no Inverno, de 1968, dirigido por Anthony Harvey, com Peter O'Toole e Katharine Hepburn

O Incrível Exército Brancaleone, de 1966, dirigido por Mario Monicelli, com Vittorio Gassman

Cultura e ciência

Caravaggio, de 1986, dirigido por Derek Jarman

Agonia e Êxtase, de 1965, dirigido por Carol Reed, com Charlton Heston e Richard Harris

Os Sete Samurais, de 1954, dirigido por Akira Kurosawa

Religião

Giordano Bruno, de 1973, dirigido por Giuliano Montaldo, com Gian Maria Volontè

O Advogado, de 1993, dirigido por Leslie Megahey, com Collin Firth e Jim Carter

Maomé - O Mensageiro de Alah, de 1976, dirigido por Moustapha Akkad, com Anthony Quinn e Irene Papas

A Megera Domada, de 1963, dirigido por Franco Zeffirelli, com Elizabeth Taylor e Richard Burton e baseado em obra de William Shakespeare

Muito Barulho por Nada, de 1993, dirigido por Kenneth Brannagh, com Denzel Washington e Emma Thompson

Il Decameron, de 1971, dirigido por Pier Paolo Pasolini

A Rosa e a Espada (no Brasil) ou Amor e Sangue (em Portugal), de 1985, dirigido por Paul Verhoeven, com Rutger Hauer e Jennifer Jason Leigh

A Rainha Margot, de 1994, dirigido por Patrice Chéreau, com Isabelle Adjani e baseado num romance de Alexandre Dumas.

O Nome da Rosa, de 1986, dirigido por Jean-Jacques Annaud, com Sean Connery e baseado em obra de Umberto Eco


Renascimento e Reforma religiosa

Reforma religiosa

Lutero, de 2003, dirigido por Eric Till, com Joseph Fiennes e Sir Peter Ustinov

Ana dos mil dias, de 1969, dirigido por Charles Jarrott, com Richard Burton e Geneviève Bujold

O homem que não vendeu sua alma, de 1966, dirigido por Fred Zinnemann, com Paul Scofield, sobre a vida de Thomas More.

Renascimento

Giordano Bruno, de 1973, dirigido por Giuliano Montaldo

Shakespeare Apaixonado, com Gwyneth Paltrow e Joseph Fiennes

Grandes navegações e absolutismo

Grandes monarcas e líderes

1492 - A Conquista do Paraíso, de 1992, dirigido por Ridley Scott, com Gérard Depardieu e Sigourney Weaver

A Rainha Tirana, de 1955, dirigido por Henry Koster, com Bette Davis

A Filha de D’Artagnan, de 1994, dirigido por Bertrand Tavernier, com Phillipe Noiret e Sophie Marceau

Mary Stuart, Rainha da Escócia, de 1971, dirigido Charles Jarrot, com Vanessa Redgrave e Glenda Jackson

Cromwell, de 1970, dirigido por Ken Hughes, com Richard Harris e Alec Guinness

Elizabeth, com Cate Blanchett e Joseph Fiennes

Joana, a Louca de 2001, dirigido por Vicente Aranda, com Pilar López de Ayala

O Homem da Máscara de Ferro, sobre uma suposta troca de Luís XIV por um irmão gêmeo.

O Libertino, de Laurence Dunmore.


Complementares

O Outro Lado da Nobreza, de 1995, dirigido por Michael Hoffman, com Robert Downey Jr e Meg Ryan

O Gavião do Mar, de 1940, dirigido por Michael Curtiz, com Errol Flynn

Piratas!, de 1986, dirigido por Roman Polanski, com Walter Matthau

Orlando, a Mulher Imortal, de 1992, dirigido por Sally Potter, com Tilda Swinton

Colonização da América

Grandes monarcas e líderes

Aguirre, de Werner Herzog

Hans Staden, de Luís Alberto Pereira (1999)

Como era gostoso o meu francês, de Nelson Pereira dos Santos (1971)

Guerras e revoluções

O Último dos Moicanos, de Michael Mann, com Daniel Day-Lewis

República Guarani, de Sílvio Back

O Guerreiro do Sol, de Federico García

Queimada!, de Gillo Pontecorvo, com Marlon Brando

Religião

A Missão, de Rolland Joffé, com Jeremy Irons, Robert de Niro e Liam Neeson

A Letra Escarlate, com Demi Moore e Gary Oldman

As Bruxas de Salém, com Winona Ryder e Daniel Day-Lewis

Complementares

Desmundo, de Alain Fresnot, com Simone Spoladore e Osmar Prado

Aguirre, a cólera dos deuses, de Werner Herzog

Iluminismo e despotismo esclarecido

Grandes monarcas e líderes

Catarina, a Grande, com Julia Ormond

Catarina, Amor e Poder, com Catherine Zeta-Jones

Cultura e ciência

Amadeus, de Milos Forman, com Tom Hulce

Complementares

O Pacto dos Lobos


Independência dos Estados Unidos

Guerras e revoluções

Revolução, de Hugh Hudson, com Al Pacino e Natassja Kinski

Complementares

As Loucuras do Rei George, de Nicholas Hytner, com Nigel Hawthorne

 Revolução francesa

 Grandes monarcas e líderes

Calvário de uma Rainha, de Jean Delanoy

Maria Antonieta, de Sofia Coppola

Guerras e revoluções

Danton, o Processo da Revolução, de Andrzej Wajda

Morte ao Rei, de 2003, com Tim Roth.

Cultura e ciência

Jefferson em Paris, de Ismail Merchant, com Nick Nolte e Gwyneth Paltrow

Complementares

A Noite de Varènnes, de Ettore Scola

Casanova e a Revolução, de Ettore Scola

Ascenção e queda de Napoleão

Grandes monarcas e líderes

Napoleão, de Abel Gance

Guerras e revoluções

Guerra e Paz, de King Vidor, com Audrey Hepburn

Waterloo, de Sergei Bondartchuk

 Complementares

Exército Perdido, de Andrzej Wajda

Revoluções de 1830/48 e movimento operário

 Guerras e revoluções

Lola Montes, de Max Ophuls

 Complementares

Germinal, de Claude Berri, com Gérard Depardieu

Vidas Marcadas, de Bill Douglas

Oliver Twist, de David Lean

Vidocq


 Guerra civil nos Estados Unidos - Século XIX na América

 Grandes monarcas e líderes

Juarez, de William Diertele

Guerras e revoluções

...E o Vento Levou, de David Selznick, com Vivien Leigh e Clark Gable

Tempo de Glória, de e com Matthew Broderick

Gettysburg, de Ronald Maxwell, com Tom Berenger e Martin Sheen

Shenandoah, de Andrew McLaglen, com John Wayne

Glória de um Covarde, de John Huston

O Álamo, de e com John Wayne

O Álamo, filme de 2004 de John Lee Hancock, com Dennis Quaid e Billy Bob Thornton

Motim, de Edward Dmytryk

Religião

Camila, de María Luisa Bemberg, com Susu Pecoraro e Imanol Arias

Complementares

Sangue de herói, de John Ford, com John Wayne e Henry Fonda

Sommersby, o Retorno de um Estranho, com Jodie Foster e Richard Gere

Danças com Lobos, com Kevin Costner

Gerônimo - Uma Lenda Americana, de Walter Hill, com Gene Hackman e Jason Patric

Amistad, de Steven Spielberg, com Anthony Hopkins e Morgan Freeman

 Unificações italiana e alemã

 Grandes monarcas e líderes

Garibaldi, de Luigi Magni

Guerras e revoluções

O Príncipe Rebelde, de Pino Mercanti

O Leopardo, de Luchino Visconti, com Burt Lancaster, Claudia Cardinale, Alain Delon.

A Trilha, de Bernard Favre

Complementares

Sedução da Carne, de Luchino Visconti


Imperialismo e política do Big Stick

 Grandes monarcas e líderes

Walker, Uma Aventura na Nicarágua, de Alex Cox, com Ed Harris

Shaka, o Rei dos Zulus

Gandhi, de Richard Attenborough

O Último Imperador, de Bernardo Bertolucci

Guerras e revoluções

Zulu, de Cy Endfield

O Leão do Deserto, de Moustapha Akkad

Breaker Morant, de Bruce Beresford

A Revolta do Sudão, de Nathan Juran

E Estrelando Pancho Villa, de Bruce Beresford com Antonio Banderas

Cultura e ciência

As Montanhas da Lua, de Bob Rafelson, com Patrick Bergin

Complementares

Khartoum, de Basil Dearden

A Honra do Regimento, de Michael Anderson

55 Dias em Pequim, de Nicholas Ray

Port Arthur, de Toshio Masuda

O Homem que Queria Ser Rei, com Sean Connery

Índia: Mistério, Amor e Guerra, de Peter Duffel

Entre Dois Amores, de Sydney Pollack

O Poder de um Jovem, com Stephen Dorf e Morgan Freeman

Processo imperialista no Japão e na China

O Último Samurai, filme japonês de 1974.

 Primeira guerra mundial

 Grandes monarcas e líderes

Lawrence da Arábia, de David Lean, com Peter O’Toole e Omar Sharif

 Batalhas e revoluções

Galípoli, de Peter Weir, com Mel Gibson

Glória Feita de Sangue, de Stanley Kubrick, com Kirk Douglas

Complementares

O Tiro que Mudou o Mundo

1918, com Matthew Broderick

Coronel Redl, de John Osborne, com Klaus-Maria Brandauer

Lendas da Paixão, com Brad Pitt, Anthony Hopkins e Julia Ormond

Mata Hari, com Gretta Garbo

 Revolução russa e socialismo soviético

 Grandes monarcas e líderes

Stalin, da HBO Pictures, com Robert Duvall e Julia Ormond

O Círculo do Poder, de Andrei Konchalovsky, com Tom Hulce

Agonia Rasputin, de Elem Klimov

Rasputin, de Uli Edel, com Alan Rickman

Batalhas e revoluções

O Encouraçado Potemkin, de Sergei Eisenstein

Reds, de Warren Beatty, com Warren Beatty, Diane Keaton e Jack Nicholson

Dr. Jivago, de David Lean, com Omar Sharif e Julie Christie

Outubro, de Sergei Eisenstein

 Complementares

O Assassinato de Trotsky, de Joseph Losey, com Richard Burton e Alain Delon

O Assassino do Czar

O Sol Enganador, de Nikita Mikhailkov

Nicholas e Alexandra, de Franklin Schaffner

Anastácia, a Princesa Esquecida, com Ingrid Bergman

 Período entre-guerras (Crise de 29 e nazi-fascismo)

 Guerras e revoluções

Terra e Liberdade de 1995, dirigido por Ken Loach, com Ian Hart

Libertarias, de 1996, com Ana Belén e Victoria Abril

O Triunfo da Vontade de 1935, dirigido por Leni Riefenstahl

 Cultura e ciência

Paixão Ardente, a História de Margaret Mitchell, de 1994.

Carrington, de 1995, com Emma Thompson e Johnatan Pryce

Avalon, de 1990.

Complementares

Berlin Alexanderplatz (1980), de Rainer Werner Fassbinder

A Noite dos Desesperados (1969), de Sydney Pollack

O Grande Ditador (1940), de Charles Chaplin

Por Quem Os Sinos Dobram (1943), de Sam Wood

Nosferatu, de Friederich W. Murnau

Tempos Modernos, de Charles Chaplin

 Segunda guerra mundial

 Líderes e governantes na guerra

Hitler, A Trajetória do Demônio, de Christian Duguay, com Com Robert Carlyle, Stockard Channing

A Queda - Os Últimos Horas de Hitler, de Oliver Hirschbiegel, com Bruno Ganz, Alexandra Maria Lara.

Arquitetura da Destruição, de Peter Cohen

O Grande Ditador, de Charles Chaplin

Warm Springs, sobre Franklin Delano Roosevelt, de Joseph Sargent

 Batalhas e eventos importantes

Patton, de Frank J. Schaffner, com George Scott

Stalingrado, a batalha final

Império do Sol, de Steven Spielberg

Bem-vindos ao Paraíso, de Alan Parker, com Dennis Quaid e Tamlyn Tomita

A Lista de Schindler, de Steven Spielberg

O Paciente Inglês, de Anthony Minghela

Soldado Laranja, com Rutger Hauer

O Resgate do Soldado Ryan, de Steven Spielberg, com Tom Hanks e Matt Damon

Além da Linha Vermelha, com Woody Harrelson

A balada de Narayama

Círculo de fogo

 Cultura e ciência

Lili Marlene, de Rainer Werner Fassbinder, com Hanna Schigulla

Uma Luz na Escuridão, com Michael Douglas e Melanie Griffith

Europa, Europa, de Agnieska Holland

Complementares

A Nação do Medo, com Rutger Hauer e Miranda Richardson

Inimigos, uma história de amor, de Paul Mazursky, com Lena Olin

A Vida é Bela, de Roberto Benigni, com Roberto Benigni

O Barco - Inferno em Alto Mar, de Wolfgang Petersen, com Jürgen Prochnow

O Pianista, de Roman Polanski, com Adrien Broody.

Um Dia Muito Especial, de Ettore Scola.

O Diário de Anne Frank

 Guerra fria

 Grandes monarcas e líderes

Cidadão Cohn, com James Woods

Nixon, com Anthony Hopkins

Robert Kennedy, de Robert Dornhelm

O Último Rei da Escócia, de Kevin Macdonald

 Cultura e ciência

Os Eleitos, de Philip Kaufman

Jogos de Guerra, com Matthew Broderick

Missing - Desaparecido, um grande mistério, de Constantin Costa-Gavras

A História Oficial, de Luis Puenzo

Caçada ao Outubro Vermelho, com Sean Connery

Dr. Fantástico, de Stanley Kubrick

Adeus Lênin, de Wolfgang Becker

Apollo 13, de Ron Howard

 Complementares

Treze Dias que Abalaram o Mundo, com Kevin Costner

K-19: The Widowmaker, com Harrison Ford e Liam Neeson.

Diários de Motocicleta, de Walter Salles.

 Fatos relevantes depois da guerra fria

Hotel Ruanda, de Terry George com Don Cheadle

Meu Querido Companheiro, de Norman Rene

As Torres Gêmeas de Oliver Stone

Piratas do Vale do Silício de Martyn Burke

Um grito de liberdade de Richard Attenborough

A Rainha de Stephen Frears, sobre a rainha Elisabeth II em eventos após a morte da princesa Diana.

 Filmes brasileiros sobre a história do Brasil

Grandes monarcas e líderes

Ajuricaba (filme) de Oswaldo Caldeira, com Paulo Villaça

Lamarca, de Sérgio Rezende, com Paulo Betti e Carla Camurati

Jango, de Sílvio Tendler (documentário)

Jânio a 24 Quadros, de Luís Alberto Pereira

Os Anos JK, de Sílvio Tendler (documentário)

O bom burguês de Oswaldo Caldeira, com José Wilker

O Velho – a história de Luís Carlos Prestes, de Toni Venturi

Eternamente Pagu, com Carla Camurati

Muda Brasil de Oswaldo Caldeira

Olga, de Jayme Monjardim

Independência ou Morte, de Carlos Coimbra, com Tarcísio Meira, Glória Menezes, Kate Hansen e Dionísio Azevedo

Carlota Joaquina, Princesa do Brazil, de Carla Camurati, com Marieta Severo e Marco Nanini

Tiradentes, o filme, de Oswaldo Caldeira, com Humberto Martins

Os Inconfidentes, de Joaquim Pedro de Andrade

Tiradentes, o Mártir da Independência, de Geraldo Vietri

Sargento Getúlio, com Lima Duarte

Getúlio Vargas, de Ana Carolina

Caramuru - A Invenção do Brasil, de Guel Arraes

Guerras e revoluções

Revolução de 30, de Sylvio Back (documentário)

O País dos Tenentes, de João Batista de Andrade

Guerra de Canudos, de Sérgio Rezende, com Cláudia Abreu

Guerra dos Pelados, de Sylvio Back

Guerra do Brasil, de Sylvio Back (documentário)

Anahy de Las Misiones, de Sérgio Silva

Joana Angélica, de Walter Lima Jr.

Quilombo, de Cacá Diegues

Nasce a República, de Roberto Moreira

O que É Isso, Companheiro?, de Bruno Barreto, com Pedro Cardoso

Pra Frente Brasil, de Roberto Freitas

Batismo de Sangue, de Helvécio Ratton

A Batalha dos Guararapes, de Paulo Thiago

Hans Staden, de Luis Alberto Pereira

Cultura e ciência

Baile Perfumado, de Paulo Caldas e Lírio Ferreira

Rádio Auriverde, de Sylvio Back (documentário)

Menino de Engenho, de Walter Lima Jr.

Abolição, de Zózimo Bulbul

Gaijin, Caminhos da Liberdade, de Tizuka Yamasaki

O Quatrilho, de Fábio Barreto, com Glória Pires e Patricia Pillar

Ganga Zumba, de Cacá Diegues

Xica da Silva, de Cacá Diegues

Chico Rei, de Walter Lima Jr.

Desmundo, com Simone Spoladore, Caco Ciocler e outros

Villa-Lobos, uma vida de paixão, de Zelito Viana, com Marcos Palmeira, Antônio Fagundes, Marieta Severo e Letícia Spiller.


 Religião

A Igreja da Libertação, de Sílvio Da-Rin

Anchieta, José do Brasil, de Paulo Cesar Saraceni

A Paixão de Jacobina, de Fábio Barreto, com Letícia Spiller, Thiago Lacerda

 Complementares

Cabra marcardo para morrer, de Eduardo Coutinho

Eles não usam black-tie, de Leon Hirszman

O Tiro Que Mudou a História, de Ricardo Nauenberg, TVE (vídeo da peça)

Parahyba Mulher Macho, de Tizuka Yamazaki, com Walmor Chagas

O Descobrimento do Brasil, de Humberto Mauro (documentário)

Memórias do Cárcere, de Nelson Pereira dos Santos

O Guarani, de Norma Bengell, com Márcio Garcia e Tatiana Issa

Pindorama, de Arnaldo Jabor

República Guarani, de Sylvio Back

O cineasta da selva, de Aurélio Michiles (documentário)


Séries televisivas

A casa das sete mulheres, de Jayme Monjardim, baseada no livro homônimo de Letícia Wierzchowski, conta a história de Bento Gonçalves; com Camila Morgado, Werner Schünemann, Thiago Lacerda, Eliane Giardini, Nívea Maria, Daniela Escobar e Luis Mello.

Mad Maria, de Benedito Ruy Barbosa, baseada na obra homônima de Márcio Souza, com Ana Paula Arósio, Tony Ramos, Antônio Fagundes

Chiquinha Gonzaga, de Jayme Monjardim, com Regina Duarte

Um Só Coração, de Carlos Manga, com Ana Paula Arósio, Edson Celulari, Eliane Giardini, entre outros.

Agosto, minissérie de Paulo José, baseada no livro homônimo de Rubem Fonseca, com Carlos Vereza, José Mayer, Vera Fischer

JK, minissérie de Maria Adelaide Amaral e Alcides Nogueira sobre a vida do grande presidente Juscelino kubtschek de Oliveira.

Amazônia, de Galvez a Chico Mendes , escrito por Glória Peres, sobre a história do Acre

A Muralha, de Maria Adelaide Amaral, com Leandra Leal, Tarcísio Meira, Vera Holtz.

O Quinto dos Infernos, de Antônio Calmon. Sobre a vida de Dom Pedro I.

Complementares

História do Mundo Parte I, de Mel Brooks

Os Jovens Anos de Uma Rainha, de Ernst Marischka

Sua Majestade, Mrs. Brown

Havana, de Sydney Pollack, com Richard Gere e Lena Olin

1941, uma guerra muito louca, de Steven Spielberg

Casablanca, de Michael Curtiz, com Humphrey Bogart e Ingrid Bergman

http://pt.wikipedia.org/wiki/Lista_de_filmes_hist%C3%B3ricos#Renascimento_e_Reforma_religiosa 

Link to comment
Share on other sites

Aproveito a lista para acrescentar alguns que faltaram e os que eu vi. Os vistos por mim estão marcados de vermelho.

Pré-história

A Guerra do Fogo, de 1981, dirigido por Jean-Jacques Annaud, com Everett McGill e Ron Perlman. O filme é baseado em um romance francês de 1911 de J.-H. Rosny aîné. É um dos raros filmes sobre a pré-história.

Fantasia (Disney), de 1940, produzido pelos estúdios Disney. O Rito da Primavera de Igor Stravinsky é acompanhado de uma animação sobre o surgimento da vida na terra até a extinção dos dinossauros.

A Tribo da Caverna do Urso, de 1986 (EUA), dirigido por Michael Chapman, com Daryl Hannah, Pamela Reed, Thomas Waites. Uma criança Cro-Magnon é rancorosamente adotada por uma tribo de Neandertais.  <?:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

Antigüidade

Grandes monarcas e líderes

Alexandre, o Grande, de 2004, dirigido por Oliver Stone, com Colin Farrel

Júlio César, de 1953, dirigido por Joseph L. Mankiewicz, com Marlon Brando, baseado na peça de Sheakspere

Cleópatra, de 1963, dirigido por Joseph L. Mankiewicz, com Elizabeth Taylor e Richard Burton

Calígula, de 1979, dirigido por Tinto Brass, com Helen Mirren, Malcolm McDowell, Peter O'Toole e Teresa Ann Sovoy

Quo Vadis, de 1951 (EUA), dirigido por Mervyn LeRoy, com Robert Taylor, Deborah Kerr, Peter Ustinov, Sophia Loren e Elizabeth Taylor.

Ben Hur: A Tale of the Christ em língua lusa é simplesmente Ben Hur, de 1925 (EUA), dirigido por Fred Niblo, com Ramon Novarro, Francis X. Bushman, May McAvoy, Betty Bronson, Claire McDowell e Kathleen Key.

Guerras e revoluções

Tróia, de 2004, dirigido por Wolfgang Petersen, com Brad Pitt, Eric Bana e Brian Cox

Spartacus, de 1960, dirigido por Stanley Kubrick, com Kirk Douglas

300, de 2007

A Odisséia, de 1997 (EUA), dirigido por Andrei Konchalovsky, com Isabella Rosselini, Armand Assante, Eric Roberts, Greta Scacchi, Geraldine Chaplin, Christopher Lee e Irene Papas.

 

Cultura e ciência

Ben-Hur, de 1959, dirigido por William Wyler, com Charlton Heston

Gladiador, de 2000, dirigido por Ridley Scott

Religião

Jesus de Nazaré, minissérie para a televisão de 1977, dirigida por Franco Zeffirelli

O Pequeno Buda, de 1993, dirigido por Bernardo Bertolucci, com Keanu Reeves

A Paixão de Cristo, de 2004, dirigido por Mel Gibson

Idade Média

 Grandes monarcas e líderes

Braveheart - Coração Valente, no Brasil ou O Desafio do Guerreiro, em Portugal, de 1995, dirigido por Mel Gibson, com Mel Gibson e Sophie Marceau.

Henrique V, de 1989, dirigido por Kenneth Brannagh, com Kenneth Brannagh e Emma Thompson

Excalibur, de 1981 (Inglaterra), dirigido por John Boorman, com Nigel Terry, Helen Mirren, Nicholas Clay, Cherie Lunghi, Paul Geoffrey, Nicol Williamson e Liam Neeson.

Macbeth, de 1971 (EUA), dirigido por Roman Polanski, com Jon Finch e Francesca Annis.

Guerras e revoluções

El Cid, de 1961, dirigido por Anthonny Mann, com Charlton Heston e Sophia Loren

Joana D'Arc, de 1948, dirigido por Victor Fleming, com Ingrid Bergman

Joana D’Arc, de 1999, dirigido por Luc Besson, com Milla Jovovich e John Malkovich

O mestre de armas, filme chinês de 2006

O Leão no Inverno, de 1968, dirigido por Anthony Harvey, com Peter O'Toole e Katharine Hepburn

O Incrível Exército Brancaleone, de 1966, dirigido por Mario Monicelli, com Vittorio Gassman

Cruzada, de 2005 (EUA/ Inglaterra), dirigido por Ridley Scott, com Orlando Bloom, Eva Green, Jeremy Irons, David Thewlis, Brendan Gleeson, Martin Csokas, Liam Neeson, Ghassan Massoud e Edward Norton.

Cultura e ciência

Caravaggio, de 1986, dirigido por Derek Jarman

Agonia e Êxtase, de 1965, dirigido por Carol Reed, com Charlton Heston e Richard Harris

Os Sete Samurais, de 1954, dirigido por Akira Kurosawa

Religião

Giordano Bruno, de 1973, dirigido por Giuliano Montaldo, com Gian Maria Volontè

O Advogado, de 1993, dirigido por Leslie Megahey, com Collin Firth e Jim Carter

Maomé - O Mensageiro de Alah, de 1976, dirigido por Moustapha Akkad, com Anthony Quinn e Irene Papas

A Megera Domada, de 1963, dirigido por Franco Zeffirelli, com Elizabeth Taylor e Richard Burton e baseado em obra de William Shakespeare

Muito Barulho por Nada, de 1993, dirigido por Kenneth Brannagh, com Denzel Washington e Emma Thompson

Il Decameron, de 1971, dirigido por Pier Paolo Pasolini

A Rosa e a Espada (no Brasil) ou Amor e Sangue (em Portugal), de 1985, dirigido por Paul Verhoeven, com Rutger Hauer e Jennifer Jason Leigh

A Rainha Margot, de 1994, dirigido por Patrice Chéreau, com Isabelle Adjani e baseado num romance de Alexandre Dumas.

O Nome da Rosa, de 1986, dirigido por Jean-Jacques Annaud, com Sean Connery e baseado em obra de Umberto Eco

A Hora do Porco, de 1993 (França/Inglaterra), dirigido por Leslie Megahey, com Colin Firth, Donald Pleasence, Nicol Williamson, Ian Holm, Amina Annabi e Michael Gough.

O Sétimo Selo, de 1956 (Suécia), dirigido por Ingmar Bergman, com Max Von Sydow, Gunnar Björnstrand e Bengt Ekerot.  


Renascimento e Reforma religiosa

Reforma religiosa

Lutero, de 2003, dirigido por Eric Till, com Joseph Fiennes e Sir Peter Ustinov

Ana dos mil dias, de 1969, dirigido por Charles Jarrott, com Richard Burton e Geneviève Bujold

O homem que não vendeu sua alma, de 1966, dirigido por Fred Zinnemann, com Paul Scofield, sobre a vida de Thomas More.

Renascimento

Giordano Bruno, de 1973, dirigido por Giuliano Montaldo

Shakespeare Apaixonado, com Gwyneth Paltrow e Joseph Fiennes

Grandes navegações e absolutismo

Grandes monarcas e líderes

1492 - A Conquista do Paraíso, de 1992, dirigido por Ridley Scott, com Gérard Depardieu e Sigourney Weaver

A Rainha Tirana, de 1955, dirigido por Henry Koster, com Bette Davis

A Filha de D’Artagnan, de 1994, dirigido por Bertrand Tavernier, com Phillipe Noiret e Sophie Marceau

Mary Stuart, Rainha da Escócia, de 1971, dirigido Charles Jarrot, com Vanessa Redgrave e Glenda Jackson

Cromwell, de 1970, dirigido por Ken Hughes, com Richard Harris e Alec Guinness

Elizabeth, com Cate Blanchett e Joseph Fiennes

Joana, a Louca de 2001, dirigido por Vicente Aranda, com Pilar López de Ayala

O Homem da Máscara de Ferro, sobre uma suposta troca de Luís XIV por um irmão gêmeo.

Os Três Mosqueteiros, de 1993 (EUA), dirigido por Stephen Herek, com Charlie Sheen, Kiefer Sutherland, Chris O’Donnell, Oliver Platt, Tim Curry e Rebecca De Mornay.

O Libertino, de Laurence Dunmore.


Complementares

O Outro Lado da Nobreza, de 1995, dirigido por Michael Hoffman, com Robert Downey Jr e Meg Ryan

O Gavião do Mar, de 1940, dirigido por Michael Curtiz, com Errol Flynn

Piratas!, de 1986, dirigido por Roman Polanski, com Walter Matthau

Orlando, a Mulher Imortal, de 1992, dirigido por Sally Potter, com Tilda Swinton

Colonização da América

Grandes monarcas e líderes

Aguirre, de Werner Herzog

Hans Staden, de Luís Alberto Pereira (1999)

Como era gostoso o meu francês, de Nelson Pereira dos Santos (1971)

Guerras e revoluções

O Último dos Moicanos, de Michael Mann, com Daniel Day-Lewis

República Guarani, de Sílvio Back

O Guerreiro do Sol, de Federico García

Queimada!, de Gillo Pontecorvo, com Marlon Brando

Religião

A Missão, de Rolland Joffé, com Jeremy Irons, Robert de Niro e Liam Neeson

A Letra Escarlate, com Demi Moore e Gary Oldman

As Bruxas de Salém, com Winona Ryder e Daniel Day-Lewis

Complementares

Desmundo, de Alain Fresnot, com Simone Spoladore e Osmar Prado

Aguirre, a cólera dos deuses, de Werner Herzog

Apocalypto, de 2006 (EUA), dirigido por Mel Gibson.

Iluminismo e despotismo esclarecido

Grandes monarcas e líderes

Catarina, a Grande, com Julia Ormond

Catarina, Amor e Poder, com Catherine Zeta-Jones

Cultura e ciência

Amadeus, de Milos Forman, com Tom Hulce

Complementares

O Pacto dos Lobos


Independência dos Estados Unidos

Guerras e revoluções

Revolução, de Hugh Hudson, com Al Pacino e Natassja Kinski

O Patriota, de 2000 (EUA/Alemanha), dirigido por Roland Emmerich, com Mel Gibson, Heath Ledger, Joely Richardson, Jason Isaacs, Chris Cooper e Tom Wilkinson.

Complementares

As Loucuras do Rei George, de Nicholas Hytner, com Nigel Hawthorne

 Revolução francesa

 Grandes monarcas e líderes

Calvário de uma Rainha, de Jean Delanoy

Maria Antonieta, de Sofia Coppola

Guerras e revoluções

Danton, o Processo da Revolução, de Andrzej Wajda

Morte ao Rei, de 2003, com Tim Roth.

Barry Lyndon, de 1975 (Reino Unido), dirigido por Stanley Kubrick, com Ryan O’Neal, Marisa Berenson e Patrick Magee.

Cultura e ciência

Jefferson em Paris, de Ismail Merchant, com Nick Nolte e Gwyneth Paltrow

Complementares

A Noite de Varènnes, de Ettore Scola

Casanova e a Revolução, de Ettore Scola

Ascenção e queda de Napoleão

Grandes monarcas e líderes

Napoleão, de Abel Gance

Guerras e revoluções

Guerra e Paz, de King Vidor, com Audrey Hepburn

Waterloo, de Sergei Bondartchuk

 Complementares

Exército Perdido, de Andrzej Wajda

Mestre dos Mares O Lado Mais Distante do Mundo, de 2003 (EUA), dirigido por Peter Weir, com Russell Crowe, Paul Bettany, Billy Boyd, James D’Arcy, Lee Ingleby, George Innes, Mark Lewis Jone, Chris Larkin, Richard McCabe, Robert Pug, David Threlfall e Max Pirkis.

Revoluções de 1830/48 e movimento operário

 Guerras e revoluções

Lola Montes, de Max Ophuls

 Complementares

Germinal, de Claude Berri, com Gérard Depardieu

Vidas Marcadas, de Bill Douglas

Oliver Twist, de David Lean

Oliver Twist, de 2005 (Inglaterra/Republica Tcheca/ França/ Itália), dirigido por Roman Polanski, com Ben Kingsley e Barney Clark. 

Vidocq

Perfume A História de Um Assassino, de 2006 (Espanha, França e Alemanha), dirigido por Tom Tykwer, com Ben Whishaw, Alan Rickman, Rachel Hurd-Wood e Dustin Hoffman.

Os Miseráveis, de 1998 (EUA), dirigido por Bille August, com Liam Neeson, Uma Thurman, Claire Danes, Geoffrey Rush, Hans Matherson e Peter Vaughan.


 Guerra civil nos Estados Unidos - Século XIX na América

 Grandes monarcas e líderes

Juarez, de William Diertele

Guerras e revoluções

...E o Vento Levou, de David Selznick, com Vivien Leigh e Clark Gable

Tempo de Glória, de e com Matthew Broderick

Gettysburg, de Ronald Maxwell, com Tom Berenger e Martin Sheen

Shenandoah, de Andrew McLaglen, com John Wayne

Glória de um Covarde, de John Huston

O Álamo, de e com John Wayne

O Álamo, filme de 2004 de John Lee Hancock, com Dennis Quaid e Billy Bob Thornton

Motim, de Edward Dmytryk

Religião

Camila, de María Luisa Bemberg, com Susu Pecoraro e Imanol Arias

Complementares

Sangue de herói, de John Ford, com John Wayne e Henry Fonda

Sommersby, o Retorno de um Estranho, com Jodie Foster e Richard Gere

Danças com Lobos, com Kevin Costner

Gerônimo - Uma Lenda Americana, de Walter Hill, com Gene Hackman e Jason Patric

Amistad, de Steven Spielberg, com Anthony Hopkins e Morgan Freeman

 Unificações italiana e alemã

 Grandes monarcas e líderes

Garibaldi, de Luigi Magni

Guerras e revoluções

O Príncipe Rebelde, de Pino Mercanti

O Leopardo, de Luchino Visconti, com Burt Lancaster, Claudia Cardinale, Alain Delon.

A Trilha, de Bernard Favre

Complementares

Sedução da Carne, de Luchino Visconti


Imperialismo e política do Big Stick

 Grandes monarcas e líderes

Walker, Uma Aventura na Nicarágua, de Alex Cox, com Ed Harris

Shaka, o Rei dos Zulus

Gandhi, de Richard Attenborough

O Último Imperador, de Bernardo Bertolucci

Guerras e revoluções

Zulu, de Cy Endfield

O Leão do Deserto, de Moustapha Akkad

Breaker Morant, de Bruce Beresford

A Revolta do Sudão, de Nathan Juran

E Estrelando Pancho Villa, de Bruce Beresford com Antonio Banderas

Cultura e ciência

As Montanhas da Lua, de Bob Rafelson, com Patrick Bergin

Complementares

Khartoum, de Basil Dearden

A Honra do Regimento, de Michael Anderson

55 Dias em Pequim, de Nicholas Ray

Port Arthur, de Toshio Masuda

O Homem que Queria Ser Rei, com Sean Connery

Índia: Mistério, Amor e Guerra, de Peter Duffel

Entre Dois Amores, de Sydney Pollack

O Poder de um Jovem, com Stephen Dorf e Morgan Freeman

Processo imperialista no Japão e na China

O Último Samurai, filme japonês de 1974.

 Primeira guerra mundial

 Grandes monarcas e líderes

Lawrence da Arábia, de David Lean, com Peter O’Toole e Omar Sharif

 Batalhas e revoluções

Galípoli, de Peter Weir, com Mel Gibson

Glória Feita de Sangue, de Stanley Kubrick, com Kirk Douglas

Complementares

O Tiro que Mudou o Mundo

1918, com Matthew Broderick

Coronel Redl, de John Osborne, com Klaus-Maria Brandauer

Lendas da Paixão, com Brad Pitt, Anthony Hopkins e Julia Ormond

Mata Hari, com Gretta Garbo

 Revolução russa e socialismo soviético

 Grandes monarcas e líderes

Stalin, da HBO Pictures, com Robert Duvall e Julia Ormond

O Círculo do Poder, de Andrei Konchalovsky, com Tom Hulce

Agonia Rasputin, de Elem Klimov

Rasputin, de Uli Edel, com Alan Rickman

Batalhas e revoluções

O Encouraçado Potemkin, de Sergei Eisenstein

Reds, de Warren Beatty, com Warren Beatty, Diane Keaton e Jack Nicholson

Dr. Jivago, de David Lean, com Omar Sharif e Julie Christie

Outubro, de Sergei Eisenstein

 Complementares

O Assassinato de Trotsky, de Joseph Losey, com Richard Burton e Alain Delon

O Assassino do Czar

O Sol Enganador, de Nikita Mikhailkov

Nicholas e Alexandra, de Franklin Schaffner

Anastácia, a Princesa Esquecida, com Ingrid Bergman

 Período entre-guerras (Crise de 29 e nazi-fascismo)

 Guerras e revoluções

Terra e Liberdade de 1995, dirigido por Ken Loach, com Ian Hart

Libertarias, de 1996, com Ana Belén e Victoria Abril

O Triunfo da Vontade de 1935, dirigido por Leni Riefenstahl

 Cultura e ciência

Paixão Ardente, a História de Margaret Mitchell, de 1994.

Carrington, de 1995, com Emma Thompson e Johnatan Pryce

Avalon, de 1990.

Complementares

Berlin Alexanderplatz (1980), de Rainer Werner Fassbinder

A Noite dos Desesperados (1969), de Sydney Pollack

O Grande Ditador (1940), de Charles Chaplin

Por Quem Os Sinos Dobram (1943), de Sam Wood

Nosferatu, de Friederich W. Murnau

Tempos Modernos, de Charles Chaplin

 Segunda guerra mundial

 Líderes e governantes na guerra

Hitler, A Trajetória do Demônio, de Christian Duguay, com Com Robert Carlyle, Stockard Channing

A Queda - Os Últimos Horas de Hitler, de Oliver Hirschbiegel, com Bruno Ganz, Alexandra Maria Lara.

Arquitetura da Destruição, de Peter Cohen

O Grande Ditador, de Charles Chaplin

Warm Springs, sobre Franklin Delano Roosevelt, de Joseph Sargent

 Batalhas e eventos importantes

Patton, de Frank J. Schaffner, com George Scott

Stalingrado, a batalha final

Império do Sol, de Steven Spielberg

Bem-vindos ao Paraíso, de Alan Parker, com Dennis Quaid e Tamlyn Tomita

A Lista de Schindler, de Steven Spielberg

O Paciente Inglês, de Anthony Minghela

Soldado Laranja, com Rutger Hauer

O Resgate do Soldado Ryan, de Steven Spielberg, com Tom Hanks e Matt Damon

Além da Linha Vermelha, com Woody Harrelson

A balada de Narayama

Círculo de fogo

 Cultura e ciência

Lili Marlene, de Rainer Werner Fassbinder, com Hanna Schigulla

Uma Luz na Escuridão, com Michael Douglas e Melanie Griffith

Europa, Europa, de Agnieska Holland

Complementares

A Nação do Medo, com Rutger Hauer e Miranda Richardson

Inimigos, uma história de amor, de Paul Mazursky, com Lena Olin

A Vida é Bela, de Roberto Benigni, com Roberto Benigni

O Barco - Inferno em Alto Mar, de Wolfgang Petersen, com Jürgen Prochnow

O Pianista, de Roman Polanski, com Adrien Broody.

Um Dia Muito Especial, de Ettore Scola.

O Diário de Anne Frank

 Guerra fria

 Grandes monarcas e líderes

Cidadão Cohn, com James Woods

Nixon, com Anthony Hopkins

Robert Kennedy, de Robert Dornhelm

O Último Rei da Escócia, de Kevin Macdonald

 Cultura e ciência

Os Eleitos, de Philip Kaufman

Jogos de Guerra, com Matthew Broderick

Missing - Desaparecido, um grande mistério, de Constantin Costa-Gavras

A História Oficial, de Luis Puenzo

Caçada ao Outubro Vermelho, com Sean Connery

Dr. Fantástico, de Stanley Kubrick

Adeus Lênin, de Wolfgang Becker

Apollo 13, de Ron Howard

 Complementares

Treze Dias que Abalaram o Mundo, com Kevin Costner

K-19: The Widowmaker, com Harrison Ford e Liam Neeson.

Diários de Motocicleta, de Walter Salles.

 Fatos relevantes depois da guerra fria

Hotel Ruanda, de Terry George com Don Cheadle

Meu Querido Companheiro, de Norman Rene

As Torres Gêmeas de Oliver Stone

Piratas do Vale do Silício de Martyn Burke

Um grito de liberdade de Richard Attenborough

A Rainha de Stephen Frears, sobre a rainha Elisabeth II em eventos após a morte da princesa Diana.

 Filmes brasileiros sobre a história do Brasil

Grandes monarcas e líderes

Ajuricaba (filme) de Oswaldo Caldeira, com Paulo Villaça

Lamarca, de Sérgio Rezende, com Paulo Betti e Carla Camurati

Jango, de Sílvio Tendler (documentário)

Jânio a 24 Quadros, de Luís Alberto Pereira

Os Anos JK, de Sílvio Tendler (documentário)

O bom burguês de Oswaldo Caldeira, com José Wilker

O Velho – a história de Luís Carlos Prestes, de Toni Venturi

Eternamente Pagu, com Carla Camurati

Muda Brasil de Oswaldo Caldeira

Olga, de Jayme Monjardim

Independência ou Morte, de Carlos Coimbra, com Tarcísio Meira, Glória Menezes, Kate Hansen e Dionísio Azevedo

Carlota Joaquina, Princesa do Brazil, de Carla Camurati, com Marieta Severo e Marco Nanini

Tiradentes, o filme, de Oswaldo Caldeira, com Humberto Martins

Os Inconfidentes, de Joaquim Pedro de Andrade

Tiradentes, o Mártir da Independência, de Geraldo Vietri

Sargento Getúlio, com Lima Duarte

Getúlio Vargas, de Ana Carolina

Caramuru - A Invenção do Brasil, de Guel Arraes

Guerras e revoluções

Revolução de 30, de Sylvio Back (documentário)

O País dos Tenentes, de João Batista de Andrade

Guerra de Canudos, de Sérgio Rezende, com Cláudia Abreu

Guerra dos Pelados, de Sylvio Back

Guerra do Brasil, de Sylvio Back (documentário)

Anahy de Las Misiones, de Sérgio Silva

Joana Angélica, de Walter Lima Jr.

Quilombo, de Cacá Diegues

Nasce a República, de Roberto Moreira

O que É Isso, Companheiro?, de Bruno Barreto, com Pedro Cardoso

Pra Frente Brasil, de Roberto Freitas

Batismo de Sangue, de Helvécio Ratton

A Batalha dos Guararapes, de Paulo Thiago

Hans Staden, de Luis Alberto Pereira

Cultura e ciência

Baile Perfumado, de Paulo Caldas e Lírio Ferreira

Rádio Auriverde, de Sylvio Back (documentário)

Menino de Engenho, de Walter Lima Jr.

Abolição, de Zózimo Bulbul

Gaijin, Caminhos da Liberdade, de Tizuka Yamasaki

O Quatrilho, de Fábio Barreto, com Glória Pires e Patricia Pillar

Ganga Zumba, de Cacá Diegues

Xica da Silva, de Cacá Diegues

Chico Rei, de Walter Lima Jr.

Desmundo, com Simone Spoladore, Caco Ciocler e outros

Villa-Lobos, uma vida de paixão, de Zelito Viana, com Marcos Palmeira, Antônio Fagundes, Marieta Severo e Letícia Spiller.


 Religião

A Igreja da Libertação, de Sílvio Da-Rin

Anchieta, José do Brasil, de Paulo Cesar Saraceni

A Paixão de Jacobina, de Fábio Barreto, com Letícia Spiller, Thiago Lacerda

 Complementares

Cabra marcardo para morrer, de Eduardo Coutinho

Eles não usam black-tie, de Leon Hirszman

O Tiro Que Mudou a História, de Ricardo Nauenberg, TVE (vídeo da peça)

Parahyba Mulher Macho, de Tizuka Yamazaki, com Walmor Chagas

O Descobrimento do Brasil, de Humberto Mauro (documentário)

Memórias do Cárcere, de Nelson Pereira dos Santos

O Guarani, de Norma Bengell, com Márcio Garcia e Tatiana Issa

Pindorama, de Arnaldo Jabor

República Guarani, de Sylvio Back

O cineasta da selva, de Aurélio Michiles (documentário)


Complementares

História do Mundo Parte I, de Mel Brooks

Os Jovens Anos de Uma Rainha, de Ernst Marischka

Sua Majestade, Mrs. Brown

Havana, de Sydney Pollack, com Richard Gere e Lena Olin

1941, uma guerra muito louca, de Steven Spielberg

Casablanca, de Michael Curtiz, com Humphrey Bogart e Ingrid Bergman

Link to comment
Share on other sites

essa denominação é uma coisa perigosa, não sei bem definir o que seria um filme épico/histórico. épico é alguma coisa heróica, epopéica, pelo que me consta. portanto, nem todo filme passado em tempos antigos é necessariamente um épico (Love and Death, do Allen, por exemplo, se passa durante as guerras napoleônicas, mas não traz qualquer herói, muito pelo contrário, o protagonista é um chorão de primeira). puxando para a definição cinematográfica mais óbvia (o que me faz, por exemplo, excluir obras como Doutor Fantástico e Casablanca, citadas logo acima, que seriam minhas escolhas), meu voto seria dividido entre Aguirre, do Herzog, e O Leopardo, do Visconti, produções muito diferentes entre si mas que são geniais, cada uma a seu modo.

Link to comment
Share on other sites

Acho até valido o tópico, se ele evocar a parte histórica do filme. O valor Histórico até vai, pois praticamente todos os filmes ai batem com algum evento histórico, seja ele de maior grau de importância ou não. Acho que mesmo os que têm personagens míticas como Rei Artur, Robin Hood, Aquiles, Odisseu e mesmo Hamlet (Amleth) são importantes historicamente. Mesmo que nunca tenham existido como um real personagem da nossa história, eles carregam a importância do momento. O mesmo vale para os filmes. Afinal muitos contos, cações e poemas não relatam à história factual. Então, acho besteira não valorizarmos um filme que crie uma história paralela a nossa, que distorça a realidade. Quantas artes não fizeram uma visão exclusivista da história? Na pintura, escultura, literatura, teatro e agora o cinema.  Acho absurdo não considerar os filmes de Ridley Scott como nada historicamente, mas dar todo o valor a Homero no poema que evoca as eras míticas na figura dos deuses. O importante é a obra como um todo. Que vai da sua transição de uma mídia para outra, seja ela um conto bíblico, história de fato, lenda ou mito. Todos eles são pedaços da história ancestral da humanidade.<?:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

A propósito esqueci de mencionar muitos filmes ai dentre eles as versões de Hamlet para o cinema. Para ser franco isto é uma tarefa difícil catalogar todos os filmes que tenham algum momento histórico de exposição.

Link to comment
Share on other sites

é por isso que eu digo que essa definição é delicada. eu, por exemplo, nunca vi O Sétimo Selo sob a ótica dessa generalização de época, como filme histórico ou épico e esses blablablás. pra mim, é uma obra atemporal, que retrata sim um período da história, porém, que possui uma filosofia que poderia ser aplicada a qualquer outro período da humanidade. caso eu tivesse pensado nele como um épico, certamente seria minha primeira ou segunda opção como melhor filme do estilo, facinho facinho. e olha que nem é dos meus Bergmans preferidos.

Dan...2007-09-03 19:30:01
Link to comment
Share on other sites

Épico pra mim é quando a história envolve mais dos que apenas alguns protagonistas, envolve populações inteiras ou um grande número de pessoas, envolvidos em algo grandioso. O Paciente Inglês por exemplo não é um épico na minha opinião, enqüanto A Lista de Schindler é, embora eu prefira classificá-lo no gênero guerra.

 

Link to comment
Share on other sites

Podem me massacrar' date=' etc, etc, etc.

 

Mas sinto um carinho enorme por...

 


 

08
[/quote']

Ughhh, esse não Rike. Esse não...06

É complicado, amigo, é complicado.. 06

 

Mas. Este filme, de alguma maneira, me conquistou. Sempre que passa, paro de fazer o que estou fazendo para assistir. Me comove, me distrai... Gosto muito. Guilty Pleasure. 08
Link to comment
Share on other sites

A Lista de Schindler, pra mim, é um dos melhores, retratando de forma delicada o que foi aquela Segunda Guerra, baseada em fatos verídicos. É o filme "adulto" de Spielberg.

 

Tem filmes aí dessa lista que estou pra ver. 01

 

E que enquete sem-vergonha essa hein? Era melhor ter aberto o tópico sem uma. 06

 

Link to comment
Share on other sites

é por isso que eu digo que essa definição é delicada. eu' date=' por exemplo, nunca vi O Sétimo Selo sob a ótica dessa generalização de época, como filme histórico ou épico e esses blablablás. pra mim, é uma obra atemporal, que retrata sim um período da história, porém, que possui uma filosofia que poderia ser aplicada a qualquer outro período da humanidade. caso eu tivesse pensado nele como um épico, certamente seria minha primeira ou segunda opção como melhor filme do estilo, facinho facinho. e olha que nem é dos meus Bergmans preferidos.

[/quote']

 

Espera ai... no começo você fala que não viu o filme, depois ressalta que não é um dos seus preferidos do Bergman. Você viu ou não? 09

 

O ponto é... considerar um filme histórico não descaracteriza de uma temática universal. Muito pelo contrário, quase todas as obras de Shakespeare têm um contexto tanto histórico, quanto universal. Tanto é que Kurosawa utilizou ela diversas vezes em seus filmes. Ele utilizou em tempos diferentes, pessoas diferentes e culturas diferentes, mas o cerne da questão é o mesmo. 03
Plutão Orco2007-09-04 16:01:08
Link to comment
Share on other sites

filme adulto? sério? e aquele terceiro ato? e a garotinha de vestido vermelho? são demonstrações de maturidade' date=' será?  [/quote']

 

Defina a sua maturidade cinematográfica? Defina para se ter um parâmetro? Se é que isto existe. E sim aquele filme, não é um filme típico do diretor. Quem conhece a filmografia percebe.

Link to comment
Share on other sites

é por isso que eu digo que essa definição é delicada. eu' date=' por exemplo, nunca vi O Sétimo Selo sob a ótica dessa generalização de época, como filme histórico ou épico e esses blablablás. pra mim, é uma obra atemporal, que retrata sim um período da história, porém, que possui uma filosofia que poderia ser aplicada a qualquer outro período da humanidade. caso eu tivesse pensado nele como um épico, certamente seria minha primeira ou segunda opção como melhor filme do estilo, facinho facinho. e olha que nem é dos meus Bergmans preferidos.

[/quote']

 

Espera ai... no começo você fala que não viu o filme, depois ressalta que não é um dos seus preferidos do Bergman. Você viu ou não? 09

 

O ponto é... considerar um filme histórico não descaracteriza de uma temática universal. Muito pelo contrário, quase todas as obras de Shakespeare têm um contexto tanto histórico, quanto universal. Tanto é que Kurosawa utilizou ela diversas vezes em seus filmes. Ele utilizou em tempos diferentes, pessoas diferentes e culturas diferentes, mas o cerne da questão é o mesmo. 03

 

Ele assistiu ao filme, Plutão. O que ele nunca viu é "O Sétimo Selo sob a ótica dessa generalização de época".

 

E eu também não, assim como não acredito em qualquer desses rótulos e separação por gêneros de critério duvidoso.
Link to comment
Share on other sites

filme adulto? sério? e aquele terceiro ato? e a garotinha de vestido vermelho? são demonstrações de maturidade' date=' será?  [/quote']

 

Defina a sua maturidade cinematográfica? Defina para se ter um parâmetro? Se é que isto existe. E sim aquele filme, não é um filme típico do diretor. Quem conhece a filmografia percebe.

 

definir a minha "maturidade cinematográfica"? como assim?

 

eu conheço quase toda a filmografia de Spielberg. vi praticamente todos os seus filmes, com exceção breve e justa para A Cor Púrpura, que não assisti por motivos que não precisam ser citados aqui (leia-se "birra"). com isso, me considero no direito de afirmar (e esta é a minha opinião, apenas, nada mais do que isso) que o Spielberg conseguiu destruir algo que poderia ter sido uma obra-prima, sem dúvida, pura e simplesmente em virtude de sua infantilidade, da necessidade de tentar persuadir o espectador à comoção (não fosse isso, teria outra explicação para a referida garotinha ser destacada do resto da composição cênica com o adendo da cor? o que isso soma à seqüência? existia realmente a necessidade?). quem assistiu, por exemplo, O Selvagem da Motocicleta, do Coppola (um filme simples, porém muito bom e pessoal), pode comparar esta à utilização de elementos coloridos naquele filme, que expressam muitos significados, simbolismos, etc., ou seja, têm uma necessidade dentro da cena, contribuem para sua funcionalidade, para passar ao espectador aquilo que o diretor queria dizer com tudo aquilo. o caso é o mesmo daquele epílogo à cores, uma seqüência que, para mim, chega a ser constrangedora de tão superficial.

 

isso, para mim, não são sintomas de maturidade, me desculpe.

 

edit: quanto à questão de O Sétimo Selo... o Foras já respondeu.
Dan...2007-09-04 17:04:31
Link to comment
Share on other sites

Plutão, O Chato...

 

 
[/quote']

 

O sentimento é mutuo colega. 06<?:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

Se bem que no meu caso considero alguns indivíduos mais do que simplórios malas. Eu considero tais membros aqui como algo que nunca deveria existir, por expressar tanta incoerência nas suas crenças. 03

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

Announcements

×
×
  • Create New...