Jump to content
Forum Cinema em Cena

A Crise Colômbia X Equador


Marko Ramius
 Share

Recommended Posts

Até onde uma nação tem ou não o direito de violar território de outra para suprimir organizações terroristas ?

Por quê Chavez ( o palhaço presidente , não o palhaço do seriado ) tenta apagar o fogo com gasolina ?

Existe mesmo uma ameaça de guerra ?

Como o Brasil deve se portar ?

Por quê é tão difícil acabar com as FARC ?

 

 

 
Link to comment
Share on other sites

  • Replies 64
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Deveria haver um pedido formal de desculpas da Colombia, pra sometne depois serem esmiucados os motivos da invasao. Nada justifica a invasao deles em territorio alheio, sem consentimento do governo equatoriano, seja qual for motivo. Quem apoia isso deve tb apoiar a invasao do Iraque pelos EUA. E guerra nao havera de forma alguma, ate pq ninguem quer arcar com o onus dela ..mas q Chavez vai fazer de td apenas pra aparecer, como sempre, isso vai..
Jorge Soto2008-03-04 10:48:47
Link to comment
Share on other sites

A Colômbia já  pediu desculpas . E o Equador rejeitou o pedido de desculpas .

Também sou contra violações de território de nações soberanas . Mas o que se faz quando seu vizinho abriga , apoia e financia uma organização terrotista ?

Se o caminho não é esse , e eu espero que não seja mesmo , então qual é ?

 

 
Link to comment
Share on other sites

Albergoni. Prazer e Bom dia!

 

 

 

Concordo com vc em relação ao Brasil se movimentar “belicamente”, mas não em alerta máximo. O Brasil tem mais ou menos 47% do território sul americano, ele faz fronteira com quase todos os paises do continente, tirando Chile e Equador. O Brasil deveria no mínimo, sem alarde, movimentar forças armadas em suas fronteiras, ficar alerta, porque qualquer situação desta magnitude, pode sim interferir no território brasileiro, involuntariamente ou não.

 

 

 

A principio uma movimentação de alerta mínimo, ficar de olho no bolo na janela...

 

 

 

Têm loucos demais neste continente...

 

 

 

Obs: Não sou a favor de guerras, são caras, obsoletas e não levam a, objetivos humanitários que justifiquem as mesmas!

Link to comment
Share on other sites

Albergoni. Prazer e Bom dia!

Concordo com vc em relação ao Brasil se movimentar “belicamente”' date=' mas não em alerta máximo. O Brasil tem mais ou menos 47% do território sul americano, ele faz fronteira com quase todos os paises do continente, tirando Chile e Equador. O Brasil deveria no mínimo, sem alarde, movimentar forças armadas em suas fronteiras, ficar alerta, porque qualquer situação desta magnitude, pode sim interferir no território brasileiro, involuntariamente ou não.

A principio uma movimentação de alerta mínimo, ficar de olho no bolo na janela...

Têm loucos demais neste continente...

Obs: Não sou a favor de guerras, são caras, obsoletas e não levam a, objetivos humanitários que justifiquem as mesmas![/quote']

Sim.Caso ocorra uma guerra o Brasil deve ficar alerta.
Link to comment
Share on other sites

Rafal,

 

 

 

O Brasil já sofre invasões de suas fronteiras, por madeireiros e traficantes, já não faz o dever de casa, deveria aproveitar uma situação dessas e tentar fazer no mínimo seu dever de casa, proteger e guardar seu território de maneira decente...

 

 

Link to comment
Share on other sites

Pois então, claro que falei exageradamente em fazer guerra contra todos... Mas o Brasil deveria e tem condições de fazer uma movimentação mais enérgica em suas fronteiras... Mostrar quem manda aqui.

 

Casos como o da Petrobrás me fazem pensar em que uma ora ou outra, vai ser momento, sim, de declarar guerra!

 

 
Link to comment
Share on other sites

Rafal' date='

O Brasil já sofre invasões de suas fronteiras, por madeireiros e traficantes, já não faz o dever de casa, deveria aproveitar uma situação dessas e tentar fazer no mínimo seu dever de casa, proteger e guardar seu território de maneira decente...

[/quote']

Pelo menos por enquanto,não há necessidade de proteger a fronteira,a guerra ainda não foi declara...isso se ela realmente for.

Pois então' date=' claro que falei exageradamente em fazer guerra contra todos... Mas o Brasil deveria e tem condições de fazer uma movimentação mais enérgica em suas fronteiras... Mostrar quem manda aqui.

 

Casos como o da Petrobrás me fazem pensar em que uma ora ou outra, vai ser momento, sim, de declarar guerra!

[/quote']

Concordo.Aliás,naquele caso da Petrobras o Brasil já deveria ter entrado em guerra.
Link to comment
Share on other sites

 

a força com que o HUGO CHAVES esta lidando com a cituação e por conta de problemas graves de rejeição a seu governo, inflação altissima e graves problemas de desabastecimento de alimentos e outros generos.  FABRICA UM INIMIGO EXTERNO PARA TENTAR UNIR O POVO EM TORNO DE MAIS UMA ILUSÃO PSEUDO-BOLIVARIANA. VIDE  os portenhos de quando a guerra das malvina, se uniram entorno de um governatte corrupto e rejeitado. heheheheh

 

quanto ao brasil tomar as redias da america do sul! pouco provavel, nosso " queridissimo " presiddnte operario nunca dará meios, dinheiro, armas e o que mais seja àqueles que no passado queria mata-lo e seus apedeutas vermelhso hehehehe    alem do mais se estourar uma guerra na amazonia rapidinho europa, asia, oceania e USA  se meteram pois lá e o " pulmão do mundo livre " heheheheh   O brasil nossa querida terra nao tem capacidade a curto prazo de se mater em empreitadas belicas, contar só com os soldadindios da amazonia eu acho pouco!   heheheheheh

 

BOMSOM2008-03-04 13:52:18

Link to comment
Share on other sites

Caro Albergoni , para se guerrear é preciso , no mínimo , ter um exército . E , hoje , o Brasil não tem .

As Forças Armadas já estão sucateadas a décadas . A tropa mal tem o que vestir e comer . Nossa aviação é do tempo do Onça . Nossa Marinha tem velhos navios que não podem se fazer ao mar por falta de combustível . A parcela mais bem armada da população são os traficantes .

Só se enviarmos o Cap. Nascimento para a linha de frente 05.

Não conheço a situação das Forças Armadas do Equador , mas duvido que seja grande coisa .

O grande problema é o fanfarrão Chavez que , como o Bomsom falou aí em cima , pode estar procurando uma desculpa para distrair o país dos problemas internos .

Mesmo assim , duvido que ele vá arranjar briga com a Colômbia, que tem um exército treinado , equipado e financiado pelos USA . Seria a grande chance do Bush fazer sua guerra por procuração contra ele .

 

 
Link to comment
Share on other sites

Rafal' date='

O Brasil já sofre invasões de suas fronteiras, por madeireiros e traficantes, já não faz o dever de casa, deveria aproveitar uma situação dessas e tentar fazer no mínimo seu dever de casa, proteger e guardar seu território de maneira decente...
[/quote']

No caso dos madeireiros é vista grossa mesmo,existe um monte de trabalho escravo nestas fazendas,e em muitas há gente política envolvida...não acredito que o Brasil vá se mexer em relação a conflitos vizinhos.
Link to comment
Share on other sites

Caro Albergoni ' date=' para se guerrear é preciso , no mínimo , ter um exército . E , hoje , o Brasil não tem .

As Forças Armadas já estão sucateadas a décadas . A tropa mal tem o que vestir e comer . Nossa aviação é do tempo do Onça . Nossa Marinha tem velhos navios que não podem se fazer ao mar por falta de combustível . A parcela mais bem armada da população são os traficantes .

Só se enviarmos o Cap. Nascimento para a linha de frente 05.

Não conheço a situação das Forças Armadas do Equador , mas duvido que seja grande coisa .

O grande problema é o fanfarrão Chavez que , como o Bomsom falou aí em cima , pode estar procurando uma desculpa para distrair o país dos problemas internos .

Mesmo assim , duvido que ele vá arranjar briga com a Colômbia, que tem um exército treinado , equipado e financiado pelos USA . Seria a grande chance do Bush fazer sua guerra por procuração contra ele .

 

 
[/quote']

 

verdade, o Brasil nao tem exercito nenhum pra defender seus interesses ate pq nao tem tradicao belica alguma! Vide as pernas q o Lula abriu pro Evo, ano passado no lance da Petrobras. Kd o marido da Srta Moore pra dar seu parecer pra defender o pessoal de cuturno?06 E outra, numa hipotetica guerra Colombia-Equador a primeira tem ampla vantagem pq seu exercito foi considerado um dos mais equipado da America latina, fruto da experiencia de anos no combate ao narcotrafico! Ja Equador tem um exercito sucateado com metade da frota aerea nao sai do chao. Mas clarto q a gueera nao vai sair, td é apenas agitacao entre dois paises q ja nao se entendem faz tempo, do qual Chavez apenas faz o teatrinho dele de praxe. Mas apenas teatrinho pq a guerra tb lhe seria bem desfavoravel.
Link to comment
Share on other sites

O básico que o Brasil precisa fazer é defender suas fronteiras na Amazônia. Isso já melhoraria muito pro nosso lado. Além do tráfico de drogas, exploração de madeira, captura de animais silvestres, estamos abrigando guerrilheiros que entram escondidos pela floresta. Com o Brasil abrigando guerrilheiros logo vem os caçadores de guerrilheiros. Resultado: acabamos sendo palco de uma guerra que não participamos. O mínimo que se pode fazer é evitar que a briga ocorra aqui.

Link to comment
Share on other sites

King Edward. Boa tarde!

 

 

 

Exatamente, certamente deve ter guerrilheiros escondidos na enorme amazônia brasileira, talvez não a “fundo” e sim nas "beiradas", mas é algo que pode vir a crescer e trazer os mesmos problemas de “Equador-Colombia”.

 

 

 

Eu disse e repito, têm loucos demais neste continente, alguns acredito serem capazes de abrirem guerras inúteis só para unir seu povo (como o BOMSOM disse). O Brasil não tem condições bélicas para lutar, mas pode começar a trabalhar nisso e pelo menos armamento para defender as fronteiras, de maneira estratégica, o Brasil tem, ao invés de ficar convocando gente de graça parar ficar seis meses “coçando-o-saco” e que não conseguem aprender nada porque os recursos são mínimos, o Brasil poderia direcionar esse pessoal para treinar na Amazônia e futuramente integrar um exercito capaz de vigiar a mesma.

 

 

 

E o medo de fortalecer as forças armadas com medo de dar o poder da nação às forças militares é ridículo, nunca mais o Brasil terá um regime militar como teve. O sistema “nasceu morto e morreu”, não há motivo para acreditar em tempos como aqueles no Brasil.

 

 

 

É sempre bom ficar preparado, para tudo!

 

 

Link to comment
Share on other sites

 

verdade, o Brasil nao tem exercito nenhum pra defender seus interesses ate pq nao tem tradicao belica alguma! Vide as pernas q o Lula abriu pro Evo, ano passado no lance da Petrobras. Kd o marido da Srta Moore pra dar seu parecer pra defender o pessoal de cuturno?06 E outra, numa hipotetica guerra Colombia-Equador a primeira tem ampla vantagem pq seu exercito foi considerado um dos mais equipado da America latina, fruto da experiencia de anos no combate ao narcotrafico! Ja Equador tem um exercito sucateado com metade da frota aerea nao sai do chao. Mas clarto q a gueera nao vai sair, td é apenas agitacao entre dois paises q ja nao se entendem faz tempo, do qual Chavez apenas faz o teatrinho dele de praxe. Mas apenas teatrinho pq a guerra tb lhe seria bem desfavoravel.

 

SOTO  colombia nao leva vantagem nenhuma, o colombia teria que abrir duas frentes de batalha ( velezuela e equador ) numa região de dificil ascesso a suprimentos, transporte, comunicação e demais meios a guerra, alem da frontira ser imensa com os dois brigoes! heheheheh

 

Link to comment
Share on other sites

 

King Edward. Boa tarde!

 

 

 

Exatamente' date=' certamente deve ter guerrilheiros escondidos na enorme amazônia brasileira, talvez não a “fundo” e sim nas "beiradas", mas é algo que pode vir a crescer e trazer os mesmos problemas de “Equador-Colombia”.

 

 

 

Eu disse e repito, têm loucos demais neste continente, alguns acredito serem capazes de abrirem guerras inúteis só para unir seu povo (como o BOMSOM disse). O Brasil não tem condições bélicas para lutar, mas pode começar a trabalhar nisso e pelo menos armamento para defender as fronteiras, de maneira estratégica, o Brasil tem, ao invés de ficar convocando gente de graça parar ficar seis meses “coçando-o-saco” e que não conseguem aprender nada porque os recursos são mínimos, o Brasil poderia direcionar esse pessoal para treinar na Amazônia e futuramente integrar um exercito capaz de vigiar a mesma.

 

 

 

E o medo de fortalecer as forças armadas com medo de dar o poder da nação às forças militares é ridículo, nunca mais o Brasil terá um regime militar como teve. O sistema “nasceu morto e morreu”, não há motivo para acreditar em tempos como aqueles no Brasil.

 

 

 

É sempre bom ficar preparado, para tudo!

 

[/quote']

 

 

tente explicar isso a os politicos brasileiros do brasil, tanto os da direita quanto os de esquerda que um exercito, marinha e aeronautica , bem treinados, equipados  não  são ameaça para eles!!!! eles foram persiguidos - e digasse de passagem muito mal perciguidos pelos milicos! heheheheh     veja essa bravata do CHAPOLIN VENEBOLIVARIASNO  com pessimos olhos!   sou miope! heheheheh

 

Link to comment
Share on other sites

 

e o que voces acham de uma declaração de lei marcial para acabar com o tráfego de drogaS?

 

 

você meu caro forista! heheheh  esquece que , quem finacia, consome, protege os traficantes são as classes elitizadas do brasil ( leiam-se ricos, politicos, artistas e demais rales ), são os mesmos que cobram das autoridades caça e repressão ferrenha a bandidagem, e depois são os mesmos que ironicamente vaoi pedir para a policia e os bandidos matarem, traficarem e roubarem menos! hehehehe   incoerencia pura!  lei marcial FALA SERIO!  heheheheh

 

Link to comment
Share on other sites

Lula encontra-se na quarta-feira com Correa e tenta isolar Chávez

 

 

 

Presidente do Equador quer apoio na disputa com a Colômbia. Governo avalia que parte da tensão deve-se ao presidente da Venezuela.

 

 

 

TIAGO PARIZ

 

Do G1, em Brasília

 

 

 

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva deve se encontrar com o colega equatoriano Rafael Correa na quarta-feira (5). A reunião faz parte do esforço do presidente do país vizinho de recrutar apoio internacional na crise que envolve a Colômbia.

 

 

 

O governo condenou a invasão do território equatoriano pela Colômbia e defende que o presidente Álvaro Uribe refaça o pedido de desculpas ao Equador de forma explícita. O Brasil considera que a escusa acompanhada de justificativas atenuam o significado.

 

 

 

Militares colombianos entraram em território do Equador numa ação contra as Forças Armadas Revolucionárias da Colombia (Farc). Na investida, o militante Raúl Reyes, considerado o número dois da guerrilha, foi morto.

 

 

 

O encontro entre Lula e Correa foi confirmado pelo Palácio do Planalto e deve ocorrer na manhã de quarta-feira. A embaixada equatoriana também confirma a reunião entre os presidentes.

 

 

 

No trabalho por uma solução pacífica e diplomática entre os dois países vizinhos, o governo avalia ser vital excluir o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, do momento tenso. E acredita que o incremento da tensão deve-se à maneira como Chávez portou-se desde o início da crise.

 

 

 

Nesta terça-feira (4), a Venezuela mandou fechar a fronteira com a Colômbia, segundo informação do ministro da Agricultura e Terra, Elias Jaua. O anúncio foi feito após mais tropas venezuelanas serem enviadas à fronteira e Chávez expulsar o embaixador da Colômbia em Caracas.

 

 

 

O Brasil também trabalha para que a Colômbia cesse a divulgação de documentos que supostamente trariam comprovações de que Venezuela e Colômbia são colaboradores das Farc. Na avaliação do governo, isso não contribui para “baixar a temperatura” da crise, tampouco para “circunscrever” a tensão a Equador e Colômbia.

 

 

 

Ao reagir com acusações, Uribe estaria fornecendo argumentos desnecessários para que Chávez entre no conflito, de acordo com a visão da diplomacia brasileira.

 

 

 

Todo esforço para a solução pacífica está sendo feito em torno da Organização dos Estados Americanos (OEA) que terá uma reunião nesta terça, em Washington, para discutir o tema. O ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, sugeriu que o secretário-geral da OEA, José Miguel Insulza, visite o Equador e a Colômbia.

 

 

 

Além disso, Amorim sugeriu que o órgão crie uma comissão independente de investigação para apurar a violação territorial do Equador. Segundo ele, há discrepâncias entre as versões dadas pela Colômbia e pelo Equador. A principal delas seria a causa da invasão. A Colômbia, de acordo com o chanceler, afirma que os tiros foram disparados primeiramente pelas Farc de território equatoriano e a ação foi em legítima defesa. O Equador, por sua vez, diz que a incursão já havia sido planejada pelos militares das forças do país vizinho.

 

 

 

Fonte: Globo.com

 

 

 

COMENTARIO: O Lula não conseguiu nem pegar de volta a Petrobras que foi roubada pela Bolívia... O Lula vai acabar enfiando o Brasil nessa crise e depois vai abaixar o rabinho e enfiar entre as pernas...

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

Announcements


×
×
  • Create New...