Jump to content
Forum Cinema em Cena

Heróis, de Paul McGuigan (2009)


CACO/CAMPOS
 Share

Recommended Posts

Dakota Fanning e Chris Evans participam do thriller - 17/08/2007 14:56

dakotafanning_01.jpgDakota Fanning (A Menina e o Porquinho - foto) e Chris Evans (Quarteto Fantástico e o Surfista Prateado) farão parte do elenco do thriller Push, que terá Paul McGuigan (Xeque-Mate) na direção.

 

Além de Fanning e Evans, o projeto conta com a presença de Djimon Hounsou (Diamante de Sangue) e Camilla Belle (Quando Um Estranho Chama). O roteiro foi escrito por David Bourla (Larceny).


O filme será centrado em um jovem que possui habilidades de telecinese e percepção  extrasensorial. O rapaz se esconde de uma agência norte-americana em Hong Kong e tenta escapar do controle da divisão.

 

As filmagens começam no próximo mês em Hong Kong. Segundo a Variety, o lançamento do longa está previsto para 2008.


chrisevans_01.jpg   camillabelle_01.jpg   djimonhounsou_02.jpg

 

Filme com Chris Evans e Dakota Fanning tem trailer divulgado - 17/10/2008 17:22

O site /Film divulgou o trailer de Push.

O thriller conta a história dos jovens Nick Gant (Chris Evans), que tem o poder de mover os objetos sem tocá-los, e Cassie Holmes (Dakota Fanning), que consegue ver o futuro. Eles se juntam para tentar salvar Alyssa English (Camilla Belle), uma mulher com poderes paranormais capturada por uma agência de serviço secreto do governo.

A estréia do longa está prevista para 6 de fevereiro de 2009.

Fonte: Cinenews

 

E X-Men o filme abriu um porteira para longas do gênero, já saiu Jumper do Doug Liman e agora tá vindo Push do Paul McGuivan que tem um trailer bem simples mas interessante.03

 
Link to comment
Share on other sites

  • 3 weeks later...
  • 1 month later...
  • 2 weeks later...


Monday, 22 de December de 2008

Veja o pôster de Push!


E não é que tá bacana? =D

 

6604e39fd8139e7467284d85e73b74ccs=32&ampd=http%3A%2F%2Fwww.gravatar%2Favatar%2Fad516503a11cd5ca435acc9bb6523536%3Fs%3D32&ampr=PG

André Luiz de Mello Pereira
JUDAO.com.br

push_02.jpg

 

Ainda não dá pra saber com 100% de certeza se Push vai ser ou não uma versão cinematográfica e com efeitos especiais melhores que Heroes. A única certeza é que, como a série, tem um potencial pra ser bem divertido.

Depois do trailer e do anúncio dos quadrinhos baseados no filme, a Summit Entertainment resolveu lançar o pôster da película. Devo dizer que achei o pôster bem assaz, e mostra bem qual é a do filme. Claro que seria melhor se tivessemos a Camilla Belle ali, mas do jeito que está não decepciona tanto.

Pra quem ainda não sabe, Push conta a história de um mundo onde algumas pessoas tem poderes psíquicos, uns podem ver o futuro, outros tem poder de telecinese e toda aquela folia — destaque para duas dessas pessoas, uma adolescente e um jovem rapazote, que se vêem caçados por uma agência que quer recrutar pessoas como eles e tranformá-los em armas.

Muitos efeitos especiais, uma Dakota Fanning que assusta, Chris Evans se perfazendo de badass, e Camilla Belle sempre assaz. Sinto que devemos prestar um pouco mais de atenção nesse filme. =D

Push tem previsão de estréia para dia 06 de fevereiro de 2009 nos EUA.

Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...

Novo cartaz da ação Push

Por Érika Grijó

05/01/2009

 

Veja abaixo um novo cartaz de Push, ação dirigida por Paul McGuigan (de Xeque-Mate) e estrelada por Dakota Fanning (Amigo Oculto), Camilla Belle (10,000 A.C.), Chris Evans (Quarteto Fantástico) e Djimon Houson (Constatine).

push_ver3.jpg

Na trama, um grupo de jovens com habilidades especiais (como telecinese, clarividência e percepção extrasensorial) precisam utilizar seus talentos para escapar do controle de uma agência clandestina do governo norte-americano.

 

Push estréia em 6 de fevereiro.

Link to comment
Share on other sites

  • 4 weeks later...
  • 4 months later...

Crítica: Heróis

Superpoderes em ambientação realista

28/05/2009

 

poster.jpg

O título nacional do filme Push, Heróis, não poderia ser mais condizente com o teor da produção. Afinal, trata-se de uma mistura de aventura e suspense que lembra bastante o universo da série televisiva Heroes - e, como o programa, ecoa também a trilogia X-Men.

Mas filmes de super-heróis não são a única inspiração do longa. A construção de um universo intrigante e misterioso traz à mente Matrix com seus agentes, grupos de resistência e segredos escondidos da população. Já a câmera e soluções visuais criadas pelo diretor Paul McGuigan (Xeque Mate) são obviamente inspiradas na trilogia Bourne. Desse último vem especialmente a atmosfera urbana e cheia de viva, obtida com a ajuda de câmeras escondidas e filmagens frenéticas e bem fotografadas em locações reais em Hong Kong, sem que as pessoas ao redor soubessem que estava sendo rodado um filme ali.

No universo de heróis há vários tipos de superpoderes. Há os "pushers", capazes de distorcer memórias; os "movers", que movem objetos com a mente; os "watchers", que vêem o futuro; os "seekers", capazes de encontrar qualquer um; os "bleeders", com seus gritos sônicos, os curandeiros "stitchers"... entre outros. A trama acompanha Nick (Chris Evans, o Tocha Humana dos filmes do Quarteto Fantástico), um "mover" fracassado escondido na China que recebe a visita da jovem Cassie (Dakota Fanning). Ela precisa da ajuda dele para encontrar uma misteriosa "pusher" (Camilla Belle) que pode ser a chave para o futuro de todos. No encalço do trio está um poderoso agente vivido por Djimon Hounsou.

A mistureba funciona a contento na maior parte do filme, mas a trama tem seus escorregões e exageros, que ferem o resultado final. Em especial, alguns poderes bastante exagerados, como o dos "shifters", capazes de transformar objetos em outras coisas durante um curto período de tempo. Apesar do personagem de Cliff Curtis roubar suas cenas, o poder é uma invencionice que exige suspensão de descrença demais pra funcionar. Como ele é crucial para o plot, fica a impressão de que alguma coisa não encaixou direito.

Além disso, apesar do frenesi das cenas de ação, o miolo perde ritmo e as explicações se estendem além do necessário. Quando o filme volta a correr, o faz num daqueles planos de ação superelaborados que parecem até interessantes na telona, mas não fazem o menor sentido quando você pensa no que acabou de ver.

De qualquer maneira, com a critividade compensando o baixo orçamento, Heróis vale uma visita dos fãs do gênero.

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

Announcements

×
×
  • Create New...