Jump to content
Forum Cinema em Cena

The Expanse


GilsonDee
 Share

Recommended Posts

 

RAoXY.jpg

Escondida nos recônditos de uma galáxia muito, muito distante, durante os anos 90 e 00, a space opera passou vários anos amargando o ostracismo imposto por — então — novas vertentes da ficção científica, como o cyberpunk. Mas como tudo que entra por um wormhole sai de novo em algum ponto temporal, a space opera tem voltado com força já há alguns anos, propelida pelos livros do que se convencionou chamar de new space opera (autores como Iain M. Banks, Stephen Baxter e Alastair Reynolds). E após o sucesso deBattlestar Galactica, o canal SyFy aposta agora na série The Expanse.

Os best sellers da série escrita por James S. A. Corey têm colecionado ótimas resenhas e elogios de fontes como o jornal Financial Times, a revista Wired e o autor George R.R. Martin, de Game of Thrones. A série, aliás, já chegou a ser descrita como “Game of Thrones no espaço”. O primeiro livro, Leviathan Wakes, foi lançado em 2011, sendo seguido por Caliban’s War e Abaddon’s Gate. O quarto livro, Cibola Burn, sairá nos EUA no dia 5 de junho, pela editora Orbit. A velocidade com que os livros têm sido lançados, anualmente, mostra que são transportados por espaçonaves — e não por corvos.

“Grandes personagens, excelente diálogo, lutas memoráveis”, diz a Wired“Space opera literária está em seu melhor momento”, elogia o site io9. O próprio autor da série, James S. A. Corey, é um construto artificial, um pseudônimo usado pela dupla Daniel Abraham (autor já indicado ao prêmio Nebula) e Ty Franck (que entre outras coisas é assistente pessoal de… George R.R. Martin). Na trama, a humanidade colonizou os planetas do nossos sistema solar, que virou uma populosa rede de colônias. Os planetas externos (com órbitas além do cinturão de asteroides, ou seja, Júpiter, Saturno, Urano e Netuno), ricos em minérios, querem a independência da Terra e de Marte e tentam aumentar sua força política e militar na área além do Cinturão. Quando Jim Holden, capitão de uma nave mineradora de gelo, encontra por acaso os destroços de uma espaçonave abandonada, termina por descobrir um segredo que ameaça levar todo o sistema a uma guerra terrível.

O ambiente que se descortina nos quatro livros engloba super-soldados, experiências científicas esquisitas, civilizações galácticas ancestrais e vários mistérios. Ótimo para fãs de HaloGalactica Firefly. Vamos torcer para que o SyFy não vacile nesta adaptação e aprenda algumas lições com a HBO, principalmente no que diz respeito à construção de personagens mais multifacetados e, principalmente, mais sutileza no technobabble.

O curioso é que The Expanse foi criado para ser campanha para uma partida de RPG. E o pseudônimo adotado pelos dois escritores também tem uma explicação: são os nomes do meio de cada um e as iniciais da filha de um deles. A série está em produção e a primeira temporada terá 10 episódios. Os showrunners serão Mark Fergus e Hawk Ostby (Filhos da EsperançaHomem de Ferro).

 

Link to comment
Share on other sites

  • 3 weeks later...

Muito boa, embora tenha informações demais num único eppy, p/ ser digerida... ou de repente sou eu, achei meio confuso.

 

Estou no terceiro e ainda sei lá qual é a do plot do Thomas Jane

 

assisti 7 episódios. este último teve menos ação pois foi mais preparatório pro final da temporada.

 

na expectativa pra ver se até o final da temporada apareçam os rostos das verdadeiras ameaças.

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

Announcements

×
×
  • Create New...