Jump to content
Forum Cinema em Cena

Announcements

  • Posts

    • Semana olímpica do Time Brasil com altos e baixos. Começarei pelo mais importante em termos de medalhas: * Na sexta-feira, a Federação Internacional de Ginástica me assustou. Determinou que caso os restantes pré-olímpicos não sejam realizados, em virtude da pandemia, as vagas serão distribuídas de acordo com as colocações do último Mundial, de 2019. O pré-olímpico das Américas seria em junho, em data certa e local ainda não definidos, só se sabe o mês, e o país, um certo lugar, muito tranquilo, pra onde todos querem viajar, Brasil. Se a competição for cancelada, Rebeca Andrade, pule de dez para ficar com uma das duas vagas a serem preenchidas, simplesmente estaria fora das Olimpíadas! Thaís Fideles, pela colocação no Mundial, no qual esteve supernervosa, ficando em distantes 46º lugar, é quem ficaria com a vaga. Um terror! Rebeca, depois de se recuperar das lesões, estar treinando forte, fazendo até Cheng, ficaria de fora! A CBG e o COB não podem deixar isso acontecer de jeito nenhum! Precisam gastar todo o dinheiro possível e criar uma bolha, segura, para os atletas. (Foto: Divulgação/ CBG) * Vaga olímpica do Brasil no Remo. A de número 181. Lucas Ferreira, do Skiff simples individual, única prova com 1 atleta do Remo, ganhou a prova do pré-olímpico do Rio de Janeiro na sexta-feira. É candidato a uma final B. Será nosso único participante neste esporte, outrora glorioso em nosso país, e que distribui muitas medalhas. Foi importante para o esporte não desaparecer. O remo que é um dos esportes mais mal geridos do país. * Aberto de Sofia de Taekwondo, e o Brasil conseguiu dois pódios neste domingo. Prata, com Ícaro Miguel (87kg); e Bronze com Milena Titoneli (-67kg), marcando a volta das competições. Netinho (-68kg) perdeu na estreia. Olhei o caminho dos atletas, e a competição foi fraca, sem grandes nomes. Esperava o Ouro dos três. (Foto: Instagram) * Continua o martírio do Judô brasileiro. No tradicional GrandSlam de Tashkent no Uzbequistão, nossa única medalha foi com uma judoca do pesado, Beatriz Souza, que ficou com a Prata, perdendo a final para a japonesa campeã mundial, Akira Sone. Seria um resultado maravilhoso, caso Beatriz não estivesse atrás de Maria Suelen Altheman no ranking olímpico. Perdeu por 3 shidos, sem derrubar, sem ser derrubada... Que coisa chata decidir-se assim! Do masculino, melhor nem comentar...   * Medalha de Bronze para o Brasil no hipismo, em uma competição por país ns Estados Unidos. Não sei avaliar o significado. Toda semana tem competição de hipismo, com uma altura diferente, com cavaleiros diferentes, cavalos diferentes. Pode ser bom, pode não ser nada especial. * Informações esparsas: o forte quarteto de atletismo feminino da Polônia, todo com COVID-19. Não puderam participar de uma competição no próprio país, o europeu indoor. Imaginem o que acontecerá em Tóquio. Lavillenie, da França, com uma lesão. Não vamos gorar... Auriol Dongmo, de Portugal (já escrevi sobre ela aqui no ano passado), com excelentes 19,34m, no Arremesso de Peso. Olha Portugal campeão olímpico, aí, gente...
    • Candidato da Rússia ao Oscar de Melhor Filme Internacional, "Dear Comrades!", de Andrei Konchalovsky, é muito bom filme. Eu estava amando a primeira hora, mas a segunda... Drama histórico, conta a história de um massacre ocorrido em 1962, com o governo soviético sufocando um protesto de trabalhadores, e depois encobrindo o massacre, seja cobrindo de asfalto as marcas de sangue das ruas, seja escondendo os corpos, ou prendendo as testemunhas do que se passara. O povo protestava contra o reajuste de preços que a economia planificada não conseguia mais segurar ( A propósito, muita gente ainda acredita em controle de preços, seja dos alimentos, seja dos combustíveis. Esse controle nunca deu certo, nem nunca dará, pois a inflação é sempre, e em todo lugar, um fenômeno monetário! Quando governos gastam em excesso, a moeda se desvaloriza. Simples assim. Estamos vendo isso atualmente no Brasil. Mas as pessoas preferem culpar fantasmas, como "a ganância dos empresários", "especuladores internacionais", ou outro vilão caricatural). KGB e Exército então se unem para rechaçá-los, em meio a discórdias de como proceder. O filme tem um cuidado todo especial com sua parte visual. Figurino, cenários, locação, a Fotografia a preto e branco, a razão de aspecto diferenciada, tudo é lindo e convincente. Mas o problema do filme é que o clímax acontece no meio! Depois há apenas um exaurimento da ideia principal.  Mesmo com esse problema narrativo, por enquanto é o melhor dos filmes semifinalistas da categoria.
  • Popular Contributors

×
×
  • Create New...