Jump to content
Forum Cinema em Cena

Questão

Members
  • Content Count

    16462
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    66

Everything posted by Questão

  1. No ano passado, Zoe Kravitz foi confirmada como a Mulher-Gato de The Batman. Agora, nesta semana, a atriz revelou o visual da personagem da DC. Em coletiva do TCA, em divulgação da série Alta Fidelidade, a famosa confirmou que o cabelo curto é para viver a personagem de The Batman. Muitos fãs tinham a desconfiança quando Zoe Kravitz apareceu com o corte pela primeira vez. Inspiração para Mulher-Gato Na mesma coletiva, Zoe Kravitz fez questão de comentar qual é a inspiração dela para o papel no filme da DC. A famosa se mostrou uma fã de Batman: O Retorno, de 1992. “Eu acho que a Mulher-Gato é uma personagem icônica. Eu nunca fui tanto de ler quadrinhos, mas esse nome sempre me intrigou. E então temos Michelle Pfeiffer (que vive a personagem no filme de 1992), a atuação dela sempre foi inspiradora para mim. É icônica”, garantiu a atriz. FONTE: CINEPOP
  2. Questão

    Uncharted

    Uncharted | Diretor de Zumbilândia estaria sendo cotado para dirigir o filme Filme não tem data de estreia definida. Por Marco Victor - Jan 11, 2020 Divulgação Ainda sem uma nova data de estreia definida pela Sony Pictures, a adaptação baseada no game Uncharted voltou a ganhar novidades. E desta vez, como já esperado, o assunto envolve justamente a busca pelo seu novo diretor. Segundo informações do site Deadline (via Coming Soon), o cineasta Ruben Fleischer seria a principal escolha da Sony Pictures para assumir o comando do longa que terá Tom Holland como protagonista. Vale lembrar que Fleischer é muito conhecido por conta de projetos como Zumbilândia e Venom. FONTE: JORNADA GEEK
  3. ‘Tenet’: Filme de Christopher Nolan ganha nova foto oficial; Confira! Por Thiago Nolla - 6 de janeiro de 2020 ‘Tenet‘, o aguardado novo filme do Christopher Nolan, ganhou uma nova imagem oficial cortesia da USA Today. FONTE: CINEPOP
  4. ‘Mank’: Trilha sonora será a mais autêntica possível, afirmam compositores Por Thiago Nolla - 27 de dezembro de 2019 Share Facebook Twitter Pinterest Email Em uma recente entrevista ao Revolver, os aclamados compositores Trent Reznor e Atticus Ross comentaram que irão trabalhar na trilha sonora do aguardado ‘Mank’, novo filme de David Fincher. Mais do que isso, a dupla decidiu que irá utilizar apenas instrumentos de época para trazer o máximo de naturalismo possível. “Não vamos usar sintetizadores modulares [nesse filme]. Vamos numa direção de autenticidade de época, então teremos vários desafios pela frente”. ‘Mank’ gira em torno do roteirista Herman Mankiewicz, que levou o Oscar para casa por seu trabalho no clássico ‘Cidadão Kane’. Gary Oldman dará vida ao personagem-titular. Amanda Seyfried, Lily Collins, Tom Burke e Charles Dance também irão protagonizar o longa. Arliss Howard, Joseph Cross, Ferdinand Kingsley, Jamie McShane, Sam Troughton, Toby Leonard Moore, Tom Pelphrey e Tuppence Middleton completam o elenco. Além de dirigir, Fincher assume a produção do projeto ao lado de sua esposa, Ceán Chaffin, e de Douglas Urbanski. As filmagens começam em novembro deste ano. Segundo a revista, fontes próximas do longa afirmaram que a cinebiografia vai focar no envolvimento de Mankiewicz com o desenvolvimento do roteiro de ‘Cidadão Kane‘. Na época do clássico, o roteirista e o icônico cineasta Orson Welles se desentenderam várias vezes, em uma disputa para ver quem seria creditado como o autor da trama FONTE: CINEPOP
  5. ‘Candyman’: Helen Lyle irá retornar no reboot; Saiba mais! Por Nefferson Taveira - 15 de janeiro de 2020 De acordo com o Bloody Disgusting, a personagem Helen Lyle, protagonista do filme original, irá retornar para o reboot de ‘O Mistério de Candyman‘, que está sendo produzido por Jordan Peele (‘Corra!‘). O site afirma que a atriz Virginia Madsen não deve retornar para o papel, e Cassie Kramer assumirá o seu lugar como a icônica personagem. Dirigido por Nia DaCosta, o longa é baseado em um conto do autor Cliver Barker intitulado The Forbidden, que é uma das histórias de sua coleção de contos ‘Livros de Sangue‘. Estrelado por Tony Todd (‘Premonição‘), o filme original segue a história de uma estudante de pós-graduação, Helen Lyle, que está escrevendo uma pesquisa sobre lendas e mitos locais em Chicago. Ao pesquisar sobre o projeto, ela conhece Anne-Marie McCoy, que conta sobre a lenda urbana do Candyman, um artista e filho de um escravo que teve sua mão decepada e foi assassinado pelo pai de sua amada. A lenda diz que ele aparecerá se você disser o nome dele cinco vezes na frente de um espelho. Yahya Abdul-Mateen II (‘Aquaman‘) será o vilão do novo filme. O elenco ainda conta com Nathan Stewart-Jarrett, Colman Domingo e Teyonah Parris. Além de produzir, o vencedor do Oscar Jordan Peele (‘Corra!‘) também irá coescrever o roteiro ao lado de Win Rosenfeld. O longa será lançado nos cinemas no dia 12 de junho de 2020. FONTE: CINEPOP
  6. (2) Ele parece que tá fazendo alguma esquete de humor com o personagem. Miller parece simplesmente não funcionar no papel.
  7. Questão

    Kill Bill 3

    Agora que o Tarantino já disse que não vai dirigir mais o Star Trek que escreveu, creio que ele deva estar entre esse aqui e o filme de terror que tava pensando em fazer.
  8. Quatro se contar o BAD MOON: LUA NEGRA que também dava direto no SBT. Em tempo, esse GRITO DE HORROR tá naquela lista "clássicos que não me servem". A transformação e o visual da criatura são legais, e o final do filme é bem corajoso também, mas no geral, não curto muito. Quanto ao Muschietti, o problema do IT 2 foi que o diretor deixou a megalomania tomar conta. Vamos ver se depois do tombo que tomou, entrega uma coisa mais focada como foi o primeiro IT dele.
  9. Também não entendi como se conecta com o primeiro filme. O trailer parece querer nos convencer que tem algo de sobrenatural com o boneco, o que o primeiro filme também fazia, mas a "grande sacada" com fortes aspas nisso, é que no fim, não tinha nada de sobrenatural no boneco. Enfim, o trailer parece bem genérico, e como não gostei do primeiro, dificilmente devo ver esse.
  10. Filme foi ignorado no Oscar, mas ganhou uma indicação por melhor direção estreante no Sindicato dos diretores.
  11. Questão

    Bad Boys 3

    Bad Boys Para Sempre | Will Smith fala sobre do que se trata o filme Depois de 16 anos longe da tela grande, os detetives de Will Smith e Martin Lawrence, Mike Lowery e Marcus Burnett, finalmente estão voltando para o Bad Boys Para Sempre no próximo fim de semana. Martin Lawrence e Will Smith. Will Smith está falando de um grande jogo sobre o terceiro filme dos Bad Boys, focando na relação entre ele e o personagem de Martin Lawrence na sequência. Confira o que ele disse recentemente sobre o filme de ação: Bad Boys Para Sempre estreia em 17 de janeiro. FONTE: CINEMABLAND
  12. Pelos trabalhos anteriores do diretor, pode ter uma pegada parecida mesmo, mas o trailer passa a idéia de uma trama um pouco mais movimentada
  13. Acho que no mínimo pra franquia solo do Aranha deve ter. Pro todo do MCU já não sei. Acho que mesmo o Aranha não vai ser uma figura tão central assim, afinal, é uma peça que pode tá ali amanhã e depois não estar mais.
  14. Não tá confirmado, mas tá meio óbvio, né?
  15. Enfim, vi o filme. Gostei, mas é aquilo, longe de estar entre as melhores coisas que o MCU já fez, e há anos luz dos primeiros filmes do Raimi. Achei melhor que o DE VOLTA AO LAR, Mysterio é um baita vilão, que não tem medo de ser exagerado, e que ainda funciona como uma crítica legal a cultura das Fake News. O elenco adolescente é legal, Tom Holland é um Peter Parker carismático, que apesar da reclamação da velharada (eu incluso) conversa com o publico que foi criado para conversar, que são os adolescentes. Mas muita das coisas que me incomodavam no primeiro filme continuam a me incomodar (em menor grau) neste aqui. Este Homem Aranha continua sendo bem tapado (esperava que ele estivesse um pouquinho mais safo depois dos filmes dos Vingadores), e basicamente cria (ou aumenta) metade das ameaças que enfrenta. As cenas de ação melhoraram (a primeira luta com o Mysterio em especial, é muito legal), mas tinham potencial pra ser bem mais. Enfim, o filme é legal, mas ainda falta alguma coisa.
  16. De qual parte exatamente, TENSOR? Hehehe Em tempo, o diretor do filme, Daniel Espinosa já fez algumas coisas bem interessantes como VIDA e PROTEGENDO O INIMIGO. Espero que acerte de novo.
  17. Versão legendada Não deu Hype, mas também não senti aquele ar de bomba que sentia vendo os trailers de VENOM (que não assisti até hoje).
  18. Deve ter sido uma das condições do novo acordo da Sony com a Marvel.
  19. Filme levou uma indicação ao oscar pela atuação da Kathy Bates
  20. Visto BAD COMPANY: OS MAUS COMPANHEIROS Na trama, as desérticas estradas da Califórnia estão em estado de alerta devido a dois crimes; um roubo milionário que teria ocorrido em um cassino em Las Vegas, e a série de homicídios cometidos pelo misterioso serial killer conhecido como "O Esquartejador", que desmembra as suas vítimas na estrada. Jack Powell (Lance Henriksen) é um homem casado ansioso em voltar para a sua esposa em San Diego, mas carrega consigo uma maleta misteriosa. É quando Jack conhece em uma lanchonete o misterioso Adrian (Eric Roberts), um homem instável e violento, que carrega os seus próprios segredos, e passa a perseguir Jack. Escrito e dirigido por Victor Salva no, conhecido por ser o responsável por trás da franquia "Olhos Famintos", e também por seus crimes de pedofilia nos sets de PALHAÇOS ASSASSINOS, este BAD COMPANY, lançado no começo da década de 1990 parece dever muito ao cult oitentista A MORTE PEDE CARONA, tanto pela premissa inicial de um road movie de terror que se desenvolve a partir de uma carona dada de mau grado quanto na existência de uma certa tensão sexual existente entre os seus dois protagonistas, também existente no clássico estrelado por Rutger Hauer. Infelizmente, embora trabalhe com algumas ideias bem interessantes, o roteiro de Salva tem sérios problemas na construção dramática e no crescendo de tensão entre os dois homens, apelando para uma série de clichês muito mal executados sobre "road movies de terror" que o diretor executaria muito melhor quando dirigisse OLHOS FAMINTOS alguns anos depois. Além disso, a reviravolta final apresentada por Salva, embora interessante como premissa, não faz sentido nenhum com o que havia sido apresentado até então. O que acaba salvando o filme de Salva (puta trocadilho ruim, mas não resisti) é a atuação do sempre competente Lance Henriksen, capaz de dar alguma respeitabilidade ao protagonista, mesmo quando protagoniza uma constrangedora sequência de "piti", e Eric Roberts, um ator que geralmente acho canastra, mas cuja canastrice casou bem com a personalidade maníaca de seu personagem. Enfim, não chega a ser bomba, mas também não é bom. Ninguém perde nada por não assistir esse daqui. Visto LITTLE MONSTERS Na trama, Dave (Alexander England) é um músico falido e irresponsável que após se separar da namorada, vai morar com a irmã Tess (Kat Stewart) e o sobrinho de cinco anos Felix (Diesel La Torraca). Ao levar Felix para o jardim de infância, Dave se encanta com a professora do sobrinho, a Srta Caroline (Lupita Nyong'o), e se oferece para acompanhar a turma em uma visita a uma fazenda, onde também estará presente o popular apresentador infantil Teddy McGiggle (Josh Gad). Mas quando um vírus em uma base militar é liberado, dando início a uma epidemia zumbi, Dave e a Srta. Caroline devem lutar não só pela segurança das crianças, mas também pela inocência delas. Escrito e dirigido por Abe Forsythe para o Hulu, LITTLE MONSTERS é uma produção australiana, que bebendo da fonte do Cult TODO MUNDO QUASE MORTO de Edgar Wright, apresenta uma comédia hilariante, e por que não dizer, "fofa" pela forma como abraça o universo infantil e suas idiossincrasias, mas mantendo todas as características do "subgênero zumbi" onde está inserido, conseguindo entregar até alguns bons momentos de tensão, ainda que leveza seja a palavra de ordem. Assim como no Cult de Edgar Wright, LITTLE MONSTERS apresenta um "perdedor egoísta", que por meio de um ataque zumbi, ganha a chance de amadurecer, e( por que não) "conquistar a garota", mas enquanto o filme estrelado por Simon Pegg era regado por forte cinismo, a obra de Abe Forsythe apresenta tal jornada de forma mais otimista e sincera, colocando-se quase como uma fábula de amadurecimento com zumbis. Grande parte do que faz LITTLE MONSTERS uma experiência tão prazerosa é o quão bem afinado é o seu elenco. Em um ano em que já havia chamado a atenção dentro do género com NÓS, Lupita Nyong'o mostra-se absolutamente encantadora e com um excelente Timing cômico como a Srta. Caroline. Embora parta do arquétipo da "Doce Professora", Lupita consegue dar humanidade a sua personagem, ao retratar a professora como uma educadora que faz de tudo para preservar os seus alunos do horror que se desencadeia a sua volta (e dai vem grande parte do humor do filme) ao mesmo tempo em que nunca soa condescendente com as crianças. Alexander England também é competente na construção do arco de seu personagem de um homem egoísta e amargo em alguém mais esperançoso. Por fim, embora tenha momentos divertidos, Josh Gad não consegue fazer muito com seu personagem, Teddy McGiggle, já que a persona do apresentador infantil secretamente vil já foi feita muitas vezes e de forma muito melhor, mas também não prejudica. E claro, dando suporte ao trio principal há o ótimo elenco infantil, que não são apenas muito simpáticos, mas também naturais, acompanhando muito bem o Timing das piadas propostas pelo roteiro. Em resumo, LITTLE MONSTERS é diversão garantida. Visto THE BELKO EXPERIMENT Na trama, os funcionários da poderosa empresa Belko, na Colômbia, trabalham em uma manhã normal quando repentinamente o prédio inteiro, localizado em uma região distante, é isolado, impedindo que qualquer um deles saia. Uma voz nos interfones dá duas horas para que trinta dos oitenta funcionários presentes no prédio sejam assassinados, do contrário, o dobro desse número será morto através dos explosivos plantados em suas cabeças. Inicialmente, os funcionários acreditam tratar-se de uma piada de mau gosto, mas quando os misteriosos donos da empresa provam estar falando sério, uma luta pela sobrevivência tem início. Dirigido por Greg McLean, mais conhecido como o homem por trás da franquia "Wolf Creek", e escrito por James Gunn, mais famoso por comandar a franquia "Guardiões da Galaxia", este THE BELKO EXPERIMENT se apresenta como um thriller competente de terror, que usa o experimento social macabro ao qual os funcionários da Belko são submetidos como uma interessante metáfora para a natureza toxicamente competitiva e predatória das relações de trabalho, ainda que o roteiro de Gunn não pareça 100% bem sucedido na execução de tal metáfora, talvez pela forma rápida como dicotomiza os seus personagens, com uma ou outra exceção. A narrativa, entretanto, consegue prender a atenção do espectador até o seu desfecho, e em alguns momentos, o roteiro de Gunn consegue realmente nos deixar em dúvida sobre quem vai sair vivo ou não, o que é um grande mérito. A direção de Greg Mclean é competente, embora sinta que o potencial de violência insana que a premissa oferecia (e o próprio cartaz sugere) seja poucas vezes aproveitado pelo filme. No geral, THE BELKO EXPERIMENT é um Thriller de terror competente, que vale a conferida, se estiver em um dia não muito exigente.
  21. 'O Homem Invisível' ganha classificação indicativa para maiores Por Thiago Nolla - 11 de janeiro de 2020 'O Homem Invisível' é um dos projetos mais aguardados de 2020 e, agora, o MPA divulgou a classificação indicativa oficial do filme: segundo o órgão, a produção será R-rated (ou seja, para maiores de idade), devido a "cenas fortes de violência e linguagem inadequada". Escrita e dirigida por Leigh Whannell ('Upgrade'), a nova versão teve baixo orçamento e é descrita como "assustadora". A estreia está marcada para 27 de fevereiro de 2020. FONTE: CINEPOP
  22. 'Jogos Mortais': Chris Rock diz que reboot terá tons de comédia Por Allan Torres - 11 de janeiro de 2020 O reboot de 'Jogos Mortais' chega aos cinemas em 15 de maio de 2020, e à medida que a estreia vai se aproximando, diversas novidades vão surgindo. Durante uma entrevista para o IGN, Chris Rock, que já foi confirmado no elenco, disse que o diferencial do novo filme serão os tons de comédia. "Eu amo a franquia 'Jogos Mortais', mas sempre achei que estava faltando alguma coisa, sabe? Acho que algumas piadas fariam toda diferença em alguns momentos. Então eu vi a oportunidade de trazer isso para o reboot." Questionado se o longa irá manter a essência dos originais, o comediante foi rápido e disse que os fãs podem ficar despreocupados, pois ainda será um filme sangrento. "As piadas são só um detalhe. Qual é? Estamos falando de 'Jogos Mortais', vai ser sangrento, muito sangrento." FONTE: CINEPOP
  23. Como foi a separação amigável do Derrickson com a Marvel/Feige (clique na imagem) Veja outros Tweets de srta.stark
×
×
  • Create New...