Jump to content
Forum Cinema em Cena

Questão

Members
  • Content Count

    16647
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    69

Everything posted by Questão

  1. Homem-Formiga 3’: Sequência contrata roteirista de ‘Rick e Morty’ Por Renato Marafon - 3 de abril de 2020 Share Facebook Twitter Pinterest Email Segundo o THR, Jeff Loveness foi contratado para escrever ‘Homem-Formiga 3‘. Ele é conhecido por roteirizar episódios das séries de comédia ‘Rick e Morty‘ e ‘Miracle Workers‘. Além disso, a Marvel confirmou o retorno do ator Michael Douglas e do diretor Peyton Reed. Segundo fontes próximas ao site ComicBook.com, a terceira parte da franquia ‘Homem-Formiga’ será rodada no Reino Unido, mais precisamente com a construção de uma base nos estúdios Pinewood. Logo depois, as gravações irão ocorrer em outras parte do mundo. FONTE: CINEPOP
  2. Acho que a ideia da Universal não é mais expandir esse universo, e sim focar em filme por filme.
  3. THE FRENCH DISPATCH :: DESCUBRA OS CINCO FILMES QUE WES ANDERSON PEDIU AO ELENCO PARA ASSISTIR Wes Anderson tem se tornado um dos diretores de traço autoral mais marcante, e também mais facilmente parodiado, no cinema recente. Os tons pastéis, os enquadramentos simétricos com movimentos bruscos de câmera, os atores de expressão neutra em momentos catárticos são algumas das marcas do cineasta indie cujos filmes têm estabelecido uma ponte interessante entre o cinema de festivais e as produções de apelo popular. Em sua nova produção, The French Dispatch (2020), ele traz uma coletânea de histórias independentes situadas na França do século XX, tendo como foco o jornal mencionado pelo título. No elenco, ele traz grandes nomes do cinema francês e belga (Léa Seydoux, Mathieu Amalric, Cécile de France, Denis Ménochet) ao lado de um elenco de língua inglesa invejável, incluindo Tilda Swinton, Benicio Del Toro, Bill Murray, Saoirse Ronan, Elisabeth Moss, Timothée Chalamet, Edward Norton, Willem Dafoe, Christoph Waltz, Adrien Brody, Owen Wilson, Anjelica Huston, Frances McDormand e Jeffrey Wright. The French Dispatch (2020) Conhecido por trabalhar com muitas referências do cinema clássico, o diretor pediu a todo o seu elenco e seus colegas da equipe técnica para lerem diversos livros e revistas e artigos de jornal, além de assistirem a cinco filmes considerados exemplares para The French Dispatch em termos de tom e conteúdo. De acordo com o diretor de fotografia Robert Yeoman, o elenco precisou assistir a: Crime em Paris (1947), de Henri-Georges Clouzot O Prazer (1952), de Max Ophüls As Diabólicas (1955), de Henri-Georges Clouzot Os Incompreendidos (1959), de François Truffaut Viver a Vida (1962), de Jean-Luc Godard Não surpreende que as escolhas venham do cinema clássico francês, no entanto é curioso que, ao lado de dois clássicos da Nouvelle Vague, existam três escolhas pré-vanguarda, muito mais focadas no cinema noir e de gênero. O trailer de The French Dispatch parecia mais solar e engraçado do que estas referências bastante sérias, mas quem sabe o resultado guarde algumas surpresas para o espectador. O filme era um dos principais candidatos à seleção 2020 do Festival de Cannes, previsto inicialmente para o mês de maio. No entanto, com o adiamento do evento devido ao coronavírus, não se sabe se Wes Anderson esperará pelas novas datas do evento, ou se manterá a data de lançamento comercial anunciada para 24 de julho nos Estados Unidos e Europa. FONTE: PAPO DE CINEMA
  4. ‘Jurassic World 3’: Sam Neill fala sobre o atraso na produção devido ao Coronavírus Por Allan Torres - 30 de março de 2020 Share Facebook Twitter Pinterest Email Quando o elenco original de ‘Jurassick Park‘ foi anunciado para ‘Jurassic World 3‘, os fãs ficaram bastante animados com a surpresa. No entanto, a produção foi interrompida devido ao Coronavírus e ainda vai demorar até que o público possa rever Alan Grant (Sam Neill), Ellie Sattler (Laura Dern), e Ian Malcolm (Jeff Goldblum). Durante uma entrevista para a Variety, Neill falou sobre o assunto e parece esperançoso sobre o retorno das gravações. Questionado sobre o que tem feito durante o período de quartena, o astro respondeu:
  5. Pô, parabéns TENSOR. Boa sorte nessa empreitada.
  6. Questão

    Escape Room 2

    A Sony Pictures adiou novamente Escape Room 2 para dezembro deste ano. Inicialmente, o longa estava marcado para ser lançado em agosto, que acabou sendo adiado para novembro, e, agora, adiado para 30 de dezembro de 2020. Não há problemas na produção, mas a Sony está tentando lançar o novo filme em uma data que possa dar mais chances do filme ser um sucesso Adam Robitel retorna para a cadeira de diretor para a sequência, assim como o roteirista Bragi F. Schut e o produtor Neal H. Moritz Taylor Russell e Logan Miller retornam para reprisar seus papéis. O elenco também incluem novos nomes como Holland Roden (Teen Wolf), Indya Moore (Pose), Thomas Cocquerel (The 100), Carlito Olivero (East Los High), e Isabelle Fuhrman (A Órfã). Os detalhes da trama ainda estão sendo mantidos em sigilo. FONTE: MULTIVERSO GEEK Eu gostei do primeiro filme. Nada genial, mas divertido. Vamos ver se conseguem aproveitar bem os ganchos deixados pelo primeiro filme.
  7. Assisti o READY OR NOT. É bem bom, e os diretores sabem transitarbem entre a comédia e momentos mais sério, o que é uma excelente qualidade para quem assume a franquia. Mas espero um filme um pouco mais sério do que o ultimo desta dupla.
  8. Visto ESCAPE ROOM Na trama, um grupo de seis pessoas sem ligação entre si é convidada a participar de um "Escape Room", um jogo de realidade aumentada, que promete dez mil dólares para o vencedor. Entre os participantes estão a tímida estudante de física Zoe (Taylor Russell), Amanda (Deborah Ann Wolf), uma traumatizada ex militar, o executivo Jason (Jay Ellis), entre outros. Entretanto, assim que começam a jogar, os participantes percebem que não é apenas o prémio que está em jogo, mas suas próprias vidas, quando as armadilhas do jogo mostram-se letais. Dirigido por Adam Robitel do fraquissimo SOBRENATURAL: A ULTIMA CHAVE, e escrito a quatro mãos por Bragi F. Schut e Maria Melnik, ESCAPE ROOM revela-se um filme muito mais divertido do que eu esperava, lembrando um pouco algum filme da franquia "Jogos Mortais" no que diz respeito a cenários onde os personagens precisam encontrar pistas para sobreviver em um tempo limite, mas muito mais leve, sem toda sangueira que caracteriza os longas metragens do assassino Jigsaw. A premissa onde uma empresa malvada devenvolve jogos e disputas letais está muito longe de ser original, com filmes relativamente recentes como THE BELKO EXPERIMENT tendo explorado temáticas semelhantes. Mas ainda assim, o filme de Adam Robitel consegue nos manter interessados durante a projeção, tendo um bom ritmo. Além disso, ainda que traga uma série de personagens bastante arquétipos como a ex militar durona, o nerd que serve de alívio cômico, o executivo de coração frio, e mesmo a figura da jovem inocente, porém inteligente, que praticamente tem "Final Girl" estampado na testa, todos eles tem carisma o suficiente para que ganhem a nossa torcida, até nos fazendo lamentar quando perdemos alguns deles, o que é sempre um bom sinal em um filme do gênero. Longe de ser genial, e com um final em aberto que deixa as portas abertas para uma sequência (que de fato já está ocorrendo), ESCAPE ROOM ainda é um filme que consegue divertir, cumprindo aquilo o que se propõe a fazer. Visto READY OR NOT Na trama, Grace (Samara Weaving) é uma jovem que acaba de se casar com Alex (Mark O'Brien), um dos herdeiros da rica família Le Domas. Mas antes da noite de núpcias, Grace aceita participar de um velho ritual da família, onde ela simplesmente deve jogar um "jogo inofensivo" escolhido ao acaso para ser aceita no clã dos Le Domas. O jogo é esconde esconde, onde a noiva deve permanecer escondida até o amanhecer, enquanto os outros membros da família a procuram. Mas o que Grace não sabe, é que a família do marido acredita que no momento em que o jogo de esconde esconde é escolhido, eles devem matar a noiva até o amanhecer, do contrario, toda a família será morta pelo diabo. Dirigido em conjunto por Matt Bettinelli Olpin e Tyler Gillet (recentemente anunciados como diretores do novo exemplar da franquia "Pânico") a partir de um roteiro escrito a quatro mãos por Guy Busick e Christopher Murphy, READY OR NOT (que no brasil ganhou o genérico título de "Casamento Sangrento") é uma comédia de terror bastante divertida, que tira o seu humor muito mais da insanidade da situação em que a protagonista se encontra do que propriamente de personagens estritamente cómicos (ainda que eles existam). O filme merece créditos por, no meio de toda a sua insanidade e humor de violência non sense, conseguir encontrar algum coração dramático, conduzido especialmente pelo noivo Alex e seu irmão alcoólatra Daniel (Adam Brody), únicos membros da família que questionam a loucura de suas tradições. Os personagens funcionam como eixo dramático, conseguindo fazer para que o filme não despenca para a galhofa total, ainda que o humor através de uma violência quase tarantinesca ainda seja o seu principal objetivo. Mas embora o roteiro e a direção consigam transitar muito bem entre tons, o maior mérito do filme deve ser entregue a sua estrela. Tendo basicamente se especializado em comédias de teor violento, vide a sua participação em filmes como UM DIA DE CAOS e A BABÁ (ou mesmo o recente GUNS AKIMBO), Samara Weaving esbanja carisma no papel de Grace, cuja consternação cada vez maior com a insanidade que a rodeia cresce exponencialmente até o ponto em que ela mesma acaba abraçando a partir de certo ponto. No fim, READY OR NOT é um filme que vale muito a conferida por conseguir ser hilário em sua violência exagerada, mas ainda conseguindo manter algum senso dramático, o que não é fácil em um filme como esse. Visto O DOM DA PREMONIÇÃO Na trama, Annie Wilson (Cate Blanchett), uma vidente viúva, que cria três filhos após a morte do marido, que vive em uma pequena cidade do sul dos Estados Unidos. Os problemas de Annie começam quando ela passa a ser ameaçada por Donnie Barksdale (Keanu Reeves), o violento marido de uma de suas clientes (Hilary Swank), a quem ela aconselhou deixar o marido. A situação piora, quando a jovem Jessica King (Katie Holmes), a noiva de Wayne Collins (Greg Kinnear), o atencioso pedagogo da escola dos filhos de Annie, desaparece em circunstancias misteriosas, e a médium é requisitada para ajudar no caso. Dirigido por Sam Raimi, que entre outras coisas comandou a trilogia "Evil Dead" e a trilogia original de filmes do Homem Aranha, a partir de um roteiro escrito a quatro mãos por Billy Bob Thornton (sim o ator) e seu parceiro habitual Tom Epperson, este O DOM DA PREMONIÇÃO é um thriller de assassinato com toques sobrenaturais bem medíocre na maior parte do tempo, sendo elevado apenas por seu elenco estrelado (especialmente a sempre ótima Cate Blanchett) e uma condução relativamente competente de Raimi, que consegue dar a obra certa atmosfera, apesar de um roteiro terrivelmente mal estruturado. Falta unidade para o filme, que nunca decide muito bem o que quer ser, um thriller sobrenatural? Um drama de tribunal?. Personagens como Buddy (Giovanni Ribsy), um rapaz com problemas mentais ajudado por Annie, apesar de muito interessante, parece fazer parte de um filme completamente diferente. No geral, é um Supercine bem esquecível do Raimi, e um de seus filmes mais sem sal.
  9. Snyder é um cara que decididamente não supera. Pior que desse ai nem pode dizer que "mexeram na visão dele" como rolou com LJA (que verdade seja dita, é bem pior).
  10. BOMBA! Roteiro de ‘Missão Impossível 7’ pode ser reescrito por causa do coronavírus O coronavírus afetou diversas produções que tiveram que ser adiadas devido a pandemia, mas um filme em particular pode ser o mais afetado de todos: ‘Missão Impossível 7‘. Conforme relatado pela Variety, o longa vai enfrentar um grande problema estrutural quando tentar reiniciar a produção. Foi revelado que grande parte do filme se passa em Veneza e em outras áreas da Itália, um país que foi particularmente afetado pelo coronavírus. Como os locais italianos são essenciais para a história do filme, mudar a produção seria um empreendimento especialmente difícil. O roteiro foi todo escrito para que Ethan Hunt enfrente uma grande ameaça em Veneza, na Itália, mas a pandemia e suas consequências no país provavelmente ocasionarão em uma grande reformulação da trama. Resta saber se a produção terá que ser adiada para que Christopher McQuarrie tenta que reescrever o roteiro e mudar os rumos da história. Fonte: cinepop
  11. Hahahahaha Mudança INESPERADA em Velozes e Furiosos é cogitada Por Vitor Hugo Morais - 26 de março de 2020 - 13:21 Compartilhar no Facebook Tweet Velozes e Furiosos 7 (Imagem: Reprodução) ANÚNCIO O adiamento de um ano para a estreia de Velozes e Furiosos 9 não impediu que os fãs continuassem criando teorias a respeito da nova parte da saga, o que não envolve somente o questionamento sobre Paul Walker realmente voltar a aparecer como Brian, seja como uma homenagem ou qualquer outro tipo de menção, após ser citado no trailer. Agora, por conta do surto de coronavírus, os adoradores da franquia estão se questionando sobre a possibilidade do longa deixar de mencionar a cerveja mexicana Corona, uma das marcas de Velozes e Furiosos, já utilizada algumas vezes nas cenas. Esse questionamento ocorre porque, em razão do surto de coronavírus, muita gente ter passado a evitar a marca Corona, mesmo uma coisa não tendo a ver com a outra, segundo informa o Observatório de Cinema. Como sabido, Budweisers e Stella Artois já foram consumidas pelos personagens em outras ocasiões, ou seja, caso a imagem da marca fique ruim por conta da pandemia – o que, insistimos, não tem lógica alguma -, seria possível que os responsáveis pelo longa iniciassem outra parceria ou retomassem as anteriores. Porém, não há uma posição oficial a esse respeito. FONTE: SPINOFF
  12. Finn Wolfhard diz que Ghostbusters: Afterlife é uma sequência muito “fiel” 27/03/2020 Lucas Crizza 0 comentários afterlife, anos 80, caça-fantasmas, Comédia, Fantasmas, Finn Wolfhard, Ghostbusters, reboot Não é um segredo pra ninguém que o novo filme dos Caça-Fantasmas é uma sequência canônica que nos traz de volta para o universo onde os busters combatiam Zull e Vigo. Embora o trailer já tenha comprovado isso, fez de uma maneira séria demais, o que fez o ator Finn Wolfhard se pronunciar para dizer que Afterlife na verdade é “Um filme realmente engraçado”. Em uma nova entrevista com o astro de Stranger Things, ele deixou claro que o novo filme deve agradar até os fãs mais saudosistas. “Fãs antigos vão achar que ele tem uma abordagem muito, muito fiel aos filmes originais da série”, disse ao site norte-americano NME. “Enquanto as pessoas mais novas, e todo mundo de certa maneira, vai descobrir que Ghostbusters antes de tudo é um filme sobre família e sobre as relações que essas pessoas criaram”. Wolfhard também quis falar sobre o humor do filme: “Ele é realmente engraçado e divertido, eu mal posso esperar que as pessoas vejam”. Em Ghostbusters: Afterlife uma mãe solteira e seus dois filhos chegam em um cidade pequena e começam a descobrir suas ligações com os Ghostbusters e os segredos que o avô deles deixou para trás. Ghostbusters: Afterlife tem previsão de estreia para 10 de julho de 2020. FONTE: BOCA DO INFERNO
  13. Diretor do filme de Borderlands quer selecionar cosplayers para que “morram” na adaptação Ivan Nikolai Barkow Castilho postado em 28. fev, 2020 a 12:54 am Borderlands está sendo adaptado para um filme e o diretor Eli Roth quer prestar homenagem aos cosplayers hardcore, “matando-os”. Roth apareceu brevemente no palco do painel PAX East da Gearbox para expressar sua empolgação pelo projeto e pela comunidade de fãs, chamandos-o de “uma família louca e insana”. Roth então observou um desejo de honrar a comunidade, selecionando alguns cosplayers para aparecerem como extras no filme, sendo que seus personagens seriam mortos ao estilo de Borderlands. Não está claro como exatamente esses cosplayers serão escolhidos. A Gearbox ou a Lionsgate podem anunciar algum tipo de concurso formal, ou os cineastas podem simplesmente entrar em contato com os cosplayers individualmente caso a caso. De qualquer forma, parece que os fãs interessados em estarem no filme devem atualizar suas contas no Instagram e se preparem para grandes eventos como a E3 e Comic-Con. FONTE: PSX BRASIL
  14. SCOOBY! | Nova animação do Scooby Doo é adiada por causa do coronavírus Em Um Bairro de Nova York e Malignant também foram adiados PABLO RAPHAEL 24.03.2020 15H40 ATUALIZADA EM 24.03.2020 16H21 Scooby!, novo longa de animação do Scooby-Doo, e Em Um Bairro de Nova York, adaptação do musical da Broadway de Lin-Manuel Miranda (Mary Poppins: O Retorno, His Dark Materials), tiveram as estreias adiadas por causa da pandemia do novo coronavírus. Dirigido por Tony Cervone, de O Show dos Looney Tunes, Scooby! tinha estreia marcada para 14 de maio. Já Em Um Bairro de Nova York estava previsto para chegar aos cinemas em 20 de agosto. O anúncio foi feito pela Warner Bros junto com o adiamento de Mulher-Maravilha 1984. Enquanto o longa da super-heroína ganhou uma nova data de lançamento, o estúdio ainda estuda o calendário para lançar as outras duas produções. FONTE: OMELETE
  15. SCOOBY! | Nova animação do Scooby Doo é adiada por causa do coronavírus Em Um Bairro de Nova York e Malignant também foram adiados PABLO RAPHAEL 24.03.2020 15H40 ATUALIZADA EM 24.03.2020 16H21 Scooby!, novo longa de animação do Scooby-Doo, e Em Um Bairro de Nova York, adaptação do musical da Broadway de Lin-Manuel Miranda (Mary Poppins: O Retorno, His Dark Materials), tiveram as estreias adiadas por causa da pandemia do novo coronavírus. Dirigido por Tony Cervone, de O Show dos Looney Tunes, Scooby! tinha estreia marcada para 14 de maio. Já Em Um Bairro de Nova York estava previsto para chegar aos cinemas em 20 de agosto. O anúncio foi feito pela Warner Bros junto com o adiamento de Mulher-Maravilha 1984. Enquanto o longa da super-heroína ganhou uma nova data de lançamento, o estúdio ainda estuda o calendário para lançar as outras duas produções. FONTE: OMELETE
  16. Chris Pratt conta situação assustadora que passou na gravação de The Tomorrow War Por Sergio Scarpa - 27 de fevereiro de 2020 - 13:40 Chris Pratt em “Vingadores” (Imagem: Divulgação) Gravar superproduções pode levar os atores para diversos lugares do mundo. Visitar esses lugares pode proporcionar experiências espetaculares e até mesmo inusitadas, como aconteceu com Chris Pratt. O astro de Guardiões da Galáxia viajou para a Islândia para gravar algumas cenas do novo filme The Tomorrow War, ao chegar no local onde as cenas seriam gravadas, ele e equipe de filmagens encontraram algo assustador. Em uma entrevista para o The Ellen DeGeneres Show, Chris Pratt contou que encontrou corpos congelados de aventureiros que haviam há décadas. O ator relatou: “Eles estavam lá há mais de 80 anos e foram totalmente preservados em suas geleiras com roupas de trilhas de 1930 ou 1940. Eles formavam um casal e caíram em um buraco e simplesmente desapareceram e recentemente foram encontrados”. The Tomorrow War é um filme futurista onde a humanidade está em guerra com alienígenas. Os cientistas encontram um meio de trazer de volta soldados do passado. O longa metragem tem direção de Chris McKay e roteiro de Bill Dibuque. O elenco é formado por Chris Pratt, Yvonne Strahosvski, Betty Gilpin, Seychelle Gabriel, J. K. Simmons, Sam Richardson, Mary Lynn Rajskub e Mike Mitchell. FONTE: SPINOFF
  17. Assisti ao primeiro filme. Tem muito espaço para melhorar, mas sinto que o potencial para uma obra mais completa existe para esta sequência. Acho que eles acertaram na construção da Mônica e do Cebolinha, mas a Magali e o Cascão precisam ser um pouco melhor trabalhados. Mas acho que veremos as crianças muito mais articuladas agora, e mais apropriadas de seus personagens. Espero agora um roteiro melhor trabalhado, especialmente no que diz respeito ao humor. Em tempo, Isabelle Drummond está mesmo perfeita como Tina. Se mandar bem, capaz até de ganhar um Spin-Off
  18. Eu curti, mas com ressalvas. O filme tem muitas falhas, especialmente em sua metade inicial. Acho que faltou construir um pouco melhor a dinâmica da turma antes de joga-los na jornada da busca pelo Floquinho. O filme tenta equilibrar o humor mais Non Sense das Hqs clássicas com o tom mais contemplativo da Graphic Novel que serve de base pro filme, mas nem sempre funciona, especialmente no que diz respeito ao humor. Felizmente, o filme cresce em sua metade final, onde a dinâmica entre os personagens torna-se mais fluída, o humor torna-se mais assertivo, e temos até alguns momentos de drama genuíno bem dirigido entre as crianças, vide a cena da encruzilhada. Giulia Barreto e Kevin Vechiatto conseguem transpor muito bem as características de Mônica e Cebolinha ao mesmo tempo em humanizam os personagens, inclusive com o filme defendendo que a rivalidade entre as duas crianças podem esconder sentimentos maiores que amizade. Cascão (Gabriel Moreira) e Magali (Laura Raseo) já não são tão bem desenvolvidos (a menina comilona é especialmente escanteada) sendo basicamente personagens de uma nota só, mesmo que tenham arcos dramáticos básicos de superação de medo e compulsão. Entre o elenco adulto, destacam-se Fafa Rennó como Dona Cebola, em uma atuação que equilibra o ar lúdico da trama e as tintas dramáticas da história e Rodrigo Santoro como o Louco, em uma cena que apela para o surrealismo, sendo portanto bastante fiel ao personagem que Maurício de Souza imaginou nos quadrinhos. Em termos de atmosfera, o filme adota uma atmosfera nostálgica que adota uma ambientação atemporal, com a direção de arte evitando a presença de aparelhos tecnológicos, mas permitindo as crianças se expressarem como as crianças de hoje fazem, vide expressões "só que não". A decupagem do diretor Daniel Rezende (de BINGO: O REI DAS MANHÃS) acerta por exemplo, em utilizar planos abertos para ressaltar a imensidão da floresta em que as crianças adentram, mas outros momentos como aquele recorrente que traz Mônica batendo naqueles que lhes provocam em off screen já não funcionam tão bem. No geral TURMA DA MÔNICA: LAÇOS faz um trabalho competente em transpor o rico universo do Bairro do Limoeiro criado por Maurício de Souza para o cinema, embora tenha grandes dificuldades em equilibrar os aspectos mais cartunescos das histórias de Maurício, que é o que a tornam reconhecido, com as suas Aspirações dramáticas. Foi uma boa experiência, mas o próprio filme dá mostras de que poderia ser bem melhor. É torcer agora que na já anunciada, essa equipe retorne mais madura e dê a Turma da Mônica o filme que ela merece, pois o potencial esta alí.
  19. R.I.P RE-ANIMATOR é um clássico. Os filmes que ele fez adaptando Lovecraft são ótimos, especialmente DO ALÉM
  20. Jenkins se pronunciou no Twitter
  21. FOTO DE DO SET DE DA 5 BLOODS REVELA A CARA DO NOVO FILME DE SPIKE LEE Publicado em 24 de janeiro de 2020 por setcenas. Uma foto de Da 5 Bloods dá aos espectadores o primeiro olhar para o novo filme de Spike Lee. Foi nessa época do ano passado que Lee contratou o projeto, que segue os veteranos da Guerra do Vietnã voltando para a selva na tentativa de encontrar os restos mortais de seu líder de esquadrão e (talvez) tesouro enterrado. Chadwick Boseman lidera um conjunto talentoso que também inclui nomes como Giancarlo Esposito e Paul Walter Houser. Com Lee saindo do sucesso do vencedor do Oscar BlacKkKlansman, Da 5 Bloods é uma das produções mais esperadas não franquiadas do ano, já que o público está curioso para ver se Lee pode dar outro golpe. Como Da 5 Bloods ainda não tem uma data definida de lançamento, a Netflix não deu início à campanha de marketing adequada do filme. No devido tempo, os fãs de Lee receberão um trailer e terão uma idéia melhor do que ele está fazendo com seu mais recente trabalho. Mas para aqueles mais ansiosos para ver qualquer coisa de Da 5 Bloods, uma nova foto com o diretor icônico foi revelada. A Sight & Sound acessou sua conta oficial do Instagram para compartilhar uma imagem de Lee com o elenco vietnamita de Da 5 Bloods. Como parte da edição de pré-visualização da revista em 2020, Lee explicou o que o levou a fazer o filme. Confira o post (que inclui a citação de Lee) no espaço abaixo: É fácil ver por que Da 5 Bloods atraiu Lee. Ao longo de sua carreira, ele se interessou muito pelas histórias que detalham a experiência afro-americana, contando-as através de suas lentes únicas. Lee deveria estar trabalhando bem na sua zona de conforto. Obviamente, houve vários filmes sobre a Guerra do Vietnã, embora poucos tenham abordado a época dessa perspectiva. Como tal, será interessante ver o que Lee tem a dizer em Da 5 Bloods e se ele encontrou uma maneira de vincular sua mensagem subjacente à era moderna. BlacKkKlansman foi uma peça do período da década de 1970, mas seus temas e assuntos eram igualmente relevantes para o público que a assistia em 2018. O comentário de Lee sobre o presidente Trump sugere Da 5 Bloods contará com alguns dos comentários sociais de marca registrada do diretor. Lee pode nem sempre ser sutil ao expressar seu ponto de vista, mas ele usa sua plataforma para levantar pontos de vista fascinantes. Só isso já é motivo suficiente para querer assistir Da 5 Bloods. FONTE: SETCENA
  22. Filme não agradou a crítica 23% no Rotten
  23. Estrela de Godzilla vs. Kong revela cenas extras que foram feitas para o longa Por Paulo Afonso - 18 de março de 2020 - 18:21 Compartilhar no Facebook Tweet Eiza Gonzalez (Reprodução) Programado para ser lançado ainda este ano, caso não haja nenhum adiamento por conta do novo coronavírus, o filme Godzilla vs. Kong, mostrará uma luta de titãs que deixará os fãs de queixo caído. E não é só os fãs dos monstros que estão aguardando ansiosos para verem essa briga na telona, não? Os atores também querem acompanhar o resultado final. Pelo menos é o que garantiu a atriz Eiza González, de Baby Driver, que aparecerá no longa como uma nova personagem, e contou ao site The Hollywood Reporter o que os fãs podem esperar. “Sim, tudo foi feito. Esses filmes demoram muito tempo porque há muito CGI”, disse ela afirmando que o longa já está finalizado. “Eles estão apenas criando esses personagens incríveis. Estou realmente empolgada em vê-lo porque esses dois mundos estão colidindo. A base de fãs de Godzilla vs. Kong é incrível. Quando digo que estou no filme, as pessoas ficam tipo, ‘Oh meu Deus’. Ver esse fanatismo e ver como eles estão animados em ver este filme me deixa muito animada; acho que eles ficarão realmente felizes”. “Adam Wingard é tão talentoso. Ambas as histórias estão paralelas, como você verá, sem revelar nada. É um elenco grande também, e foi muito divertido fazer parte dele. Há muita coisa acontecendo, mas o coração disso também são duas meninas, o que é uma mensagem tão positiva para a sociedade hoje em dia. É simplesmente incrível”, continuou a atriz elogiando o diretor do filme. Depois de boatos de que o filme depois de ser finalizado, chamou seus atores novamente para filmarem cenas adicionais, González, confirmou a informação dizendo que não foi algo extenso. “Fizemos por alguns dias, como todos os filmes, e foi isso. Quando você faz esses filmes grandes, às vezes isso acontece e você precisa gravar mais cenas para preencher, mas era uma coisa básica, nada crucial ou louco”. Godzilla vs. Kong tem estreia prevista para 20 de novembro. FONTE: SPINOFF
  24. A Pequena Sereia: Live-action terá quatro canções inéditas Por Katiúscia Vianna — 24/03/2020 às 12:36 As músicas são fruto da parceria dos premiados Alan Menken e Lin-Manuel Miranda. As filmagens de A Pequena Sereia podem ter sido adiadas, diante do Coronavírus, mas as novidades sobre o live-action não param de chegar. Dessa vez, o lendário compositor Alan Menken (que venceu o Oscar pela trilha da animação original, inclusive com "Under the Sea") contou que o remake terá quatro canções inéditas. Menken trabalhou nessas faixas ao lado de Lin-Manuel Miranda, criador do fenômeno Hamilton na Broadway — que será lançado pela Disney nas telonas em 2021. Ele também já é conhecido na empresa de Mickey Mouse por compor a trilha sonora de Moana e por aparecer em O Retorno de Mary Poppins. As voltas de canções clássicas como "Part of Your World" também são esperadas. FONTE: ADORO CINEMA
  25. Aquaman 2 | Arco do Arraia Negra será inspirado na Era de Prata das HQs Roteirista afirmou que longa não será baseado em nenhum quadrinho específico MARIANA CANHISARES 21.03.2020 13h14 Aquaman 2 não será baseado em nenhum quadrinho específico, de acordo com o roteirista David Leslie Johnson-McGoldrick. Respondendo aos fãs no Twitter, porém, ele afirmou que o arco do vilão Arraia Negra será inspirado na Era de Prata das HQs, isto é, nas obras publicadas entre 1956 e 1970. Veja: Veja outros Tweets de David Leslie Johnson-McGoldrick "Sei que você não pode dar nenhum spoiler sobre Aquaman 2. Mas se alguém quisesse saber um pouco mais sobre os rumos da sequência, você poderia hipoteticamente fazer algumas recomendações de quadrinhos para que a gente leia na quarentena?", perguntou um fã. Johnson-McGoldrick, então, respondeu: "boa pergunta. Não estamos pegando nenhum quadrinho específico e adaptando, mas se você quer saber que tom a gente quer dar pegue qualquer história da Era de Prata com o Arraia Negra". FONTE: OMELETE
×
×
  • Create New...