Jump to content
Forum Cinema em Cena

Questão

Members
  • Posts

    17963
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    99

Questão last won the day on July 17

Questão had the most liked content!

About Questão

  • Birthday 06/15/1990

Profile Information

  • Gender
    Male

Recent Profile Visitors

The recent visitors block is disabled and is not being shown to other users.

Questão's Achievements

  1. Em entrevista ao Comicbook, Greg Nicotero, especialista em efeitos práticos (conhecido principalmente pelo seu excelente trabalho na série ‘The Walking Dead‘), revelou que já havia começado a trabalhar nos efeitos e designs do reboot de ‘Spawn: O Soldado do Inferno‘, antes da produção ter sido interrompida indeterminadamente pela Blumhouse. “Nós já temos os designs prontos! [Há alguns anos], [Todd] McFarlane me abordou sobre o projeto e disse que teria um baixo orçamento. Eu queria que os designs ficassem parecidos com a série animada, mas ele queria algo mais realista e violento. Então, nós desenvolvemos várias artes conceituais. Criamos muitos designs e diversas coisas divertidas. Então, a produção teve que ser interrompida.” Ele completa, “De vez em quando, eu pergunto como andam as coisas. Eu olho para os designs no meu escritório e busco alguma notícia: ‘Ei, Todd, o que está rolando? Esse projeto vai acontecer mesmo?’, porque eu realmente amei o trabalho que fizemos.” Anteriormente, o produtor Jason Blum havia revelado que o processo para refinar a história está demorando mais do que esperado. FONTE: CINEPOP
  2. Questão

    Kill Bill 3

    Também prefiro uma original, se é pra ser o ultimo filme dele. Mas por curiosidade, por que a preferência pra que não seja de terror? Em tempo, o Tarantino meio que já dirigiu um filme de terror que foi A PROVA DE MORTE, né? Então seria bom ver ele sair com algo novo (Se bem que A PROVA DE MORTE era mais Terrir, mas não imagino o Tarantino dirigindo um terror totalmente "sério" mesmo).
  3. Questão

    Space jam 2

    A sequência ‘Space Jam: Um Novo Legado‘ já é um grande sucesso nas bilheterias norte-americanas, mas o diretor do longa original, Joe Pytka, não aprovou o filme de forma alguma. O diretor, conhecido por seu trabalho no universo dos videoclipes, fez duras críticas à nova sequência, mostrando a sua indignação por tentarem substituir o astro do basquete Michael Jordan com um novo jogador. Para Pytka, o famoso atleta é a alma de ‘Space Jam‘. Em uma entrevista feita no passado à revista EW, ele foi categórico em mostrar sua desaprovação absoluta com o novo projeto, sugerindo que a produção seria uma afronta à essência do original, que reside na grandiosidade e monstruosa popularidade mundial de Jordan. “Eu trabalhei com três pessoas que têm essa qualidade mágica que afetam as pessoas de qualquer maneira; eles os vêem e alguma luz se acende. Michael Jordan, Michael Jackson e Madonna. Todos os três têm essa qualidade em que as pessoas se conectam imediatamente, mesmo sem entender nada sobre elas. E ninguém mais tem essa qualidade. LeBron é um jogador de basquete fantástico, um dos 20 melhores jogadores de basquete de todos os tempos. Mas ele não é o Michael. Talvez devessem chamar o filme de outra coisa. Não deveriam chamá-lo de Space Jam 2 ou algo assim. Deveria ser outro filme. Isso não é Space Jam. Space Jam é o Michael Jordan. Não importa o quanto LeBron queira ser um grande jogador – e ele é um grande jogador -, ele não é o Michael Jordan. Nunca haverá outro Michael Jordan“. Além disso, Pytka recentemente revelou ao site TMZ que custou a conseguir terminar o filme, sendo necessária cinco tentativas. Ele foi mais longe, dizendo que a trilha sonora é “insignificante”, fazendo ainda duras críticas aos traços do Pernalonga: E você, gostou do filme? FONTE: CINEPOP
  4. O terror ‘Tempo‘ (‘Old’), próximo filme de M. Night Shyamalan (‘Fragmentado’), chega em breve aos cinemas mundiais, mas as primeiras reações da crítica internacional já foram disponibilizadas nas redes sociais. Com elogios ao ritmo, às atuações e à direção, a produção foi aplaudida e até mesmo considerada como a melhor obra do diretor desde ‘Corpo Fechado’. Confira: “Shyamalan foi bem criativo com ‘Tempo’. Seu trabalho de câmera é de tirar o fôlego, com alguma das técnicas mais ousadas e agressivas que já o vi usando. Os visuais são um pouco mais fortes que a história, mas Thomasin McKenzie continua a nos maravilhar”. “Quando ‘Tempo’ se desenrola, voa como um morcego direto do inferno. Apesar do filme tropeçar um pouco no começo, eventualmente se torna um corpo de horror que se mistura com sucesso a um emocionante drama familiar”. “‘Tempo’ é o melhor filme que Night fez desde ‘Corpo Fechado’. É um thriller intenso, impiedoso, feito com júbilo sádico e emoção surpreendente”. “Obrigado, Shyamalan! Não tinha medo da praia desde ‘Tubarão e, agora, ‘Tempo’ me deixou angustiado e aflito o tempo inteiro. Realmente gostei da premissa e dos temas”. O longa será lançado nos cinemas nacionais no dia 29 de julho. FONTE: CINEPOP
  5. Faye Dunaway se junta a Kevin Spacey em ‘The Man Who Drew God’ Filme teve cartaz exibido esta semana durante o Festival de Cinema de Cannes Em 07/07/2021 12:19 /cdn-cgi/image/fit=contain,width=960,quality=90/https://uploads.emaisgoias.com.br/2021/07/ee837fa6-faye-dunaway-960x640.jpg (Foto: Richard Shotwell/Invision/AP, File) A atriz Faye Dunaway se juntou a Kevin Spacey no já polêmico filme “The Man Who Drew God”. Dirigido pelo ator italiano Franco Nero, que também estrela, o longa será o primeiro papel de Spacey desde 2017, quando dezenas de acusações de assédio sexual e agressão levaram o ator de “House of Cards” ao ostracismo em Hollywood. A esposa de Nero, a atriz Vanessa Redgrave, foi originalmente considerada para estar no filme, e recebeu reação da mídia social em relação ao seu papel ao lado de Spacey, que nunca reconheceu publicamente as múltiplas acusações contra ele. Pouco depois de ela ser vinculada ao projeto, os representantes de Redgrave emitiram uma declaração distanciando a atriz do projeto. O longa é sobre um artista cego que consegue desenhar as pessoas a partir de sua voz e é injustamente acusado de abusar sexualmente de uma criança. O elenco também é estrelado por Robert Davi (“Die Hard”) e Stefania Rocca (“O Talentoso Sr. Ripley”). Um pôster para a nova produção, que se chama “l’uomo che disegnò Dio” em italiano, esteve em exibição durante o Festival de Cinema de Cannes esta semana, com Spacey recebendo uma posição privilegiada no pôster e o segundo lugar nos créditos depois de Nero. Veja a foto abaixo: FONTE: EMAISGOIAS
  6. A Crônica Francesa é o filme mais aplaudido em Cannes: elenco tem 6 atores vencedores do Oscar 14 de jul. de 2021 às 12:28 Aline Pereira -Redatora | crítica Jornalista que ama boas histórias, Aline combina a paixão por cinema e TV com comunicação para mergulhar ainda mais nos universos e personagens que já fazem brilhar os olhos. Pipoca, suspense, dramédia e uma pitada de reality são a receita perfeita para todos os dias. Festival de Cannes 2021: novo filme de Wes Anderson foi ovacionado e aplausos duraram nove minutos seguidos. A Palma de Ouro não é o único reconhecimento para os filmes indicados ao grande prêmio do Festival de Cannes - a reação do público à exibição da história também é um forte indicativo do desempenho que a produção pode ter fora da premiação. Com isso, A Crônica Francesa, do diretor Wes Anderson, parece ter um futuro mais do que promissor: o longa foi ovacionado em sua estreia e recebeu uma onda de aplausos que durou nada menos do que nove minutos seguidos. Não à toa, o novo filme do diretor de O Grande Hotel Budapeste já estreou sob fortes expectativas. O lançamento do longa estava programado para acontecer na edição de 2020 Festival de Cannes, cancelada por conta da pandemia e, além do nome do cineasta, chamou a atenção também pelo elenco estrelado: nada menos do que 7 atores vencedores do Oscar foram escalados para a dramédia, que acompanha o dia a dia de um jornal e tem sido destacado pela imprensa internacional como uma carta de amor aos jornalistas. FONTE: ADORO CINEMA
  7. 007 | Barbara Broccoli fala sobre elo de Sem Tempo Para Morrer com Casino Royale Despedida de Daniel Craig do papel de James Bond deve revisitar as origens da versão EDUARDO PEREIRA 19.07.2021 21H45 ATUALIZADA EM 20.07.2021 09H36 A produtora Barbara Broccoli falou, em entrevista concedida ao Total Film, sobre a ligação temática existente entre o próximo filme de James Bond, 007 - Sem Tempo Para Morrer, e o primeiro filme da era marcada pelo ator Daniel Craig, Casino Royale (2006). Na pele do agente secreto desde então, o ator britânico se despedirá do papel no novo longa-metragem, que estreia ainda neste ano. "Esse filme parece um bom fechamento para Casino Royale, porque a evolução emocional acontece de uma forma que nunca vimos Bond antes. Isso é bem empolgante", afirmou Broccoli. Na mesma entrevista, o co-produtor Michael G. Wilson se referiu à fase de Craig no papel como uma "minissérie dentro da série" de filmes do espião, indicando que a franquia deve retomar uma abordagem mais episódica e menos sequencial do que a vista nos filmes protagonizados pelo britânico. FONTE: OMELETE
  8. Série de Eu Sei o que Vocês Fizeram no Verão Passado ganha data de estreia Amazon vai lançar nova encarnação da franquia de terror em outubro CAIO COLETTI 23.07.2021 15H54 ATUALIZADA EM 23.07.2021 16H24 A nova encarnação da franquia Eu Sei o Que Vocês Fizeram no Verão Passado, em formato de série, vai chegar à Amazon Prime Video em outubro de 2021. A revelação foi feita pela showrunner Sara Goodman (Gossip Girl, Preacher) durante painel na Comic-Con @ Home 2021. A roteirista também deu outros detalhes desta nova adição à saga, revelando que a história se passará no Havaí e incorporará elementos contemporâneos à trama. "O livro [de Lois Weber] foi uma obra de sua época, e o filme [o original, de 1997] também, definitivamente. Então eu pensei: 'Como posso fazer uma série de 'Eu Sei o que Vocês Fizeram' que é de 2021?", comentou. "Nenhum dos meus personagens é só 'um esportista', 'uma nerd', 'uma vadia', algo assim. As pessoas têm camadas, partes que mostram só para algumas pessoas, partes que são totalmente privadas", disse ainda. "Quando todos os episódios revelam coisas profundas sobre os personagens, fica mais difícil desvendar o mistério da trama". Goodman também garantiu que a série é acessível para quem não conhece muito sobre a franquia, apesar dos easter eggs escondidos especialmente para os fãs. Para ela, a produção pode ser resumida em quatro palavras: "real", "disfuncional" e "completamente imprevisível". O Eu Sei O Que Vocês Fizeram No Verão Passado original contava com Jennifer Love Hewitt, Ryan Phillippe, Freddie Prinze Jr e Sarah Michelle Gellar no elenco. Na trama, um grupo de jovens passa a ser perseguido por uma sinistra figura depois de matar um homem em um acidente de carro. O filme ganhou duas sequências: uma em 1998, intitulada Eu Ainda Sei O Que Vocês Fizeram No Verão Passado; e outra em 2006, chamada Eu Sempre Vou Saber o que Vocês Fizeram no Verão Passado. FONTE: OMELETE
  9. nunciada no elenco de ‘Black Panther: Wakanda Forever‘, Michaela Coel (I May Destroy You) começou a ser especulada como Tempestade, conhecido interesse amoroso do herói nos quadrinhos e integrante dos X-Men. Nisso, uma belíssima arte foi compartilhada nas redes sociais, mostrando como a atriz pode ficar no papel: FONTE: O VÍCIO Tão rumorizando que essa atriz pode viver a Tempestade no novo filme do Pantera Negra. Até faria sentido por um lado, já que ela realmente está conectada a mitologia do panteroso, mas tenho as minhas duvidas. E se for ela mesmo, só espero que não façam ela ser de Wakanda.
  10. Acho que não, já que testaram atrizes de varios perfis.
  11. Verhoeven fala do seu novo filme em Cannes . Atriz Virginie Efira, que interpreta BenedettaCredit...Foto: Guy Ferrandis / SBS Productions Por MYRNA SILVEIRA BRANDÃO “Benedetta”, de Paul Verhoeven, que concorre à Palma de Ouro, teve sua première mundial na 74ª edição do Festival de Cannes, com a presença do diretor holandês e das protagonistas: a belgo-francesa Virginie Efira e a também belga Daphne Patakia. Com roteiro de David Birke – que volta a trabalhar com Verhoeven após a parceria em “Elle” (2016) –, “Benedetta” é uma história que mescla religião, lesbianismo, erotismo e polêmica, não faltando diálogos que revelam a hipocrisia de líderes religiosos. A trama, baseada em eventos reais, se passa no final do século 17, enquanto a peste assola a Europa e Benedetta Carlini (Efira) ingressa no convento de Pescia, na região italiana da Toscana, como uma noviça que, desde muito cedo, parece fazer milagres. Seu impacto na vida da comunidade é imediato e chama atenção do Vaticano. Mas o envolvimento amoroso com Bartolomea (Patakia), uma jovem que chega ao convento, muda o rumo da história. O filme é a adaptação do livro “Atos Impuros: A vida de uma Freira Lésbica na Itália da Renascença”, da historiadora Judith C. Brown, que realizou um estudo sobre o julgamento da Irmã Benedetta Carlini pela Igreja Católica. Ao pesquisar arquivos em Florença para outro projeto, Brown abriu uma caixa e encontrou a ata desse processo, considerado um dos primeiros relatos sobre lesbianismo na Europa moderna. O bom elenco inclui a britânica Charlotte Rampling, que interpreta a abadessa, superiora do Mosteiro, e o franco-irlandês Lambert Wilson, que vive o núncio, representante diplomático da Santa Sé. Numa conferência de imprensa promovida pelo festival nesse sábado (10), a equipe de “Benedetta” falou sobre o filme, as motivações para realizá-lo e a preparação para viver as personagens. “Refletir como evoluímos” Bem-humorado e, por vezes, até um pouco irônico, Verhoeven iniciou a entrevista contando que a ideia de realizar a adaptação do romance para as telas surgiu quando ganhou o livro e lembrou que anteriormente já haviam lhe dito que a história daria um ótimo filme. “Comecei a lê-lo e me surpreendi profundamente com esse fato ocorrido no século 17 na Itália, entre duas mulheres que eram freiras. O que sabemos de religião nos diz que uma história assim seria impossível naquele século. Não existia sequer uma definição para o lesbianismo e sua prática era proibida. Analisando as diferenças entre aquela época e hoje, tive vontade de fazer o filme para refletir como evoluímos em relação ao assunto. Junto com David (roteirista David Birke), adaptamos a narrativa, já que o livro é muito acadêmico, bem distante de um romance com uma história definida. Fico muito feliz que tenha sido possível realizá-lo e que todo o processo de produção tenha sido maravilhoso, agradável e terno. Espero que todos consigam perceber isso no filme”, disse o diretor revelando o que mais o preocupou durante a filmagem. “O que mais me moveu foi o fato de que eu estava lidando com uma história real, com eventos que de fato aconteceram. Eu não fiz o filme baseado em alguma concepção que tinha sobre feminilidade; eu me baseei nas palavras ditas pelas freiras e que estão no livro. Enfim, eu não inventei nada como algumas pessoas podem pensar. As cenas mostram o que realmente ocorreu. Eu acho que nunca fiz nada tão preciso na minha vida e certamente foi isso que contribuiu para ter dado certo”, afirmou Verhoeven. Quanto às acusações já feitas a seu filme relacionadas com blasfêmia, o diretor disse que não entende como podem acusá-lo de praticar blasfêmia sobre algo que é real, ocorreu de fato. “Mesmo que isso tenha sido em 1625, não podemos mudar a história. Podemos até discutir se foi errado ou não, mas o fato é que tudo que está retratado no filme aconteceu”, enfatizou Verhoeven, muito elogiado por Efira quando explicou como se preparou para transmitir a ambiguidade de Benedetta. “Quando o Paul preparava a câmera para filmar, eu tinha que saber como mostrar a ambiguidade dela. O que mais me ajudou foi a confiança que ele teve e passou para os membros da equipe. Em cenas difíceis em que minha personagem era possuída, as instruções que recebi do Paul me deixaram muito mais confortável para fazer a cena”, disse Efira, complementada por Patakia, que aceitou o convite para fazer o filme até antes mesmo de ler o roteiro. “Aceitei porque o diretor era o Paul e, quando li o roteiro, me surpreendi porque não havia nenhuma cena normal, digamos assim. Quando ela começava normal, rapidamente tinha uma virada e ficava estranha, meio louca. Mas o Paul conversou muito comigo, inclusive sobre as cenas de sexo, então ficamos na mesma sintonia como tudo seria filmado”, ressaltou a atriz. FONTE: JP
  12. We Have a Ghost | Anthony Mackie e David Harbour estrelarão filme da Netflix Christopher Landon, de A Morte Te Dá Parabéns, vai escrever e dirigir o longa NICO GARÓFALO 20.07.2021 13h53 Novo longa da Netflix, We Have a Ghost anunciou um elenco recheado de estrelas. Anthony Mackie (Falcão e o Soldado Invernal), David Harbour (Viúva Negra), Jahi Di’Allo Winston (Queen & Slim), Tig Notaro (Army of the Dead) e Jennifer Coolidge (Bela Vingança) estrelarão a produção, que terá roteiro e direção de Christopher Landon, de A Morte Te Dá Parabéns. A história será baseada no conto Ernest, de Geoff Manaugh, sobre uma família que se transforma em uma sensação midiática após descobrir que mora em uma casa assombrada por um fantasma. A atenção, no entanto, faz com que a família passe a ser vigiada pela CIA FONTE: OMELETE Tenho gostado muito das comédias horroríficas do Landon, vide a franquia "A Morte te Dá Parabéns" e FREAKY: NO CORPO DE UM ASSASSINO. Vamos ver o que sai daqui.
  13. A Warner Bros. divulgou o cartaz e a sinopse de ‘Maligno’, terror do lendário diretor James Wan. Confira a sinopse e o cartaz: A história acompanha Madison, que fica paralisada por visões chocantes de assassinatos horríveis. Tudo piora quando ela descobre que os sonhos são reais! O terror irá se afastar da temática sobrenatural e dará lugar a uma trama de investigação e assassinatos, aos moldes do subgênero Giallo Film. Para quem não sabe, os Giallo Films surgiram na Itália antes do terror slasher americano, e se baseiam em crimes de serial killers. O filme chega nos cinemas nacionais no dia 9 de Setembro, um dia antes do lançamento nos Estados Unidos – que acontece de maneira híbrida nos cinemas e na HBO Max dia 10 de Setembro. O diretor James Wan revelou detalhes do projeto e a primeira arte oficial: FONTE: CINEPOP
  14. Durante coletiva de imprensa, James Gunn explicou por que escolheu Starro como a grande ameaça de ‘O Esquadrão Suicida‘. Na trama, veremos Amanda Waller enviando sua equipe para destruir qualquer vestígio da criatura. Declarou. FONTE: O VÍCIO
×
×
  • Create New...