Jump to content
Forum Cinema em Cena

1408


bamby
 Share

Recommended Posts

  • Replies 81
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Minha gente. Como fã de Stephen King e de muitas das filmagens da sua obra' date=' tenho que vir a público dizer que este filme foi uma grande decepção.

 

Quem tiver a oportunidade de ler o conto correspondente, publicado na coletânea de contos Tudo é Eventual, vai ver que a versão escrita da história dá de 1.000 na filmada. Não quero oferecer spoilers, mas posso adiantar que a escrita não contém pseudo-draminha de criança dodói prestes a morrer e é muito mais claustrofóbica, sombria, desesperançada, angustiante, aterrorizante, muito menos cínica e não tem nada de "engraçadinha" como alguns momentos do filme e até da atuação de John Cusack, que tornou algumas passagens piadas involuntárias com um jeito meio preguiçoso de atuar

 

Quem gostou desse filme, devia ir correndo ler o conto, pra ver o que é uma boa história de terror.
[/quote']

 

Sim, o filme tem momentos de humor negro e por que isso seria ruim? Tá certo que não são tão engraçados quanto de Lobisomem Americano em Londres e Evildead, mas são bem competentes em fazer o espectador simpatizar pelo personagem. Aliás, nada melhor que o humor para isso, prova são os melhores filmes de drama, como moulin rouge, por exemplo.

 

Eu já fui muito fã do Stephen King(veja meu nome de usuário), e sei como é um filme dele não corresponder às suas expctativas, por isso não vou falar nada. Talvez isto sirva apenas para constatar que ler um livro influencie em muito a maneira de alguém enxergar um filme. Minhas adaptações favoritas dele são 1408 e à espera de um milagre, dois livros que não li; enquanto o cemitério e o iluminado,dois livros que li, acho bem mais ou menos as adaptaçoes, mas ao contrário da outra conterrânea da gente, veras, eu não saio falando que eles são ruins porque não dão medo; mas que não gostei porque não senti medo, o que mesmo assim não deixa de ser um pouco idiota, tenho que admitir.

 

Gosto das três adaptações, Espera de um Milagre, Iluminado e O Cemitério, gosto muito das três. Aliás, gosto da maioria das adaptações, poucas outalvez nenhuma tenha me deixado tão triste quanto essa de 1408.
Link to comment
Share on other sites

Thiago' date=' mesmo que tu não goste do filme, com essa promoção foda do Cinemark só imbecil pra perder.03[/quote']

 

Mais imbecil é quem perde o seu tempo quotando posts como esse, ainda mais quando existe a grande promoção do cinemark, meu Deus!! Ou quando poderia assistir a 24 filmes simultaneamente dos 24 diretores cujos filmes só imbecis não gostam!! Meu Deus, essa vida é tão bela!

 

Desculpe-me, apenas não me contive. Não vá ficar com raivinha.0306
Link to comment
Share on other sites

Thiago' date=' mesmo que tu não goste do filme, com essa promoção foda do Cinemark só imbecil pra perder.03[/quote']

 

A questão não é essa. Eu só fiz esse comentário, pois pelo tempo que esse filme já está em cartaz, eu imaginei que não o veria mais no cinema, apenas em DVD. Foi por isso que eu disse que a promoção ajudou. 03
Link to comment
Share on other sites

1408 - 5/10 - “<?:namespace prefix = u1 /><?:namespace prefix = st1 ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:smarttags" />1408” é um filme de terror com toques sobrenaturais, com um pano de fundo dramático e que explora o subgênero da casa, mansão ou, neste caso, quarto mal-assombrado. Roteiro e direção atiram para todos os lados, mas pecam pelo exagero no intuito de criar uma apoteótica catarse criativa e justificável (existe um ou outro momento inspirado, como ao ver uma outra pessoa na janela, a passagem que ocorre no alto do prédio e fora do quarto, os quadros reagindo aos acontecimentos) numa espécie de relação de tentativa e erro (para cada acerto, existem muito mais erros). As "falsas" reviravoltas culiminam com o propósito de redenção e a representação metafórica dos eventos ocorridos no quarto, o que prejudica o apelo da proposta. Cabe a John Cusack segurar o personagem e carregar o filme que, se não fosse por ele e pela pequena participação de Samuel L. Jackson seria apenas um outro filme qualquer do gênero, mesmo sendo baseado em uma obra do Stephen King.

Thiago Lucio2007-11-28 04:45:48
Link to comment
Share on other sites

 

É terrível. 1408 falha no que mais tenta acertar' date=' que é a construção de um drama entrecortando o suspense (para dar conteúdo a esse último). É tudo muito primário e na hora em que a motivação por trás do estilo caça-fantasmas do protagonista é revelada, dá vontade de rir, tamanha sua simploriedade.

 

Não dá certo fazer um filme em camadas assim, drama-suspense-drama-suspense, se a massa da lasanha já estava estragada. Mas o filme tem uma cena que, isolada, é muito bonita, quando Mike abraça a garotinha. O que faria John Cusack com um material melhor e em mãos mais habilidosas?
[/quote']

 

Alexei, a minha opinião vai de encontro a sua. "1408" é uma sessão de tentativa e erro. Parece que os roteiristas e o diretor ficavam pensado ... "ah, vamos fazer isso" ... e faziam ... "mas e se a gente fizer isso?" ... aí faziam ... "huum, o que mais a gente pode fazer ??? Isso!" ... e faziam ... eles atiram pra todos os lados e mais erram do que acertam.
Link to comment
Share on other sites

 

1408 é uma viagem sem reservas ao fundo do poço' date=' enquanto um personagem cava mais e mais até não ter mais onde cavar. Tem seus erros como qualquer outro filme, mas é um bom exemplar do gênero drama psicológico. Se sairia bem melhor se o diretor não insistisse no terror e partisse para o drama, como faz em inúmeras partes. Como o William Friedkin fez brilhantemente em Bug.
[/quote']

 

Por favor, Bernardo. Não compare "1408" com o ótimo "Bug", por favor. O trabalho de Friedkin nem se compara com o do Hafstrom (que já tinha feito o fraco "Fora de Rumo") e tudo o que funciona em um é o que dá errado no outro.03
Link to comment
Share on other sites

Vi hoje. Tinha potencial... algumas cenas isoladas me fizeram quase gostar do filme, e nenhuma era pelo motivo que o diretor pretendia. Ficou a impressão que ele tinha um material em mãos e não sabia como dar acabamento...

Constrói até um bom clima de suspense, quem não achou que o Cusack com metade do corpo para fora do quarto, debruçado na janela ia ser esmagado? Aí o cara sai do quarto andando pelo parapeito... apenas para não encontrar janela nenhuma. Obvio demais... mas quem sofreu alguma perda (ou tem filhos) vai gostar do filme por outros motivos.

 

 

 
Link to comment
Share on other sites

Marcela' date=' só pra saber mesmo, o final do conto é igual ao do filme? Conta um pouquinho aí como era.

[/quote']

 

Não, não é. O conto não tem filhinha morta, nem ex-mulher, e tem menos de 10 páginas.

 

Agora não estou em casa, mas de noite vou postar o último parágrafo do conto pra vcs.

 

Exagerei, o conto tem pouco mais de 30 páginas. Não acredito06, mas vou postar aqui um resumo da pg. final:

 

"Considerando-se tudo, Mike Enslin teve sorte, e sabe disso. Poderia ter-se queimado muito mais (...) Tem cicatrizes no lado esquerdo do pescoço, apesar dos enxertos,mas os médicos disseram-lhe que diminuirão sozinhas. Mike também sabe que as queimaduras, dolorosas nas semanas e meses depois daquela noite, tinham sido necessárias. Se não fosse pelos fósforos, ele teria morrido no 1408, e seu fim teria sido inominável. Para um legista, poderia parecer um derrame ou infarte, mas a verdadeira causa da morte teria sido muito mais maligna.

Muito mais maligna.

Mike também teve sorte em ter escrito três livros populares sobre fantasms e assombrações antes de sair correndo de um lugar realmente assombrado - ele sabia disso também. Sam Farrel pode não acreditar que a vida de Mike como escritor esteja encerrada  (...) Mike sabe disso pelos dois. Ele não consegue escrever nem um cartão-postal sem sentir toda a pela gelada e uma profunda náusea (...). Às vezes, só olhar uma caneta (ou um gravador) o faz pensar: os quadros estavam tortos. Tentei endireitá-los.Ele não sabe o que isso significa. Não consegue lembrar dos quadros ou de coisa alguma do 1408, e está contente. Isso é uma bênção. Sua pressão sanguínea não anda tão boa por esses dias (o médico disse que vítimas de queimaduras geralmente passam a ter problemas de pressão), seus olhos ainda o incomodam, ele tem frequentes problemas de coluna, sua próstata está grande demais... mas ele pode lidar com essas coisas. MIke sabe que não é a primeira pessoa a escapar do 1409 sem escapar realmente - Olin tentou lhe dizer - mas não é tão ruim assim. Pelo menos ele não se lembra. Às vezes tem pesadelos; ou com muita frequência (quase todas as malditas noites, na verdade); mas raramente lembra deles. Principalmente uma sensação de que as coisas estão se arredondando nos cantos - derretendo-se como os cantos do gravador. Mike mora em Long Islando atualmente, e quando o tempo está bom, ele dá longos passeios na praia. O mais perto que chegou de articular as lembranças dos esquisitos (muito esquisitos) 70 minutos no 1408 ocorreu numa dessas caminhadas. 'Aquilo nunca foi humano', disse ele às ondas com voz sufocada, entrecortada. 'Fantasmas... pelo menos os fantasmas foram humanos no passado. Mas a coisa na parede... aquela coisa...'

O tempo pode trazer melhoras para Mike. Ele espera por isso e tem razão em fazê-lo. O tempo pode desbotar as lembranças, assim como as cicatrizes em seu pescoço. Mas, enquanto isso, ele dorme com a luz acesa para saber onde está quando acorda de um pesadelo. Mandou retirar todos os telefones da casa; sob o local emque sua mente consciente opera, ele tem medo de pegar o telefone e ouvir uma voz inumana zumbir: 'É nove!Eu disse nove! Matamos seus amigos! Cada amigo seu agora está morto!'

E quando o sol se põe nas noites claras, Mike fecha todas as persianas, venezianas e cortinas da casa. Fica mergulhado na escuridão até que o relógio lhe diga que a luz - mesmo o último fulgor no horizonte - se foi.

Ele não suporta a luz que chega ao pôr-do-sol.

Aquele amarelo se aprofundando, tornando-se laranja, ocmo a luz do deserto australiano."

1616161616

 
Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...

 

Tirem as conclusões de vocês.. 03

 

O final do cinema todos lembram. Mike Enslin e a mulher em casa depois que tudo passou (e depois da cena no hospital), escutando a gravação e ouvindo a voz da filha chamando pelo pai. Uma prova de que algo sobrenatural tinha no quarto, e não era tudo alucinação do escritor.

 

O final do DVD está abaixo, é só selecionar o texto pra ler:

 

----

Esse outro final começa no cemiterio, depois do incendio (não tem aquela cena dos bombeiros resgatando o Mike), aparecem no enterro a mulher do Enslin e o editor dele. O caixão descendo, não aparece a lapide mas ao lado a lapide da filha aparece. Chega o gerente do Dolphin, se desculpando pelo momento, mas trazendo uma caixa com pertences do marido. Pede pra ela aceitar pois o marido não morreu em vão. O editor manda o Olin embora, e Lily também não aceita a caixa.

 

No carro Olin abre a caixa, liga o gravador e quando escuta a voz da filha do Mike tem um visão dele todo queimado no banco de tras, quando se vira não tem mais ninguem. A cena final é na janela do 1408, se vê tudo destruido e o Mike fumando. A filha chama e ele diz algo como "estou indo", não lembro agora, e some passando pela porta, estilo Ghost.

----

 

 

 

 

homeless2007-12-13 20:49:39

Link to comment
Share on other sites

Tirem as conclusões de vocês.. 03

O final do cinema todos lembram. Mike Enslin e a mulher em casa depois que tudo passou (e depois da cena no hospital)' date=' escutando a gravação e ouvindo a voz da filha chamando pelo pai. Uma prova de que algo sobrenatural tinha no quarto, e não era tudo alucinação do escritor.

O final do DVD está abaixo, é só selecionar o texto pra ler:

----
Esse outro final começa no cemiterio, depois do incendio (não tem aquela cena dos bombeiros resgatando o Mike), aparecem no enterro a mulher do Enslin e o editor dele. O caixão descendo, não aparece a lapide mas ao lado a lapide da filha aparece. Chega o gerente do Dolphin, se desculpando pelo momento, mas trazendo uma caixa com pertences do marido. Pede pra ela aceitar pois o marido não morreu em vão. O editor manda o Olin embora, e Lily também não aceita a caixa.

No carro Olin abre a caixa, liga o gravador e quando escuta a voz da filha do Mike tem um visão dele todo queimado no banco de tras, quando se vira não tem mais ninguem. A cena final é na janela do 1408, se vê tudo destruido e o Mike fumando. A filha chama e ele diz algo como "estou indo", não lembro agora, e some passando pela porta, estilo Ghost.

----



[/quote']

 

Ah, é clichê, mas acho que ficaria melhor esse final ... 09
Link to comment
Share on other sites

Também gostei mais desse..

 

Procurei no Cinema em Cena e achei uma noticia de 12/06:

 

Devido à insistência dos produtores de 1408,

a versão do filme que chegou aos cinemas americanos neste mês tem o

final diferente daquele que foi originalmente rodado. De acordo com o

site Film Ick, apesar da boa aceitação em testes do

final proposto pelo diretor Mikael Håfström, os irmãos Weinstein,

produtores do longa, obrigaram a execução de uma outra conclusão para a

história, em mais um exemplo do famoso controle exercido pelos

produtores e estúdios em algumas produções.

 

De qualquer forma, os dois finais devem constar na versão em DVD do filme, além de diversas outras cenas deletadas.

 

 

Link to comment
Share on other sites

Também gostei mais desse..

Procurei no Cinema em Cena e achei uma noticia de 12/06:

Devido à insistência dos produtores de 1408' date=' a versão do filme que chegou aos cinemas americanos neste mês tem o final diferente daquele que foi originalmente rodado. De acordo com o site Film Ick, apesar da boa aceitação em testes do final proposto pelo diretor Mikael Håfström, os irmãos Weinstein, produtores do longa, obrigaram a execução de uma outra conclusão para a história, em mais um exemplo do famoso controle exercido pelos produtores e estúdios em algumas produções.

 

De qualquer forma, os dois finais devem constar na versão em DVD do filme, além de diversas outras cenas deletadas.

[/quote']

 

Tá explicado ... 07
Link to comment
Share on other sites

eu vejo da seguinte maneira, o filme tem uma proposta clara de provocar  medo e angustia no espectador, criando todo um clima de mistério a respeito do tal quarto 1408, e pra mim isso só meio q funciona no inicio, no diálogo entre cusack e jackson na recepção do hotel até a entrada de cusack no quarto, mas a partir dali, descambam situações de direção tão amadoras q toda aquela proposta inicial vai por água a baixo ... e a respeito do pq normalmente filmes adaptados de estórias de stephen king serem ruins, com exceção de um sonho de liberdade, a espera de um milagre, o iluminado e pet cemetery é dele, né? é pq os diretores q adaptam suas obras é q são ruins mesmo (só fico imaginando o q o kubrick teria feito com essa premissa), ..., eu nunca li livro algum do cara, mas conheço pessoas q dizem q alguns livros dele são aterrorizantes, de não conseguir dormir e tal, portanto é isso, o q me parece é q a fonte é boa, o produto final não

 

nota 3
D4rk Schn31d3r2007-12-20 11:42:18
Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...

 

 

A Folha de SP discorda totalmente de vc' date=' Scorrrrrrrrfa, em uma crítica de hoje no jornal disse que o filme provoca altas doses de bocejo 0606

[/quote']

 

Deve ser aquele povo exigente demais, embora mesmo assim seja difícil de acreditar que alguém iria fazer isso durante o filme, a não ser é claro que realmente tenha dormindo mal 03

 

O filme é ótimo, os caras conseguiram fazer tudo aquilo com um conto de apenas 40 páginas 10

 

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

Announcements


×
×
  • Create New...