Jump to content
Forum Cinema em Cena

"Hollywood Caipira"


Thiago Araujo
 Share

Recommended Posts

"Escola Magia do Cinema faz sorteio para escolher alunos que participarão na área de Filmagem do Filme de Fernando Meirelles “Ensaio sobre a Cegueira”

Aconteceu na ultima quarta-feira (12) na Escola Magia do Cinema da Secretaria de Cultura, mais um sorteio para selecionar os alunos que irão estagiar na área de Filmagem do Filme de Fernando Meirelles “Ensaio sobre a Cegueira”.

Os seis alunos sorteados pela Secretária de Cultura Tatiana S. Quintella são: Gabriel da Rocha Mialchi, Elizandra Zorzetto (PCP – Processo da Criação e Produção), Janaina Cintra Correia, Diohny Correa Andrade (Assistência de Direção e Continuidade) e Camila de Oliveira Avelar, Márcia Regina dos Santos (Figurino Cênico)"

Com esses seis, já soma 10 estudantes "estagiando" na produção do Fernando Meirelle... Bando de sortudos...060606
Link to comment
Share on other sites

Beto Brant faz palestra na Escola Magia do Cinema

 


A Escola Magia do Cinema receberá o diretor Beto Brant neste sábado, dia 06, para uma palestra com os alunos do curso de: Gestão de Processos da Criação e Produção, da Fundação Getúlio Vargas. A iniciativa faz parte de uma série de aulas especiais realizadas aos sábados, com a presença de personalidades ilustres do mundo do audiovisual da mídia nacional, como a atriz Dira Paes, que esteve na cidade no último dia 15 de setembro e o publicitário Washington Olivetto que estará no próximo dia 27.

Brant possui em sua filmografia os longas: Os Matadores, Ação Entre Amigos, O Invasor e Cão Sem Dono. A presença do cineasta na cidade coincide também com as filmagens de Hotel Atlântico, novo filme da diretora Suzana Amaral, um dos nove contemplados a receber subsídios da Secretaria de Cultura. Hotel Atlântico será rodado na em Paulínia até dia 07 de outubro e utilizará estagiários da Escola Magia do Cinema como apoio na produção.

A Escola com 440 alunos conta com: nove salas de aula, duas salas para atores, estúdio, sala de mixagem, anfiteatro, biblioteca, dvdteca e lanchonete. A instituição oferece gratuitamente cursos ministrados pelo Senac e FGV em diferentes segmentos como: animação profissional, assistência de direção e continuidade, cenografia, figurino cênico, maquiagem para ator, radialista - editor de videotape, radialista, iluminação, operador de câmera, roteiro para cinema, ator, final cut em vídeo e visagismo.

Paulínia: Magia do Cinema - O "Pólo Cultural e Cinematográfico Paulínia - Magia do Cinema" é composto por quatro estúdios cinematográficos, pelo Museu da Imaginação - Centro Nacional de Cinema, Rádio, Televisão e Mídias e pela Escola Magia do Cinema, que oferece cursos e oficinas permanentes de treinamento em parceria com o Senac e a FGV, além de escritórios para produtoras de cinema.

A prefeitura regulamentou lei que cria um Fundo de Fomento à Produção Audiovisual, com a concessão de incentivos fiscais municipais para produtoras de cinema e receita estimada de R$ 5 milhões ao ano e realiza anualmente a Mostra Paulínia Magia do Cinema destinada à população. O Theatro Municipal de Paulínia será inaugurado no dia 29 de fevereiro de 2008. A primeira produção de "Paulínia Magia do Cinema" foi o filme Topografia de um Desnudo, dirigido por Teresa Aguiar e com elenco liderado por Lima Duarte, José de Abreu, Ney Latorraca e Gracindo Júnior.

Em julho de 2007, nove produções cinematográficas foram selecionadas para receber os subsídios municipais: Antes da Noite, de Toni Venturi, Budapeste, de Walter Carvalho, Condomínio Jaqueline, de Roberto Moreira, Hotel Atlântico, de Suzana Amaral, Ensaio sobre a Cegueira, de Fernando Meirelles, O Menino da Porteira, de Jeremias Moreira, É Proibido Fumar, de Anna Muylaert, Topografia de Um Desnudo, de Tereza Aguiar e Vida Invertida, de Silvio Tendler e José de Abreu.

Thiago Araujo2007-10-03 18:12:49
Link to comment
Share on other sites

Filmagens de ‘Hotel Atlântico’ começam hoje em Paulínia

 

04/10/2007 -

A partir de hoje o Pólo Cinematográfico Paulínia Magia do Cinema recebe a diretora Suzana Amaral e os atores Mariana Ximenes, João Miguel e Gero Camilo para as filmagens de “Hotel Atlântico”, baseado no livro homônimo de João Gilberto Noll. O longa foi um dos nove contemplados para receber subsídios do Fundo de Cultura e Fundo de Mecenato de Paulínia. As filmagens seguem na cidade até domingo e contarão com pelo menos cinco locações.
Conforme a lei vigente, 10 estagiários da Escola Magia do Cinema, dos cursos técnicos de Ator, Animação Profissional, Assistente de Direção, Continuidade e Processo de Captação e Produção, serão selecionados para participar da produção. Outros 55 moradores da cidade atuarão como figurantes das cenas rodadas em Paulínia.

“Hotel Atlântico” narra a história de um ator desempregado, que ao passar em frente ao hotel do título começa a viver situações misteriosas durante sua viagem. O filme tem dupla nacionalidade. Ele é uma co-produção entre Brasil e Argentina e será rodado em ambos países.

A diretora Suzana Amaral é um dos grandes nomes do cinema nacional. Em 1985 lançou “A Hora da Estrela”, adaptado da obra de Clarice Lispector, que ganhou 23 prêmios nacionais e internacionais, além da exibição em 25 países.

Thiago Araujo2007-10-05 16:38:52
Link to comment
Share on other sites

  • 4 weeks later...

Hotel Atlântico volta para Paulínia com a atriz Mariana Ximenes


 

O filme Hotel Atlântico da diretora Suzana Amaral que esteve em Paulínia no começo do mês de outubro (04 a 07) para as gravações de cenas externa e locações em estabelecimentos da cidade, voltará na próxima segunda-feira dia 29 com os atores Julio Andrade, Mariana Ximenes, João Miguel, Walter Breda e Lazaro Ramos (a confirmar) para gravações de cenas e na quarta-feira dia 31 com os atores Julio Andrade e João Miguel.

Baseado no livro homônimo de João Gilberto Noll, Hotel Atlântico é um road-movie que narra à história de um ator desempregado, que ao passar em frente ao hotel do título, começa a viver situações misteriosas durante sua viagem. O filme será rodado totalmente em tecnologia digital.

Thiago Araujo2007-10-29 01:46:32
Link to comment
Share on other sites

  • 5 months later...

Alunos da Escola Magia do Cinema começam estágio para o filme “O Menino da Porteira”

Nos próximos dias, dois alunos da Escola Magia do Cinema irão viajar a cidade de Brotas para estagiar no Filme “O Menino da Porteira” que tem início de suas gravações no próximo dia 14. Eles foram escolhidos como assistente de direção (Marcelo Sayeg Gonçalves) e figurino (Michelle Cristine Roberto).

O filme foi um dos nove contemplados pelo Fundo Municipal de Cultura e tem como protagonista o cantor Daniel, além da participação de atores como Jose de Abreu e Vanessa Giacomo. Os alunos estarão ligados diretamente com a produção do filme e ficarão aproximadamente um mês em Brotas.

Alguns alunos da Escola Magia do Cinema já estão atuando como estagiários no filme, como é o caso de Gabriel Renato Von e Franckemberg Sgabri do curso de PCP (Processo de Criação e Produção) que já estão em São Paulo. Além dos alunos, Andreza Tatiana F. dos Santos e Adriana Teodoro de Oliveira, do curso de Cenografia, que estão participando da construção da cidade cinematográfica na fazenda onde serão feitas as gravações. O restante dos alunos selecionado estão aguardando a chegada da produção na cidade.

Thiago Araujo2008-04-11 01:17:48
Link to comment
Share on other sites

 

Acho que o probelma não é nem tanto a produção, é claro que ela ainda é pouco estimulada, mas a distribuição no meu ver é ponto crucial. Pra uma cidade que quer ser reconhecido como Hollywood Caipira(nem sei se é esse proposito mesmo), os filmes precisam render, então se tiver uma distribuição em um numero consideravel de salas, propaganda e claro qualidade, tem tudo pra avançar. Espero que sim.

 

"Escola Magia do Cinema faz sorteio para escolher alunos que

participarão na área de Filmagem do Filme de Fernando Meirelles “Ensaio

sobre a Cegueira”

 

Cara que inveja!06

tigomelo2008-04-11 08:37:00

Link to comment
Share on other sites

  • 2 months later...

Começa hoje o I Festival Paulínia de cinema, daqui a pouco passaram no tapete vermelho celebridades como Zé do Caixão, Daniel, José de Abreu, Rubem Ewald Filho, Fernanda Montenegro, Fernanda Torres, Ney Lattoraca, Dan Stulbach, Maria Fernanda Cândido, Patrícia Pillar, Mariana Ximenes, Selton Mello, Alice Braga, Breno Silveira, Tata Amaral, etc...1406

A Cerimônia será aqui:

7722_1.jpg

Teremos a entrega do 'Troféu Menina de ouro'06

trofeu_meninadeouro.jpg
Thiago Araujo2008-07-04 19:35:14
Link to comment
Share on other sites

06Pauliwood06<?:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

 

Este é o novo apelido da cidade, conhecida até 2005 pela presença da Replan (Refinaria do Planalto Paulista). Paulínia começa a entrar no calendário do cinema nacional com a implantação do pólo cinematográfico. Tanto na exibição de filmes, por conta do festival, como na produção. O edital de 2008, anunciado ontem, contemplou dez filmes com R$ 5,9 milhões. Até o alemão Hank Levine, co-produtor de “Cidade de Deus”, adotou a expressão.

Link to comment
Share on other sites

  • 1 month later...

Lego Education inaugura a Paulínia Stop Motion, maior escola de animação do mundo

O projeto é um investimento de R$ 5,5 milhões da Prefeitura de Paulínia junto ao Grupo Lego.

 

Com o objetivo de capacitar crianças e jovens paulinenses na arte de fazer curtas-metragens de animação usando Legos, e com a finalidade de formar futuros profissionais do setor que venham suprir as necessidades deste mercado no âmbito nacional, foi que a Prefeitura Municipal de Paulínia representada pelo prefeito Edson Moura e seu secretariado. Junto com uma comitiva do Grupo Lego, com a presença do neto do fundador do grupo e atual presidente, Kjeld Kirk Kristiansem e o presidente no Brasil da Lego Education, Álvaro Cruz, foi inaugurada nesta quarta-feira, dia 03, a “Paulínia Stop Motion”, a maior Oficina de Cinema e Tecnologia do mundo, como parte do Projeto “Paulínia Magia do Cinema”.


A oficina atenderá a quase nove mil estudantes por ano, a partir dos seis anos, da rede pública municipal de ensino da cidade. O investimento foi de R$5,5 milhões da LEGO Education (divisão educacional do Grupo Lego, presente em mais de 30 paises), que depois vendeu o projeto a Prefeitura de Paulínia. A multinacional também investiu cerca de $ 6 milhões de dólares em pesquisas e aprendizagem, antes de entregar a oficina. 


lego.JPGO projeto prevê a criação de um ambiente que reproduz um estúdio de animação do mundo real. Para isso, estes ambientes são chamados de oficinas, que contemplam conteúdos de quatro áreas específicas do cinema: roteiro, animação, produção executiva e design, que são destinadas a jovens de 10 a 15 anos. Também existe a divisão Infantil que trabalhará com crianças de 6 a 10 anos que usarão os Legos para criar peças teatrais. Tudo acompanhado por monitores. O projeto funciona em parceria com a Prefeitura de Paulínia. Todo o material didático, concepção das oficinas, conteúdo e até mesmo o software a ser utilizado na programação foram criados pela LEGO Education no Brasil.


Os cursos terão duração de dois meses, com duas aulas semanais, totalizando 48 horas de capacitação. Serão 24 ‘produtoras’ trabalhando simultaneamente, o que resulta em 144 ‘produtoras’ por curso. Ao final, os alunos devem apresentar um curta-metragem produzido integralmente por eles, do roteiro à produção, passando até mesmo pela gestão financeira. Ainda existe a possibilidade de se criar dentro do Pólo Cinematográfico um festival de curtas de animação, onde os trabalhos seriam apresentados. O prédio onde está à oficina fica dentro do Pólo Cinematográfico e conta com mais de 18 salas, banheiros e uma mini-sala de reprodução, onde serão exibidos os trabalhos.


O presidente da Lego Education Álvaro Cruz, disse que o projeto é inovador e será pioneiro para o desenvolvimento social dos jovens e comercial do setor. Para ele, o comprometimento da empresa com os jovens é de extrema necessidade para que os alunos desenvolvam qualidades pessoais trabalhando em equipe, descobrindo novos horizontes de mercado. Já o presidente do Grupo Lego, Kjeld Kirk Kristiansem, disse que a Lego sempre fez parte da vida das pessoas e que um dos princípios da empresa é colaborar com a sociedade com ações como esta.


Já o prefeito Edson Moura falou a importância do projeto para a cidade. Moura explicou que hoje há no Brasil uma carência material e profissional na área de animação, onde quase tudo é importado. Daí se dá a importância da oficina de Paulínia, onde serão produzidos no futuro, em grande escala, animações que poderão atender o mercado nacional, além de formar profissionais capacitados. Moura ainda disse que quando a produção estiver a “todo vapor” os futuros administradores do município deverão negociar com o Estado a veiculação deste conteúdo na TV Cultura.


Moura ainda falou de política durante o evento que também teve a presença de representantes do Ministério da Cultura, Secretaria Estadual de Educação e Ancine (Agência Nacional de Cinema). O prefeito afirmou que não será candidato ao Governo do Estado nas próximas eleições, como corre o boato. “Eu pretendia sim ser governador, mas as circunstâncias mudaram e hoje não vou mais, vou sim encerrar minha carreira política este ano, no final de meu mandato como prefeito de Paulínia”, disse Moura, que ainda falou que o projeto de implantação da TV digital na cidade de Paulínia, já está sendo executado.

Thiago Araujo2008-09-04 17:12:52
Link to comment
Share on other sites

  • 1 month later...


Theatro_01.jpg

Com capacidade de 1,3 mil pessoas, em uma área de 12 mil metros.

Theatro multiuso com excelente acústica com projeção de primeira linha.

• Palco italiano climatizado de aproximadamente 450 metros quadrados
• 2 camarotes centrais e três balcões laterais.
• Conta com 30 salas para abrigar camarins, aulas de teatro, montagem de cenários, espaço para entrevistas, salão para
• maquiagem e sala para costura de figurinos. Possui cinco elevadores (três para o público, um para artistas e um carga)
• Piso flutuante com amortecedores, equipado com quarteladas, completo planejamento, grandes coxias e acesso direto de carga e descarga através de doca.
• Boca de cena de 15 metros por 7,5 de altura.
• Tamanho da tela de cinema: 15,00x6,50m
• São 67 varas de cenário e luz (são varas multiuso que servem tanto p/ cenário quanto para luz), sendo 42 contrapesadas, 15 motorizadas e 10 fixas.
• Controle eletrônico de movimentação das varas motorizadas e tela de cinema através de comando "touch screen" programável.
• O fosso de orquestra para 80 músicos é motorizado tipo fuso, e não hidráulico. A platéia adicional para 76 pessoas
• Tela retrátil de 118"
• Duas Mesas de luz, marca ETC (principal e back-up) programáveis com comando por controle remoto. Cada mesa tem 3072 canais e até 6144 saídas
• Mais de 500 refletores de ultima geração e dois canhões seguidores.
• Equipamentos de som de ultima geração: Mesa de som Yamaha 32 canais, microfones shure e Sennheiser sem fio.
• Intercomunicação entre camarins e palco sem fio, através de headphones, câmeras e monitores LCD.
• Camarins individuais equipado com sala para entrevista, com ar condicionado, sofás, cama, bancada com espelho para maquiagem.
• Camarins coletivos equipados com ar condicionado, cabideiros, bancada com espelho para maquiagem.
• Todos os camarins com acessibilidade para deficientes físicos.

Thiago Araujo2008-10-08 21:05:31
Link to comment
Share on other sites

  • 1 month later...

"Cabeça a Prêmio" de Marco Ricca grava cenas em Paulínia


 

Aconteceu de 02 a 06 de Novembro as gravações do filme Cabeça a Prêmio do diretor Marco Ricca, e teve a presença dos atores: Alice Braga, Fúlvio Stefanini, Eduardo Moscovis, Cassio Gabus Mendes, 50 figurantes da cidade e 9 estagiários da Escola Magia do Cinema, as Locações do Filme serão em Paulínia, Mato Grosso do Sul e Bolívia.


O Filme foi um dos onze contemplados pelo Fundo Municipal de Cultura de 2008,  baseado no livro da Marçal Aquino, “Cabeça a Prêmio” retrata a derrocada de uma família de fazendeiros do Centro-Oeste brasileiro de grandes pecuaristas que, após migrarem para o tráfico de drogas na região, assistem aos poucos à dissolução da estrutura que os protegeu durante anos, e tem no elenco atores renomados: Daniel Hendler, Alice Braga, Du Moscovis, Cássio Gabus, Otávio Muller, Fúlvio Stefanini.


Ainda este mês teremos mais duas produções na cidade, o Filme “Salve Geral” do diretor Marcelo Rezende, Eu e Meu Guarda-Chuva do diretor Toni Vanzolini que também foram contemplados pelo Fundo Municipal de Cultura de 2008.

Link to comment
Share on other sites

  • 2 months later...

Escola Magia do Cinema recebe gravações de documentário internacional

“As Bestas da Bíblia” é uma produção canadense, e será veiculado no Animal Planet e Discovery Channel.


magia%20do%20cinema.JPG

Depois de receber filmagens de filmes nacionais, como “O Menino da Porteira” e, atualmente, “Salve Geral”, Paulínia estréia seus estúdios com uma produção internacional da Animal Planet / Discovery Channel. O documentário internacional da produtora canadense AP Assciated Producers, "As Feras da Bíblia" (Beasts of The Bible), já percorreu países como Egito, Israel, Canadá e EUA, e agora, tem suas cenas finais gravadas em Paulínia.


O documentário aborda os animais e feras relatados na Bíblia, e procura provar cientificamente que alguns deles, mesmo que fantásticos, realmente existiram. Um exemplo bom disso é a Serpente que tentou Eva. Diz a bíblia que Deus castigou Eva e a Serpente. Eva foi expulsa do Paraíso, e a serpente perdeu suas patas. A ciência comprova que as cobras realmente tiveram patas, mas as perderam durante sua evolução.


Uma equipe, formada por cerca de 35 profissionais, entre eles canadenses, ingleses e paulinenses, está a aproximadamente dez dias na cidade, montando os cenários da produção, que conta com objetos dos próprios moradores da cidade, que podem disponibilizá-los através do Film Comission. Os estúdios do Magia do Cinema recebem as gravações até hoje, quando a equipe vai para o Rio de Janeiro, finalizando as gravações.


“A estrutura que Paulínia disponibiliza é de primeiro mundo. Em poucos lugares encontramos estúdios com uma qualidade tão boa”, afirmou o produtor executivo Yoel Dar. Rico em efeitos especiais, o documentário tem nomes de peso, como Effi Wizen, diretor de efeitos especais do filme "A História Sem Fim III". “Realizamos muitas pesquisas e buscamos muitas referências bíblicas e fotográficas para criar as criaturas que serão retratadas no documentário”, explicou Wizen, um dos pioneiros da computação gráfica no cinema.


Fornecedores de Paulínia também foram contratados pela produção, movimentando o mercado local: um dos objetivos do Projeto Magia do Cinema. Na questão de acomodação de pessoas, apenas alguns membros do cast tiveram de ficar hospedados em Campinas, pois não havia mais vagas nos hotéis de Paulínia, lotados por outra produção cinematográfica, como a do filme "Salve Geral", atualmente em produção na cidade, sendo nesta semana, com sets de gravação para cenas noturnas.

Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...

Assista ao trailer oficial de "O Menino da Porteira" filmado em Paulínia


14297-2008-12-25-15_13_54_1.jpg

A nova versão do longa-metragem "O Menino da Porteira", de 1976, acaba de ter seu primeiro trailer oficial revelado pela Sony Pictures.


Dirigido por Jeremias Moreira e com o roteiro de Carlos Nascimbeni e Beto Moraes, o longa-metragem traz Vanessa Giácomo e José de Abreu ("Mauá: O Imperador e O Rei") no elenco principal. Além disso, o cantor Daniel ("Xuxa Requebra") dá vida a Diogo, personagem vivido por Sérgio Reis na versão original, um peão e boiadeiro que traz uma grande boiada para vender ao Major Batista, dono da Fazenda Ouro Fino. Ao passar pelo Sítio Remanso, de propriedade de Octacílio Mendes, encontra o menino Rodrigo, que lhe abre a porteira e com quem trava uma grande amizade. Na vila, Diogo começa a ser aconselhado por pequenos criadores a não vender mais seu gado para o Major, que quer controlar todos os preços da região. Irritado, o Major decide se vingar de Diogo e manda seus capangas o expulsarem, mas o peão leva a melhor.


As gravações de "O Menino da Porteira" aconteceram no município de Brotas, interior paulista, e na cidade cenográfica especialmente construída no Pólo Cinematográfico de Paulínia, em São Paulo. Atualmente, o longa se encontra em pós-produção e sua estréia está agendada para o dia 6 de março de 2009.


Clique aqui para assistir o trailer do filme

Link to comment
Share on other sites

  • 1 month later...

Garoto de Paulínia é parte importante do elenco de O Menino da Porteira


thumbsCATOQ8WV.jpg

Entre os atores que estrelam o filme O Menino da Porteira, uma pequena estrela vem conquistando seu espaço e levantando o interesse das produtoras. Trata-se de José Osmar Alves Júnior, de oito anos, morador de Paulínia, que contracena com João Pedro, o menino do título do filme, além de artistas conhecidos por todo o Brasil, como José de Abreu, Vanessa Giácomo, Rosi Campos e o cantor Daniel.

Depois de vários testes, José foi escolhido em meio a centenas de candidatos para viver o personagem Gandusinho, amigo inseparável e companheiro de traquinagens de João Pedro, protagonista do menino da porteira. José já começa na carreira fazendo história: é o primeiro ator mirim de Paulínia.


Link to comment
Share on other sites

  • 4 weeks later...

Paulínia anuncia incentivo de R$ 8 milhões para produções audiovisuais

EDUARDO TARDIN
De Paulínia *

A prefeitura municipal de Paulínia anunciou nesta sexta-feira (3) que destinará R$ 6 milhões para patrocinar dez projetos de longa metragem de ficção e R$ 2 milhões para projetos de documentários, telefilmes, novelas e mini-séries. O valor supera em 2,5 milhões de reais o total dos incentivos concedidos no ano passado, quando apenas longas de ficção e documentários concorriam às verbas de incentivo.

Na coletiva de imprensa realizada na manhã desta sexta no polo cinematográfico da cidade, a 126 km de São Paulo, o secretário de Cultura Emerson Pereira Alves também anunciou os valores dos prêmios que serão distribuidos aos vencedores do Festival de Cinema de Paulínia, de 9 a 16 de julho. O valor total de R$ 650 mil é o mesmo da primeira edição do festival.

Este ano, porém, a categoria de melhor roteiro terá apenas um premiado, sem segundo ou terceiro lugares. Também foi anunciada a criação de um festival de Televisão em Paulínia, ainda sem data definida.

O prefeito de Paulínia, José Pavan Junior (DEM), não compareceu ao evento como o previsto, por causa de "compromissos de última hora", segundo o secretário de cultura. Na ausência dele, Rubens Ewald Filho, curador do Festival de Cinema de Paulínia, abriu a entrevista dizendo que "Paulínia sofreu uma mudança, mas não parou".

Na sequência, o secretário de Cultura ainda brincou com os presentes, dizendo que uma das perdas do projeto este ano foi o acento agudo de "polo", por causa reforma ortográfica. Depois, disse que se trata de um projeto da cidade, e não de um governo. Foi na gestão de Edson Moura (PMDB), prefeito da cidade de 2001 a 2008, que teve início o projeto de transformar a cidade em polo cinematografico - antes, era mais conhecida por seu polo petroquímico.

Contrapartidas para a cidade
Este ano, os projetos selecionados deverão prever pelo menos 25% do tempo de filmagens em Paulínia, além da obrigatoriedade de investir 40% do valor do incentivo na própria cidade. Além disso, o edital do concurso estabelece uma série de contrapartidas obrigatórias, dentre as quais o número de profissionais residentes na cidade que trabalharão nas filmagens e o número de locações e atividades realizadas no município. As contrapartidas estão entre os critérios de avaliação para os projetos, que serão selecionados por uma comissão presidida pelo secretário de Cultura.

No evento, foi anunciada ainda a criação de um festival apenas para projetos de televisão, que ainda não tem data definida, e que não coincidirá com o de cinema. Alves disse na coletiva que a cidade pretende receber não apenas produções de filmes de ficção, mas também projetos para TV e filmes publicitários. Ele citou a importância das retransmissoras do interior e o crescimento do número de projetos independentes para TV como fatores que os motivam a seguir por este caminho.

No ano passado, a cidade financiou parte de produções como "O Contador de Histórias", de Luiz Villaça, "Salve Geral", de Sergio Rezende, "Cabeça a Prêmio", de Marco Ricca e "Jean Charles", de Henrique Goldman. Todos tem previsão de estreia ainda em 2009.
Link to comment
Share on other sites

...teve início o projeto de transformar a cidade em polo

cinematografico - antes, era mais conhecida por seu polo petroquímico.

 

É verdade.

Já tinha lido alguma coisa sobre as filmagens de "O Menino da Porteira", mas nem sabia que Paulínia estivesse investindo tão forte nessa área.

 

Dá-lhe, Paulínia! 10


 
MariaShy2009-04-04 08:10:12
Link to comment
Share on other sites

  • 2 months later...

"Mamonas, o Doc" e filme com Maria de Medeiros são destaques da seleção de Paulínia

A comissão organizadora do 2º Festival Paulínia de Cinema, que se realiza de 9 a 16 de julho, divulgou hoje a seleção oficial do evento. Formada pelo Secretário de Cultura de Paulínia Emerson Alves, pelo crítico de cinema e colaborador do UOL Cinema Rubens Ewald Filho e pelo produtor Ivan Melo, a comissão teve dificuldades para fechar a seleção de longas brasileiros de ficção.  "À Deriva", de Heitor Dhalia, é o filme de abertura, que será exibido no dia 9 de julho, e "Tempos de Paz", de Daniel Filho, encerra o festival, no dia 16. Entre os destaques da seleção, "O Contador de Histórias", de Luiz Villaça, com Maria de Medeiros no elenco, e o documentário "Mamonas, o Doc", de Claudio Kahns. Serão exibidos 26 filmes, sendo doze longas (seis de ficção e seis documentários) e doze filmes de curta-metragem, sendo seis deles do Polo Cinematográfico de Paulínia. Segundo os organizadores, o festival recebeu 221 inscrições, sendo 26 de longas de ficção, 32 de documentários em longa metragem, 127 de curtas nacionais e 36 de curtas regionais.

Os filmes das mostras competitivas, que disputarão prêmios de R$ 650 mil, serão exibidos entre os dias 10 e 15 de julho, no Theatro Municipal de Paulínia. No encerramento, depois da exibição de "Tempos de Paz", de Daniel Filho, serão entregues os prêmios do festival. Para fechar a noite, está programado um show da banda Os Paralamas do Sucesso.


Longas de Ficção

- "O Contador de Histórias", de Luiz Villaça (SP)
- "Destino", de Moacyr Góes (RJ)
- "Enquanto Dura o Amor", de Roberto Moreira (SP)
- "No Meu Lugar", de Eduardo Valente (RJ)
- "Olhos Azuis", de José Joffily (RJ)
- "Antes que o Mundo Acabe", de Ana Luiza Azevedo (RS)

Documentários

- "Caro Francis", de Nelson Hoineff (RJ)
- "Mamonas o Doc.", de Claudio Khans (SP)
- "Sentido à Flor da Pele", de Evaldo Mocarzel (SP)
- "Moscou", de Eduardo Coutinho (RJ)
- "Só Dez Por Cento é Mentira", de Pedro César (RJ)
- "Herbert de Perto", de Roberto Berliner e Pedro Bronz (RJ)

Curtas brasileiros

- "Vida Vertiginosa", de Luiz Carlos Lacerda (RJ)
- "Relicário", de Rafael Gomes (SP)
- "Doce Amargo", de Rafael Primot (SP)
- "Milímetros", de Erico Rassi (SP)
- "Nessa Data uerida", de Julia Rezende (RJ)
- "Timing", de Amir Admoni (SP)

Curtas Regionais

- "Morte Corporation", de Léo de Castillo
- "Prós e Contras", de Pedro Struchi
- "Quem Será Katlyn?", de Caue Nunes
- "Spectaculum", de Julliano Lucas
- "A Máquina do Tempo", de Marcos Craveiro
- "Capoeira", de Matheus Oliveira

Mostra Paralela

- "A Mulher Invisível", de Claudio Torres
- "Divã", de José Alvarenga Jr.
- "O Menino da Porteira", de Jeremias Moreira
- "Linha de Passe", de Walter Salles e Daniela Thomas
- "Ensaio Sobre a Cegueira", de Fernando Meirelles
- "Se eu Fosse Você 2", de Daniel Filho

IV MOSTRA PAULINIA DE CINEMA

- "SANEAMENTO BASICO, O FILME", de Jorge Furtado
- "O AUTO DA COMPADECIDA", de Guel Arraes
- "TAINA 2 - A AVENTURA CONTINUA", de Mauro Lima
- "LISBELA E O PRISIONEIRO", de Guel Arraes
- "MARIA, MAE DO FILHO DE DEUS, de Moacyr Góes
- "CARAMURU", de Guel Arraes
- "O HOMEM QUE COPIAVA", de Jorge Furtado
- "O ANO EM QUE MEUS PAIS SAIRAM DE FERIAS", de Cau Hamburger
- "Ó PAI, Ó", de Monique Gardenberg
Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...

Festival de cinema de Paulínia abre competição amanhã


II%20festival%20plnb.jpg

Com quase trinta filmes na competição, começa amanhã (9) o 2º Festival Paulínia de Cinema, que reúne ficção, documentários e curtas metragens nacionais e regionais. A cerimônia de abertura para convidados terá Marília Gabriela e Lázaro Ramos como mestres de cerimônia e a exibição de "À Deriva", de Heitor Dhalia. A maratona de exibições aberta ao público começa na sexta (10) e segue até o dia 15, com cerimônia de encerramento no dia 16, quando serão anunciados os vencedores.


A edição deste ano homenageia o diretor Daniel Filho, um campeão de bilheteria com filmes como "Se Eu Fosse Você". O festival fará ainda a première de seu filme mais recente, "Tempos de Paz", com exibição no encerramento.


Além das exibições da competição, o festival tem ainda mostra paralela, com sessões sempre às 16h, e debates e seminários com diretores e atores de filmes exibidos no dia anterior, sempre às 15h, na Escola Magia do Cinema. Também ocorre o II Seminário Roteiro em Questão, das 8h às 10h, também na escola de cinema.


Paralelamente ao festival, ocorre a 4ª Mostra Paulínia de Cinema, que neste ano será itinerante e vai circular por cinco bairros com títulos recentes.


Jurados - No corpo de jurados da seleção oficial da competição estão nomes como o jornalista e escritor Zuenir Ventura; a roteirista Elena Soares; o jornalista Wilson Cunha, o cineasta Djalma Limonji ou Helvécio Marins, produtor e selecionador dos festivais de cinema de Rotterdan e Locarno.


Serviço


As sessões da competição e mostra paralela são gratuitas e abertas ao público até a lotação do teatro.


Estão probidas a entrada de menores de 18 anos desacompanhados dos pais ou com equipamentos de captação de vídeo, que serão recolhidos em caso de desrespeito e devolvidos ao final da sessão.


O Theatro Municipal fica na Avenida Prefeito José Lozano de Araújo, 1.551, Parque Brasil 500.



Programação


Sexta-feira, 10
18h – "Morte Corporation", curta regional de Leo Castillo
18h15 – "Caro Francis", documentário longa-metragem de Nelson Hoineff
20h – "Vida Vertiginosa", curta metragem de Luiz Carlos Lacerda
20h15 - "O Contador de Histórias", longa de Luiz Villaça


Sábado, 11
18h – "Prós e Contras", curta regional de Pedro Struchi
18h15 – "Mamonas, o Doc", longa documentário de Cláudio Kahns
20h – "Relicário", curta-metragem de Rafael Gomes
20h15 – "Destino", longa de Moacir Goes


Domingo, 12
18h - "Quem Será Katlyn?", curta regional de Caue Nunes
18h15 – "Sentido à Flor da Pele", longa documentário de Evaldo Mocarzel
20h – "Doce Amargo", curta-metragem de Rafael Primot
20h15 – "Quanto Dura o Amor?", longa de Roberto Moreira


Segunda, 13
18h – "Spectaculum", curta regional de Juliano Luccas;
18h15 – "Moscou", longa documentário de Eduardo Coutinho;
20h – "Milímetros", curta-metragem de Érico Rassi;
20h15 – "No Meu Lugar", longa de Eduardo Valente


Terça, 14
18h – "A Máquina do Tempo", curta regional de Marcos Craveiro
18h15 – "Só dez por cento é mentira", longa documentário de Pedro Cesar
20h – "Nesta data querida", curta-metragem de Julia Rezende
20h15 – "Olhos Azuis", de José Joffily


Quarta, 15
18h – "Capoeira", curta regional de Matheus Oliveira
18h15 – "Herbert de Perto", longa documentário de Roberto Berliner e Pedro Bronz
20h – "Timing", curta-metragem de Amir Admoni
20h15 – "Antes que o Mundo Acabe", de Ana Luiza Azevedo


Quinta, 16
20h – Entrega dos prêmios de curta-metragem
20h30 – Homenagem ao diretor Daniel Filho
20h45 – "Tempo de Paz", longa metragem de Daniel Filho (exibição hors Concours)
22h – Entrega dos prêmios de longa-metragem
23h – Show da Banda Paralamas do Sucesso



Mostra Paralela


Sexta, 10
16h – "A Mulher Invisível", de Cláudio Torres


Sábado, 11
16h – "Divã", de José Alvarenga Jr.


Domingo, 12
16h - "O Menino da Porteira", Jeremias Moreira


Segunda, 13
16h – "Linha de Passe", de Walter Salles e Daniela Thomas


Terça, 14
16h – "Ensaio Sobre a Cegueira", de Fernando Meirelles


Quarta, 15
16h – "Se Eu Fosse Você 2", de Daniel Filho

Link to comment
Share on other sites

  • 11 months later...

Festival de Paulínia define lista de filmes selecionados

Edição 2010 do evento acontece de 15 a 22 de julho e vai homenagear o cineasta Hector Babenco

iG São Paulo | 21/06/2010 14:33

 

Foi divulgada nesta segunda-feira (21) a relação de filmes selecionados para o Festival de Paulínia, um dos mais importantes eventos de cinema no Brasil. No total, serão exibidas 27 produções, dos quais 12 são longa-metragens (seis de ficção e seis documentários) e 13 são curtas. A escolha foi feita por uma comissão formada pelo Secretário de Cultura de Paulínia, Emerson Alves, pelo diretor do Festival, Ivan Melo, e pelo crítico Rubens Ewald Filho.

Na abertura do festival, será exibido o filme O Beijo da Mulher Aranha, de Hector Babenco, homenageado do Festival. Dois títulos completam a homenagem ao diretor: Pixote In Memorian, de Felipe Briso e Gilberto Topczewski, e Coração Iluminado, também dirigido por Babenco. Os dois filmes serão exibidos na Mostra Paralela.

O encerramento do Festival acontece na noite de 22 de julho, quinta-feira, a partir das 19h, em cerimônia para convidados, com a exibição do longa 400contra1 – Uma História do Crime Organizado, de Caco Souza. Após a exibição do filme, acontecerá a premiação do Festival. Os filmes da seleção oficial concorrem a R$ 650 mil em prêmios.

Com exceção da abertura e do encerramento, todas as sessões serão abertas ao público e terão entrada franca. Veja abaixo a lista dos filmes da seleção oficial (apenas um dos longas de ficção ainda não foi definido) do Festival de Paulínia, assim como da mostra paralela.

Longas de ficção
Malu de Bicicleta, de Flávio Tambellini (RJ)
Desenrola, de Rosane Svartman (RJ)
Broder, de Jeferson De (SP)
Dores e Amores, de Ricardo Pinto e Silva (SP)
5 X Favela, Agora Por Nós Mesmos, de Manaíra Carneiro e Wagner Novaes; Rodrigo Felha e Cacau Amaral; Luciano Vidigal; Cadu Barcellos; Luciana Bezerra (RJ)

Documentários
Leite e Ferro, de Claudia Priscilla (SP)
São Paulo Cia de Dança, de Evaldo Mocarzel (SP)
Lixo Extraordinário, de Lucy Walker, João Jardim e Karen Harley (RJ)
Uma Noite Em 67, de Renato Terra e Ricardo Calil (RJ)
Programa Casé, de Estevão Ciavatta (RJ)
As Cartas Psicografadas de Chico Xavier, de Cristina Grumbach (RJ)

Curtas nacionais
Retrovisor, de Rogério Zagallo (SP)
Estação, de Marcia Faria (SP)
Eu Não Quero Voltar Sozinho, de Daniel Ribeiro (SP)
Quem vai comer minha mulher? (Who’s Gonna F… My Wife?), de Rodrigo Bittencourt (RJ)
Tempestade, de César Cabral (SP)
1:21, de Adriana Câmara (PE)
Ensolarado, de Ricardo Targino (RJ)

Curtas Regionais
Depois do Almoço, de Paula Pripas (Campinas)
Nicolau e as Arvores, de Lucas Hungria (Campinas)
Meu Avô e Eu, de Cauê Nunes (Campinas)
Um Lugar Comum, de Jonas Brandão (Sumaré)
Dona Tota e o Menino Mágico, de Adriana Meirelles
Só Não Tem Quem Não Quer, de Hidalgo Romero

Mostra Paralela
Pixote in Memmorian, de Felipe Briso e Gilberto Topczewski
Coração Iluminado, de Hector Babenco
É Proibido Fumar, de Anna Muylaert
Chico Xavier – o filme, de Daniel Filho
Salve Geral, de Sérgio Rezende
Cabeça a Prêmio, de Marco Ricca

Especial Infantil
Eu e Meu Guarda Chuva, de Toni Vazolini
Gui, Estopa e a Natureza, de Mariana Caltabiano

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

Announcements

×
×
  • Create New...