Jump to content
Forum Cinema em Cena

Elvis & Madona


Barbie
 Share

Recommended Posts

Comédia romântica que mostra o amor entre uma jovem lésbica, Simone Spoladore, e uma travesti, Igor Cotrim.

 

 

No elenco, além dos protagonistas, grandes nomes como Maitê Proença, Buza Ferraz e Luciano Szafir.

No site, todas informações.

 

Eu, particularmente, não vejo a hora da estréia desse filme.

 

Madona%20e%20Elvis%20web_1193164620.jpg Comédia Romântica

Filme narra a trajetória amorosa de 'Elvis e Madona', uma fotógrafa motoqueira lésbica e uma experiente travesti

 

O filme Elvis & Madona - contemplado pelo Ministério da Cultura mediante o Concurso de Produção de Longa-metragem de Baixo Orçamento 2006 - começou a ser produzido neste mês, no Rio de Janeiro.

O longa é do diretor de curtas e documentários, Marcelo Laffitte e a produção é de Sara Silveira (Dezenove Som e Imagem) e Tuinho Schwartz (Focus Films). É uma história de amor entre Elvis, uma fotógrafa motoqueira lésbica, e Madona, uma artista e cabelereira travesti.

Ambientado em Copacabana, o mais emblemático bairro do Rio de Janeiro, o roteiro ágil e divertido segue os sonhos e a trajetória amorosa das protagonistas, traçando um painel moderno da evolução dos costumes e, acima de tudo, mostrando que o amor pode acontecer em qualquer situação.

No elenco, estrelas como Simone Spoladore (no papel de Elvis), Igor Cotrim (como Madona), Maitê Proença, Buza Ferraz, Luciano Szafir, Romeu Evaristo, Joana Seibel, entre outros.

Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...
  • 3 months later...
  • 1 month later...

E o filme já começa ganhando prêmios!!! 10 10 16

 

O amor entre Elvis e Madonna

Cineasta de Volta Redonda vence concurso do Ministério da Cultura; Marcelo

Laffitte concorreu com mais de 500 roteiristas de todo o País

 

Elvis apaixonado por Madonna? Não se trata de mais uma loucura do universo da música. Elvis já morreu (até que se prove o contrário) e Madonna nunca esteve tão viva. O amor impossível entre os dois - os personagens, uma lésbica e um travesti, não o rei do rock e a rainha do pop - é o tema da comédia romântica “Elvis & Madona”, do cineasta voltarredondense Marcelo Laffitte. Ele venceu um concurso do Ministério da Cultura, disputando com mais de 500 roteiristas de todo o País. Será o primeiro longa-metragem de Laffitte, acostumado com curtas e documentários, premiados no Brasil e também no exterior.
- Meu projeto foi um dos cinco vencedores do “Concurso de Produção de Longas do Ministério da Cultura”, que premiou com R$ 1 milhão, dinheiro destinado à realização completa do filme - diz.
O resultado do concurso foi divulgado aos contemplados no dia 15. Com 90% das filmagens realizadas no bairro carioca de Copacabana, “Elvis & Madona” (assim mesmo, com um “N” só) é uma comédia romântica, moderna e ágil, que trata de um amor delicado, quase inusitado.
A notícia foi divulgada segunda-feira, no endereço eletrônico (http://www.cultura.gov.br/noticias/noticias_do_minc/index.php?p=21986&more=1&c=1&pb=1), pelo site oficial do Ministério da Cultura, relacionando os cinco filmes vencedores, por meio da portaria nº 32 do SAV/MinC.
Recentemente, a convite da agência Usina Gráfica, o cineasta esteve na Cidade do Aço gravando três filmes comerciais e dois institucionais para o ICT (Instituto de Cultura Técnica) e Academia da Criança, durante três semanas. Com linguagem e tratamento diferenciados, o trabalho de Laffitte agradou tanto aos responsáveis pelas escolas que retorna à cidade ainda esta semana, para começar as filmagens de mais dois comerciais e um institucional da Fasf (Faculdade Sul Fluminense).
Mas não fica só por aí. Os bons frutos do primeiro trabalho geraram interesse de empreendedores locais, que estão em negociação para a realização de outros filmes, também num trabalho conjunto com a Usina Gráfica. São as empresas que, gentilmente, cederam seus espaços para servirem de locações às filmagens dos comerciais. O resultado final foi aprovado por diretores das empresas, surgindo o interesse de contratar Marcelo Laffitte para produzir filmes institucionais.
QUEM É - Nascido em 1963, em Volta Redonda, ingressou no cinema como assistente de produção em “Bete Balanço” (1984), de Leal Rodrigues. Exerceu funções técnicas em vários filmes, como assistente de direção em “O Rei do Rio” (1985), de Fábio Barreto e Araguaya; “Conspiração do Silêncio” (2004), de Ronaldo Duque; diretor de produção em “O Xangô de Baker Street” (2001), de Miguel Faria Jr.; e “O Aleijadinho - Paixão, Glória e Suplício” (2003), de Geraldo Santos Pereira, entre outros.
Dirigiu curtas premiados, como “Vox Populi”, antes de começar a dirigir seus documentários: “Era do Rádio” (1999) e “Regatão, o Shopping da Selva” (2005), co-dirigido com Mariza Leão. Em 2002, foi presidente da ABD&C/RJ e, entre 2003 e 2005, da ABD Nacional. É integrante titular do Conselho Consultivo da Secretaria do Audiovisual do Minc (Ministério da Cultura). Em 2006, foi selecionado para o “Festival de Gramado” com o curta “Fúria”, que conquistou o prêmio de melhor ator para Paulo Vespúcio.
Seu mais recente projeto é “Um Dia, Um Circo”, documentário em finalização.
Link to comment
Share on other sites

  • 7 months later...

Fui assistir ao teste de audiência realizado ontem em Curitiba e esse filme foi

projetado.

Fazia anos que eu não ria tanto. Foi muito bom.

Não posso dar detalhes por causa do termo de confiencialidade, mas quando estrear podem ir sem susto não vão se arrenpender.

 

 

Link to comment
Share on other sites

Olá, pessoal.

Foi bem legal a exibição de Curitiba.

Fizemos a mesma coisa em Brasília e o resultado foi igual.

E agradeço muito aos espectadores por manterem sigilo sobre o conteúdo do filme, pois ninguém quer saber "que o culpado foi o mordomo" antes de ver o filme, não é, mesmo?

Nossa previsão de estréia é no Festival de Brasília e no encerramento do Mix Brasil em São Paulo, ambos em novembro de 2009.

Mas nos cinemas, só em 2010, nas melhores e piores salas do país.

Pra fechar, deixo dois vídeos do filme:

Promo com Babalu: http://www.youtube.com/ElviseMadona

 

 

Link to comment
Share on other sites

...

Nossa previsão de estréia é no Festival de Brasília e no encerramento do Mix Brasil em São Paulo' date=' ambos em novembro de 2009.
Mas nos cinemas, só em 2010, nas melhores e piores salas do país.
Pra fechar, deixo dois vídeos do filme:
Promo com Babalu: http://www.youtube.com/ElviseMadona

[/quote']

2010 ?!!!  Pq essa tortura de tanto tempo?! 09

 

Eu já tinha visto o primeiro promo ! 101010
Link to comment
Share on other sites

Cinema, pra ficar bom, demora mesmo.

 

Estamos agora criando a trilha musical e compondo canções, e isso vai levar ainda uns 2 meses. Depois temos que limpar todo o som e fazer o tratamento da imagem. Por fim, lá por fim de outubro, vamos estar mixando e fazendo a cópia 35MM para exibição.

 

Depois de pronto, o filme começa outra batalha: achar espaço nos shopping centers da vida. A briga é boa: Batman, Wolverine, Homem-Aranha, Rambo, todos ocupando nosso território audiovisual.  O objetivo desses caras é dominar todas as salas de cinema do Brasil e do mundo. Isto foi dito pelo lendário Jack Valenti quando foi receber uma menção honrosa do então presidente Bill Clinton, por ter batido o recorde de ocupação mundial (algo em torno de 90%). Ele agradeceu a honraria e disse que iria conquistar 100%!! Ou seja, Hollywood está em guerra permanente contra nós.

 

 

 

Link to comment
Share on other sites

Cinema' date=' pra ficar bom, demora mesmo.

Estamos agora criando a trilha musical e compondo canções, e isso vai levar ainda uns 2 meses. Depois temos que limpar todo o som e fazer o tratamento da imagem. Por fim, lá por fim de outubro, vamos estar mixando e fazendo a cópia 35MM para exibição.

Depois de pronto, o filme começa outra batalha: achar espaço nos shopping centers da vida. A briga é boa: Batman, Wolverine, Homem-Aranha, Rambo, todos ocupando nosso território audiovisual.  O objetivo desses caras é dominar todas as salas de cinema do Brasil e do mundo. Isto foi dito pelo lendário Jack Valenti quando foi receber uma menção honrosa do então presidente Bill Clinton, por ter batido o recorde de ocupação mundial (algo em torno de 90%). Ele agradeceu a honraria e disse que iria conquistar 100%!! Ou seja, Hollywood está em guerra permanente contra nós.

[/quote']

Herege! 11

A que se deve isso, será?  Nossos filmes são bons.

Pode ser má divulgação.

By the way, tem produções brasileiras batendo as americanas, aí.

 

Fascinante que 2 horas de filmes envolva tantos detalhes, trabalho e tempo !

É  praticamente uma gestação... aff!
Link to comment
Share on other sites

Sim, tem produção brasileira batendo os americanos, tanto em público quanto em crítica.

 

Mas se você olhar mais de perto, a maioria dessas produções brasileiras é co-produzida e distribuída pelas grandes majors amercianas: Warner, Columbia Pictures, etc. E com recursos públicos da Lei do Audiovisual.

 

Entretanto, o orçamento que essas empresas gastam com os filmes de Hollywood é infinitamente maior que o gasto conosco, independente da qualidade. Pra se ter uma idéia, quando o Homem-Aranha chega, ele vem com 600 cópias para cinema; um filme brasileiro de ponta (Se Eu Fosse Você, p.ex.) chega com 150, 200 cópias no máximo.

 

Ou seja, quem vende o ingresso não é o filme, mas sim a propaganda que é feita sobre ele. Pensem bem: todos os filmes que aparecem nas top lists, seja brasileiro ou americano, são realmente bons filmes?

 

Link to comment
Share on other sites

Sim' date=' sou o diretor e estou navegando para falar um pouco do filme. [/quote']

 

Ah, bacana, prazer. Eu sou colega da Fabianna Brazil, Ela já me entrevistou. Sou a Bárbara Kysivics, mas só soube das audições tarde. Torço muito pelo filme e o pouco que vi gostei, espero que o Igor me surpreenda, a única coisa que temo no filme!!!
Link to comment
Share on other sites

Sim' date=' tem produção brasileira batendo os americanos, tanto em público quanto em crítica.

Mas se você olhar mais de perto, a maioria dessas produções brasileiras é co-produzida e distribuída pelas grandes majors amercianas: Warner, Columbia Pictures, etc. E com recursos públicos da Lei do Audiovisual.

Entretanto, o orçamento que essas empresas gastam com os filmes de Hollywood é infinitamente maior que o gasto conosco, independente da qualidade. Pra se ter uma idéia, quando o Homem-Aranha chega, ele vem com 600 cópias para cinema; um filme brasileiro de ponta (Se Eu Fosse Você, p.ex.) chega com 150, 200 cópias no máximo.

Ou seja, quem vende o ingresso não é o filme, mas sim a propaganda que é feita sobre ele. Pensem bem: todos os filmes que aparecem nas top lists, seja brasileiro ou americano, são realmente bons filmes?
[/quote'] Aff!

Me lembro de uma historinha  assim sobre o pq de "A Vida é Bela" ter ganho o Oscar.

 

Tu tem razão, somos facilmente seduzidos pela boa propaganda e verdade seja dita eles são bons nisso.

 

Então, se estamos duelando com titãs e ainda assim fazendo bonito quer dizer que nosso cinema está numa boa fase.

 

Tipo, a net me parece um meio de propaganda de muita força e nem tão dispendiosa think.gif.
Link to comment
Share on other sites

No final tudo é proporcional, o montante gasto com as produções americanas são maiores, mas eles lá arrecadam rios de dinheiro. Aqui os filmes tem feito sucesso também, mas fenômeno mesmo de bilheteria só "Se Eu Fosse Você", recentemente, com mais de 7 milhões de pessoas, 40 milhoes, isso é dinheiro demais.

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

Announcements

×
×
  • Create New...