Jump to content
Forum Cinema em Cena
joao_spider

Tropa de Elite 2 (2010)

Recommended Posts

 

 

Na boa' date=' o filme é desesperançoso mesmo... Traficante vc pode matar, chega uma hora que a raça destes malditos chega ao fim. Mas como se desbarata o Poder em si, a força que efetivamente controla tudo e todos? Soco no estômago, nosso voto não adianta de muita coisa, não enquanto os mesmos infelizes estiverem em Brasília e nas assembléias legislativas de nossos estados. [/quote']

 

 

[2]

 

 

E outra coisa: pra quem mora no RJ, como eu, isso não pareceu uma crítica DANAAADA ao Sérgio Cabral e suas UPPs? Gente, achei demais 06

Kate B.2010-10-13 23:37:45

Share this post


Link to post
Share on other sites
Na boa' date=' o filme é desesperançoso mesmo... Traficante vc pode matar, chega uma hora que a raça destes malditos chega ao fim. Mas como se desbarata o Poder em si, a força que efetivamente controla tudo e todos? Soco no estômago, nosso voto não adianta de muita coisa, não enquanto os mesmos infelizes estiverem em Brasília e nas assembléias legislativas de nossos estados. [/quote']


[2]


E outra coisa: pra quem mora no RJ, como eu, isso não pareceu uma crítica DANAAADA ao Sérgio Cabral e suas UPPs? Gente, achei demais 06

 

[3]

 

o filme é duca, mas se no primeiro você sai do cinema querendo matar todo mundo, nesse segundo você sai totalmente com a sensação de mãos atadas... que merda.

 

como resolver?

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

 

[3]

 

o filme é duca' date=' mas se no primeiro você sai do cinema querendo matar todo mundo, nesse segundo você sai totalmente com a sensação de mãos atadas... que merda.

 

como resolver?
[/quote']

 

Que tal isso, pracompletar o sado?06

 

ball-gag-pink-webbing.jpg

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

O Filme é muito bom, mas no fundo, bem no fundo (ui!)... acho que eu queria ver "mais do mesmo" e por isso saí meio decepcionado. Como denúncia social/política é um baita filme, mas para quem esperava ver mais ação e porradaria (como eu), deixou a desejar.

 

Eu, e todo o cinema, fomos ao delírio com as cenas (SPOILER) do Nascimento espancando o deputado e do tiroteio contra a milícia após a emboscada. Ficou aquele gostinho de "só isso? quero mais!" (FIM DO SPOILER)

 

Gostaria de ter visto um final mais "hollywoodiano", com o Nascimento se armando até os dentes e metendo tiro na milícia e perseguindo os políticos e governantes, como Jack Bauer fez com os russos na última temporada de 24 Horas.

 

No final das contas, amansaram o "Pica das Galáxias". Se dou 5 estrelas para o primeiro filme, para este dou 4.

Share this post


Link to post
Share on other sites

É que no fim das contas Nascimento não é o "Pica das Galáxias"... é só um homem. E como Wagner Moura conseguiu traduzir isso de maneira fantástica! Todos os prêmios são pouco para o que ele faz aqui...

Share this post


Link to post
Share on other sites

TROPA DE ELITE 2 - AGORA O INIMIGO É OUTRO - 9.5/10 - É um retrato desesperançoso sobre um sistema imundo. É um ataque às nossas "Torres Gêmeas". O roteirista e diretor José Padilha defende o seu argumento com consistência, eloquência e o apresenta ao espectador sem muitas delongas. Aqui e ali comete alguns pecados que soam um tanto quanto didáticos (vide o núcleo da jornalista, por exemplo, que mais parece uma adolescente rebelde), mas o recado é pra lá de explosivo e incisivo. Wagner Moura é um ator fenomenal, genial, é um tesão vê-lo em cena (minha namorada também o acha, mas tb por outros motivos... rs). O roteiro foi muito equilibrado ao abordar suas diversas narrativas, mesmo sendo econômico em algumas delas, como na relação entre pai e filho, mas a sensação ao final é de impotência. O tal do sistema parece imutável, não temos pra onde correr, pra onde fugir. Fiquei com aquela sensação de que tudo faz parte do sistema. Até escrever esse post parece fazer parte do sistema. O que de fato fará a diferença???

 

PS: Quando anunciaram o projeto desta continuação fiquei desapontado, pois o filme anterior funciona por si só. Ele dá o seu recado e dá conta do recado. Após ver esta continuação só posso admirar os responsáveis pelo projeto, afinal eles conseguiram ampliar os assuntos abordados e de forma consistente. Embora Padilha tenha dito que o tema se encerra neste segundo filme, se ele eventualmente divulgar a existência de um terceiro filme, o meu voto de confiança será um pouco maior.
Thiago Lucio2010-10-17 20:18:27

Share this post


Link to post
Share on other sites
Eu não vejo o Fraga como herói. Ele é interesseiro e manipulador. Houve uma feliz convergência de seus interesses em se autopromover e a denúncia sobre as milícias' date=' mas ele não é o salvador da pátria.[/quote']

 

Nascimento e Fraga são duas faces da mesma moeda. Ambos acreditam que podem mudar a sociedade, derrotar o sistema. O que não percebem é  que tudo que fazem é movimentar a máquina de freios e contrapesos que sustenta esse mesmo sistema...

 

Perfeito. Essa é uma importante conclusão. É como se as boas intenções também servissem de combustível para o sistema imundo. O Nascimento chega a essa conclusão. No início eu também sentia uma certa resistência com relação à ideologia do Fraga, mas com o passar do tempo vc nota que ele é um cara ideologicamente orientado (se totalmente correto ou não é discutível), mas que também caiu na mesma teia.

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

É impressão minha ou o ex-capitão do Bope' date=' Rodrigo Pimentel (autor do livro A Elite da Tropa) faz uma ponta, no restaurante, aplaudindo o Nascimento?[/quote']

 

É verdade, assim como o deputado que inspirou o Fraga está na platéia da palestra dele.

 

Difícil vai ser alguém encontrar o Sergio Cabral como figurante no churrasco do governador com milicianos...

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu acho muito provável que haja um terceiro filme. Ficaria uma lacuna eterna no cinema brasileiro se esse filme não fosse feito. O Nascimento é um personagem muito complexo. Dá pra fazer bastante coisa ainda com esse material.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Segundo o Wagner Moura o Brasil tem tema para fazer até um Tropa 706

Mas o fato que o final é tão amplo e joga a mierda para tudo quanto é canto que não tem mais onde o Nascimento poderia combater... eu acho06

 

Enquanto isso, palmas. Números incríveis.

 

Tropa de Elite 2 já é o maior filme nacional do ano

E Juntos pelo Acaso é a única estreia da semana a entrar no Top 5 Brasil

Marcelo Hessel

19 de Outubro de 2010

 

 

Compartilhar

 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

tropa%20de%20elite

 

 

 

 

 

 

 

Em seu segundo fim de semana em cartaz, Tropa de Elite 2

já é o filme nacional mais visto de 2010. São R$ 12,2 milhões de

arrecadação (entre 15 e 17 de outubro apenas) e um público de 1,14

milhão de espectadores (4 milhões de pessoas desde a estreia).

Contando também as produções hollywoodianas, já é a sexta bilheteria

do ano no Brasil. Confira o Especial Omelete do filme e saiba onde Tropa de Elite 2 está sendo exibido.

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

O final dá uma ideia de fechamento de ciclo... mas como o primeiro também terminava com um fecho bem conclusivo... 

 

Eu li que o Padilha queria fazer um filme sobre o Congresso Nacional há um tempo atrás. Como o 2 termina, quem sabe ele põe o Nascimento no Ministério da Justiça e vê no que vai dar... hehehehehe...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não me entusiasmei vendo o Nascimento jogando merda na Assembléia Legislativa. Gostaria que o próximo filme abordasse eventos que ocorreram na lacuna de 13 anos entre o primeiro filme e esse (um furo o filho dele ter 16 anos).

 

Enfim... Mais tiro, porrada e frases de efeito. rs! 16

Share this post


Link to post
Share on other sites
O final dá uma ideia de fechamento de ciclo... mas como o primeiro também terminava com um fecho bem conclusivo... 

 

Eu li que o Padilha queria fazer um filme sobre o Congresso Nacional há um tempo atrás. Como o 2 termina' date=' quem sabe ele põe o Nascimento no Ministério da Justiça e vê no que vai dar... hehehehehe...
[/quote']

Acho que o primeiro só fecha o ciclo do Neto e Mathias enqunto o do Nascimento apenas começava, tanto que a construção da persona de Capitão Nascimento é bem rasa se comparada com os dos aspiras.

Share this post


Link to post
Share on other sites

O eixo narrativo de Tropa de Elite é a busca de Nascimento por um substituto e ela se encerra quando Matias assume o comando. Aliás, esse segundo é bem hábil em nos convencer que não seria tão fácil para o Capitão abandonar a guerra...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Assisti ontem. Achei até mais divertido que o anterior.

 

Só de ver o Wagner Montes (apresentador hipócrita da Record, político corrupto e amigo de bandidos) representado como ele realmente é já valeu o ingresso.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
O eixo narrativo de Tropa de Elite é a busca de Nascimento por um substituto e ela se encerra quando Matias assume o comando. Aliás' date=' esse segundo é bem hábil em nos convencer que não seria tão fácil para o Capitão abandonar a guerra...[/quote']

Exatamente, vimos foi um posto e não uma pessoa, bem diferente do 2º. Onde o Nascimento demonstra ter coração.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu concordo que neste filme a narrativa pessoal dele é ampliada. Mas no primeiro nós temos o Nascimento cada vez mais envolvido com o mundo que quer sair e todos os desdobramentos do seu compromisso com a guerra... até chegar ao ponto em que a mulher o abandona com o filho recém nascido. Ele já é um personagem complexo desde o primeiro filme sim...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Minha opinião é similar à do Amfibio. O segundo é mais filme, é mais sério, tem um tom pessimista sensacional, mas eu concordo com o crítico que disse que temos muitas "pessoas" e poucos "personagens", tanto que o filme faz questão de colocar: "este é um filme de ficção, qualquer semelhança é mera coincidência".

 

 

 

Ok que você queira fazer um personagem Wagner Montes e um Marcelo Freixo, mas sei lá, fica muito arriscado e muito pessoal. Além disso, fiquei com a sensação de que há muita narração do Nascimento pra explicar a situação, justamente para dar esse tom de "verdade por trás da realidade", enquanto que o próprio Nascimento tem pouco tempo em cena (pode ter sido só impressão, mas a presença de seu personagem pra mim ficou bem distante, totalmente ao contrário do exemplo clássico de Anthony Hopkins em "O Silêncio dos Inocentes").

 

 

 

Talvez eu tenha ido com a expectativa errada e até pretendo revisitar os dois filmes quando este segundo sair em DVD, mas a descoberta da originalidade do primeiro ainda me ganha muito mais do que a tentativa de cobrir todos os problemas da sociedade presente no segundo filme.ltrhpsm2010-10-23 01:31:35

Share this post


Link to post
Share on other sites

Os investidores vão acabar convencendo o Padilha a fazer um terceiro filme. Eu acho que o ciclo não terminou, apenas não ficaram pontas soltas para uma continuação nesse estilo. O foco teria que ser outro e o roteiro muito bem pensado (até mais do que no 2).

 

Aguardemos.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Assisti ontem e achei muito, muito bom. Não sei se é melhor que o primeiro em termos de forma, mas sem dúvida o é em termos de conteúdo. Tudo aqui é mais profundo, mais pessoal, mais real, a começar pelo Nascimento.

 

 

 

As cenas de ação, do circo pegando fogo, são em menor número, mas quando elas vêm, é do cara se sentir suspenso no espaço até tudo se concluir. Filmaço!

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Assisti ontem e achei muito' date=' muito bom. Não sei se é melhor que o primeiro em termos de forma, mas sem dúvida o é em termos de conteúdo. Tudo aqui é mais profundo, mais pessoal, mais real, a começar pelo Nascimento.

 

 

[/quote']

 

Concordo. E é por isso que tendo à preferir o primeiro. Ali o Nascimento era um personagem quase Tarantinesco. Aqui ele (e o filme todo) se aproximaram demais da realidade para mim.

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Assisti ontem e achei muito' date=' muito bom. Não sei se é melhor que o primeiro em termos de forma, mas sem dúvida o é em termos de conteúdo. Tudo aqui é mais profundo, mais pessoal, mais real, a começar pelo Nascimento.

 

 

 

[/quote']Concordo. E é por isso que tendo à preferir o primeiro. Ali o Nascimento era um personagem quase Tarantinesco. Aqui ele (e o filme todo) se aproximaram demais da realidade para mim.

 

 

 

Discordo. No I o Nascimento estava bem humano também, sobretudo na questão do nervosismo e stress envolvido no trabalho. A galera que criou esse mito em volta dele, daí essa impressão "tarantinesca".

 

 

 

Agora, no II o drama dele foi explorado com mais ênfase sim. Até porque ele passou a ser o protagonista de fato. FelDias2010-10-25 21:25:38

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...

×
×
  • Create New...