Jump to content
Forum Cinema em Cena

Homem-Borracha (20??)


joao_spider
 Share

Recommended Posts

Irmãos Wachowski ressuscitam filme do Homem-Borracha - e com Keanu Reeves

Joel Silver diz em entrevista a rádio alemã que Plastic Man vai mesmo acontecer

plasticman.jpg

Na metade dos anos 90, os irmãos Larry e Andy Wachowski escreveram um roteiro de Plastic Man, o super-herói elástico conhecido no Brasil como Homem-Borracha, com Keanu Reeves cotado para ser o protagonista. A idéia permaneceu engavetada por anos, o roteiro inclusive está na Internet, e agora o produtor Joel Silver reacende o projeto.

Segundo o site CHUD, Silver falou a uma rádio de Berlim sobre Ninja Assassin,

filme produzido pelos Wachowski que está sendo rodado na cidade, e

aproveitou para levantar o assunto. Segundo o produtor, aquele roteiro

seria a base do filme, que poderia ficar pronto para uma estréia no fim

de 2009.

Silver também confirma o envolvimento de Reeves, que estaria se

reaproximando dos irmãos cineastas. Segundo o produtor, os Wachowski

querem agora que Keanu Reeves participe de todos os seus projetos

futuros. Por enquanto não há nada confirmado.

Leia tudo sobre Homem-Borracha, invenção do desenhista Jack Cole que chegou a integrar a Liga da Justiça, no nosso artigo sobre o criador e a sua criatura.

Fonte: omelete.com.br

 

 

Link to comment
Share on other sites

Bom eu lembro do Homem Borracha porque passava de manhã  na Globo ou Sbt o seu desenho que era muito bacana e bem humorado na década de 80, só que com o nome de o Homem Elástico, e vi uma participação dele num aventura do Superman. Acho que se o personagem for bem trabalhado pode ficar bem legal e só seguir a fonte dos HQ que tem muito material para adaptar e trabalhar.

Jack Cole e o Plastic Man

Jack Cole e o Plastic Man

 

plasticmanligotipo.gif"É o mês de outubro de 1941. Uma noite, três ladrões pés-de-chinelo invadem uma fábrica de produtos químicos. São descobertos pela segurança. Ao trocar tiros com os guardas, um deles é banhado por uma vasta quantidade de um ácido não especificado, contido em um barril atingido pelos tiros. Pouco depois, ele sofre uma incrível transformação, que afeta totalmente seu corpo, sua vida e sua personalidade dali em diante".

plasticman.jpg

 

É claro que a descrição acima faz referência ao início de uma história em quadrinhos do gênero super-heróis. Com muita probabilidade, a grande maioria dos aficionadas imediatamente pensaria ter identificado o personagem e diria: "É a história do Coringa! O ácido embranqueceu o seu rosto e coloriu de verde os seus cabelos, além de afetar irremediavelmente sua sanidade mental. Eu li isso na Piada Mortal, do Alan Moore e Brian Bolland...". Surpreendentemente, porém, estariam enganados. Apesar das similaridades, a narrativa acima refere-se a outro personagem, talvez tão importante para a história dos quadrinhos quanto o Palhaço do Crime, embora, atualmente, menos conhecido. Trata-se de Plastic Man (no Brasil, Homem-Borracha), criação magistral do desenhista Jack Cole, publicado de 1941 a 1950 na revista Police Comics, da Editora Quality, e depois em sua própria revista, de 1943 a 1956 (no Brasil, Plastic Man foi publicado pela Rio Gráfica e Editora durante muitos anos, normalmente como histórias complementares nas revistas do Capitão Marvel).

plasticmanprimeirahistoria.jpg

A similaridade mencionada acima talvez seja a única que o personagem partilha não apenas com o inimigo figadal do
Homem Morcego
mas também com todos os outros vilões das páginas dos quadrinhos. Em sua própria gênese, encontra-se um dos elementos mais singulares desse personagem: nas histórias em quadrinhos, como comenta
Don Thompson
em
The comic-book book
, quando um meliante de segunda categoria recebe poderes especiais, ele imediatamente transforma-se em um super-vilão. É uma das regras mais constantes do gênero. Se um soldado alemão recebe poderes, ele logo se transforma no
Capitão Nazi
ou qualquer outro nome ridículo como esse, disposto a destruir as forças do bem e da ordem e fazer prevalecer o
IIIº
, o
IVº
, o
Vº Reich
...; se um cientista revoltado com o mundo tiver os tentáculos artificiais com que trabalha presos ao seu corpo de forma permanente, ele com certeza irá se transforma em um mal-intencionado gênio do crime (está aí o
Dr. Octopus
para provar isso...). Em geral, nenhum deles volta-se para o bem como uma espécie de retribuição à sociedade pelo dom alcançado. Pelo contrário, confirmando Maquiavel, nos quadrinhos "o poder absoluto corrompe absolutamente".

plasticmanwoozy.gif

Eel OBrian
é a exceção que confirma a regra. Ao receber os poderes de esticar seu corpo como se fosse uma borracha, ele abandonou sua vida de crimes e ingressou nas fileiras dos combatentes de malfeitores, inclusive convencendo um companheiro de pequenos delitos a se juntar a ele nessa luta (
Woozy Winks
, ou
Bolão
). Com a decisão de abandonar a vida de crimes, Eel OBrian assumiu a indumentária vulcanizada de um dos mais intrigantes super-heróis que já povoou as páginas das revistas em quadrinhos. Capaz de se esticar e moldar seu corpo em mil formas diferentes, ele trouxe um aspecto humorístico ainda inédito àqueles tempos de personagens que se levavam demasiadamente a sério. Plastic Man rapidamente fugiu dessa tentação. Para ele, combater o crime era um divertimento perpétuo, do qual procurava tirar o máximo. Muitas vezes, assumia a forma de animais, móveis, objetos diversos, sempre mantendo as listas distintivas de seu cinto, que era a chave para os leitores adivinharem onde estava escondido o herói e saborear, por antecipação, a armadilha que ele preparara para os bandidos.
plasticmananos80.jpg
Nesse sentido, cada aventura de Plastic Man constituía uma nova fonte de emoções e risadas, pois a imaginação de
Jack Cole
jamais o deixou repetir um truque. Ele incutia o humor na própria ação, transformando-o em parte constituinte e necessária da trama. A forma como ele explorava elementos cômicos em suas histórias era, com certeza, muito superior às tentativas de humor com super-heróis que foram feitas durante a década de 80.

plasticman40jpg.jpg

Dono de um estilo característico, Cole distinguia-se pela versatilidade no lay-out das páginas, muitas vezes abandonando totalmente o enquadramento das ações retratadas. No entanto, a carreira de Plastic Man acabou prematuramente interrompida devido à crise dos quadrinhos norte-americanos durante a década de 50, que levou o autor a abandonar o personagem e trabalhar em outras modalidades de quadrinhos. Perderam os fãs, é claro, mas ganharam as histórias em quadrinhos em geral, pois Cole foi um artista completo, tendo atuado com distinção em três modalidades da linguagem quadrinhística:

Nas revistas em quadrinhos, ele foi ativo na produção de super-heróis. Além de
Plastic Man
e
Midnight
, seus personagens mais conhecidos, ele produziu vários outros. Sua primeira contribuição para a área foi The
Comet
, criado em 1940 na revista
Pep Comics
. Para a Editora
Gleason
ele fez
Silver Streak
,
The Claw
(um supervilão) e
Daredevil
(Não o atual
Demolidor da Marvel
), entre 1939 e 1941. Além disso, também trabalhou com o gênero terror (ou horror, como dizem os norte-americanos), produzindo, entre outros, o escandaloso
Murder
, Morphine and Me para a revista
True Crime Comics n. 2
, de maio de 1947, que, segundo o historiador
Robert C. Harvey
, teve um de seus quadrinhos incluído no livro do
Dr. Wertham
,
The Seduction of the Innocent
. E, pouco antes de deixar de produzir para revistas de quadrinhos, Cole desenhou
Angles ODay
, um detetive de bom coração publicado na revista
Ken Shannon
, de outubro de 1951 a março de 1953. Além desse trabalho original, também não se pode deixar de mencionar sua atuação como
ghost
de
Will Eisner
nas histórias do Spirit, quando o grande mestre foi convocado para servir o exército norte-americano durante a Segunda Guerra Mundial.
plasticmanpolice1.jpg

Cole
enfronhou-se no campo das charges humorísticas no meio da década de 50, quando começou a elaborar ilustrações de página inteira para algumas revistas masculinas. Foi logo descoberto por
Hugh Hefner
, que o convidou a colaborar na revista
Playboy
a partir do seu quinto número. Para essa revista, produziu maravilhosas ilustrações humorísticas que praticamente estabeleceram o padrão da publicação. A série de perfis psicológicos sobre mulheres que ele preparou para a revista - denominada de
Females by Cole
- tornou-se um verdadeiro cult do gênero.

Em 1958, realizando o sonho de todos os quadrinhistas,
Cole
conseguiu colocar nos jornais uma tira de sua autoria,
Betsy and Me
. Era feita no estilo abstrato que havia se tornado popular em animação no início da década, com os desenhos de
Mr. Magoo
. Em seu trabalho para os jornais,
Cole
enfocou o ambiente familiar de um típico casal suburbano,
Chet Tibbit
e sua mulher
Betsy
, além do filho de ambos,
Farley
, um garoto de cinco anos, um gênio em miniatura. Infelizmente, sua contribuição nessa área não teve tempo suficiente para amadurecer: apenas dois meses e meio depois de
Betsy
and Me começar a ser publicada nos jornais norte-americanos, seu autor suicidou-se com um tiro de carabina, em um dos mais inexplicáveis eventos da história dos quadrinhos.

plasticmananos80.jpg

Como normalmente acontece nas histórias em quadrinhos, o personagem mais famoso de
Jack Cole
,
Plastic Man
, foi objeto de cópias deslavadas, como o
Mr. Fantastic
(Sr. Fantástico), da
Marvel
, o
Elongated Man
(Homem-Elástico) e o
Elastic Lad
(Rapaz Elástico), da
DC
, para apenas citar os mais proeminentes. Também foi alvo de várias tentativas de relançamento, sendo revivido pela primeira vez em 1966 em revista da
DC
(
Plastic Man
), que durou apenas dez números. Uma mini-série publicada em 1988, com argumento de Phil Foglio e Hilary Barta, com desenhos deste último artista e arte final de
John Nyberg
, ainda é considerada a experiência que melhor se aproximou da arte de
Cole
. Infelizmente, iniciativas posteriores a essas duas não tiveram a mesma sorte, ficando muito longe de recuperar a magia do personagem original. Hoje, o
Plastic Man
a que os leitores de quadrinhos têm acesso representa a triste paródia de si mesmo, um herói de segunda categoria que faz parte da Liga da Justiça, quase em uma escala anterior à sua aposentadoria. Mas nunca para o esquecimento, pois o
Plastic Man
de
Jack Cole
, enquanto genuína contribuição aos quadrinhos e ao gênero dos super-heróis, já conseguiu o seu lugar na história. Na primeira fila.

joelsilver.jpg

 

 

realizadores_wachowski.jpg

 

Espero que o Joel Silver e os Irmãos Waschoski assumam o projeto  e mandem brasa e criem algo diferente com este personagem inusitado e de cores fortes  inusitados que tem que ser levado com muito, mas muito bom humor : ou seja um filme família  mas pelo menos que preste e agrade as massas burra ou inteligente
03

Link to comment
Share on other sites

O Homem-Borracha era Patrick ''Eel'' O'Brien, um criminoso que tentou invadir e roubar as fábricas farmacêuticas Strader. Durante a fuga, ele foi alvejado nas costas e um ácido experimental caiu no ferimento, entrando em seu corpo.

 

O'Brien fugiu até um monastério, onde foi recolhido pelos monges e convidado a ficar. Lentamente, ele descobriu que podia alongar e moldar seu corpo graças ao ácido. Entendendo que sua vida de crimes era errada, ele retornou á Nova York, onde virou agente do FBI aos serviços do chefe Branner.

 

Durante suas aventuras, ele conheceu seu amigo bolão, um gordinho que ficou indestrutível graças aos feitiços de uma bruxa. Após anos combatendo o crime, ele entrou para a Liga da Justiça.

 

Durante uma viagem no tempo, O Homem-Borracha foi triturado e deixado, partido em milhares de pedaços, em uma caixa por milênios. Libertado, ele implorou que o Caçador de Marte apagasse sua mente para ele viver uma vida comum. Assim, O Homem-Borracha tornou-se Ralph Johns, casou-se e teve filhos.

 

Quando Fernuz atacou, Batman contou ao Homem-Borracha que sua mente tinha virado borracha também, e ele havia ficado invencível a ataques mentais. Seu filho, Luke ''Ernie'' O'Brien, também tinha poderes elásticos e virou Láter.

 

O Homem-Borracha voltou a combater o crime atualmente, junto com Bolão e Látex.
Link to comment
Share on other sites

Pessoal' date='

Esse Homem-Borracha não era integrante de um trio, em um desenho animado antigo? "Os Invenciveis" eu acho...[/quote']

 

Vc se refere ao Desenho Os Impossiveis da Hanna Barbera, que nao tem nada a ver com o Plastic-Man, o uniforme parece com o do Multi-homem dos impossiveis:

 

Os impossíveis
The Impossibles (CBS,1966)

 

Estes super-heróis são músicos que nas horas vagas combatem ao crime. O Homem Fluido pode se transformar em líquido.

fluido.gif
Homem Fluido


mola.gif
Homem Mola

Este se estica todo, como se fosse uma mola, com efeito sonoro e tudo:
Tóiimm... Tóiimm...

O Multi Homem, como o próprio nome já diz, tem o poder de se dividir em vários homens.


multi.gif
Multi Homem

 

 

 

 
Link to comment
Share on other sites

  • 2 months later...

Esse é um personagem muito mais compatível com a linguagem proposta para o Speed Racer, mas se o roteiro foi escrito nos anos 90 vai saber se os irmãos W. já possuíam esse tom...

Seria curioso um Homem Borracha reacionário estilo Matrix 06

Mas não mais curioso (ou perverso) do q imaginar q os criadores de Matrix resolveram dedicar o resto de suas carreiras à adaptações leves, líricas e questionáveis de quadrinhos e afins 17

 

Eu esperava mais deles (mesmo depois do Revolutions 04)
Link to comment
Share on other sites

  • 1 year later...

Nossa este tópico ta mesmo mofando, mas com eu tinha postado nos Herois da DC que acho que o Homem Borracha e um forte candidato a ir para as telonas eu lembrei de um cara que pode muito bem fazer o personagem numa boa Johnny Knoxville (da série Jackass)

 

2.jpg

 

Ele tem a cara perfeita para da vida ao personagem e humor támbém

 

 
Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

Announcements

×
×
  • Create New...