Jump to content
Forum Cinema em Cena
Alexander Bell

Nosso Lar

Recommended Posts

 

 

 

Pode assistí-lo sem problemas' date=' pois ele não deixa de contar uma história. É cinema padrão nacional. Se não no mais alto nível, consegue ser bom, indiferente da questão religiosa. Depende do gosto ou predileção por estilos.
[/quote']

 

História que fica em segundo ou terceiro plano, bem depois da exposição da doutrina espírita, que é o foco principal do filme, e dos "defeitos especiais". Se tirar o conteúdo religioso sobra quase nada desse filme... 06

Nostromo2010-10-09 15:37:42

Share this post


Link to post
Share on other sites

Me parece o típico filme que os espíritas vão adorar, os simpatizantes vão achar interessante, e o céticos, ateus, agnósticos e afins vão achar uma bosta... desculpem o vocabulário mas pelos traillers e teasers que vi por aí, somados aos comentários desse tópico... a conclusão me parece essa

 

Há uma onda de filmes que tentam conquistar pessoas ao espiritismo, e como as produções do gênero estão sujeitas apenas à aprovação de seus financiadores, deixem os caras lançar os filmes em paz. Quem não está afim de se converter a algum credo religioso, é só não assistir.

Meu caso.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não acho que conversão seja a intenção desses filmes (suspeita p/ falar).

Não há pastores querendo o seu dizimo, ou coisa que o valha.

Logo, talvez não haja outro interesse que não divulgar a doutrina sem a intenção de converção, mesmo.

 

Qto ao filme, não creio que ele agrade mais aos espiritas, não.

Tudo que é mostrado no filme já é sabido e lido com mais riquezas de detalhes por eles nos livros.

 

Ainda assim foi chocante ver o Umbral/purgatório, como retrataram no filme... aff! 09

Share this post


Link to post
Share on other sites

060606

 

Sei não.

Não acho que seja muito atraente mostrar que tu, não importa o qto importante tenha sido aqui na terra, terá que varrer e limpar vomito lá, não lhe promete terreninho no céu, nem prosperidade e tem como lema (falta de palavra melhor) a caridade e pior de tudo, que considere suicídio uma vida de pouco sono, muito sexo, muita bebedeira e comilanças... aff!

Share this post


Link to post
Share on other sites

A impressão que tive após assistir é que o céu (ou primeiro círculo, ou primeiro nível...) retratado, na verdade seja como o autor do livro original gostaria que o céu fosse. Governantes que se ajoelham perante os cidadãos, pessoas vestindo roupas gregas antigas. Todo mundo sentado a beira de um lago ouvindo música clássica. Tudo isso me soa muito humano. Quem não gostaria que o prefeito, governador ou presidente se humilhasse perante o eleitor? Túnicas gregas evocam uma idade de ouro onde a filosofia imperava. Música erudita implica em uma cultura superior que seria finalmente aceita por todos, até por aquele vizinho chato que me incomoda com seu som alto a noite toda. Discuto isso antes de entrar no mérito da obra como filme, porque obviamente o filme é um veículo de propaganda para a doutrina do autor Chico Xavier. Roteiro, interpretações, tudo vem em segundo lugar. Nesse aspecto o filme peca (trocadilho?). Tudo é muito calmo, as explosões de raiva são contidas, as vozes não se elevam muito. Imagino que seja uma imposição do diretor ou mesmo dos produtores para que o filme não soe muito agressivo.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...

×
×
  • Create New...