Jump to content
Forum Cinema em Cena

Announcements

  • Posts

    • Na mesma entrevista, foram citadas mudanças que o filme traz ao personagem Sanguinário.   Nos quadrinhos, sua principal habilidade é teleportar armamentos de um armazem para qualquer lugar em que estiver. No filme, usará roupa com partes destacáveis que formam diferentes tipos de armas. Sobre o capacete: "Eu amei o design, embora seja muito diferente do que é visto nos quadrinhos".
    • Lascou, Harrison Ford machucou o ombro enquanto ensaiava uma luta. A extensão da lesão ainda é incerta. Um porta vó do estúdio disse que que a produção continua enquanto o cuidados adequados são dados.  https://www.instagram.com/p/CQd6mUuj2y6/?utm_medium=copy_link
    • (224) Depois da sova que tomamos dos russos no vôlei hoje, assisti a outra sova russa, mas de cinema, É "Agonia Rasputim", de 1981, um longa difícil e exigente, do grande, do enorme, Elem Klimov. Confesso quer tive de dar um google. É que essa biografia do monge/charlatão/hipnotizador/influenciador político da Rússia Czarista não é das mais didáticas. Ou então eu que era ignorante mesmo. O diretor aproveita seu passado de documentarista e incorpora à sua ficção várias imagens raras e também fotografias raras, do fim do século XIX ao começo do Século XX, pré-Revolução, principamente no início, o que nos ajuda a contextualizar as situações. O Império Russo passava por tantas e tantas conflagrações sociais: fome, desigualdade social opressiva, confitos miltares com o Japão, ou conflitos internos, centenas de movimentos grevistas, revoltas sociais, revoltas prisionais. É nesse cenário que emerge a figura estranhíssima de Rasputin, como um conselheiro religioso, um adivinho, mas também um hábil conselheiro político. Ele cura o filho do Czar, se bem entendi, que sofria de males associados a Hemofilia, e ganha a simpatia das mulheres da Corte. Porém, sua faceta libertina, de predador sexual, de consumidor voraz de bebida, fora seu semblante tenebroso, causa pavor em certas alas do Império, cujo líder, o Czar Nicolau, em meio ao turbilhaõ social, só fazia caçar. Os políticos ao redor então tomam a iniciativa de matá-lo. Resumi bem resumido, mas isso nem importa tanto, embora tenha sido muito bom conhecer mais. O que importa é o talento para compor os planos. Ual! Cada cena é um delírio! O ator incorporou a figura, em um banho de atuação. Muita energia, com muita dramaturgia teatral bem potente, nada realista, contrapondo-se assim com as imagens documentais. Não é uma obra-prima como "Vá e Veja", mas é muito bom. Um alerta último: Exige demais do espectador. Como um saque russo. Como um ataque russo. Um bloqueio russo. É preciso estar preparado.
    • Gunn e o Superman baleado: “decisão está acima de mim” Em um trailer exclusivo do site IGN, o diretor de “O esquadrão suicida” comenta a bala no Superman. “Sanguinário está na prisão por colocar Superman na UTI com uma bala de kryptonita. Não sei qual foi o Superman porque não escalarei o Superman. Então, pode ser Henry [Cavill]. Pode ser outra pessoa. É aquele escolhido pelas pessoas acima de mim”.
  • Popular Contributors

×
×
  • Create New...