Jump to content
Forum Cinema em Cena

RAZIEL

Members
  • Posts

    1993
  • Joined

  • Last visited

Everything posted by RAZIEL

  1. Será que por ter dedo do Nolan, o filme vai querer explicar cientificamente cada poder do Super? Espero que não.
  2. Sempre me surpreendo com os estranhos conceitos de beleza para as mulheres.
  3. Ninguém falou em modelete vazia. Falei que O super poderia ter qualquer mulher do mundo, o que inclui mulheres extremamente bonitas E inteligentes E cheias de personalidade. O fato de ter tanta escolha e mesmo assim pensar apenas na Lois é o que acho interessante.
  4. É, Rachel McAdams e Mary Elisabeth parecem escolhas bem adequadas. Bonitas na medida certa. Sempre achei interessante o fato da Lois não ser uma mega-gata pq isso demonstra o quanto o Super dá valor ao caráter, e não à aparência (o cara poderia ter a mulher que quisesse e fica caído por uma mulher que, na aparência, é comunzona)... claro que em certos aspectos, isso demonstra o quanto ele é BOBÃO, mas tudo bem, faz parte do super ser meio bobão.
  5. E sobre o vilão: Dark Side na cabeça. Nada de "se segurarem" ou "guardar cartas na manga", esse filme precisa arrebentar.
  6. No momento, estou dando graças pela Sandy americana (leia-se Anne Hathaway) ter sido escolhida para um papel no filme do Batman, o que inviabiliza sua participação como Lois Laine (o palpite da Ursa foi assustadoramente certeiro) Meu voto seria para a maravilhosa Olivia Wilde. Vai ser "esquisita" assim lá em casa. Se bem que ser bonita demais nunca foi uma característica da Lois Lane, então, sei lá se vão escolher uma beleza assim, óbvia.
  7. Liv é a Ursa? Enfim, parabéns meeesmo, vc cantou essa bola há anos e acertou. E acho que foi uma boa escolha.
  8. Acredito que uma coisa não elimine a outra. Tem muita atriz boa que também é boa atriz. Bonitinha ela é, o problema é que fica no "inha". Até que me provem o contrário, Nolan não sabe selecionar boas atrizes para os filmes do morcegão.RAZIEL2011-01-20 23:25:52
  9. Não gostei da escolha. Mas não tinha gostado da escolha do Heath Ledger quando ele foi anunciado como coringa, e olha no que deu... Por outro lado, também não gostei da escolha da Katie Holmes para par romântico de Bruce em Batman Begins, e olha no que deu. Torcendo pelo melhor aqui. Torcendo pra que a "Sandy americana" consiga dar conta do recado. Mas por enquanto, estou cético.
  10. Agora fica a dúvida... será que H.R.Giger continua como responsável pelos designs? A identidade visual de suas obras é muito marcante e, se querem fazer uma franquia nova, talvez queiram criar visuais completamente diferentes... Bem, eu torço para que ele continue.
  11. Notícia um tanto agridoce, não sei bem o que pensar... se por um lado, estava animado com a volta da série a um patamar mais alto, por outro me preocupava a maneira um tanto apática como Ridley Scott comentava o projeto, as brigas com a Fox, além da falação sobre mudar o design das criaturas, etc... eu já estava sentindo que o filme ficaria bastante diferente, e agora Scott confirma isso, com aparente empolgação. Se o diretor não está empolgado com o projeto, eu não fico, mas agora posso começar a ficar com esse novo fillme. Mas como disse o Lucas aí em cima, é uma pena... ainda mais pq a série Alien fica novamente à deriva, na mira de centenas de incompetentes. Bem que o James Cameron poderia dar uma de Peter Jackson, e abraçar o projeto para um novo Alien depois de toda essa enrolação.
  12. Heee, ó a Fox querendo estragar tudo. Nada contra Charlize, mas se o Scott quer determinada atríz, então não deveria haver discussão. Não é um grande nome no elenco que vai trazer público para Alien, creio eu.RAZIEL2011-01-11 17:46:33
  13. RAZIEL

    Tron 2

    Bem, assisti esses dias, em Imax 3D. Minhas considerações (com alguns SPOILERS): Filme bacaninha, diverte em boa parte do tempo, embora seja um tanto arrastado em outros momentos. História rasa sim, alguém achou que seria diferente? Credo... Para um filme família da Disney, está de bom tamanho. A geração espontânea de vida digital não é tão interessante quanto a história do Tron Original (que era muito mais sobre os propósitos mesquinhos de Flyn para encontrar a prova de que tinha criado games de sucesso, e acabava envolvido em uma trama épico/brega/tecnológica), mas dá pro gasto. E como eu gosto de filmes sobre a relação pai e filho, isso me agradou. Os diálogos "joviais" do rapaz são momentos vergonha-alheia que incomodam, chegam mesmo a comprometer algumas cenas. Jeff Bridges está ótimo, e seu alter-ego digital é um grande passo para a criação de humanos digitais perfeitos... só falta ensiná-lo a interpretar Estou sendo chato aqui, o Clu digital atua melhor que muito atorzinho de sucesso, mas enfim... A escuridão do mundo virtual ajuda no efeito, e realmente parece uma pessoa em algumas passagens... bom, logo logo eles chegam lá, é inevitável. Falando em escuridão, o visual do filme é interessante, embora acabe ficando bem monótono lá pela metade. O neon sobre o negro acaba tendo um efeito colateral incômodo, ou seja, os reflexos na lente dos óculos 3D (felizmente, não é o tempo todo). Agora, sobre o 3D em si... Francamente, achei fraquíssimo. Na maior parte do tempo, eu quase não via profundidade, aquilo não parecia uma janela para outro mundo, que é o que se espera de uma projeção 3D... estava no mesmo nível de um Alice, por exemplo, talvez pior, com leves sobreposições de planos (ao invés de mostrar volume, muitas vezes pareciam figuras planas, uma mais à frente, outra mais atrás). Só em algumas cenas de ação ficava interessante, mas o custo-benefício não compensou. O que me chateia é que estavam prometendo mundos e fundos sobre o visual desse filme, que estava sendo filmado com novas câmeras especiais, que o efeito seria melhor do que Avatar, etc... Que piada. Não tem jeito, pelo visto os estúdios terão que pagar uma grana preta para usar as câmeras que James Cameron inventou, ou então continuarão pagando o mico de lançar um filme um ano depois, e esse ainda parecer muitíssimo inferior no visual. A música é um show, isso é indiscutível. As cenas de ação funcionam bem, não são aqueeele espetáculo, mas não fazem feio, o que é importante em um filme do gênero. O personagem Tron em si é de pouquíssima importância, creio que o nome só foi mantido pela marca. Bem, bem, ele já não era muito interessante no primeiro filme mesmo... Agora, pra mim, o maior defeito nessa série Tron (que acho que termina aqui) é a dificuldade que eu tenho para me importar com personagens que, na verdade, são programas de computador... quero dizer, se um programa é destruído, quem se importa? Eu mando programas pra lixeira o tempo todo e não sinto um pingo de remorso Ok, o contexto era outro no filme, mas a impressão que tenho é a mesma. Os realizadores tbém sabem disso, daí a necessidade de haver uma ameaça ao mundo real. Um cineasta melhor conseguiria fazer com que nos importássemos com os personagens, o que é vital para qualquer filme (e é o que faz este aqui perder mais pontos comigo). Enfim, Tron - O Legado é cheio de defeitos, mas divertido e curioso o bastante para compensar uma assistida. Nota: 6/10
  14. RAZIEL

    Tron 2

    Pantalaimon, já reparei que quando você torce por um filme, ele acaba fracassando nas bilheterias. Cuidado para não te apelidarem de Mick Jagger Brincadeira, fica susse, rs.RAZIEL2010-12-27 16:52:40
  15. H.R. Giger vai mesmo voltar. Uma das melhores notícias possíveis sobre os novos filmes.
  16. Filmão. Padilha conhece a fórmula de uma boa continuação, mantendo elementos do primeiro filme, mas ao mesmo tempo fazendo algo bastante diferente do primeiro filme. Não acho que tenha sido tão bom quanto o primeiro (como todos estão falando) mas ainda assim é excelente. Tem um ou outro momento um pouquiiinho arrastado, e o filme só esquenta de verdade lá pela metade. Como mensagem, é superior ao primeiro; como filme, fica um pouco abaixo (mas muito pouco). Nota 9/10.
  17. No começo, critiquei bastante a decisão de dividirem o último livro em dois filmes; afinal, alguns dos livros anteriores eram bem maiores, e foram (na minha opinião) bem adaptados para o cinema. Pois bem, quebrei a cara. Se me perguntarem se a razão dos produtores foi meramente mercadológica, eu diria que sim; porém, o RESULTADO foi muito além de uma mera atitude mercenária. O resultado é o melhor da série até o momento. Melhoraram o desenvolvimento dos personagens, melhoraram as atuações, melhoraram as cenas de ação, a emoção (ahhh, Doby! he he he). Enfim, foi foda. Gostei como cinéfilo e como fã dos livros. Minha única crítica é por ser um pouco "confuso", no sentido de que demanda bastante conhecimento sobre a série, mas eu lembrei da maioria dos detalhes e, mesmo não lembrando de alguns, dá pra acompanhar numa boa. Nota 9,5/10
  18. Carpenter de volta ao horror? Onde é a fila?
  19. Esses pedaços parecem muito bem feitos. Vamos chegando cada vez mais perto de um ser-humano digital convincente (creio que em poucos anos, veremos um).
  20. Eu acho essa cena angustiante justamente por esta sensação de impotência da mulher diante de um ato tão violento e covarde. Impossível ficar indiferente... Eu acho a cena do estupro bem feita. Mas a cena que acho mais foda é a do assassinato com o extintor de incêndio. Uma das mortes mais assustadoras que já vi em um filme.
  21. Cada país tem o ET que merece.
  22. Os Na'vi não teriam chance contra o Schwarza Infelizmente, o tal projeto juntos não tem nada a ver com cinema.
  23. Tomara que não seja o extraterrestre Bilu.
×
×
  • Create New...