Jump to content
Forum Cinema em Cena

Harry Potter

Sign in to follow this  

Você é fã de Harry, Hermione, Ron, Dumbledore, Hagrid, Malfoy e cia.? Então este fórum é Hogwarts!

14 topics in this forum

    • 872 replies
    • 112494 views
    • 7 replies
    • 4014 views
    • 9 replies
    • 5336 views
    • 1 reply
    • 5191 views
  1. Furos e Incoerências 1 2 3 4 8

    • 176 replies
    • 34307 views
    • 512 replies
    • 48167 views
    • 8 replies
    • 5218 views
    • 0 replies
    • 4674 views
    • 7 replies
    • 5640 views
    • 116 replies
    • 19082 views
    • 287 replies
    • 32431 views
    • 143 replies
    • 23039 views
    • 524 replies
    • 52142 views
    • 1366 replies
    • 79436 views
Sign in to follow this  

Announcements

  • Posts

    • Gunn falando o óbvio...pra não se apegar a algum personagem! logico, com esse mega elenco ta na cara que metade vai pro saco ja logo na sequencia de abertura, estilo James Bond ou Indiana Jones...afinal, essa é a essência do Suicide Squad..  
    • Agora eu sei por que tiraram "Eurídice Gusmão" do título de "A Vida Invisível", e não é só por uma questão mercadológica. É que - comparando com o livro - jogaram a história de Eurídice fora! Estou muito impressionado em como a adaptação foi ruim. Não é só que o roteiro foi infiel à trama, mas é que ele optou por descartar as melhores passagens do livro, no que concernem à personagem Eurídice. Trocando em miúdos: a história do livro deixa no chinelo a história do filme; é 1000 vezes melhor. Porém, o final do filme é muito melhor, 1000 vezes melhor do que o do livro. O filme, no geral, é bom. Termina-se a experiência, aliás, em grau altíssimo, com a performance simplesmente avassaladora da Fernanda Montenegro - a mesma atriz que foi chamada de "sórdida" por um ex- Secretário de Cultura aí... São 5 minutos de emoção genuína, que são também a melhor coisa do filme, e dá um banho no desempenho das outras duas atrizes. Elas estão apenas corretas, sendo Júlia Stockler claramente melhor do que Carol Duarte. O trio Fotografia, Design e Figurino são dignos de aplausos. Sobre a Direção, eu gosto muito do Karim Aïnouz, conheço bastante do seu cinema, quase tudo, pra falar a verdade, e acho muito inteligente como ele tratou o sexo nesse filme. Não como algo digno de prazer, ou um produto do romance, ou da paixão. O sexo é mostrado aqui ora como algo que trazia sofrimento às mulheres, pois o homem não pensava nos caminhos do prazer feminino; ora o sexo é tratado como algo patético, sem jeito, "apequenado" (o personagem de Gregório Duvivier aparece com o membro ereto, mas, parece, que era um dublê de corpo.), próprio de homens incapazes. Amei também como o Karim deixa espaços laterais sobrando em seus enquadramentos, como se eles evidenciassem a ausência da outra irmã.  Gostei do filme, no geral,  mas ele poderia ter sido muito melhor caso tivesse sido mais fiel ao livro. Agora...que desatino escolher esse filme em detrimento à "Bacurau". Socorro! Digo com tranquilidade, não havia a menor possibilidade de "A Vida Invisível" ser indicado ao Oscar, fizesse a campanha que fizesse a Amazon. Além de um close de um pau pequeno, anti Michael Fassbender, feio, na sua cara, as outras cenas de sexo são muito fortes para a têmpera da Academia, assim como há uma lavação de vagina também. Bolsonaro teria um treco se descobrisse isso! GENTE, BOTEM A MÃO NA CONSCIÊNCIA, O FILME NUNCA TERIA A MENOR CHANCE DE SER ACEITO! Tanto que nem entrou na pré-lista de nove. Não é um papo moralista meu, eu, pessoalmente não tenho nada contra as cenas (são completamente lógicas para a ideia do filme). Mas, em termos de campanha para o Oscar, são gols contra. Mais uma escolha errada do Brasil no jogo de atenção que é o Oscar.
    • Agora eu sei por que tiraram "Eurídice Gusmão" do título de "A Vida Invisível", e não é só por uma questão mercadológica. É que - comparando com o livro - jogaram a história de Eurídice fora! Estou muito impressionado em como a adaptação foi ruim. Não é só que o roteiro foi infiel à trama, mas é que ele optou por descartar as melhores passagens do livro, no que concernem à personagem Eurídice. Trocando em miúdos: a história do livro deixa no chinelo a história do filme; é 1000 vezes melhor. Porém, o final do filme é muito melhor, 1000 vezes melhor do que o do livro. O filme, no geral, é bom. Termina-se a experiência, aliás, em grau altíssimo, com a performance simplesmente avassaladora da Fernanda Montenegro - a mesma atriz que foi chamada de "sórdida" por um ex- Secretário de Cultura aí... São 5 minutos de emoção genuína, que são também a melhor coisa do filme, e dá um banho no desempenho das outras duas atrizes. Elas estão apenas corretas, sendo Júlia Stockler claramente melhor do que Carol Duarte. O trio Fotografia, Design e Figurino são dignos de aplausos. Sobre a Direção, eu gosto muito do Karim Aïnouz, conheço bastante do seu cinema, quase tudo, pra falar a verdade, e acho muito inteligente como ele tratou o sexo nesse filme. Não como algo digno de prazer, ou um produto do romance, ou da paixão. O sexo é mostrado aqui ora como algo que trazia sofrimento às mulheres, pois o homem não pensava nos caminhos do prazer feminino; ora o sexo é tratado como algo patético, sem jeito, "apequenado" (o personagem de Gregório Duvivier aparece com o membro ereto, mas, parece, que era um dublê de corpo.), próprio de homens incapazes. Amei também como o Karim deixa espaços laterais sobrando em seus enquadramentos, como se eles evidenciassem a ausência da outra irmã.  Gostei do filme, no geral, mas ele poderia ter sido muito melhor caso tivesse sido mais fiel ao livro. Agora...que desatino escolher esse filme em detrimento à "Bacurau". Socorro! Digo com tranquilidade, não havia a menor possibilidade de "A Vida Invisível" ser indicado ao Oscar, fizesse a campanha que fizesse a Amazon. Além de um close de um pau pequeno, anti Michael Fassbender, feio, na sua cara, as outras cenas de sexo são muito fortes para a têmpera da Academia, assim como há uma lavação de vagina também. Bolsonaro teria um treco se descobrisse isso! GENTE, BOTEM A MÃO NA CONSCIÊNCIA, O FILME NUNCA TERIA A MENOR CHANCE DE SER ACEITO! Tanto que nem entrou na pré-lista de nove. Não é um papo moralista meu, eu, pessoalmente não tenho nada contra as cenas (são completamente lógicas para a ideia do filme). Mas, em termos de campanha para o Oscar, são gols contra. Mais uma escolha errada do Brasil no jogo de atenção que é o Oscar.
    • Assisti.  Achava que seria pior,  mas não achei bom, haha.  Esse universo DC é muito vazio.  Não tem ninguém a não ser eles mesmos, nada importa a não ser eles mesmos. 
  • Popular Contributors

  • 41 Quem foi o melhor intérprete de Batman?

    1. 1. Quem foi o melhor Batman/Bruce Wayne?


      • Adam West
      • Michael Keaton
      • Val Kilmer
      • George Clooney
      • Christian Bale
      • Ben Affleck

×
×
  • Create New...